# #

Mainha mãe, meu tio e eu

2191 palavras | 3 |3.87
Por

Dividimos minha mãe eu e meu tio e.descobri que ela já comia ela a tempo e acabei dando meu cuzinho

Sou Ricardo tenho 35 anos moreno estatura média porte normal quanto ao meu dote acredito estar acima da média com meus 21cm .
O que relato aqui está acontecendo atualmente entre eu e minha mãe.
Fui casado por 15 anos tenho um filho , mas após este tempo meu relacionamento acabou.
Eu estava me sentindo meio perdido então após uns dias fui visitar minha mãe.
Minha mãe se chama Sandra tem 55 anos podemos dizer que ainda bate um bolão.
E o tipo de mulher que todo o brasileiro gosta.
Sempre chamou atenção por onde passava pois sua bunda enorme e seus pares de seios a deixava sempre em destaque em todos os lugares.
Minha mãe morava sozinha pois se separou do meu pai quando eu ainda era criança.
Então sempre foi muito independente .
E acredito que sempre tinha seus caminhos mas nunca soube de nada.
Então passando esta parte vamos ao que interessa.
Eu estava bem desanimado então fui passar o final de semana com a mãe que morava em uma cidade vizinha a minha.
Cheguei na sexta feira era em torno de 18;00 ela me recebeu abriu a garagem para eu guardar meu carro.
Entrei e desci do carro ela veio me abraçar me perguntou se eu estava bem então disse .
Há mãe dentro do possível sim.
E você como esta ?
Ele disse que estava ótima e muito feliz por eu estar ali com ela.
Então entramos .
Eu estava bem desenchavido mas também sabia que uns dias na casa da mãe me ajudariam e me recuperar.
A noite a mãe fez uma macarronada daquelas.
Quase morri comendo.
Pois estava ótima.
Após a janta fomos olhar televisão.
Sentamos na sala minha mãe estava estava de vestido curto com sua bunda virada para meu lado. Eu já estava a um tempo sem comer ninguém após minha separação.
Meu pau estava dando pequenos sinais de ficar duro.
Minha mãe sempre foi bem liberal.
Quando eu era solteiro e morava com ela sempre andamos dentro de casa.
Oque era algo normal para nós.
Mas depois de ter casado e separado jamais imaginava isto acontecer.
Então mãe levantou e disse que ia tomar banho pois sábado teríamos visita , meu tio Gilmar.
Esse tio era muito querido.
Sempre foi meu preferido e também quem me mostrou muita coisa boa da vida.
Mulheres e inclusive minha bissexualidade.
O Tio Gilson era bem dotado.
O primeiro Pau que chupei foi o dele.
Mas ele nunca chegou a me comer pois eu tinha medo.
Sempre houve um boato na minha família que a mãe e o tio Gilson eram muito próximos.
Minha cabeça já começou a acelerar pensando em um monte de putaria.
Então a mãe levantou e foi para o banho.
Eu continuei olhando meu filme e pensando.
Quando minha mãe terminou o banho saiu pelada do banheiro nossa que sena.
Aquela bundona balançando a bucetinha totalmente pelada e enormes peitos com os bicos rosados.
Embora seus 55 anos ainda estava muito gostosa.
Veio até mim e me olhou e disse oque foi , nunca me viu pelada.
Eu meio assutado retruquei não depois de mais velho.
Ela deu risada e disse ué será que tô tão velha assim que já tô assustando.
Falei capaz está super bem contudo em cima.
Ela bateu na bunda e disse que ainda dava surra em muita novinha.
Falei que sim.
Embora o tempo tivesse passado ela ainda estava gostosa.
Ela rio e falou vamos dormir amanhã o dia promete.
Fiquei com aquilo na cabeça , não conseguia dormir.
Até bater uma bela punheta .
Oque me fez gozar litros. Kkkkk
Amanheceu sentamos para tomar café a mãe disse que o tio viria para o almoço então ela iria fazer a feira se eu quisesse ir junto podia.
Nós arrumamos e fomos para a feira , compramos tudo. Voltamos e a mãe iniciou o almoço.
Estava bem feliz tomando uma cervejinha e cozinhando
Colocou uma bermuda que deixava uma delícia com a bunda quase amostra.
Eu só me maravilhando olhando até que o tio chegou.
Entrou deu uma encoxada e deu um beijo no pescoço dela.
Veio me deu um abraço perguntou como eu estava e que sentia muito pelo fim do meu relacionamento.
Sentou começamos a tomar uma cerveja enquanto a mãe cozinhava.
Falamos sobre as coisas da vida em geral o tio era um solteirão convicto.
Me falou dos benefícios de solteirise , até o almoço ficar pronto.
Então sentamos para comer a mãe passou e quase sentou no colo do tio que brincou segurando ela.pela cintura como se fosse encoxa ela.
Eles tinham muita afinidade.
O assunto fluia bem já tínhamos tomado pelo menos umas 5 cervejas até terminarmos o almoço.
Sentamos depois na beira da piscina com o cooler.
Estava muito bom o clima.
O papo estava super agradável e também estávamos os três já bem altinhos.
Então o tio perguntou se não íamos entrar na água eu falei que ia esperar mais um pouco então a mãe sem muita cerimônia levantou e tirou a roupa ficando pelada na minha frente e na frente do tio.
E entrou o tio me olhou e.perguntou se teria problema ele tirar a roupa , falei que teria problema algum.
O tio levantou tirou a bermuda deixando a mostra um enorme pau.
Que eu lembrava vagamente como era grosso e grande , mas estava mole.
Entrou na água e ficou próximo da mãe.
Eu estava quase ficando de pau duro.
Até que minha mãe veio se debruçou na borda e me chamou vem a água tá uma delícia.
Então já estava autinho mesmo e criei coragem.
Tirei meu calção liberando meu pau que chegava a balançar de duro.
A mãe olhou e disse nossa eu emoção de ver o tio Gilson.
Entrei no jogo e sim.
Kkkkk
E também tempo na seca.
Entrei na água e meu pau continuava duro como pedra.
Estávamos os três na borda da piscina debruçado conversando.
Então o tio me perguntou se eu tinha ciúmes da mãe.
Falei que não.
E que ela já era bem grandinha.
Quando notei o tio estava passando a mão no grelinho da mãe enquanto conversávamos .
Nossa que tesão louco me deu na hora eles estavam bem disfarçados.
Só percebi porque via o movimento do braço do tio.
Então foi dando corda para ver começamos a falar algumas sacanagens tipo.
Os três pelados aqui já imaginou se alguém chega vai achar que é suruba.
Então o tio já estava bem faceiro disse olha eu não ia achar ruim.
Senti que a mãe estava bem excitada.
E também estava com a mão no pau do tio. Fiquei só curtindo aquela situação o tanto quanto estranha.
Minha mãe já estava quase gozando.
Então o tio sentou na borda do meu lado , pude ver o majestoso pau de uns 23 cm senti minnha boca salivar .
Então a mãe sempre foi muito decidida e disse , somos os três adultos.
Aqui e vamos curtir um pouco.
Se posicionou entre as pernas do tio que estava na borda da piscina pegou o cacete e começou uma nagestosa chupada eu do lado estava adorando até sentir a mão dela no meu pau iniciando uma bela punheta.
Só tive a reação de levar minha mão até sua bunda e iniciar um uma seção de carinho em seu cuzinho.
Enquanto ela abocanhava o enorme pau do tio Gilson
Naquele momento eu soube porque eles eram tão grudados.
Eu estava em transe com aquilo que estava acontecendo.
Minha mãe mamando meu tio enquanto batia uma punheta para mim.
Pude parar e analisar de perto a magia de sua boca carnuda , mãe demonstrava muita experiência chupando um pau segurando e.punheteando enquanto chupava descia até em baixo engolindo todo o pau acredito passar de sua garganta de tão fundo que ela descia.
Passava a língua na cabecinha bem rosada do tio .
Eu enquanto isto tinha o cacete massageado e já estava com dois dedos atolados no cuzinho da minha mãe.
Ficamos nessa quase uns 30 minutos, até que minha mãe saiu da água pulado deixando aquele enorme rabo empinado.
A mãe saiu e me puxou para fora da água.
Como alguém podia ver nossa festinha , fomos para dentro de casa.
Minha mãe foi na frente e eu e o tio só admirando a linda bunda.
Fomos em direção ao quarto , minha mãe ficou de quatro na cama.
O tio Gilson se posicionou atrás dela para pincelar aquela buceta que já estava nem melada.
Eu sentei na beira da cama para assitir aquela sena incrível.
A mãe empinou bem a bunda o tio Foi colocando aquele pau enorme até encostar na bundona.
Olhei para minha mãe estava com a boca aberta olhos fechados sentindo o pau entrar todo.
Fiquei ali do lado vendo aquela cena incrível melhor que todos os vídeos que já havia visto.
Então a mãe pediu para eu me aproximar pois queria chupar meu pau.
Sentei na cabeceira da cama ela veio pediu meu pau e começou a massagear passando a mão descia até às bolas passando em toda a rola.
Aí veio aproximando até encostar a língua na cabeça e iniciar uma lâmina incrível que chegava arrepiar a coluna.
Então em um movimento muito hábil ela abriu a boca e foi descendo até quase às bolas.
Que delícia.
Aquele boquete mesclava tesão pelo que eu nunca tinha sentido e pela habilidade da mãe em chupar um pau.
Enquanto o tio se deliciava na quela buceta.
Eu estava com muito tesão.
Pedi para a mãe se podia chupar ela enquanto o tio podia a buceta , nos posicionamos em um 69 incrível.
Enquanto a mãe engolia meu pau eu chupava aquela buceta que estava sendo fodida pelo tio, chega deixar os lábios esticados pela grossura do pau. As vezes dava uma lambida que vinha dês das bolas do tio Sônia pelo seu pau até chegar na bucetona deliciosa.
Ficamos nessa posição uns bons minutos os três até que peguei e enchi minha boca com aquele enorme pau.
Senti que minha mãe ficou enlouquecida de tesão ao ver que eu dividia entre chupar a deliciosa buceta e a deliciosa vara do tio.
O Tio tirou aquele pauzao e começou a esfregar no cuzinho.
E eu com a visão privilegiada, o tio começou a forçar a entrada pude ver que a cabeça do pau começava a abrir aquele cu que pelo que me parecia já era acostumado a aguentar aquele pau .
Minha mãe começou a aumentar a força na chupada enquanto eu estava quase gozando de tesão e chupava aquele bucetao lindo.
Até ver que o pau já estava todo atolado naquele cuzinho delicioso.
Sai de baixo e fiquei na frente da mãe que revirava os olhos gritava e urava de tesão.
Senti que ia gozar e fui tirar o pau , mas a mãe me olhou e disse vem goza na boca goza.
Acelerei as estocadas e comecei a sentir as pernas tremer eo orgasmo chegando comecei a jorrar jatos de porra segurei ela pela cabeça e soquei para ir até a garganta. A mãe engoliu tudo , oque escapou pela lateral ela passou o dedo e colocou na boca.
Mesmo depois de gozar continuo me chupando.
Enquanto o tio se delícia a em seu cuzinho.
Vi que o tio começou a aumentar o ritmo e começou a gemer alto e dar estocadas fortes.
Encheu o cuzao da mãe de porra.
Pedi para ver quando ele tirava chegou dar vácuo quando saiu.
A porra escorria no rabo delicioso.
Nossa que tesão.
Sentamos os três na cama.
O tio disse que ia pegar uma cerveja , mas ja voltou ficamos ali fazendo carinho uns nos outros o tio estava com o pau meia bomba então a mãe deu um beijo e perguntou se eu queria beijar ?
Mais que de pressa me abaixei beijei aquele pau lindo a mãe perguntou se depois eu queria sentir aquele pauzao então falei que sim , mas seria de noite pois ela tinha um compromisso e teria de sair acredito que era arrumar o cabelo.
Então a noite foi incrível.
Mas isto conto no próximo conto.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,87 de 30 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Sandro ID:2p89diej2ko

    Gozei litros com.esse conto telegran @SOUSA1971

  • Responder Tarado ID:8egu7eq6poy

    Nossa delícia de conto quando eu era adolescente minha irmã fazia carinho na minha pica e eu na buceta dela era muito gostoso até hoje eu sinto tezao nela sou louco pra fuder ela e minha sobrinha, más acabei tendo um caso com outra sobrinha minha sempre gostei de sacanagem em família

  • Responder Lex75 ID:bt1he20b

    O melhor sexo é feito entre a família. Sei bem disso.