#

Moleque gostoso

676 palavras | 2 |4.87
Por

Quando vou estacionar meu carro num estacionamento no centro ,sempre percebi um garoto cuidando dos carros. Ele é negro ,seu nome é Jeferson. Fiz amizade com ele.Com o tempo fomos ficando mais íntimos. Ele tem 14 anos, dentes perfeitos e um bom volume que sempre aparece na sua bermuda, e uma boa bunda para a idade. Com o passar do tempo fui ficando com tesão pelo moleque, mas não sabia como fazer. Um dia,tinha tomado umas a mais e resolvi investir nele. Descaradamente pedi se ele não queria ganhar um dinheiro extra. Ele me pediu como. Não sei como ,talvez pelo efeito da bebida, disse na cara dele para irmos até minha casa.Ele pediu porque e eu disse que estava a fim dele. Ele me disse que não era viado e tal, mas eu disse nada a ver. Você não vai fazer nada que não quiser. Ele pensou um pouco e falou só aceito um boquete ,você vai me dar quanto? Eu disse 50 e ele ficou todo animado. Entramos no carro e fomos para minha casa. Chegando lá, disse para ele tomar um banho enquanto eu arrumava umas cervejas. Quando ele saiu do banho enrolado na toalha, vi o volume que se formava no pau, mesmo mole. Ele colocou a bermuda e sentamos no sofá. Tomamos umas e ele ficou mais a vontade. Perguntei se ele já tinha feito sexo e ele falou que tinha comido uma vizinha dele. Não sei se é verdade. Pedi então para irmos para o quarto e lá ele tirou a bermuda e fomos pra cama. Meu pau estava durasso.O moleque não. Deitou na cama de costas e falou só chupe. Vendo aquele garoto negro nu na minha cama, fez meu tesão ir as alturas. Ele era todo liso, só com pentelhos bem pretos em cima do pau. Cheguei nele e comeccei a chupa lo todo. Suas coxas lisas me dava muito tesão. Parti para o pau, que continuava mole. Talvez do nervosismo dele. Pedi pra ele relaxar. Comecei a chupar seu pau. Depois de um tempo ele começou a endurecer. Logo eu estava mamando um pau durasso que me surpreendeu pelo tamanho e pela grossura, apesar da pouca idade do neguinho. Formou uma chapeleta preta bem maior que o tronco. Eu chupava com vontade e o garoto se contorcia de prazer. Resolvi ser mais audacioso e pedi para beijar sua bunda. Ele disse não e eu disse que daria mais 50. Ele aceitou e disse somente beijar a bunda. Quando ele ficou de bruços, que visão. Uma bunda adolescente, macia ,mas dura ao mesmo tempo. Beijeie mordi muito ela. Vendo que o neguinho estava relaxado, abri suas nadegas e vi um furinho preto, cheio de pregas. Não me contive e enfiei a língua. O moleque se arrepiou todo e perdeu a vergonha, se abrindo para mim. Ele gemia, mas como macho. Chupei muito seu cu, sempre verificando seu pau duro como pedra. Depois de cansar de chupar, queria sentir o neguinho dentro de min. Deitei de bruços, após lubrificar bem seu pau e meu cu de gel lubrificante, pedi para ele meter. Ele não conseguia,pela inexperiência. Peguei no seu pau e botei bem no meu anel.Com jeito, a pica foi entrando. O moleque enlouqueceu. Meu cu apertou o pau dele e ele começou o vai e vem.Que tesão. Pena que o neguinho não aguentou muito tempo e gozou fundo no meu cu. Foram uns 5 jatos de porra. Dava pra sentir pelo inchaço do seu pau e pelas pulsações. Ficou dentro até amolecer o pau.Que coisa boa.Ensinei o garoto a comer um macho. O problema é que quando o neguinho me vê, me pede dinheiro. Sei que ele quer ir lá em casa para foder, mas tem vergonha de dizer. Quer que pense que é só por dinheiro. Mas eu sei que ele gemeu e curtiu muito. Depois conto nossa segunda vez.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,87 de 23 votos)

Por #

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder anonimo

    conte mais nao nos deixe morrer na curiosidade!

  • Responder Saulo Batista

    Muito bom, sou louco por um negro novinho também, conta mais