Louca por uma rola na Buceta peluda

Autor

Olá tudo bem com vocês, tenho 18 anos e quero compartilhar a relação amorosa que tive com a Camila, (ja tinha escrito esse conto decidi reenviar com mais detalhes e com um nome de autor diferente, procurem por Tiodirca que verão os meus outros contos)camil,é uma irmã de um amigo, pôr mais que muitos não gostem de mulheres mais gordinhas (acho até feia essa palavra, mulher com curvas, acho mais apropriado) eu curto bastante, mulheres mais cheinhas, mais velhas do quê eu, são a minha paixão. Camila é uma menina de 26 anos, ela é branquinha e gordinha têm cabelos pretos quê vão na metade das costas, a Camila pelo fato de ser gordinha a maioria dos homens a rejeita, eu particularmente acho ela linda por ser gordinha. ela é aquelas gordinhas plus size. Acho essas mulheres simplesmente lindas, logicamente todas as mulheres são lindas, cada uma tem o seu jeito especial de ser linda.
Camila, tem peitos bem grandes tem um pouco de estrias neles, por serem grandes, a bunda dela não é tão grande quanto os seios, tem um pouco de celulite, a bucetinha dela é uma delícia, é bem peludinha, tipo assim o corpo inteiramente depilado, menos a buceta, é uma delícia isso, os pelos tem uns 3 cm de comprimento, dando indícios de que ela os cultiva a bastante tempo e por serem grandes eles são bem fechados acho uma bucetinha peluda um tesão a vagina também é bem carnuda e rosada. Camila ela se casou jovem demais, com 20 anos, dois anos depois se separou, depois de descobrir que o marido a traia. Ela começo a ficar gordinha depois que se casou geralmente casamento faz as pessoas engordar. Depois da separação ela voltou a morar com os pais e junto com o irmão.

me tornei amigo da família da camila por compartilhamos do mesmo círculo social. Tornarmo-nos amigos e. principalmente amigo íntimo de Camila, eu e ela conversamos muito sobre sexo, fetiches e filmes com temas de sadomasoquismo ou outras coisas mais excêntricas. até mesmo alguns amigos que temos em comum diziam que íamos acabar namorando, outros davam aquela zoada que sempre tem em roda de amigos, mas sempre fomos de boa quando a isso.

No início desse ano, os pais dela programaram uma viagem de uns. 28 dias para a família e principalmente pois a mãe de Camila tinha que fazer uns exames por isso iam demorar bastante e por eu ser bastante amigo da família me pediram para eu dormir na casa, pois o bairro é meio perigoso e não queriam deixar a casa sozinha. Mas dias antes de irem a Camila decidiu não ir por conta do trabalho, mas os pais e o irmão dela foram. Por conta do bairro perigoso, Camila não Queria ficar sozinha em casa, e como estava tudo combinado de eu dormir na casa, quando eles fossem viajar, Camila me chamou para dormir lá, já que eu era bastante amigo dela e Na verdade ficar lá até os pais dela voltarem, então ficava 24 horas na casa.
por conta de ser a casa da camila e por conta da amizade mais intensa que eu e Camila tínhamos, quando ela estava na casa ela ficava só de roupas de dormir e também só de calcinha e sutiã, ou algumas vezes ficava com uma blusa branca sem sutiã que marcava os bicos dos seios dela e com um short bem curto que dava para notar que ela usava ele sem calcinha, então eu podia aproveitar e apreciar muito o corpo e a beleza que Camila tem e eu também aproveitava ficava mais a vontade também sem camisa e com shorts com tecido mais leve.
uma semana depois quê os pais dela tinham ido viajar, resolvermos assistir uns filmes a noite, por conta da amizade que tenho com Camila, ela estava com a cabeça apoiada no meu ombro, e eu meio que a abraçando ela e como já tinha chovido o dia todo, a noite não foi diferente, e começou a cair uns raios bem forte, e ela se assustou, e me abraçou com medo, eu a abracei de volta, depois de um tempinho Camila continuou abraçada a mim, mas ela sem querer apoiou uma das mãos em minha perna, mais precisamente perto do meu penis e como estava com roupas de pano fino, e na hora começou uma cena mais quente no filme, meu pau fico duro, e acabou ficando bem evidente que eu estáva com tesão, Camila ela fingiu se espreguiçar e deu uma apalpada no meu pau, na hora fingi que nem tinha acontecido .ela se levantou e foi no banheiro, ela estava com um short curto e com sutiã somente, ao voltar ela ja estáva sem o short, somente com a calcinha e o sutiã, ambos de renda e vermelhos. a calcinha dava para ver nitidamente a bucetinha peluda dela. ela deu uma desculpa que estava com calor por isso tirou o short. ela sentou ao meu lado colocou meu braço em volta dela, deixando minha mão o mais próximo possível das pernas e da bucetinha dela. resolvi aproveitar a oportunidade e fiquei passando a mão nas pernas dela. pode sentir que ela ficava arrepiada quando eu subia a mão para perto da buceta dela.
Depois peguei a mão e coloquei na barriga dela, e fiquei passando a mão nela, no filme começo uma cena de sexo explícito, aproveitei e fui bem devagar passando a mão na bucetinha dela por cima da calcinha para ver se ela iria reclamar,ela disse no meu ouvido o filme fez ela ter uns pensamentos peguei e fui enfiando minha mão dento da calcinha dela, eu já podia sentir os pelos dela, peguei e fui e enfiei meu dedo dentro da bucetinha dela, ela pegou e se virou e me beijou e me chamou de safado e disse que já estava querendo isso, na hora deitei por cima dela no sofá e comecei a beija-la. Mas como estava tarde decidimos deixar para o dia seguinte, resolvermos ir dormir, nisso ela me chamou para ir dormir com ela, disse claro, ela deitou e me abraçou. Nisso disse a ela acho que assim é melhor, e tirei a blusa dela, e abaixei o short dela, ela pediu que eu fizesse o mesmo, dormimos pelados. Quando acordei, ela já estava na cozinha mexendo com uns negócios, como só estava a gente lá, ela estava nua posso dizer que bela visão, peguei e fui por trás dela. Enconchei-a, a abracei e fui descendo a mão ate a bucetinha dela e fui já beijando o pescoço dela, na hora ela se assustou,se se arrepiou toda ela pegou e virou e me beijou, dizendo que tal continuarmos o que começamos, eu disse claro.
Peguei a coloquei sentada na pia, abri bem as pernas dela, cai de boca naquela buceta, peluda, ela gemia, dizendo isso chupa, não para, , ela forçava um pouco minha cabeça contra a bucetinha dela,ouvia ela dar uns gemidos e ela se contorcia um pouco e depois ela desceu da pia e se ajoelhou e começo a chupar meu pau, ela chupava enfiava tudo chupava que a baba escoria. Parecia que fazia tempo que ela queria aquilo. Depois a coloquei sentada na mesa, uma mesa de madeira. já que era mais baixa que a pia. Abri bem as pernas dela provoquei ela um pouco e fiquei pincelando o meu pau na buceta dela, depois coloquei meu pau devagar,quando coloquei a cabeça ela deu um gemido bem. gostoso,enfiei tudo e comecei a meter nela, enquanto a beijava, e massageava aqueles peitos gostosos. Ela gemia gostoso, dizia isso fode, come a sua putinha, fode essa buceta, apaga o fogo dela. Depois fomos para a sala ela fico de quatro no sofá, peguei segurei ela pelos cabelos, e comi ela enquanto dava uns tapas na bunda dela, ela pedia para eu bater mais, ela gemia muito, dizia fode sua putinha, me arromba, que delícia, tesão delicia de pau, Peguei e deitei no chão, ela pegou e subiu e começo a cavalgar no meu pau, ela deu uma pausa ela estava tento orgasmo, peguei e para intensificar o tesão dela comecei a meter com força nela, ela gemeu alto, ela pegava e virava até os olhos de tanta excitação, depois ela deita por cima de uma mim e começou a me beijar fiquei fazendo carícias nela.

Depois ela pediu para fazer uma espanhola, ela deitou no chão subi em cima dela, e ela fez uma bela espanhola, peguei e gozei bastante, um pouco fico nos peitos,um pouco no rosto. Ela pegou o esperma do rosto e espalhou por ele, o pouco dos peitos e levou até a boca.
Depois desse dia transamos todos os dias praticamente enquanto os pais dela viajavam, se não era transa ,ela masturbando, ou dando uns amasso. Depois desse dia, três dias depois, fomos tomar banho juntos, começamos a nos beijar e coloquei ela apoiada na pia, de frente pro espelho, comecei a chupar o pescoço dela, enquanto olhava no espelho a cara de safada dela, ela dizia me fode meu amor, come a sua putinha bem gostoso, como tínhamos tempo, coloquei meu pau na bucetinha dela e fui comendo ela bem devagar, enquanto eu chupava o pescoço dela e dava uns tapas e puxões no cabelo dela,quando fui gozar tirei o pau e gozei na bundinha dela.
Quando faltava um dia para os pais dela chegar de viagem, ela estava limpando o quintal, a peguei por trás e levei ela ao chão, tirei a roupa dela, e transamos lá no quintal,não nos importamos se íamos ser vistos pelos homens que travavam em uma obra a frente da casa, quando fui gozar gozei em cima dos pelos da bucetinha dela. Depois desses dias transando com a Camila, transamos mais algumas vezes, umas delas inclusive em um local onde é guardado cimento é um depósito, a gente pulava o muro do lugar, à noite e transava lá. Foi até nessa local onde tirei a virgindade do cuzinho dela, depois de muito custo, e insistência consegui fazer ela me dar, nesse dia quê tirei estava com uma bolsa com lubrificante, camisinha e alguns produtos sexuais.

Peguei passei bastante lubrificante no cu dela, coloquei a camisinha passei lubrificante também na camisinha, entrou fácil, por mais que sentia o cuzinho dela, se contrair e agarrar meu pau, fui metendo devagarinho, ela dizia que estava doendo bastante, algumas vezes ela até tentava tirar meu pau do cu dela, mas como eu estava segurando a cintura dela ela não conseguia , com o tempo ela começou a gostar, pediu até para eu dar uns tapas na bunda dela, quando fui gozar tirei meu pau do cu dela tirei a camisinha, voltei a meter até gozar gozei dentro do cuzinho dela, ela disse doeu bastante, mas quê tinha gostado da experiência. depois disso eu e Camila passamos a ter uma amizade colorida,ela passou a ir em minha casa só para eu e ela transar, boa parte das transas eram feitas sem camisinha, claro que quando ia gozar eu gozava fora.
infelizmente Camila atualmente está noiva, por isso parei de transar com ela, mas eu transei com ela, mesmo durante o namoro dela, ela alegava que como o rapaz é religioso não ia transar com ela antes do casamento. então ela sempre dava um jeito de ir na minha casa nem que fosse para me pagar um boquete. segundo Camila o rapaz é estéril, incapaz de engravidar Camila, como disse acima é um sonho da Camila ser mãe, Camila está convencendo o rapaz que depois do casamento, ela poderia fazer inseminação artificial, mas ela que isso não é verdade, o que Camila quer atualmente é que eu a engravide, de certa forma ela alegaria caso o rapaz pergunte que eu fui o doador dos espermatozoides, mas claro que vou doar, mas de forma diferente né, comendo e ejaculando dentro da bucetinha da camila.

Bom esse foi o meu relato, espero que tenham gostado e quem gostou puder entrar em contato, se puderem me dizer o que posso melhorar no conto, oi caso queira trocar experiências ou até mesmo trocar outras coisas.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,50 de 4 votos)
Loading...