Priminho

Há 6 meses 7 ★ 4.69

Eu tenho um primo que se chama Roberto na época ele tinha 11 anos e como todo garoto que tem um primo mais velho gosta de mexer nas coisas um dia deixei uma janela de um site porno aberta no computador e quando voltei ele estava vendo o vídeo e tomou um susto com a minha presença mas eu disse que ele poderia ficar tranquilo na época eu tinha 20 anos e estava meio taradao eu já brincava com ele de lutinhas e sempre agarrando ele por trás eu ficava de pau duro e me rossava nele ele percebia mas não falava nada lembro que um dia eu tinha garrado ele e ele sentiu meu pau duro na bundinha dele ficamos parados e ele mexeu só a bundinha e riu pra mim aí eu segurei ele mais forte e ele ficou tentando se soltar em fim de tanto brincar com essas brincadeiras a sacanagem entre a gente já era uma coisa normal então eu deixei ele ver porno no meu PC de boa mas disse que era pra ele fechar a porta do quarto pra mãe dele não entrar e ver um dia eu estava deitado e chamei ele perto de mim quando ele veio eu o peguei e o joguei na cama ele é magrinho e bonitinho tem uma bundinha branquinha e grandinha e cabelo liso aí eu joguei ele na cama e comecei a brincar com ele e logo já estava ele em cima de mim e eu de pau duraço em baixo dele e ele me olhando e eu fazendo cara de safado e forçando meu pau na bundinha dele ele percebendo começou a mexer nossa eu delirei na hora aí ele perguntou " vc gosta"? Na hora eu arregalei os olhos e agarrei ele contra meu corpo ele estava montado em mim eu botei a cabeça dele no meu peito e fiquei fazendo carinho nele e eu disse "vc sabe que eu só tenho vc e que vc é meu único amigo" aí nessa hora eu levei minha mão até a bundinha dele e apertei ele olhou pra mim e para a minha surpresa ele sorriu e disse que tbm queria eu eu perguntei "oque"? Aí ele disse "isso" mexendo a bundinha no meu pau aí eu fiquei sem saber o que fazer aí ele deitou a cabeça no meu peito e eu fiquei fazendo carinho nele e apertando sua bundinha e forçando meu pau nele a quilo estava muito gostoso eu beijava a cabeça dele sentia o cheiro do seu cabelo e o apertava até que não aguentando mais eu rolei com ele pro lado e fiquei por cima entre as perninhas dele eu tirei o shortinho dele e pela primeira vez vi ele sem roupa branquinho lisinho eu cheguei no ouvido dele e disse "chupa" aí ele disse sussurrando " não sei" aí eu deitei na cama e conduzi ele até meu pau ele já veio segurando e olhando curioso aí eu botei a mão na cabeça dele e levemente conduzi até meu pau nossa ele abriu a boquinha e eu quase gozei ele chupou e tirou da boca rapidinho aí eu pedi mais aí ele voltou só que ele tirava rapidinho aí eu pedi pra ele ficar chupando sem parar eu não aguentei e puxei a bundinha dele pra mim e quando fui ver eu estava em um 69 com ele eu línguava o anusinho dele e (mesmo não sendo minha intenção) eu chupada o saquinho e o pintinho dele que estava durinho eu apertava a bundinha dele e dava tapas e eu forçava a boca dele na intenção que ele engolisse todo meu pau coisa impossível de acontecer na quele dia na hora de gozar eu joguei ele pro lado segurei meu pau e jorrei muito leite que veio no meu peito e barriga ele ficou do meu lado olhando eu gozar quando terminei pedi a ele pra ir buscar um pano no sexto de roupa suja ele foi a coisa mais linda peladinho e voltou com uma camisa e me deu eu me limpei e ele levou a camisa de novo pro sexto aí ele voltou pra perto de mim eu botei ele deitado do meu lado de conchinha e fiquei abraçado com ele e cheirando o pescoço dele fazendo ele sorrir e se arrepiar aí eu pedi pra ele não contar pra ninguém ele disse que sim a partir desse dia praticamente todos os dias eu ganhava uma mamada dele que com o tempo aprendeu a me fazer gozar aprendeu a mamar sem dentente linguinha linda passava no meu pau chupava meu saco e até decia um pouco mais eu não tinha coragem de comer ele mas eu chupava o cusinho dele enfiava minha língua e deixava o anelsinho dele piscando até que um dia acho que ele já tinha 12 anos eu estava na sala e ele sentou no meu colo me abraçou e disse no meu ouvido "quero te dar" aquilo foi um choque e ao mesmo tempo lindo eu o abracei e levantei com ele no meu colo e levei ele pro quarto fechei a porta e botei ele na cama e eu um beijo em sua testa meu pau já estava a mil eu coloquei na boquinha dele ele mamaou um pouco e eu já virei ele de bruços e caí de língua no cusinho dele dei muita linguada enfiava minha língua e a largava o anel eu cuspia e lambia a bunda dele inteira eu batia na bunda dele e arranhava as costas dele ele suspirava com os olhinhos fechados até que eu não aguentei mais abri bem a bundinha dele e dei uma última cuspida no anel e levei meu pau na boquinha dele e pedi "baba ele" ele se colocou sobre seus cotovelos empinando a bundinha e mamou um pouquinho deixou molhadinha e cuspiu na cabeça eu fui pra traz dele coloquei um travesseiro em baixo dele fazendo a bundinha ficar pra cima me ajoelhei a traz e beijei as duas nádegas uma de cada vez aí eu subi beijando pelas costinhas dele e quando cheguei na nuca pescoço e rostinho dele meu pau tocou na bundinha dele aí eu olhei pra ele e disse "quer" ele só balançou a cabeça afirmativa mente e pra minha surpresa ele forçou a bundinha no meu pau o que me fez cooperar na hora forçando contra seu anelsinho foi algo que não tem como explicar meu pau foi entrando de vagar e parou na metade parece que depois que entro a cabeça ele sentiu nessa hora eu me pus sobre meus cotovelos e pesei meu peito sobre as costinhas dele e envolvi todo o menino que de olhos fechados segurou a minha mão e eu beijando seu rosto comecei a fazer movimentos de vai e vem e o danadinho correspondia os meus movimentos enquanto eu ia pra baixo ele empurrava a bundinha pra cima e quando eu subia ele decia a bundinha em questão de segundos eu estava sentindo meu talo batendo em sua bundinha e ele apertando meinha mão e eu apertando seu corpinho eu gemia em seu ouvido e falei " vou gozar" empurrei tudo segurei ele firme apertei todo seu corpinho e gozei muito ofegando em cima dele enquanto eu cravava e gozava ele rebolava a bundinha em baixo de mim acho que foi a melhor goza da da minha vida eu estava imprecionado como o garoto havia conseguido aguentar meu pau era muito grande ele havia fechado as perninhas e eu estava sobre ele agarrado ao seu corpo depois de gozar eu relaxei em cima dele e ele ficou com um sorrisinho sacana na boca e eu fiquei pensando que menino é esse???? Ele ficou de olhos fechados e meu pau foi amolece do dentro quando eu levantei tirei meu pau de dentro dele o cusinho dele estava lindo eu abri sua bundinha pra ver ele piscava cheio do meu leite eu peguei um pano pra limpar ele pois foi tanto leite que chega saiu um pouco e sujou até minha cama depois de limpar ele eu fique ali beijando a bundinha dele e dando uns tapinhas e dizendo bobagens a gente fez essa sacanagem até ele completar 13 anos nesse tempo ele se vestia pra mim e fazia tudo que eu quisesse eu sempre pedia a ele se eu podia trazer um amigo mas ele sempre dizia que não depois a mãe dele se mudou e levou ele depois fiquei sabendo que ele começou a namorar uma menina hj ele nem fala mais comigo já está com 17 anos e namora uma menina

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,69 de 26 votos)
Loading...

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos

  1. John Deere,Matador de Veados

    Veado,veado…pára com isso,larga essa vida de veadagem,vira homem,eu tô pelas ruas,é sério veado…
    Se o tio Deere cruzar com você por aí,por essas ruas e vielas da vida,sua veadagem acaba veado…

  2. Gabi

    Parece meio estranho eu ser uma garota e gosto de contos gay kkkkkk mas eu adorei seu conto se quiser conversar
    Meu telegrama sugarloli

    • Vick

      Eu também vei kkkkk

  3. Mapp

    Muito bom seu conto, tenho um primo 6 anos mais novo, desde pequeno sempre brincávamos, quando ele tinha 20 anos namorava serio, um dia na troca de olhares ele foi até minha casa que não tinha ninguém, começamos mas desse vez quis comer, tentei de bruço mas ele sentiu dor, coloquei ele de frango e fui enterrando bem lentamente enquanto que lentamente punhetava ela pra sentir tesão e deixar eu meter.
    Uma cena inesquecível, ele é bem branco e iberne, ver meu pau se alojando naquele cuzinho rosa apertadinho virgem não da pra esquecer, controlei ate que gozamos juntos, comi ele uma segunda vez. Um dia após uma brincadeira rápida (não dava pra comer pois o local não oferecia segurança) ele me disse que não queria que isso se repetisse.
    No dia do casamento dele minha tia me chamou pra ajuda-lo a se arrumar, principalmente a gravata, estávamos no quarto da mãe dele que se maquiava, ele tirou a calça que estava pra colocar a do terno me olhando com uma cara de cobiça, isso foi a ultima coisa que ocorreu, hoje ele tem 2 filhos, a mais velha com 18 anos e o moleque com 12.
    Lembro até hoje do meu pau escorregando lentamente pra dentro daquele cuzinho, fui o único homem de sua vida.

  4. Anônimo

    das duas uma, ou ele ja dava pra alguem, ou entao exagerou um pouco no seu conto, aguentar um grandao sem reclamar de primeira…
    mas no geral o conto foi bem interessante

  5. Lucio Entrou

    Faltou mais detalhes de vcs!

    • Lucas

      Me chama no telegram : https://t.me/LucasEu