# # # #

Um comedor de cocô em série (parte1)

1822 palavras | 6 |4.09
Por

Este é o primeiro episódio de uma série de relatos que eu pretendo escrever! Sou tipo um “serial killer”, mas meu prazer está associado a comer cocô

Olá adeptos e curiosos pelo fetiche Scat , é com prazer que venho relatar minhas experiências neste mundo tão obscuro e prazeroso… Sou homem, já fui casado e atualmente estou solteiro, tenho 31 anos de idade e adoro provar cocô de mulher! E somente cocô de mulher bonita e gostosa ; de mulheres que me despertem desejo e atração! Como sou um cara boa pinta , costumo atrair mulheres gatas, e isso facilita bastante a realização do meu fetiche … Porém, antes de contar minhas experiências quero reforçar que meu fetiche em scat é bem específico: gosto de comer cocô de mulher gostosa!! Sempre pegando em vaso sanitário, em banheiros públicos e sempre sem a pessoa saber, me dá muito mais tesão ter a experiência dessa forma, porque a pessoa nem imagina que eu comi o cocô dela! Eu sou muito tarado em mulher, então sempre que vejo uma mulher bonita em qualquer lugar, eu fico imaginando essa mulher fazendo cocô e deixando no vaso pra mim comer!! O maior desafio sem dúvidas é conseguir esse cocô no vaso, porque não tem como chegar numa mulher e simplesmente dizer “eu quero que você faça um cocô para mim” , e mesmo que isso fosse possível e alguma doida topasse, para mim não teria o mesmo nível de tesão… O prazer para mim está em preservar o sigilo, e por falar nisso ……..

Eu comecei a comer cocô já faz uns 5 anos, mas já tinha o fetiche desde menino, e esse fetiche surgiu quando eu tinha 10 anos de idade, eu tinha uma prima muito gata, ela devia ter uns 16 anos na época, ela era uma maravilha de menina, linda de rosto e tinha um corpo perfeito! Como eu gostava dela secretamente, certo dia tive o impulso de espiar ela no banheiro, e foi aí que tudo começou… Pelo buraco da fechadura eu vi ela sentada no vaso, ouvia uns barulhos na água, ela estava fazendo cocô, depois vi ela limpando com o papel e logo em seguida ligou o chuveiro pra tomar banho, eu fiquei o tempo todo observando ela peladinha, esfregando o sabonete por todo o corpo… Lembro que meu pau ficou duro e latejava de tanto tesão, mas na época eu nem sabia o que era bater punheta, então fiquei com o tesão todo acumulado!! Quando ela terminou o banho eu parei de espiar, mas por curiosidade voltei e entrei no banheiro instantes depois que ela saiu, e quando olhei pra dentro do vaso vi um monte de cocô, eram várias bolinhas bem durinhas, eu enfiei a mão no vaso e comecei a pegar aquelas bolinhas na mão, mas não fiz nada, só fiquei segurando e olhando, mas ali de forma inconsciente eu já havia feito uma conexão mental do que era sentir tesão e prazer… Ver minha prima gostosa sentada no vaso fazendo cocô, depois ver ela peladinha tomando banho.. Associei tudo isso ao cocô que ela deixou no vaso, então naquele dia eu inconscientemente passei a sentir tesão em cocô de mulher bonita! Esse dia foi a origem de tudo, foi o despertar para eu me tornar um comedor de bosta em série…

Sem mais delongas, vou relatar uma experiência dentre as centenas que já tive (sim, eu já comi muito cocô)
Já comi cocô de namorada, cocô de cunhada, cocô de sogra, cocô de amiga da namorada, cocô de namorada do amigo, cocô de ficante casual, cocô de mulheres estranhas e até cocô de meninas mais novinhas (de uns 12 anos de idade) … Cada cocô é único e cada experiência é única também! Já consegui comer cocô de diversas formas, uma das que mais gosto é quando o cocô é “loteria”… Cocô de loteria é quando você tem a sorte de conseguir, é quando a mulher esquece de dar a descarga, ou quando o vaso tá entupido e ela deixa lá, ou simplesmente nem percebe que o cocô não foi embora, tem mulher que da descarga com a tampa do vaso abaixada e não confere se desceu mesmo ou não… Nesses casos é um cocô da sorte, mas nem sempre da pra contar com essa sorte, então eu também tenho estratégias para conseguir pegar o cocô de forma eficaz e secreta, principalmente se for na minha própria casa, mas não vou me alongar nesses detalhes agora…
Vou falar sobre o “cocô de loteria” , que é um dos meus preferidos… Mas antes de começar a relatar faço questão de frisar que vou utilizar somente nomes fictícios para as pessoas envolvidas, afim de preservar as identidades e minha descrição!!!

Mês passado eu estava num churrasco entre amigos, estávamos em torno de umas 20 pessoas, vários casais e solteiros também…O churrasco foi na casa do meu amigo Daniel, ele é casado com Roberta!
A casa de Daniel é bem grande, então para minha sorte não faltava opções de banheiros… Os homens costumam usar o banheiro mais próximo da área de lazer, pois o acesso é mais fácil e geralmente depois de umas cervejas toda hora tem que ir mijar!! As mulheres costumam ser mais discretas, principalmente se forem usar o banheiro pra fazer o número 2… Geralmente elas usam o banheiro da casa que é mais afastado… Eu como de costume, estou ali bebendo mas sempre observando o movimento! Eu sempre fico de olho nas mais bonitas e gostosas, esperando um sinal de que ela foi fazer o número 2… em churrasco sempre tem uma ou mais de uma que vai fazer!! Primeiro porque o tempo que se fica num churrasco é longo, segundo que comer carne e misturar com bebida costuma soltar o intestino, então a chance de uma delas sentir vontade de evacuar é relativamente grande!! Eu só fico observando os sinais e esperando o momento certo …
Enfim… Estava eu na casa de Daniel nesse dia e tinha um amigo do Daniel que estava acompanhado da namorada!
O nome dela era Duda, ela tinha 22 anos, era loira, rosto muito bonito, devia ter 1,70 de altura, tinha um corpão, bundona grande e tava com uma calça preta, essas calças de tecido mais fininho, quando ela andava dava pra ver o bundão mexendo, um tesão da porra!!! … Eu tava tomando uma cerveja e conversando com Roberta, de repente chega Duda e pede onde fica o banheiro da casa, aí Roberta explicou e ela foi pra dentro da casa … No mesmo instante já fiquei em alerta! Fui tirando o foco da conversa com Roberta para ficar livre, falei que ia pegar outra cerveja e sai de cena, pois queria ir no banheiro assim que Duda voltasse… Demorou uns 7 minutos pra ela voltar, e a essa altura eu já estava sozinho com minha Heineken na mão…
Imediatamente disfarcei e fui pra dentro da casa, a hora que abri a porta do banheiro já senti um cheiro forte de merda no ar, tava um fedor maravilhoso!! Notei que o tampão do vaso tava abaixado, mas primeiro fui conferir o cesto de lixo, e vi que os papéis que estavam por cima estavam sujos de bosta, e era bosta fresquinha, a bosta da Duda!! Passei a língua nos papéis e já fiquei cheio de tesão!! Levantei a tampa e advinhem??? Lá estava meu cocô de loteria!!! Tinham 2 pedaços bem grandes, um era simplesmente gigante!!! O outro grande mas não tanto, e tinha um pedaço menorzinho, o cocô era um marrom mais escuro, provavelmente ela devia estar a uns 3 dias sem cagar, a julgar pelo volume e pela cor (sim, eu sou especialista em cocô rs) , meu ritual de degustação começa com fotos e vídeos, eu registro a maioria dos cocôs e depois deixo salvo na nuvem para não correr o risco… Eu tenho um extenso arquivo de fotos e vídeos, eu registro eles do jeito que se encontram no vaso, depois pego na mão e registro cada ângulo, cada detalhe!! Porém não os divulgo e nem compartilho com ninguém, é somente para uso pessoal…
Depois de tirar fotos e filmar, eu não perdi tempo e já abaixei minhas calças, sentei no vaso sanitário e já peguei o maior trosso na mão, nossa era muito grande, parecia uma rola de um cara bem dotado, devia ter uns 25 centímetros, eu fiquei até assustado porque era enorme mesmo, e além de cumprido também era meio grosso!! Não é comum ter essa sorte de pegar um cocô tão grande!! E são esses que mais dão tesão, porque você fica imaginando como aquela FDP conseguiu cagar aquilo!! E o cocozão dela tava firme, não quebrou quando peguei, e pra meu deleite o cocô também tinha alguns grãos de milho, o que eu gosto demais!!! Coloquei dentro da minha boca e que sabor maravilhoso tinha o cocô da Duda!! Era um amargo bem intenso, mas ao mesmo tempo parecia ser doce de tão gostoso, depois de mastigar ficava bem cremoso, desmanchava na boca até descer pro estômago!!! Eu imaginava Duda, mentalizava o corpo dela, imaginava aquele rabão expelindo aquele trosso enorme para fora!
Fui comendo aos poucos enquanto batia uma punheta bem devagar … Apreciava cada segundo daquele cocô!
Comecei a mastigar com mais força, minha boca se preencheu e eu sentia ânsia de vomitar, é uma sensação incrível você saber que até as mulheres mais gatas cagam, e que cagam de forma podre e nojenta! Eu me sinto privilegiado e ao mesmo tempo humilhado em comer a merda dessas mulheres! E no caso da Duda eu senti um prazer inimaginável, porque ela realmente era muito gostosa, era até difícil imaginar que uma mulher como ela cagava um cocô tão grande, fedido e saboroso!! Eu engolia tudo o que conseguia…
Comi o primeiro trosso quase até o final e não aguentei mais, estava saciado já , então peguei o outro que também era grande e enfiei na minha boca, mordi com gosto aquele cocozão até sentir ânsia de vomitar e finalizei gozando muito para a Duda!!! Depois disso me limpei, higienizei a boca e voltei com minha Heineken na mão como se nada tivesse acontecido….

Esse primeiro conto foi mais detalhado, pois quis contar pra vocês a origem de tudo, mas nos próximos serei mais direto ao ponto! Vou relatar os inúmeros cocôs que eu já comi e também os que ainda estão por vir …
Tem muito cocô de muita mulher pra falar aqui, em muitas situações e em lugares diversos!!
O Serial Scat está sempre na ativa!! Então, até breve …

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,09 de 22 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônima ID:4bn00en3fia

    Oi! Ah, me desculpa por ter chamado o seu conto de merda no meu comentário anterior. Mas eu pensei que você não fosse se importar com isso, que você não fosse ver isso como uma ofensa, já que o conto é sobre scat. E como você escreve tanto sobre isso, e gosta tanto de fezes assim que até diz que come merda. Então eu pensei,que chamar esse seu conto aqui de merda, fosse soar como um elogio para você, já que você gosta tanto assim de fezes. Deixo aqui o meu alerta: “Cuidado cocôs alheios, em especial aqueles de mulheres lindas e gostosas… há um Serial Killer em série comedor, devorador de cocôs alheios de mulheres gostosas à solta por aí. Tomem Cuidado, ele o “Serial Killer Scateiro em série é muito perigoso.”

  • Responder LESBICA DEPRAVADA ID:6stwyke20b

    Puta que pariu. Que tesao da porra.
    Tô com minha buceta escorrendo de tanto tesao.
    Tô aqui imaginando um trosso desse pra mim.
    Sou tarada por um trossao enorme de uma mulher safada. Nossa queria tá aí com você. Deixaria você enfiar esse trosso na minha buceta e no meu cusinho.

  • Responder Anônima ID:4bn00en3fia

    Eu acho que eu vou vomitar! Por que, que eu fui ler isso? Eu estou arrependida de ter lido isso, mas eu não me contive né, a minha curiosidade foi maior. Agora aguenta! Eu sei que tem pessoas, que dizem sentir fetiche com isso, mas é repugnante. É sério isso, você realmente come merda de verdade? Se isso for verdade é muito nojento, e me desculpa mas você é um porco nojento! Eu me pergunto, o que tem, o que passa na cabeça de uma pessoa para fazer uma coisa dessas, comer merda e escrever um conto desse???? E eu ainda me pergunto né, o conto já diz tudo, já deixa claro. E qual a diferença entre comer o cocô de uma mulher bonita, gostosa e perfeita de corpo e comer o cocô de uma mulher que não é tão linda, ou gostosa, que é feinha? Afinal é tudo MERDA!!! Ou será que as fezes de uma mulher bonita e gostosa é mais saboroso, gostoso, delicioso, bonito e talvez até cheiroso como a dona do cocô? Que nojo, e ainda diz que faz isso nos vasos sanitários de banheiros públicos, se o de casa já é nojento, imagina os públicos. E essa sua prima “muito gata” era ou é o que para fazer cocô de bolinha, em formato de bolinhas? Será que essa sua prima é uma cabra, ou uma ovelha ou então uma coelha para fazer cocô de bolinha? A mulher que tiver um homem desses por perto, que conviver com um homem desses não vai precisar de um banheiro, de uma privada sanitária para fazer as suas necessidades fisiológicas, porque a própria boca desse homem já uma privada sanitária. E o bafo então, eu imagino o bafo que esse homem deve ficar após comer fezes. Imagina beijar a boca de um homem desses, deve feder e deve está cheia de bactérias das fezes. Uma pessoa que come fezes, não precisa gastar dinheiro com cesta básica né, porque já se alimenta das fezes alheias. E esse “cocô de loteria” , você já deve está milionário de tanto comer! Que pena, você escreve tão bem, mas usa esse dom para escrever uma MERDA dessas!!!!

  • Responder Gusttavo folk ID:gqbpa64v0

    Caramba! Tbm tenho alguns relatos de scat aqui no site. Dá uma procurada!
    Já tive algumas experiências também, mas BEM menos do que gostaria. Gostaria de dicas para ter cocô de pessoas especificas. Vamos conversar, por favor!

  • Responder Anônimo08 ID:1ewp4wdvt8a0

    “Serial Scat” kkkkkk e eu que pensei que já tinha visto de tudo … Deu muito tesão imaginar o cocô da tal Duda. Eu já comi cocô de mulher boa assim e afirmo que não há nada melhor que isso

  • Responder Anônimo ID:1ewemgk1t84o

    Adorei! Tb como cocô, inclusive de homem