# # #

Minha mulher deixando nossas filhas brincar com um homens 2

1729 palavras | 16 |4.41
Por

Como viram foi demais a realização de nossa fantasia com as meninas, nossa muito tesão. que homem ou mulher não gosta de novinhas e novinhos? tem mais

como falei é demais ver novinhas com homens mais velhos, quem não tem tesão com isso?
e ainda mais sendo nossas meninas, filhinhas, as princesinhas do papai, ai fica mais doido ainda.
E quando elas adoram e participam sem questionar, por prazer mesmo.
Jay e Du são as meninas de ouro, puxaram a mãe e gostam muito da brincadeiras que a gente começou a fazer com elas.
Paula percebendo que elas gostaram da brincadeira foi cada vez mais incentivando elas a serem safadinhas, conversávamos muita putaria, não sei se invenção ou não mas Paula contava estórias de quando era criança e adolescente, ficava com tesão vendo que Jay e Du tb ficavam…e vire e mexe acabava com as três chupando minha rola, adora a boquinha pequena delas no meu pau, principalmente a de Jay que era tão novinha mas queria chupar tudo..eu socava gostoso e gozava muito ela amava, desculpe se tiver erros e que relembrando e escrevendo fico com muito tesão e acabo me punhetando só de imaginar.
Mas eu e a mãe dela queria mais brincadeiras com outros homens, eu principalmente adorei ver elas com um macho.
Então fizemos um novo encontro, Paula sempre com aquelas ideias de ser como os artistas então fizemos um festa , e chamamos três amigos dela, a nossa sorte é que ela por estar no meio artístico conhecia muitos homens de perfil liberal que topavam quase tudo.
A festa ia tipo fantasia, mas ia ser totalmente aberta e liberal e sem regras.
Paula foi sincera com eles, falou da primeira experiência que fizemos e de como correu tudo bem, que eles podiam ficar despreocupados que as meninas sabiam e queria muito participar de tudo.
Eles chegaram super animados, Edy, Criste, e Noan, eram todos de meia idade já, velhos companheiros de teatro, apesar de serem de teatros eles já tinha feito até filmes pornôs pra sobreviver.
Tínhamos feito lanche e sucos e drinks e todos beberam e comeram, nossa casa é um pouco isolada e tem muros altos, então ninguém vê nada que acontece, mesmo no quintal..
Eles vieram vestidos de toga e eu estava de jogador de futebol mas usava uma tanguinha bem curta com o pau todo prensado na frente.
Paula estava de Cleópatra e as meninas vestiam uma camiseta branca, bem transparente, onde dava pra ver os mamilos da Du já maiores e da Jay quase um carocinho de feijão…rss
Depois de um tempo, já meios altos e a festa correndo solta com as meninas dançando provocativamente, todo tipo musica e eles alisando elas e até beijando na boca, abraçavam as vezes dois em uma e quando era Jay ela sumia no meio deles, Du beijava com vontade e eles aproveitavam e deslizavam as mãos pelos peitinhos dela.
Paula e eu tb aproveitamos, nos beijávamos, beijávamos as meninas e eles tb, Paula era agarrada e tinha a boca e as vezes os peitos sugado por eles..
Lá pelas tantas Paula inventou uma brincadeira de adivinhar a cor das calcinhas das meninas, colocou as meninas em pé e falou que quem adivinhasse a cor das calcinhas delas poderia tirar elas com a boca,
Noan foi o sortudo acertou a das duas, ele era um negro de 1,80 um bocão enorme, olhos que só de olhar pras meninas já faziam elas gozarem.
Du foi a primeira a se oferecer, se aproximou dele com carinha de putinha, até estranhei pq ela é a mais recatada, mas o negão deve ter deixado ela com muito tesão.
Ele então foi alisando o corpinho dela com aquelas mão gigantes soltou o cabelo dela e eu fui até ela e levantei a camiseta deixando a calcinha aparecer e os peitinhos dela tb.
Ele passava a língua nela e eu apertei os peitinhos dela e beijei ela como louco, ela se entregava totalmente, ele subiu a boca e engoliu os peitinhos dela, eu beijava e dizia pra ela se ela tava gostando, ela respondia que tava molhadinha….
Ai todos começara a gritar: tira, tira, então enquanto eu segurava a camiseta dela Noan com aquela boca enorme começou a puxar a calcinha dela, a bucetinha dela, branquinha com os pelinhos loirinhos e o lábios rosadinhos foi aparecendo, ela abriu as pernas num convite pra ser chupada.
Ele entendeu e caiu de boca, a língua grossa e grande entrava dentro dela e ela tremia no meus braços, ele gozava sem parar, novinha é demais.
Ele segurava as perninhas dela, alisava e lambia as coxinhas e a bundinha branquinha eu segurava ela e falava é isso que queria ne filha, ela nem respondia só gemia.
Eu via Paula alisar a bucetinha de Jay e os homens doidos com as picas pra fora.
Paula então levou Jay até eles e ela ficou sentada no meio dos dois, eles colocaram cada um uma mão no meio das perninhas dela e ela com uma mão em cada pica.
Paula se aproximou de Noan e abraçou e beijou ele, e ele ainda chupando a bucetinha da Du.
Ai ela foi levantando a toca dele e o pau dele ficou livre, enorme, negro e vermelho ao mesmo tempo…ele ficou em pé e eu tirei a camiseta e com ela peladinha, levei até aquela pica maravilhosa e pedi pra ela chupar, ela respondeu: papai nem precisa pediu e esfregou o rosto no pau dele, depois os peitinhos.
Ela queria tudo, tava tarada esse dia, alisava o corpo dele e as mãozinhas branquinhas se destacavam naquele corpo negro….ela apertava as coxas dele e apalpava o saco e começou a chupar o pau, que não cabia todo, mas ela foi engolindo até que conseguiu enfiar o pau dele todinho na boca.
Eu via os homens brincando com Jay e pensei nossa quero ver elas sendo comidas por eles.
O Noan sentou e Du se inclinou com a boca e o pau dele sendo engolido, ela ficou de bundinha pra cima e dava pra ver a xaninha e o cuzinho piscando.
Ai ela surpreendeu a todos, chamou os outros dois, que sentaram ao lado de Noam e ela chupou as picas dele com muita vontade.
Eu me afastei e fiquei com Paula e Jay que tremia de tesão, ficamos acariciando ela e tocando na bucetinha dela.
Du lambia os pau dos três e rapidamente venho o jorro do esperam grosso na boca dela, primeiro de Noam, ela lambia tudo e engolia o que podia….os outro dois gozaram quase ao mesmo tempo, com a boca cheia ela ofereceu o rostinho e ficou com a carinha toda melada.
Só quem é pai e vê uma cena dessa pode saber o tesão que dá.
Ela engolia e lambia porra demais…
Então mais uma vez ela nos surpreendeu, tinha tomado conta da situação….foi até Noan e devagarzinho foi sentando na pica dele que ainda tava dura….sentou de frente e ele pegou ajeitou no colo dele direcionou a pica dele pra buceta dela, dava pra ver a rola entrando na bucetinha molhada dela.
Ela forçava e foi sentindo a pica entrar, foi mexendo e rebolando ele gemia como louco, os outros dois começaram a passar a pica nela, nas costas, no rosto e depois na bundinha…pensei o que será que ela vai pedir agora.
Eu tava feliz ao ver três machos se satisfazendo com minha menininha.
Ela de Frente pra Noan, beijava ele e ele sugava ela todinha, ela então inclinou mais o corpo, deitando ele totalmente no chão e a bundinha ficou arrebitada.
Edy o mais esperto foi encostando a pica no cuzinho dela e quando sentiu que era o que ela queria, pegou e deu uma chupada no cuzinho e depois convidou Cristie a fazer o mesmo…deixaram o cuzinho dela bem molhadinho…ela gemia e sorria para a gente.
Jay continuava sendo acariciada de todas as formas…eu falava logo vai ser vc, ela sorria e me beijava.
Paula então começou a gritar: dp,dp,dp, eu eu e Jay e os homens tb…
Jay me perguntou o que era: eu enfiei um dedinho no cuzinho dela e a mãe um na xaninha ela gemeu e falamos é isso Jay, dois pintos dentro de vc….
Edy então sem dó enviou o pau com tudo no cuzinho de Du que deu eu pequeno grito, Noan agarrou ela e puxou ela pra si e Edy enfiou o pau que entrou com tudo.
Eu tava com o pau duro e coloquei Jay pra me chupar…a boquinha ela engolia e a mamãe dela apertava a cabecinha e falava isso criança chupa que é bom.
Via Du sendo comida por dois era loucura demais meu tesão foi a mil. Eles socavam sem dó.
Cristie se posicionou e Du foi sendo comida e agora tb chupava o pau de Cristie, que tava todo molhado de tesão.
Até que começaram a gozar, todos sem camisinha, foi porra pra buceta, pro cú e pra boquinha,
ela gemia e gritava…os homens tiraram os paus de dentro dela e gozaram muito ainda nela todinha.
Eu imediatamente gozei na boquinha de Jay, que lambia e sorria feliz.
Ai fomos engatinhando eu Jay e Paula até eles que tava deitados, Du toda suja de porra no meio dos dois que tinham comido ela e a cabeça no colo de Cristie.
Fomos até ela e lambemos ela todinha, deixando ela limpinha, eu lambia o gozo dos machos com gosto, e depois nós limpamos a pica deles tb.
Eu e Paula adoramos isso, ver as meninas banhadas de porra, um dia quem sabe fazemos um grande gang bang com elas.
Sei de uma coisa, viramos uma família totalmente liberal, sem pudor e sempre que dava a gente fazia essas putaria com elas, virou um tradição e elas aceitaram numa boa, gostavam de verdade de tudo.
É claro que a vida no dia a dia era normal, estudo, trabalho, broncas, brigas, mas sempre Paula inventava algo para nos desestressar.
Espero que tenham gostado dessa segunda parte, logo publicarei mais se quiserem é claro.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,41 de 27 votos)

Por # # #

16 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Daniella

    Queria contar minha estória, não sei se devo.
    hj tenho 16, sou super decidida, dou pra quem eu quero e faço o que quero com meu corpo.
    Comecei a fazer putaria de 10 pra 11 anos, parece pouca idade, mas sempre gostei, só não comecei antes pq não tive chance eu acho.
    É deixemos de ser inocentes todos nós, hj em dia, meninas de 10 já são bem safadinhas pra falar a verdade, veja essa menina que é mc, rebolando que nem putinha e aquele filme da net flix, sobre meninas que dançam.
    Eu se fosse homem comia todas…rss
    bem com quase 11 anos comecei como falei, foi com um grupo de taxistas perto de casa, estou pensando em contar aqui nesse site, mas tenho medo das pessoas que vão achar que é invenção, não gosto de ser chamada de mentirosa.
    Vcs que já estão a mais tempo aqui acham que seria bom contar? eu realmente estou precisando contar tudo que aconteceu, não que me arrependa, mas queria ver como as pessoas reagem. Me digam conto ou não?

    • Oriental50

      Dani, Conta tudo, adoro histórias com novinhas. Não liga para os haters. Gostaria muito de conhecer novinhas assim.

  • Responder Papai Safado

    Eu achei bem excitante, só não gostei dos nomes malucos que você deu para os personagens. Edy, Criste e Noan? Quem tem esses nomes? Talvez na Europa.

    • Denis

      vdd bem malucos mesmos, mas o do Noah é real, os outros dois Paula inventou na hora que estava escrevendo.
      Ela não lembrava o nome deles pq eles tinham nomes artísticos tb bem diferentes, mas afinal que importância tem nomes.

  • Responder Marcos Mondadori

    Olha acho gostoso comer as filhas em casa ensinado elas na arte do sexo e do prazer. Mas isso é uma vergonha o que vcs estão fazendo com as meninas nem idade tem pra DP e vcs forcando a parra com estranhos. Isso é maldade pura. Vcs devem recedeu ima punição aevera da vida. Merecem mesmo.

    • Denis

      Marcos obrigado pelo comentário, mas vou te explicar, vc tem razão em parte.
      Meu relato é verdadeiro, td aconteceu, claro que alguns detalhes se perdem, pq vc tá ali no calor da putaria, vendo suas filhas sendo abusadas, com um tesão enorme dentro de vc, uma mistura de prazer com medo.
      Na hora que começamos a escrever toda a cena veem em nossa mente, mas claro que alguns pontos aumentamos com diz o ditado, aumentamos às vezes pq queriamos que tivesse acontecido ou só pra deixar vcs com mais tesão, outros acabamos esquecendo.
      Na realidade não houve DP mesmo, enquanto metia com Noan, Edy ficou com a pica na bundinha dela, mas não enfiou, apesar do cuzinho rosado dela tá pedindo, ele só esfregou no reguinho dela, gozando meio no meio.
      Mas vou te falar ela já com treze aguenta sim duas picas, nunca aconteceu, mas vai acontecer, se quiser se candidatar.
      Pra explicar tb, não vivemos fazendo sexo todos o dias pessoal, esses encontros acontecem algumas vezes, ou por vontade delas ou nossa ou pq tem que acontecer mesmo.
      continuem a comentar, gostamos de falar nossas aventurara com as meninas.

  • Responder João Eduardo

    O primeiro até que foi bom, mas esse foi uma Bela de uma porcaria broxante!

    • Novinhalu

      Eu gostei! Fiquei molhadinha rss.
      acho queTds meninas deviam ser incentivada pelos pais a serem putinhas!
      Eu tive que aprender sozinha rss

  • Responder luciano

    contas mais quero saber se a jay ja perdeu o cabacinho e como foi

    • PEDRO HENRIQUE

      Que família perfeita! Imagine o privilégio poder desfrutar as filhas com a presença do Pai.

  • Responder Chacal28

    Uma pergunta e um pedido, essa foi a primeira vez da Du? Se não foi conta como foi o descabacamento dela e conta sobre o descabacamento da Jay TB por favor.

    • Denis

      da Du não foi, ela já tinha feito sexo completo antes, no começo claro foram só brincadeiras, mas quem resisti a uma putinha tão novinha querendo meter.
      Vou contar em breve como foi…A Jay hj já não é mais cabaço tb, mas perdeu a pouco tempo.
      Muito excitante a curiosidade de vcs…rss Pq a gente se liga tanto nisso? eu tb adoro saber se uma novinha é virgem ou não.

  • Responder Hyuu

    Faz xixi nelas e scat! Que tal?

    • denis

      ja aconteceu,jay ama ficar com a boquinha aberta recebendo mijo de machos.

    • Luiza

      Lixo de conto

    • observador

      Luiza deixa de ser recalcada e conta um pouco das suas putarias, aposto que se masturbou lendo….rss