# #

Pedro tá crescendo

1800 palavras | 6 |4.40
Por

Sobre o que aconteceu cmg e com o Pedro nessa pandemia… espero que gostem!

Bem pra quem já leu meus outros contos e quem já conversou cmg no tg sabe da história.

Bem eu e Pedro temos um namoro e esse ano ele fez 13 e eu 28…por conta da pandemia não nos vimos mais com tanta frequência já que o pai dele é hipocondríaco e o Pedro tem asma mas consegui ficar com ele no 2° mês de quarentena quando a mãe dele foi internada com crises renais e no mês passado o pai dele o liberou pra vir ficar cmg uns dias… bem meu loirinho cresceu e eu me senti nostálgico e um pouco triste… Pedro começou a questionar nossa relação e sua sexualidade dizendo não ser gay e que pretendia parar de ter relações cmg mas ainda queria estar cmg e ser meu melhor amigo… bem tivemos uma transa recentemente e nisso pude perceber o quanto seu corpinho mudou… antes de ler esse conto leia Anjo Dourado e veja a descrição do Pedro e depois venha ler esse pra imaginar a nova aparência dele…

Bem Pedro veio passar uns dias cmg e eu não estava com muitas esperanças de fazermos amor então me mantive de boa e curti estar com ele… jogamos muitos games, assistimos a última temporada de The walking dead, fizemos receitas diferentes( já que ele ama cozinhar pra mim) eu cortei o cabelo dele pq ele só estava passando máquina, fizemos tatuagens com caneta esferográfica e deixei ele pintar meu cabelo de azul haha, foram momentos nossos, que talvez vc q esteja lendo pode achar besta mas isso tbm é intimidade. Bem na penúltima noite dormimos tarde e na sacada pq estava quente, acordei eram umas 4 e pouca da manhã, estava tudo escuro ainda, era um domingo, não estava tão quente mas tbm não estava frio, eu estava de samba canção azul clara com barquinhos, olhei pro Pe e ele estava de costas pra mim, sem camisa e com uma bermuda de tactel laranja tipo de futebol, olhei seu cabelo cuto, suas costas que estavam mais largas, olhei sua bundinha marcada na bermuda, olhei seus pés que estavam maiores… me aproximei e o abracei, sentindo aquela pele quente e macia que eu ja havia provado e sentindo tantas vezes, o abracei gentilmente e seu corpo agora estava quase tão grande como o meu, cheirei seu cabelo, sua cabeça e pescoço e o seu cheirinho havia mudado mas ainda era reconhecível, beijei sua cabeça e ele se virou pra mim abriu seu olhos ainda com sono e sorriu eu sorri e disse :

-sorry, não queria ge acordar princesinho!

Ele me olhou e me beijou na boca, eu segurei pra não retribuir o beijo mas ele me empurrou e se deitou em mim encaixando o corpo em mim e me beijando na boca dizendo que eu merecia ter amorzinho( nos fazemos amorzinho) eu o abracei e deslizei minhas mãos pelo seu corpo agora mais pesado e mais musculoso, o beijei forte e senti seu pau durinho me roçar na perna e eu comecei a ficar duro tbm, ele parou e puxou minha samba canção com tudo e tirou a sua bermuda tbm e abocanhou meu pau me chupando com vontade eu o puxei pra mim a luz era pouquíssima mas eu conseguia ver sua pele branca muito bem, eu sei onde fica cada pintinha, cada cicatriz de infância e cada cm do corpo desse garoto mas fui notando o que mudou… beijei seus lábios rosados que agora mostram um bigodinho fino e soam uma voz um pouco mais grave mas ainda sim de garoto, beijei seu queixo agora mais proeminente e quadrado, beijei seu pescoço, seu ombros mais redondos, suas axilas que agora tem um cheiro forte e pelos ( e isso não me incomoda nele), beijei seu peitoral agora mais forte e mais projetado e largo, beijei seu músculos do braço, suas mãos agora maiores e mais viris , beijei seus mamilos mais aparentes, seu abdômen mais definido dos exercícios, beijei seu umbigo que está mais raso, desci beijando pelo seu quadril e fui pra suas coxas que sempre foram mais definidas pelo futebol, beijei seus joelhos, suas pernas e seus pés que estão no 42 agora, chupei cada dedo e o virei de costas e subi beijando seu corpo, sua bunda está mais forte e mais masculina, beijei suas costas e seu pescoço, Pedro gemia e curtia aquilo beijei ele de costas roçando meu pau duro na bunda dele, o virei e abri suas pernas  e admirei aquela lindo pintinho agora mais grosso e um pouco maior, com mais veias e pelos dourados adornando sua púbis e seu saquinho, me deliciei ali, chupei seu pau e seu saquinho, lambi seus pelos, sentia o cheio de saquinho suado dele, meu tesão tava a mil Pedro me segurava pelo cabelo e metia na minha boca devagar enquanto gemia, eu sugava seu pau com vontade e mexia a língua enquanto aquele garoto delicioso se contorcia de prazer, procurei seu cuzinho com os dedos e senti alguns pelos, dedilhei suas preguinhas e desci até lá e chupei seu cuzinho como um animal, forçando a lingua e sugando, depois o Pe pediu um 69, ele ficou por cima me chupando enquanto metia na minha boca e eu fodia seu cuzinho com o dedo, ele não se fez de rogado e me fodeu o cu com os dedos,

Depois ele parou, sentou no meu peito e meteu o pau pra dentro da minha boca, me segurou pelo cabelo e fodeu minha boca como se fosse uma xota e eu amei aquilo, suguei ele, segurei sua bundinha e sentia seu músculos contraindo, seu pau ia fundo na minha boca e parava na minha gartanta, minha uvula roçava sua uretra e eu vibrava a boca, ele gemia quase choramingando então ele para, me olha sem tirar a rolinha da minha boca e fala:

-vou comer seu cu!

Eu não nego e nos posicionamos ele abre minha bunda, cospe no meu cu, aponta o pau dele e vai… ele meteu tudo de uma vez, colando o corpo em mim e me abraçando enquanto suspira forte( claro que me doeu um pouco e ardeu pra caramba mas eu não barro o tesão do Pe e ele deve ter sentindo uma ardência no pauzinho e eu me deliciava com isso) Pe esperou um pouco e começou a meter rápido parecendo um coelhinho, eu apertava seu pau com o cu, queria que ele sentisse apertado e se acabasse em mim, meu cu árdia mas eu queria aquela moleque loirinho e branquinho se acabando de me foder, Pedro meteu forte, me beijando e me mordendo as costas e me mandou virar de frango assado pra ele e assim eu fiz, ele se encaixou e meteu a rolinha dele em mim de novo, me abraçando e deitando a cabeça no meu peito eu o abracei e ele mandou ver, metendo como um taradinho em mim e logo ele serra os dentes:

-vou gozar!

E eu sinto aquele pauziho maravilhoso pulsar dentro de mim e um calor invadir meu cu e o corpo do Pedro relaxando e ele ofegante( Pedro ja havia me fodido antes mas agora ele estava crescendo e era diferente) Pedro ficou parado encima de mim uns minutos e eu o acariciando, ele levanta a cabeça e meu beija, se levanta, tira o pau de mim, pega o lubrificante na gaveta do móvel ao lado da lounge e despeja tudo no meu pau e em mim:

-e sua vez de gozar gostoso putao!

Ele segurou meu pau e sentou, foi engolindo minha rola aos poucos com o cuzinho até sentar na minha pélvis, eu sentia aquele cuzinho esmagando meu pau, aquela calor gostoso queimando meu pau, eu o virei, deitei sobre ele e o beijei enquanto começava as primeiras estocadas, eu peguei mais pesado com ele, queria ele gemendo alto, ele me agarrava forte e me beijava dizendo que me ama, eu retribuia o fodendo, beijando e dizendo que tbm o amava, o virei de bruços e ele empinava aquela bundinha perfeita e branquinha fodendo meu pau com o rabinho, eu o abracei e meti mais, depois o virei de volta pra mim e disse:

-eu vou meter pra gozar agora meu Pepezinho

-ta bom Ju te amo

-te amo tbm lindinho

E comecei a meter forte nos abraçamos como se quisemos fundir nossos corpos e logo eu gozei dentro daquele cuzinho quente onde eu já havia gozando tantas vezes. Eu relaxei encima dele enquanto ele me beijava, deitamos de conchinha e vi que logo ia amanhecer, então eu sentei, puxei um edredom e cobri minha costas e puxei o Pedro pra dentro do meu abraço e o cobri tbm e assistimos o nascer do sol e depois que o sol já clareava o céu eu olhei o Pedro nos olhos e disse:

-Pe, eu sei que vc quer parar, que isso tá te confundindo mas saiba que eu te amo e vou te amar pra sempre, mesmo que você não queira mais fazer amor cmg, esses dias foram mágicos pra mim e eu quero mais e mais disso, por favor não me tire da sua vida meu anjinho!

Pedro me olhava sério e me beijou docemente e respondeu:

-Ju… eu não vou te tirar da minha vida, eu te amo e tbm quero te amar pra sempre, mas eu quero entender o q sou… se sou gay, hetero ou bi… agente pode fazer amor de vem em quando pq isso é nosso, somos vc e eu, eu sei que pros outros é errado mas isso é nosso, sei lá… vc é meu e eu sou seu.

Nos beijamos mais e prometemos sempre estarmos juntos não importa quem ou o que tente nos separar seremos sempre eu e ele…

Fizemos mais amor durante o dia e no outros dia ficamos de amorzinho( beijos e carícias) ele foi pra casa e agora estou vendo ele regularmente… sexo acontece naturalmente e quando acontece eu saboreio seu corpo em transformação… isso é nosso e aqui é o único lugar que posso desabafar sobre isso… quem tiver algo parecido como Pedro e eu , aproveitem o máximo mas com cumplicidade, com amor, intimidade e zelo pq passa … eles crescem e precisam lembrar disso de maneira boa e gostosa…

Espero que não tenha ficado massante…

Não sei se escreverei outros contos mas é isso…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,40 de 15 votos)

Por # #

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Adriano

    Gozei bastante lendo hahaha, delícia de conto mano, continua que tá muito bom

  • Responder Anonimo

    Gozei pra caralho lendo seu conto
    Conta mais de vcs bota ele de calcinha pra vc mete

  • Responder Hg557

    Que delícia de conto, que tesão, que fodah. Cara eu queria ser vc!
    Gozei muito lendo

  • Responder Anônimo

    Que lindo vocês, queria um garoto pra mim tbm

  • Responder Pachecao

    Gostaria de ter um caso assim. Estou com ó meu pau super e babando vou tocar uma gostosa punheta pensando em vocês.Continue não demore a publicação

  • Responder foxy

    Oi pessoal! ♥ Suas preferências sexuais compartilham conosco..Junte-se .. interessado na sua opinião sobre sexo e não só .. Para homens sem complexos ★ (copiar o link) = >> plu.sh/platform