# #

Como começa

3650 palavras | 8 |4.00

boa noite,sou conhecido como pena,ja sou adulto e independente,e, vou tentar esplicar como nasce o gosto por: digamos, de 10 anos pra menos.Um dia , eu devia ter uns 5 anos um vizinha,veio ate minha casa trazendo o seu filho ,ela chamou minha mae e depois de falar um monte de coisas que eu nao entendi,deu uma tremenda surra no filho e foi embora levando ele pelo braço,minha mae me levou pra dentro do quarto e começou a me esplicar que eu nao podia deixar que mexessem no pinto e no bumbum; aí que fui entender a surra do pobre Ivan,a mae e o pai trabalhavam e ele ficava com a empregada, que ficava sempre no quarto dela vendo tv, e eu ia quase todos os dias pra casa dele pra ver dezenhos pois la em casa nao tinha televisao,o ivan tinha na epoca 12 pra 13 anos, ele nao gostava muito de sair de casa ou nao podia,e ficavamos os dois vendo tv,ele nunca fez nada comigo ate o dia em que eu derramei suco e me lambusei todo,ele me levou ao banheiro e me fez tomar banho,fiquei pelado e ele começou a me lavar, ele estava com um chorts largo e sem cueca,e,eu vi o pinto dele ficar duro, curioso perguntei o que era aquilo,ele disfaçou e disse que nao era nada,mas depois fiquei sabendo que ele ficou assim olhando minha bundinha,o ivan me enchugou e voltamos a ver tv,e depois de algum tempo minha mae veio me chamar para jantar,nao pensei mais no ocorrido, dormi e quando acordei,fiquei brincando pelo quintal,pois, o Ivan so chegava da escola as 13 horas, depois do almoço fui pra casa dele,aí sim que voltei a pensar naquilo que saia do chorts dele,voltei a perguntar mas ele desconversava, e eu continuava insistindo, ate que ele falou as palavrinhas magicas;eu te conto,mas so se voce nao contar pra ninguem,essas palavras mudam tudo, abrem as portas do desconhecido, do novo,do secreto;rapidamente disse que sim que jurava,ai ele começou a esplicar, que era o pinto dele e que o meu tambem iria ficar grande quando eu fosse maior,enquanto ele me esplicava o pinto dele ficava maior ja saindo do mesmo chorts que ele usava ontem,é ai que acho que ele ja esperava esse desenrrolar,perguntei a ele porque crecia e ele me fes prometer de novo,claro que prometi;entao ele disse que era por causa de ter visto minha bunda,e eu falei ele te grande de novo e voce nao viu,ele demorou a responder e disse,foi pensando em ontem,e continuou,agora pra voltar ao normal eu tenho que mostrar pra ele sua bundinha,sem pensar muito baixei meu chortinho e mostrei a bunda, ele ficou nervoso e saiu disendo que ia ver a empregada,quando voltou ja veio com seu pinto pra fora do chorts,me pegou e me colocou de quatro encima de uma poltrona pequena que ficava no quarto dele,vi que ele passou cuspe no pinto e começou a esfregar na minha bunda,e gozou me melecando todo, como tinha tirado o chortinho aescorreu pelas minhas pernas,ai ele me levou ao banheiro e me limpou,perguntei o que era aquilo e ele disse que tinha gozado e aquilo era porra,nao entendi quase nada me vesti e vieram me chamar,no outro dia estava ancioso pra saber mais,e assim que ele chegou corri pra casa dele,assim que cheguei ele logo foi ver onde estava a empregada e repetimos a mesma coisa,so que dessa vez ele nao gozou logo,e pediu pra eu chupar,fiquei com nojo e disse nao, mas ele acabou me convencendo e chupei,depois de algum tempo ele mandou que eu ficasse novamente de quatro e saiu pra ver a empregada,voltou com um tubo de pomada e passou no meu cuzinho e no pinto dele,encostou no meu bumbum e foi empurrando,doia um pouco mas fui deixando,ele sem aviso , me segurou pela cintura e foi com força,senti algo na minha barriga e gritei, ele se assustou se vestiu e saiu correndo,ai a empregada entrou,e la estava eu pelado de quatro em cima do sofá,ela me pegou no colo me levou pro banheiro e me lavou,nao sei se sangrou porque eu estava de olhos fexados de dor e vergonha da moça,ela me levou pra cozinha me deu refresco e eu fui me acalmando,quase nao conceguia andar mas aos pouco foi melhorando, mas meu cuzinho latejava e doia bastante,ela disse pra que eu nao contasse nada em casa pois ele iria conversar com a mae do ivam primeiro, prometi e, quando vieram me chamar fui disfarsando pra minha mae nao notar,no outro dia ainda doia mas ja dava pra brincar,e foi à tarde que o pobre ivam apanhou;quando fomos pro quarto eu e minha mae,na nossa conversa ela perguntou o que ele tinha feito e eu disse; nada mae, so me mostrou seu pinto,ainda bem, disse minha mae e ficou por isso mesmo,menti com medo de apanhar tambem;hoje sei que embora o ivan ja tivesse bastante pentelhos seu pau nao era dos maiores pois ele era franzino,;mas voltando aos meus 5 anos;passados alguns dias fui ver o ivan e a mae dele tava la, pedi pra ver tv e ela deixou, o ivan tinha ido comprar pao e ela me despejou um monte de perguntas,se eu fazia sempre com o ivan ..nao..se ele me machucou…nao..se ele botou o pinto na minha bunda …nao.. ,ai ela falou sozinha: acho que a empregada aumentou,no outro dia nao vi mais a moça,o ivan chegou com o pao mas nao falou comigo,e continuei a ver tv, lanchei la e a tardinha fui embora sozinho pois era cedo pra minha mae ir me chamar,no outro dia voltei à casa dele ele me atendeu mas nao queria me deixar ficar,mas acho que a tesao falou mais alto,logo que entrei ele disse que tava sozinho e que a empregada tinha ido embora,e pediu pra fazer novamente,disse que nao que doia, mas ele jurou que nao ia empurrar e nao ia doer,ficamos pelados e chupei ele,quando percebi tava de quatro so que dessa vez na poutrona da sala,ele veio com a pomada passou bastante e foi bem devagarinho, doia um pouco mas resolvi deixar,senti os seus pelos na minha bundinha e uma sensaçao de que seu pinto estava na minha barriga,ele gozou bem la dentro e me mandou ir no banheiro fazer coco,me limpei e tive que me lavar,dai pra frente faziamos todos os dias e quando ia fazer 6 anos eles se mudaram pra brasilia pois seu pai e sua mae eram funcionarios publicos , mas isso fiquei sabendo bem mais tarde;depois de alguns dias teve mudança pra casa onde o ivan morava,eram o pai , a mae , e tres filhos,uma menina de cinco anos e dois garotos um com sete e o outro com nove;e chegou o dia do meu aniversario de 6 anos e minha mae chamou os novos vizinhos,e ficamos amigos,um dia brincando na casa deles num velho galinheiro que eles faziam de cazinha,saimos eu e o irmao mas velho pois a mae dele estava chamando,era pra ir comprar refrigerantes, ele me chamou mas disse que minha mae nao deixava eu sair sozinho,ele foi e eu voltei ao galinheiro, quando cheguei la vi o lucas de 7 anos botando seu pinto na irma, so que na frente,nunca tinha visto uma chereca,ele se assustou e me pediu segredo, e me ofereceu pra fazer com ela;quando eu fazia com o ivan meu pinto sempre ficava duro, e ele ficou olhando a cherequinha da menina, fiz como o irmao tava fazendo e esfreguei meu piru nela,depois descobri que o mais velho fazia fazia com os dois,e passamos a fazer todos juntos,todo mundo botava e dava,sem entrar, pois, nossos pintos eram muito pequenos;nossa casa tambem era alugada e um dia nos mudamos pra perto da casa de meu avo, pai de minha mae,na minha rua quase nao tinha criança e as que tinham eram ou muito grande ou muito pequenas,quando fiz oito anos a irma de minha mae separou do marido e veio morar na casa do meu avo, ela tinha quatro filhos, a wal de 19 anos que so vivia trabalhando,o renato de 14 o caio de 10 e belinha de 8,a belinha e o caio logo ficaram meus amigos e brincavamos muito no quintal de meu avo,um dia caio me contou que fazia uns negocios com a irma, fiquei curioso e ele me pedindo segredo contou que ele e o imao botavam na bunda e na xereca da belinha,ja no outro dia tava eu fazendo com ela,meu pinto era bem pequeno menor e muito que o do caio, que tambem nao era tao grande,quando fazia com belinha caio veio por taz e colocou o seu na minha bunda, deixei e continuamos nos esfregando,claro que caio contou para o irmao e ele veio conversar comigo,puxou o assunto e disse que isso teria que ser um segredo, e me levou pra minha casa,no caminho acabei falando sobre o ivan e ele perguntou se eu gostava e eu disse claro,na minha casa nao tinha ninguem pois minha mae estava na casa do meu avo conversando com a irmã,a casa estava fexada mas na varanda dos fundos tinha um grande sofa velho que meu pai sempre dizia que iria reformar,sentamos nele e ele começou a alisar minha bunda e perguntou como eu fazia com o ivan, e eu contei tudo;ai ele pediu que eu fcasse em pe e foi tirando meu shorts,ficou um tempo olhando minha bunda e perguntou se eu tinha certeza que o ivan empurrava tudo quando eu tinha 5 anos, disse que sim,sem falar mais nada tirou seu pau pra fora, e ali estava o maior pau que eu ja tinha visto,era quase o dobro do pau do ivan,mas nao sei se pela idade, ou por nao ter noçao da proporçao, aceitei que ele me colocasse de bruços no braço do sofa,vi quando ele passou cuspe e senti a cabeçona na portinha do meu cu,me lembro que pedi pra ele ir de vagar,pois nao estava mas acostumado,ele deu uma catucada e eu senti doer,ele forçou mais um pouco e começou a entrar,eu me sacudi e sai de baixo dele, e voltamos pra casa do meu avo,mas o destino e uma merda,quando chegamos la minha mae pediu a ele que fosse comigo la em casa pra cuidar de umas galinhas que ela criava,pois ela iria fazer compras com minha tia num mercado proximo,ele antes de pegas as chaves de minha casa foi ao armario dele e pegou algo que mas tarde vim saber que era vaselina,que ele usava pra meter no irmao e na irma,pegou as chaves e quando chegamos ele cuidou logo das galinhas, pois elas ja estavam indo pro galinheiro dormir,depois de feito fomos pro meu quarto e ele ja foi tirando a roupa e mandou que eu tirasse as minhas fomos ao banheiro e ele me botou pra chupar,so a cabeça entrava na minha boca e eu senti prazer com aquele pau,ele fudeu minha bocas ate gozar, e foi muita porra,engoli um pouco e o resto escorreu por meu pescoço,nos enxugamos e voltamos pro quarto,ele me mandou deitar com a barriga sobre o travesseiro e a coberta ficando totalmente com o meu cu esposto,minha cabeça estava encostando na parede pois estava atravessado na cama,ele calmamente passou a vaselina nele e lambusou meu cu encostou e foi empurrando quis sai mas ele me segurou quis gritar mas ele tapou minha boca, senti o pau entrando mas so foi a cabeça,ele parou e tirou a mao de minha boca e eu disse que tava com vontade de fazer coco,ele disse entao e isso ta entupido e mandou eu ir ao banheiro,caguei e ele mandou eu lavar o cu, voltamos pro quarto e ele passou mais vaselina e voltou a empurrar, senti que ia rachar ao meio mas ele nao aliviou e empurrou tudo,quando estava tudo dentro, ele,ficou um tempo parado,e começou a tirar e botar ate que a dor diminuiu, quando ele gozou senti os jatos de porra na minha bunda, ele nao tirou o pau e deixou ele ficar mole,se arrumou e eu me vesti,e tive a imprensao de que tivesse alguem olhando pela janela que,estava meio aberta, falei com ele e ele disse que nao viu ninguem,e, voltamos pra casa do meu avo;meu cuzinho ardia um pouco mas nao incomodava,o que incomodava um pouco era sentir um vasio pois meu cu ainda nao tinha fexado,dois dias depois ele botou no cu da irma do irmao e no meu todos juntos,nao pensei mais sobre o vulto da janela mas uns dias depois tava eu e meu avo sozinhos em casa e ele me contou que era ele na janela,tremi achando que tava ferrado mas, ele me acalmou,meu avo era viuvo à 3 anos e, tinha 63 anos era grande forte e todos diziam que ele aparentava menos que 50 anos,era uma pessoa calma que gostava de correr todos os dias de manha, e eu de vez em quando corria com ele e ele sempre ganhava,ele me pediu pra sentar ao lado dele na cama e começou a me fazer perguntas, eu no começo fiquei mudo mas ele com jeitinho e muita esperteza me fez falar tudo,do ivan dos garotos das meninas e por ultimo do renato,ai ele me falou que era sozinho e que tinha muita vontade de fazer, so que nao achava ninguem bacana, e que ele gostava muito de mim e achava que eu poderia ser bacana, amigo e que guardaria segredo,eu baixei a cabeça e disse …entao eu faço;eu tinha ficado em casa porque tive aula de reforço, todos os outros isso é,meus primos minha mae e minha tia,tinham ido na casa de uma irma que morava numa outra cidade e so voltariam à noite,meu avo sem pressa me chamou pra tomar banho com ele,no banheiro vi que o pau dele era lizinho sem pelo,ele disse que raspava,o pau dele nao tava duro e me perguntou se eu sabia chupar, menti dizendo que nao e ele disse que ia me ensinar,comecei a chupar e foi crecendo, era so um pouco maior que o pau do renato mas era bem mais grosso,fomos pro quarto dele e ele começou a alisar minha bunda,me dizendo que nunca se tinha imaginado comendo um menino tao novinho, e que sempre que ouvia comentarios sobre isso, ficava bravo,que sempre achou um absurdo, e que dizia que nunca teria tesao pra isso, e veja agora, meu pau a muito tempo que nao fica tao duro e minha tesao sem controle,eu ouvi ele falando mas nao entendi muito bem,ele tirou a toalha e eu ja estava nu,me fez ficar na posiçao de frango assado passou a vaselina que ele pegou no quarto do renato,passou em mim e nele,e enfiou,enfiou bem de vagar e me abriu todo, ardeu,mas passou e ele so parou depois da segunda gosada,deitamos um do lado do outro e ele se virando me olhou nos olhos e disse;…pode ser errado,pode ser crime,mas,foi a maior gozada que dei em toda minha vida;nao foi nada forçado e nem violento,e, me perguntou se eu gostei,gostei respondi,e ele sem aviso me beijou,saimos e fomos almoçar fora,tomamos sorvete e em casa fizemos mais 2 vezes, quando estava quase na hora do pessoal chegar,ele disse as famosas palavras;…isso é um segredo nosso,nao pode contar pra ninguem,nem pro seus primos;o pessoal chegou, fui pra casa com minha mae e, no caminho ela perguntou se eu gostei de ter ficado com o vovô,disse que sim e ela me abraçou,chegando em casa tomei um banho e senti meu cu todo aberto,achei que nao ia fexar mas quando acordei tava bem fexado,meu avo sempre me agradava longe dos outros,com doçes e outros mimos,meu avo tinha uma casa num outro bairro e ficou vazia, e ele me chamou pra ir com ele pra ver se precisava de reforma antes de alugar de novo,antes de chegar la, ele comprou um cochonete e,colocou em um dos quartos, perguntei pra que e ele disse ser pra nóis dois,ja que la em casa nao tem jeito,entendi na hora o que ele queria dizer,tomamos banho e pelados deitamos no tal colchonete,me melou com vaselina e botou seu pau todo na minha pequena bunda,gozou duas veses e,voltamos pra casa,minha tia perguntou pra ele se a casa estava muito ruim e ele disse que tava pescima e iria demorar um bom tempo pra arrumar,eu nao falei nada,mas,a casa tava novinha e toda pintada,eu sei que ele disse aquilo pra ter a chance de me comer varios dias,e foi o que aconteceu;um dia ele me perguntou se a belinha daria pra ele, eu disse que achava que sim, e,ele levou a belinha,minha prima tinha a minha idade, so que era um pouco menor e gordinha,nao muito, chegando la em poucos minutos ele enfiou seu pau no cuzinho dela,ficou metendo e na hora de gozar enfiou no meu,disse as palavrinhas magicas,…nao conta nem pro seu irmao,nenhum dos dois;meu avo sempre dava um jeito de sair com nois dois,e dizia: eles sao os menorsinhos os meninos caio e renato sao quase adultos,e,saiamos pra lugares desertos e ele comia nois dois;um dia essa tia que morava em outra cidade veio passar um final de semana la em casa,ela tinha um casal de gemeos com 4 anos,quando estava saindo eu e o meu avo pra casa de aluguel dele que voltou a ficar vazia,a minha priminha de 4 anos cismou que queria ir junto,a mae insistiu pra leva-la,e,nao teve jeito,meu avo meio sem graça colocou ela no carro e fomos,chegando la ele tirou o colchonete da mala e,colocou no quarto,dizendo que hoje nao daria,ai eu disse,..faz com ela tambem,ele disse que era muito pequena e que poderia contar,eu nunca contei e tinha uns cinco anos,ele entrou no banheiro sozinho e ficou pelado e me pediu que mandasse a menina levar a toalha,ela entrou e ficou olhando o pau dele que ja tava duro,ele pediu pra ela tirar a roupa pra tomar banho, ela ficou sem entender,ai meu avo me mandou entrar no chuveiro e ela foi tambem,ele se abaixou e comesou a esfregar seu pau na xaninha dela e ela parecia gostar,fomos pro colchonete e meu avo chupou ela, esfregou na xana e no cu e depois de miuto tempo brincando com ela,enfiou em mim e gozou muito,quando ele tirou o pau de mim ela se abriu e pediu mais,ele esfregou e lambeu ela mais um pouco e viemos de volta,no caminho ele disse a ela: nao conta pra ninguem que pago sorvete,ela balançou a cabeça,tomamos sorvete e chegamos em casa,tava todos na casa do meu avo fazendo um almoço,ela durante os dois dias que ficou, nem demonstrou curiosidade com meu avo;tudo isso aconteceu,quando EU tinha 8 anos,no dia que fiz 10 anos meu avo fez uma festa e os gemeos vieram,agora ela estava com 6 anos,meu avo nao alugou mais a casa,deixando pra eu, minha prima, que agora tambem tinha 10 anos, e ele pudessemos brincar à vontade,minha tia mae dos gemeos resolveu ficar mais uns dias, e, na hora de eu minha prima irmos pra tal casa com meu avo,os gemeos,tanto a menina quanto o menino pediram prair ir,nao teve jeito,entraram no carro e fomos todos,ficamos sem saber o que fazer,mas a menina com cara de sem vergonha chamou meu avo pra tomar banho com ela,e ja foi tirando a roupa ela e o irmao,ficamos todos pelados e ja no colchonete,nos divertimos,e eu esfregei no cu dos dois e na xerequinha,chupei todo mundo e todos chuparam,na casa tinha tv e meu avo mandou todos pra sala ficando com o primiho de 6 anos,meu avo tinha se tornado especialista em cu,e com muito carinho inalgurou o netinho,no outro dia foi a vez da priminha,..Hoje fico imaginando,como aguentamos aquelas tora,mas ja li em alguns lugares que ate com menos idade aguenta,so nao pode enfiar tudo;li um conto tambem com avo e o guri tinha 2 anos, e tinha fotos,meu avo morreu, minha mae e eu fomos pra outra cidade e nunca mais vi ninguem,so sei que meu avo se emancipou,como ele dizia,se nao e forçado e nao machuca,…É SO NAO CONTAR PRA NINGUEM

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 12 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônimo ID:1ejq4c1n4hfkw

    se aguenta..eu tinha menos de dois e era fodido por um tio, so sei pois minha irma de oito me contou muito tempo depois.

  • Responder Anônimo ID:1dosr9sthy3m0

    procurei e achei o conto do avo com o netinho de dois anos,e sei que entra

    • Anônimo ID:8d5s3yjk0c0

      Por favor, pode passar o link, ou o nome do conto? Já rodei o site e não encontro.

  • Responder [email protected] ID:dfuwcbk13lxp

    Interessante…

  • Responder lucio ID:gp1eptqrc2

    tive que bater uma , e sei que aguenta

  • Responder ff ID:gp1eptqrc2

    um dos melhores que já li, alias já li 3 vezes e gozei em todas,parece ate minha estoria

  • Responder Anônimo ID:xe2tfn43n

    que conto gostoso,e você ainda da

  • Responder Leo ID:e9q2i8d9dl

    videos de novinhos? Whats