minha primeira siririca

Autor

Meu nome é Sandra tenho 23 anos, sou mulatinha cabelos enrroladinhos e magrinha. Minha historia começa bem cedo e meio que por acaso quando aimda era bem novinha com 10 aninhos era epocas de ferias e fui pra praia com minha mae nunca conheci meu pai, e ate esse dia nunca tinha visto minha mae com nenhum outro homem, mas nessa viagem ao chegarmos na casa da praia ela comprimenta um homem alto, forte e negro com beijo na boca e me diz amorzinho esse é o Paulo namorado da mamae, e ele que nos convidou pra essa viagem na praia, lembro que Paulo me disse oi e perguntou se eu nao ia dar um beijo nele, mesmo timida dei um beijo na bochecha do Paulo. Estava assustada mas mamae me convidou pra ir pra praia e isso me fez ficar feliz e contente. Ao chegar na praia minha mae nao tinha comprado bikini porem me disse que por ser criança nao tinha problema nadar so de calcinha. Naquele dia brinquei e nadei muito. Lembro que voltamos pra casa da praia e minha mae me deu banho e botou pra dormir, acho que ate cheguei a cochilar naquele dia, mas do nada acordo ouvindo uns barulhos e gemidos estranhos que hoje sei bem o que sao mas que na epoca me assustaram muito, mesmo assim sai de mansinho pela casa procurando de onde vinha o barulho, chegando no outro quarto a porta estava aberta e vi minha mae de quatro e Paulo atras dela com um negocio preto enorme no xixi dela era assim que conhecia a buceta na epoca rs, fiquei congelada com a cena mas uma coisa ainda mais estranha aconteceu comigo, senti uma tremedeira estranha um calor na pepekinha e resolvi me esconder e ver o que estava acontecendo logo Paulo começa a gemer mais alto e a dar tapoes na bunda da minha mae que grita e ainda pede mais. A essa altura estava roçando minha xaninha numa almofada, me lembro bem da roupa que estava uma blusinha amarela um shortinho rosa e calcinha verde sentindo que estava ja com a calcinha molhada com uma vontade enorme de fazer xixi mas ainda curiosa. Mas Paulo para do nada ouço os dois ofegantes e começando a rir, acho que Paulo e minha mae gozaram juntos naquela hora. Nessa hora Paulo sai do quarto pelado com um negocio branco no pipi dele e vem minha direçao foi a primeira vez que vi um pinto na minha frente e Paulo ao me ver fez apenas um sinal de silencio pra mim, que fiquei paralisada mesmo em choque fui pro quarto de mancinho com medo da minha mae me pegar Paulo liga o chuveiro e diz pra minha mae que vai tomar banho e convida ela pra ir junto chamando em voz alta do banheiro, minha mae meio sonolenta diz apenas obrigado vida mas vou ficar deitadinha aqui, nao demorou Paulo vem pelado entra no meu quarto e fala baixinho no meu ouvido. Eu nao conto se voce nao contar nada ta bom? Concordei com a cabeça, e do nada Paulo pede um beijo no pipi dele, mesmo assustada e sem graça eu dei, do nada sinto Paulo tocar minha pepequinha e diz no meu ouvido ta molhadinha heim, nao entendi nada Paulo saiu foi tomar banho eu fiquei em choque sem saber o que fazer mas queria mais daquilo, ver sentir. Dai resolvi tocar na minha pererequinha vi que estava bem molhada calcinha ensopada. Resolvi tirar tudo me enrrolei nos lençois e pus os dedos na xoxotinha, ali sozinha comecei a dedilhar ate que senti uns choquinhos misturados com umas cosquinhas eu nem sabia o que era mas estava gozando. Paulo termina o banho certfica-se que minha mae esta dormindo vem ate mim tira o lençou e fala tem mais uma condiçao pra nao contar nada pra sua mamae, voce sempre vai brincar comigo quando eu quiser ok, pelada e tremula concordo, Paulo apenas se abaixa abre minhas pernas e beija minha pepekinha bem gostoso, passando a lingua nela toda sobe e me diz, isso que vc tem no meio das suas pernas e a sua bucetinha e vc sempre vai dar ela pra mim igual a sua mae faz ta, e sempre vai chupar meu pinto tambem, eu mais assustada ainda concordo ele se afasta e começa a bater uma punheta na minha frente eu nao aguento e começo a esfregar minha bucetinha de novo vendo aquele pinto enorme na minha frente depois de um tempo Paulo toca na minha xaninha forçando o dedo no buraquinho eu sinto aquela sensaçao boa de novo e vejo um liquido branco saindo do pinto dele, achei que era xixi me assustei, Paulo explicou o que era e me disse que eu tambem tinha gozado, Paulo me beijou de novo saiu, e eu finalmente dormi. Depois disso tive varias outras historias mas essa sem duvida foi a mais marcante de todas.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,62 de 21 votos)
Loading...