# # #

Minha filha de 10 anos me seduziu e a surpresa está no final deste conto…

2326 palavras | 42 |4.36
Por

Muitos não acreditam, muito menos compreendem que a iniciativa do ato sexual, por vezes parte por iniciativa da própria criança… é difícil realmente de compreender, mas o que irei relatar hoje aconteceu a algum tempo e esse fato é verídico.
Minha esposa trabalha em um hospital no turno da noite, então ao chegar do trabalho, minha sogra que é quem nos ajuda com as crianças me entrega-os então eu paço a cuida-los. Sou casado a 12 anos e temos 2 filhos, um casal, ela Marina 10 e Gustavo 4.
Geralmente a noite eu me sento no sofá da sala enquanto olho o noticiário ou leio algum livro enquanto os dois brincam no tapete. Acontece que de uns dias pra cá, venho notado minha filha um pouco diferente comigo, como se (a… sei lá… parece paranoia da mina cabeça…) mas é como se ela tivesse tentando me seduzir…
Ela senta no sofá com uns shortinhos socado na buceta, de modo a ficar bem mal comportada, para salientar bem a sua pepequinha, ela se senta com os pés no sofá de frente pra mim com as pernas bem abertas e mexe no celular ou brinca com algum brinquedo…
Admito que a reação certa seria mandar ela sentar direito, mas aquilo estava me dando tesão então eu fingia que não via, enquanto na verdade eu reparava e muito na sua rachinha. De vez em quando ela me olhava e me flagrava olhando-a e ela somente dava um leve sorriso de malicia.
Eu no sofá também ficava de pau duro, dava pra ver, mas acho que também ela não percebia… e assim foram sucedendo nossos dias, eu tendo a impressão de que ela estava tentando me seduzir, ou me mostrar seu corpo, (acho que isso de algum modo excitava ela…) e eu fingia que não via…
Marina embora tenha 10 anos não aparenta, pois ela tem um corpinho muito infantil, pelo fato de ela estar entrando na puberdade, acredito que isso venha despertando algum tipo de desejo em seu corpo, por eu ser homem, talvez ela esteja fantasiando algo incestuoso comigo, não sei se eu consegui descrever bem (embora seja difícil descrever isso), mas a impressão que dava é que ela embora novinha era muito safada, e que estava tentando alguma investida para… sei lá… namorar comigo ou algo assim…
Os dias foram se passando e eu sempre notando… ela enquanto brincava com o irmãozinho no tapete ficava de 4 pra mim, de sainha deixando a mostra sua calcinha, sentava de sainha de pernas abertas e tudo mais, e sempre com aquela carinha de safada, quando percebia que eu estava olhando ainda se ajeitava de modo a deixar ainda mais a vista a sua pepequinha…
Eu olhava atônito para aquela rachinha que se formava na calcinha de algodão…
Certo dia ela inventou de querer sentar no meu colo, ela foi me contando coisas da escola, das amigas, e falando e falando e foi se aproximando e quando eu vi ela estava sentada no meu colo, eu de bermuda de futebol e sem camisa e ela sentada de lado (eu estava no sofá de 3 lugares do lado direito, ela no meu colo de lado de modo a suas penas ficarem apontadas para centro do sofá) e eu nessa hora não consegui segurar uma ereção…
Eu nem ouvia o que ela falava, eu só via que ela estava contando tudo muito entusiasmada e fazia movimentos bruscos com os braços, de modo a que isso resultasse em movimentos com a cintura em cima do meu pau…
Eu tentando me concentrar pra não ficar de pau duro e no entanto nem ouvia o que ela falava… Acho (acho não, tenho certeza) que ela sentia direitinho meu pau em sua bundinha… (pra falar a verdade, acho que era esse o plano dela desde o começo, de ela me contar uma historia só para sentar no meu colo e sentir o meu pau no meio de suas pernas)
Aquilo estava bom demais, eu estava já quase gozando… se bem que pegou bem numa época em que a mãe dela estava menstruada, então eu já estava a 4 dias sem gozar e qualquer mínimo estimulo poderia me levar ao orgasmo.
Quando eu vi que ia gozar, eu disse que ia fazer a janta… e coloquei ela no sofá, me levantei, era notável o volume na minha bermuda, acho que ela com certeza viu, e sai rapidamente para a cozinha…
Fiquei pensando… nossa que encoxada gostosa, essa safadinha tá querendo pau naquela bucetinha… mas como isso, ela tem apenas 10 aninhos, como ela é safadinha, será que é na escola que ela está aprendendo estas coisas… vieram um milhão de perguntas na minha mente, e eu embasbacado com o que estava acontecendo…
(só um detalhe… geralmente eu deixo a luz da sala apagada, então ficamos só com a luz da tv, o que dá uma penumbra na sala, deixando um ar de escuro e pouca luminosidade.)
Nesse dia não foi diferente, mas desta vez foi marina que apagou a luz, deixando a sala no escuro, somente com a luz da tv… nesse dia ela usava a mesma sainha que deixava sua calcinha exposta quando ela ficava de 4. Então estavam os 2 brincando no tapete, ele coitadinho, não incomoda em nada e ela se sentou bem abaixo da tv, encostada na estante, de pernas abertas, eu não conseguia ver nada pois estava com pouca luminosidade, (se tivesse luz essa hora eu conseguia ver sua calcinha) mas hoje foi diferente, eu via apenas um escuro no meio de suas pernas… mas, fixando atentamente o olhar, deu a impressão de que ela estava sem calcinha…
Meu tesão foi imediato… (por isso que ela apagou a luz pensei) eu não conseguia imaginar como uma criança tinha tamanha habilidade de persuasão e de criar situações inusitadas…
Mas eu estava somente viajando em meus pensamentos, pois eu não conseguia confirmar se de fato ela estava sem calcinha ou não, era no entanto só mera imaginação… (eu não imaginei que ela seria capaz de fazer tal coisa)
Quando ela vem e senta no sofá (eu estava no lado direito do sofá de 3 lugares e ela no canto esquerdo, na mesma posição que ela ficava) só que desta vez ela não estava com as pernas tão escancaradas, que impedia de eu ver a sua bucetinha, e também que com a luz da tv, embora ela estivesse a meio metro de mim, mesmo assim ficaria difícil de ver…. mas ela não estava com as pernas tão escancaradas…
Ela mexia no celular e eu só cuidava, tentando ver algo, volta e meia ela mexia uma das pernas, dando uma leve abridinha, mas, mesmo assim eu não conseguia ver nada… mas estava com quase 100% de certeza que ela estava sem calcinha….
Quando eu puxo assunto sobre a escola, ela disse que estava tudo bem, que já estava acabando o ano letivo, que estava passada e não deu mais assunto, nisso já estava ficando tarde e eu coloquei o irmão dela pra dormir e mandei que ela fosse se deitar também…
Eu não aguentei de tesão ao imaginá-la ali na minha frente sem calcinha, na verdade eu não sabia se era verdade ou não, acredito que sim, até então era só fantasias da minha cabeça.
No sábado eu não trabalho e minha esposa trabalha um sábado sim e outro não, e nesse sábado ela trabalharia… eu fiquei em casa com os dois todo o dia… na parte da tarde, estava muito calor e eu com uma bermuda cinza, daquelas que se molha, aparece bastante… nisso eu ligo o ar condicionado, era melhor do que a piscina pois era 3hs da tarde e o sol poderia queimar bastante, mais tarde iriamos para a piscina… enquanto isso ficamos na sala… lá vem ela, com uma sainha bem curtinha, dessa vez era dia, eu poderia ver bem direitinho sua falta de modos que me deixava cheio de tesão…
Enquanto ele brincava no tapete, ela veio logo se sentando no meu colo, me dando beijo, dizendo que eu era o melhor pai do mundo e tudo mais… eu dei um beijo e um abraço nela, nisso eu passo a mão em sua coxa, sem ela perceber, e a impressão que deu é que de fato ela estava sem calcinha…. meu tesão foi imediato, na hora meu pau pulou como pedra, se encaixando bem direitinho no meio de suas pernas, ela faz que nem percebeu, e começou a me contar historias das amigas dela de escola enquanto sorria e de fato rebolava no meu pau… o tesão era tanto que eu literalmente estava coxando minha filha, azar se ela perguntasse o que era aquilo duro que ela esta senta em cima (ela estava na mesma posição, com as pernas para o lado, de modo que meu pau ficasse no mesmo sentido de suas pernas, então ela sentou com a bundinha e a bucetinha bem em cima do meu pau e sarrava muito) eu até de leve dava uma estocadas pra cima, para empurrar ainda mais meu pau contra sua bucetinha, estava um clima de muito tesão no ar e ela não parava de se sacodir enquanto ela contava as suas historias, e eu me controlando pra não gozar, mas acho que ela já ia gozar, uma vez que a vi já com carinha de muito excitada e ela suava, de alguma forma ela estava adorando ser encoxada pelo pai, dessa vez sim ela percebeu que eu entrei na brincadeira, mesmo não nos falando nada sobre o assunto, continuamos na nossa brincadeira… acho que pela falta de pratica e outros fatores, fez com que ela não gozasse, que queria muito ver meu bebe ali gozando sentindo o pau do papai no meio de suas pernas…
Nisso eu peço licença porque eu ia tomar uma agua, e realmente estava com cede… quando ela desce do meu colo… a surpresa… como minha bermuda era cinza, e a bucetinha dela estava muito encharcada, ficou uma marca muito visível de seu gozo na minha bermuda, o que comprovava que de fato ela estava sem calcinha, uma marca bem em cima do volume do meu pau, e ainda por cima tinha parecia uma gosminha branquinha, típica da lubrificação da mulher quando goza, eu de pé na frente dela, com o volume do meu pau mega aparecendo quase rasgando a bermuda e olho pra ela com um ar de risos e digo: – Olha só ririririri…
Ela olha aquilo apavorada e ri também… nisso eu passo o dedo no volume do meu pau para pegar aquele caldinho branquinho que acabara de escorrer da bucetinha dela, e lentamente eu passo o dedo no meu pau tirando aquele caldinho para o meu dedo, (minha bermuda estava com uma mancha grande de molhado… muito excitante) eu com aquilo no dedo, cheiro, (o cheirinho era magico, é como se fosse o elixir do orgasmo, cheiro de bucetinha novinha, um pouco azedinho mas com cheiro te tesão inoscente….) e pergunto: – O que é isso??? Ela somente sorri, quando de um ato inesperado eu coloco na boca, e com um ar de riso digo: – Bom… e rimos….
Fui tomar agua e nisso com o calor secou a minha bermuda, mudando agora para uma mancha branca, sento no sofá e pergunto: – Marina o que foi aquilo? (com um ar de risos) ela responde: – Não sei pai…
Eu disse: – Vem cá (puxei-a para sentar novamente no meu pau) e continuei: – Você sabe o que está acontecendo né?
Ela sorri e faz um sinal positivo com a cabeça…
Eu digo: – Você não conte nada disso para sua mãe em… sua safadinha… fica só entre nós…
E ela: – Tá bom…
Eu disse: – Vou deixar melhor…. e (ela estava na mesma posição sentada no meu colo) e eu tirou o meu pau pra fora, de modo que ela não conseguia ver, somente sentir ele no meio de sua bundinha e bucetinha, ela com carinha de apavorada mas com carinha de safada concorda e não faz nada, somente sente meu cacete duro e dessa vez para fora no meio de suas perninhas…
Eu disse: – Agora continua.. e dou uma piscadinha de olho… ela prontamente começa um vai e vem, me masturbando com aquela bucetinha linda, molhada, roçando ela no meu pau, da base até a cabeça, ela até então não viu ele e nem eu vi a sua bucetinha só nos roçávamos, o tesão foi imediato e eu disse baixinho no ouvido dela: – vai sair um liquido dai fica muito mais gostoso… ela com cara de tesão continuou e eu a peguei da cintura e a fiz se movimentar mais rápido e não resisti… gozei… gozei muito… gozei suas pernas, as minhas, o sofá a sua sainha… e ela com carinha de surpresa até parou e eu disse não para, não para, continua, a gora sim fica bom… e de fato, pois lubrifica e ela começa agora a resvalar no meu pau com sua bundinha e bucetinha toda gozada… eu embora tivera acabado de gozar, meu pau ainda se manterá muito duro e ela adorando a nossa brincadeira, meu pau foi ficando mole e eu disse: – É depois que acaba ele fica mole mesmo… ela me disse: – Posso ver… nisso eu guardei e disse, agora não, vai tomar banho e trocar de roupa… isso é historia para outro conto… querem mais, comentei ai o que acharam…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,36 de 61 votos)

Por # # #

42 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder [email protected]

    Muito excitante

  • Responder Nego

    Já botei a cabeça no cuzinho da minha filha de 4anos no chuveiro lavei com creme e empurrei naquela bundinha redondinha e gostosa , ela quis chorar eu retirei pra minha surpresa ela pediu pra fazer de novo que não ia chorar mais,enchi de leite até escorrer pra fora agora só eu do banho nela .

    • jak

      vc devia ser preso pos vc e jak

  • Responder Selo Kim-Erdha-de-Conto

    Ow, na boa? Não viaja!

    Ou melhor, viaja! Mas com discernimento.
    Sua filha com dez anos não quer te seduzir. Isso é coisa da sua cabeça. Se é que o conto é real. No máximo ela pensa em agradar o pai.
    Então, não escreva como se quisesse botar a “culpa” da situação da menina, isso é cruel e covarde demais.

    Enfim, parei de ler quando disse que o “plano” dela era rebolar a bunda no seu pau.
    Mas continua tentando, uma hora vai.

  • Responder Manu

    Cara que conto legal, eu tbm fazia minha filha de criação gozar com 9 anos ela ficava ofergante e gozava gostoso, so nunca tive coragem de penetrar.

  • Responder ANONIMO-ES

    cara adorei seu conto a alguns anos atras fodi uma novinha de nove anos que se insinuou pra mim na virada de ano meti a rola na bucetinha cabacinho dela e a cadelinha gemeu gostoso e gozou como uma gatinha manhosa e agora estou começando a adestrar uma de dez anos que é filha de uma mulher evangelica da assembleia de deus que conheci na net e acabou virando minha escrava sexual faz o que eu mando e agora estou adestrando mae e filha, nao demore a continuar sua historia

    • rocco

      Conheci um cara com me falou uma história parecida, você é de onde?

  • Responder Hugo xxx

    Gostei Dó seu contos nota 10

  • Responder Novinho

    Tenho vídeos para trocar fale comigo
    [email protected]

  • Responder Juliano

    eu tenho uma sobrinha. vai fazer 5 esse ano, mas vou esperar ela ter 8 pra gente começar a ter mais intimidade…..

  • Responder Pietro

    bah 10 anos….essa já podia meter na buceta hein….10 já aguenta.

  • Responder Marina

    Que conto delicioso, eu perdi minha virgindade aos 8 anos com meu irmão… Depois disso eu e ele sempre nos amamos muito… Hoje nos encontramos para fazer outras coisas… Hoje ele não é casado e nem eu então ficamos assim por mais alguns anos <3

    • Pai Tarado

      Telegram…@incesto49

  • Responder grisalho

    Contineu por favor

  • Responder Anônimo

    Adorei, muito boa sua história e quanto à sua filha você pode ter serteza que ela estavam sim se incinuano para você elas são mais esperta do que a chente imagina se ela for diretor ao ponto corre o risco de você dar uma bronca então elas agem dessa forma senta com as perninhas abertas saem do banho sem roupa vem e senta no nosso colo até a gente da o sinal verde como você fez …
    Auguas pendêm pro lado do pai, outras pro tio, professor, amigo da faminha e etc.
    Tipo a sim amor de criança como muitos falam o bom pra você é que ela quis o pai .

    • Kamilly

      Vi meu pai fazendo estas coisa com minha irmã, falei pra minha mãe e apanhei 7192100539

  • Responder Anônimo

    muito bom seu conto, eu comi minha prima de 10 quando eu tinha 15 e os tempos foram passando e agente transa até hoje ela tem 13 e adora da o cuzinho, goza como uma cadelinha

  • Responder Devalci

    Que delicia !! é muita excitação !

  • Responder fixcolo

    coloca o filho tambem

  • Responder @Lilica

    Muito bom. Parece muito familiar.

  • Responder Marques

    Delícia ..mas muito excitada pra pouca idade , 10 anos mesmo?

    • Virgem Safadinha

      Meu amor, a época que a gente fica mais excitada é quando pequena, eu com 7anos já esfregava minha bucetinha por tudo que é canto

    • Louco por novinhas

      Adorei seu conto super gostoso e é verdade mesmo que essas novinhas ficam reduzindo a gente. Aconteceu algumas vezes comigo.novinhas de nove e dez anos filhas de amigas quando iam brincar na minha casa ficavam de sainha e perna aberta mostrando a calcinha e quando viam eu olhando davam sorrinsinhis safados. Quando sentavam no meu colo ficavam esfregando a bundinha. Delícia essas novinhas safadinha

  • Responder Moreno

    Muito bom .Muito tesão
    Adoro filhas safadas, as minhas são bem safadinhas

    • Anônimo

      Muito bom este conto deixa qualquer um de pau duro vou deixar meu skype pra quem quiser fantasiar blz Rodrigues.mota48

    • Alexandre

      Olá Moreno tudo bem?Suas filhas são safadinhas né?Se quiser entrar em contato para me contar mais sobre elas irei adorar.Não tenho filha,mas sinto muito tesão nas filhas dos meus amigos e vizinhos.Meu e-mail:[email protected]

    • Costa

      Moreno sua filhas vc não divide
      Eu quero muito umas novinhas também adoro.

  • Responder [email protected]

    Linda , sexy foto, sacate el sosten rojo amor? Mmmm……Besos..ajajaja ???????.Feliz Natal 2018♛

  • Responder Viana

    Muito bom!

  • Responder Robson

    Conto excitante mereceu uma bela gozada…
    Estou esperando a continuação

  • Responder Anônimo

    Continua man

  • Responder Velhinho

    Uma delicia…Continua sim

  • Responder Biel Arcanjo

    Conto legal, aconteceu algo parecido comigo só que com minha prima.

  • Responder casado safado

    Muito bom mesmo parabéns agora estamos esperando a continuação

  • Responder Cidiney

    Ótimo! Pois adorei. Principalmente porque é uma história muito parecida com a minha. Tenho vontade de contá-la. Talvez um dia em que encontrar coragem para tanto. Igor B que me desculpe, mas fiquei imaginando sua filha e comparando com a minha, o que deu numa gozada intensa. Não teve como não fazer um punheta e gozar…

  • Responder Rc martins

    Seria melhor se o seu filho tbm participasse

  • Responder Marcio

    O conto seria melhor se comesse o filhinho tb

    • Rogério

      sai daí seu viado…

    • Matheuz 2001

      Kkkkkkkkkkk que viado feio né

  • Responder Nando

    Muito tesão envolvido! Delícia!

    • Marreta

      Muito bom! Procurei,mas parece que o autor desistiu de continuar a sua narrativa!