#

Sou recém viúva e estou com muito fogo para foder, quase enlouquecendo. Veja o que estou fazendo.

540 palavras | 0 |4.56
Por

Eu sou Thereza, uma mulher de 38 anos, recém-viúva e TIVE uma vida sexual bastante ativa com meu marido. Apesar de ter perdido meu marido há pouco tempo, sempre fui uma pessoa que valorizava o prazer e a satisfação pessoal.
Minha pele morena clara, cabelos curtos e pretos, e uma figura bem formada sempre me fizeram sentir confiante em relação a minha sexualidade. Mas, como a maioria das pessoas, eu também tenho meus momentos de solidão e necessidade de intimidade.
Nesses momentos, eu recorro aos meus consolos no banheiro. Fazer isso me faz sentir aliviada e relaxada, além de me proporcionar momentos de prazer intenso. Eu gosto de explorar minha sexualidade e descobrir novos caminhos para me satisfazer.
Mas, ultimamente, comecei a sentir que precisava de mais do que simplesmente me masturbar. Eu queria experimentar novas coisas, conhecer novas pessoas e ter relações sexuais reais.
Foi então que descobri os sites de Selma Recife www.selmaclub.com E www.apoia.se/selma , um espaço onde pessoas podem se conhecer e explorar suas fantasias sexuais. Eu fiquei intrigada e decidi me inscrever. Deixo esse vídeo longo e completo, que fiz ontem, aqui em meu banheiro, com meus consolos.
Ao entrar no site, fiquei surpresa com a quantidade de pessoas que estavam lá, todas com diferentes interesses e desejos. Eu comecei a conversar com alguns deles, e percebi que eu não estava sozinha nessa busca por prazer e intimidade.
Comecei a trocar mensagens com um homem que me chamou a atenção. Ele era um pouco mais velho do que eu, porém muito atraente e com uma personalidade que me encantou.
Nós conversamos por alguns dias, e ele me convidou para um encontro. Eu fiquei nervosa, mas também animada. Eu estava pronta para viver novas experiências e descobrir novos caminhos para me satisfazer.
O encontro foi em um bar discreto, e ele estava lá esperando por mim. Ele me olhou com desejo e me ofereceu uma bebida. Nós conversamos por um tempo, e ele me contou sobre suas fantasias e desejos.
Depois de alguns drinques, ele me convidou para ir para sua casa. Eu aceitei, e quando chegamos lá, ele me beijou com paixão. Nós nos despimos lentamente, e ele começou a explorar meu corpo com suas mãos e sua boca.
Seu pau ficou duro e ele falou: QUERO COMER SUA BUNDA! Tremi na base, pois anal não é bem me forte. ele deve ter visto os vídeos de Selma e suas amigas, que não param de dar a bunda e achou que eu também era desse jeito.
Mas resolvi dar. Mas foi um sofrimento do caralho, de quatro. que pau grosso da porra. E depois que entrou ele foi enfiando e era tão comprido que parecia que não ia acabar mais. Nem me deixou acostumar e já me pega forte e soca com vontade. Mordi o travesseiro e esperei essa tortura acabar, sentindo o pau enorme entrando e saindo da bunda, que estava pra cima. e ele gozou demais dentro de mim. Bem, vou acabar gostando dessa porra de dar o rabo…..
Aguardo vocês.
Thereza

8te0x1

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,56 de 9 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos