# # #

Uma vida secreta. 04

1993 palavras | 0 |3.40
Por

Eu não estava esperando pôr essa já que os meus planos era casar com o homem da minha vida. Eu não queria outro homem pra mim só ele achei que isso

Eu não sabia do assunto deles a minha mãe foi la pra casa deles e nisso ela ficou la mais de horas conversando com eles,
Eu depois figuei sabendo que nessa reunião deles estava o Carlos o pai dele o Cláudio a mãe dele a dona Eva e a minha mãe a única que não era pra participar dessa reunião era eu .
Isso me deixou só no veneno porque eu não fui convidada para essa reunião deles se eu era o motivo dela.
Quando a minha mãe voltou ela me chamou pra conversar comigo veio com um papo que era pra mim ajudar ela e a família deles que eu teria que fazer uma forcinha pra isso já que todo mundo estava envolvido para ajudar o Carlos.
De início eu não estava escutando nada de errado até que ela veio com um papo pra mim dá um chance para o Carlos porque ele gostava muito de mim que ele era apaixonado em mim que aquilo não era culpa dele pôr ter apaixonado em mim.
Eu não sei oque passou na minha cabeça naquele momento que eu virei bicho com a minha mãe eu nunca tinha falado alto com a minha mãe mais eu não acreditava noque ela estava me perdido aquele momento.
Eu falei que não que não queria namorar nem com ele e nem com ninguém que eu não gostava dele que eu já tinha outro namorado.
Então eu coloquei vários obstáculos pra não namorar com ele.
A minha mãe estava quase me obrigando a namorar com ele.
Tudo isso porque o Carlos tinha falado que iria para de estudar e iria embora da cidade.
Eu não estava nem aí pra ele por mim ele poderia sumir no mundo que não iria me fazer falta.
Eu estava com uma vontade tão grande de ir la e falar tantas coisas pra ele porque eu não poderia aceitar uma coisa daquela.
Pra mim aquilo era coisa do Carlos e da mãe dele com a minha mãe jamais passava pela a minha cabeça que o Cláudio estaria envolvido naquela conversa porque ele sempre falou pra mim que me amava muito e iria ficar comigo.
Gente eu amava um homem que tinha quase trinta anos a mais que eu mais ele era o meu homem eu só queria pra mim se fosse ele eu não queria outro homem na minha vida.
Aquela conversa com a minha mãe foi feia.
Mas eu quase não dormi aquela noite de tanta raiva que eu estava do Carlos fazer aquilo.
Eu pensei que o Cláudio iria me chamar pra nós irmos embora.
Eu esperei para o outro dia então me levantei fui para escola não quis nem passar na casa deles.
Na escola evitei checar perto do Carlos.
Depois da escola era costume de eu ir direto pra casa deles mas esse dia eu fui direto pra minha casa eu não queria nem olhar pra cara da dona Eva e muito menos pra cara do Carlos.
Eu estava la em casa quando bateu na porta era o Cláudio eu fui conta pra ele oque a minha mãe mais a esposa e o filho dele estava aprontando com nós ele falou pra mim se acalma que ele queria falar comigo mas eu estaria que está calma pra essa conversa com ele.
Eu não estava nem me segurando de tanto ódio que eu estava daquilo tudo.
O Cláudio começou a falar comigo com um jeito que eu teria que ficar calma porque aquilo iria favorece eu mais ele que eu não estava entendendo oque estava acontecendo direito que eu deveria pensar um pouco até que a minha ficha caiu que ele também estava querendo me convencer a ficar com Carlos.
Pra mim aquilo foi o fim do mundo porque eu não estava acreditando no que eu estava ouvindo o Cláudio me fala.
Aquilo foi uma decepção muito grande eu queria saber dele o porque ele estava fazendo aquilo comigo se ele não me amava mas porque se ele só queria mesmo era tirar a minha virgindade então era só ele ter falado pra mim que ele queria só me comer e pronto que eu teria dado pra ele sem compromisso com ele.
Ele mandou eu pensar um pouco como ele iria viver sabendo que ele destruiu o sonho do filho dele?
Se acontecesse alguma coisa com o filho dele ele iria fazer oque da vida dele ?
Se fosse outra pessoa ele não estava nem aí mais era o filho dele se ele fizesse isso ele seria muito egoísta acabado com a vida do filho porque ele iria destruir a vida do filho .
Ele sabia que o filho dele iria cuidar muito bem de mim que o filho dele e uma ótima pessoa que ele realmente me amava muito que eu poderia ajudar ele.
Ele me falou que iria engolir o orgulho dele pra ficar perto de mim se eu ficasse com o filho dele ele não iria separar da dona Eva só pra ficar perto de mim.
Eu mandei ele ir embora da minha casa e nunca mais olha pra minha cara.
Ele falou pra mim pensar melhor que logo o filho dele arrumaria outra pessoa e nós poderíamos ficar juntos sem problema pra nós.
Mas eu não queria nem ouvir aquilo.
Depois a dona Eva foi falar comigo eu nem quis responder ela a tarde o meu pai foi falar comigo eu também não quis ouvir.
Eu estava morrendo de raiva porque estava todo mundo do lado dele ninguém ficou do meu lado.
Todo mundo com dó dele enquanto eu teria que acabar com a minha vida pra fazer ele feliz e a minha felicidade onde ficava?
O meu amor não importava pra ninguém ?
Bom eu com muito ódio daquilo coloquei na cabeça que eu iria virar a pior piranha da cidade que eu iria dar para todo mundo que quisesse me comer.
Bom eu já cheguei na escola sorridente para todo mundo qualquer menino que dava um oi pra mim eu já dava um sorriso de piranha pra ele.
Naquele dia um rapaz me chamou pra ir pra casa dele depois da aula eu não pensei duas vezes fui pra casa dele lá ele me comeu cinco vezes eu ele foi o segundo homem que colocou um pinto dentro de mim,
Eu passei a dá pra qualquer um era so me chamar que eu com certeza iria dar pra ele.
Durante esse período eu deixei mais de 40 rapaz me comer além dos homens velhos.
Eu era chamada para ir em festas checava lá os cara me levava pra dentro de um quarto e eles faziam a festa comigo eu dava pra três até mais de uma vez.
Outra vez eles me levava e lá tinha aqueles velhos tarados eu dava pra todos não demorou nada a minha Farma cresceu na cidade isso também logo logo caiu no ouvido da minha mãe que ficou louca comigo eu mais ela vivia brigando pela a minha Farma na cidade até que isso foi para no ouvido do Cláudio essas coisas toda foi em um espaço pequeno não durou nem dois meses para o meu nome cair na boca do povo.
Um dia eu sair da escola já tinha uns caras me esperando pra me levar pra come eu já tinha marcado com eles que eu iria dar pra eles.
Quando eu cheguei onde eles estavam o seu Cláudio chegou junto de mim ele me segurou pelos os braços e me mandou eu calar a minha boca senão ele iria me matar ali agora já que eu estava querendo fazer um inferno na vida dele eu também não iria saber só resultado doque eu tinha feito.
Me deu um medo dele pelo jeito que ele chegou em mim nisso ele me mandou eu subir na moto e ficar calada pra ele não me machucar todinha porque do jeito que ele estava ele iria fazer uma besteira comigo.
Então não era bom eu dizer nada pra ele.
Ele tremia todo dava pra ver que ele estava só no ódio comigo eu no fundo estava achando aquilo o máximo porque ele sempre foi muito manso comigo mas ele estava me mostrando uma personalidade dele que eu não conhecia.
Durante esse período eu dei para todos os tipos de homens era homem que tinha um pintinho de 12 centímetros também dei pra homens que chegou a tirar sangue de mim de tão grande era o pau deles
Eu fiz dp chupei todos os tipos de paus fui chupando loucamente cheguei receber pedido de casamento se homem tinha acabado de me comer já desceu de cima de mim me perdido em casamento.
Me fizeram proposta de tudo quando era forma pra mim namorar com eles.
Eu dei tanto um dia que o meu cuzinho e a minha bucetinha ficou na carne viva de tanta rola que colocaram em mim era um descendo outro subindo depois eles voltava a me comer de novo isso foi até deixar eu toda ferida.
Bom o seu Cláudio me levou eu para a minha casa chegando la ele me empurrou da moto me jogou no chão ele estava muito nervoso comigo ele falava as coisas pra mim e falava pra mim não abrir a boca pra ele não fazer besteira que era pra mim ficar calada.
Eu durante esse período meu nenhum homem me vez eu gozar eu não conseguia gozar com ninguém eu não senti nenhum prazer com aqueles homens nunca me senti bem com eles me comendo.
Mas o Cláudio me tratando daquele jeito eu já tinha era ficado toda molhadinha com o jeito que ele estava me tratando.
Eu estava com medo dele mas eu olhava pra ele o tesão falava mais alto eu estava achando ele tão lindo com aquela violência dele quando ele me pegou pelos os cabelos e eu tentei me soltar dele que ele me puxou para perto do rosto dele eu achei que ele iria me beija ele me olhou nós olhos e mandou eu ficar quieta pra não piorar as coisas vocês pode até achar que e mentira eu gozei na hora ele soltava um cheiro de ódio misturado com alguma coisa que fazia eu ir nas nuvens.
Eu estava loucamente pra ele me pegar e me comer alí no meio da rua se ele fizesse isso eu iria dar pra ele com muito prazer iria fazer todas as vontades dele aquele momento.
Ele queria me bater dava pra ver nós olhos dele que ele não queria só me bater se ele não se controla um pouco eu acho que ele até me mataria do jeito que ele estava.
A pesar do medo eu estava achando tudo aquilo o máximo porque eu tinha mexido com ele eu não sei o porquê mais eu me senti tão poderosa naquele momento no fundo eu sabia que eu estava no controle de tudo mesmo com todo ódio dele eu sabia que eu era capaz de dominar ele aquilo me dava aquela sensação de poder nas mãos.
Eu fazia de conta que estava obedecendo ele mais eu não queria provocar ele naquele momento não queria esperar o momento certo pra provocar ele deixa ele com mais ódio ainda.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,40 de 10 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos