Iniciando no Incesto

Autor

Meu nome é Bruno, tenho 19 anos, solteiro e fazendo faculdade. O que irei relatar é verídico e aconteceu algum tempo atrás. Moro com meus pais e uma irmã mais nova.
Meus pais venderam um apartamento e comprou outro em um condomínio novo, por questão de segurança da familia.
Fizemos a mudança e tinha poucos moradores, no meu prédio seríamos os primeiros. Minha irmã não quis vir, achou melhor ficar com minha avó até chegarem mais gente no prédio e não ficar longe das colegas. Sou um cara normal, não tenho compromisso com namoradas, fico com algumas, nada sério, só para dar umas fodas. Eu saia junto com meus pais eu ia para faculdade e eles pro trabalho, chego por volta da 14 horas. Um dia retornando e ao entrar no condomínio avistei um menino e uma menina perto do meu prédio, passei e falei com eles, me perguntaram se morava ali, disse que sim e eles falaram que também iriam morar ali, disse que seria bom, pois estava muito deserto. Dei tchau e subi. Estudei mais um pouco e fui pra internet.
Noutro dia eu os encontros de novo, falamos mais um pouco e subi. Estava com muita matéria e estava sem dar uma foda, fui para internet olhei uns porno e me aliviar. Noutro dia novamente eu os encontro e fico conversando, são irmãos, ela mais velha que ele, estudam no mesmo colégio na parte da manhã, os pais trabalham e a tia fica com eles até as três e vai embora, e estavam sem Internet e por isso que ficavam lá embaixo. Falei que tinha wi-fi e iria disponibilizar para eles, ficaram todo bobo. Subiram junto comigo, beberam suco e peguei meu not coloquei na mesa da sala e eles com seus celulares. Logo vieram para perto de mim perguntando se não tinha jogo, digo que muito pouco, pediram para ver, fui amostrar e entrou as páginas porno, tentei fechar,demorou e eles deram risadas e falaram tio você vê isso também? Perguntei por que também? Disse que o pai também vê, que ja viu ele olhando. Logo percebi que eram dois safadinhos, perguntei se queriam ver, disseram que sim, ficaram cada um do meu lado e ficaram olhando a cena da mulher (Riley Reid)e dois caras, nunca tive essa intenção, nem com minha irmã, mas vendo aqueles dois ali, fiquei excitado, fui passando a mão nas costas dos dois e fui descendo e passei a alisar a bundinhas deles e eles quietos, coloquei a mão dentro do short de cada um, perguntei se já tinha visto alguém pelado, disseram que só de longe, um tio deles, tirei meu pau para fora e eles ficaram olhando, mandei segurarem, quase gozei, tirei meu short, ficando pelado e alisando suas bundinhas, falei para eles darem um chupadinha, ficaram sem graça, mandei tirarem a roupa e ficaram peladinhos, mandei a irmã ( a quem irei chamar de Verinha) se ajoelhat e coloquei meu pau em sua boca, mandei ir chupando a cabeça como se fosse um pirulito, o piru do irmão ( Sandrinho) começou a crescer e alisei sua bunda e disse para Verinha chupar o pau dele, ele deu um suspiro e fiquei futucando seu cuzinho, ele gostava, depois pedi para ele ajoelhar e os dois chuparem meu pau, ficaram revezando, depois puxei Verinha e comecei s chupar seus peitinhos e alisar sua bundinha redondinha enquanto Sandrinho mamava, disse que iria comer o cuzinho deles, disseram que ira doer, disse que passaria uma pomada, nunca tinha comido um viadinho, coloquei ele de quatro e passei bastante pomada anestésica e fui apontando a cabeça, ele tentando sair, entrou a cabeça , mandei relaxar e fui enfiando, chamei Verinha para perto, comecei a beija-lá disse que estava uma delicia, ele reclamava, pedi a Verinha para chupar o pau dele, puxei ele para mim e vi sua irmã chupando seu pau enquanto eu comia seu cuzinho, percebi ele gemendo e puxando a cabeça da irmã, ele gozou na boca dela, que cuspiu e vendo isso também gozei dentro.
Fomos se lavar, perguntei se já tinham feito isso, disse que assim não, mas o tio deles ja ficou brincando de outras coisas. Peguei Verinha e deitei na minha cama e a chupei todinha, que bucetinha gostosinha, disse que iria comer o seu cuzinho também, preparei e enfiei, ela gemia, dava gritinhos, me deitei e ela deitada nos meus peitos, mandei Sandrinho chupar a bucetinha dela, ele aproveitava e lambia minhas bolas, não aguentei e enchi o cuzinho dela de porra.
Ficamos nisso uns quase dois meses, começaram a chegar mais gente no condomínio e o Sandrinho arranjou outros amigos e Verinha quando me via dava um jeito de me dar a bundinha. Minha irmã veio pro apartamento, fez amizade com Verinha. Certa vez Verinha me perguntou se já tinha comido minha irmã, disse que não e ela me disse que minha irmã (Thais) era safadinha, que contava a ela dos meninos da escola. Passei a olhar Thais, sempre ficava só nos em casa, um dia Verinha veio aqui em casa, elas estavam na sala e chamei Verinha no meu quarto, disse que precisava falar com ela em particular, fechei a porta e mandei ela mamar, percebi o reflexo de minha irmã atrás da porta, gozei rápido, quando Verinha foi embora, Thais perguntou o que fizemos no quarto, disse que era assunto particular, Outra vez , Thais foi tomar banho e falei para Verinha ir no meu quarto, deixei a porta semi aberta e comecei a comer o cuzinho de Vetinha, quando vejo pelo reflexo do espelho Thais olhando, tirei o pau do cu de Verinha, sacudi para Thais ver e enfiava de novo em Verinha, quando disse que iria gozar, ela saiu e voltou pro banheiro. Passou alguns dias e observo Thais me olhando de rabo de olho. Certo dia chuvoso, eu e Thais em casa, naquela semana estava sem transar, comentei com Thais que iria ligar para Verinha, ela então me diz, vamos ficar só nos aqui, ta chovendo, vamos ver um filme, comer pipoca, disse ta bom, preparou tudo, sentamos no tapete da sala, aos poucos ela foi deitando, logo depois ela se levanta vai ao quarto e volta de camiseta e calcinha e um edredon, deita no tapete e se cobre e me diz pode se cobri também, me deitei ao lado, minha piroca estava dura, ficamos de conchinha, ela deitou no meu braço, fui alisando sua barriga, ela quieta, segurei seus peitinhos e ela gemeu baixinho, desci minha mão e tirei sua calcinha, beijei seu pescoço, levantei a camiseta e chupei seus peitinhos, ela gemia, desci para sua buceta e chupei bastante, suguei os grelinhos, virei ela de costa e mordia sua bundinha, lambi seu cuzinho, depois preparei e apontei a piroca e gui enfiando, ela gemia, reclamava da dor e colocava e enfiava, até que foi relaxando, eu socava devagar e falava ao seu ouvido que era uma delicia e me perguntou se era melhor que de Verinha, disse que sim e me mandou socar gostoso e encher o cuzinho de porra. Quando Verinha aparecia, Thais ficava com ciúme, depois te um tempo falei para Verinha que transava com Thais, ela queria ver, mas Thais não queria, mas um dia aconteceu e tirei a virgindade de Verinha e de Thais. Mais isso vou deixar para o proximo conto.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,67 de 3 votos)
Loading...