# # #

Fui estuprada pelo tatuador

835 palavras | 6 |4.00
Por

Essa história aconteceu quando eu tinha 15 anos. Fazia pouco tempo que tinha perdido a virgindade e sempre fui maluquinha, então decidi tatuar o nome do meu namorado da época na minha bucetinha. Ele era bem mais velho, tinha 29 e eu estava muito apaixonada. Então peguei o dinheiro da minha mesada e sem os meus pais saberem, procurei um tatuador que atendia no meu bairro, não muito longe da minha casa. Ele tinha um estúdio privado onde só ele atendia. Marquei um horário e fui. Ele era muito alto, moreno, devia ter quase uns 40 anos e não era muito magro. Mesmo dando pra ver claramente que eu era menor de idade, não perguntou nada. Eu sou naturalmente loira, tenho olhos verdes, sou bem baixinha (1,49m), branquinha, magra mas tenho coxas grossas, bunda redondinha e peitos bem grandes. O tatuador me comeu com os olhos quando cheguei. Fui com um short jeans e um top. Ele pediu pra eu tirar meu short e minha calcinha pra poder colar o decalque. Obedeci e ele mandou eu me deitar. Já tinha me depilado em casa, então ele começou a higienizar a área onde eu tatuaria, mas ia além, muito além. Eu ia tatuar bem em cima, no capô rs e ele esfregava o creme que servia pra colar o decalque por toda a minha bucetinha. Esfregava os lábios, o grelinho. Em alguns momentos até forçava a ponta do dedo na entradinha da minha buceta. Estava sentindo muito medo por estar sozinha ali com aquele homem me acariciando, mas tentei me acalmar e fiquei quietinha enquanto ele esfregava meu grelinho com cada vez mais intensidade. Já dava pra ver o volume enorme dentro da bermuda dele. Então ele colou o decalque e começou a assoprar, bem de pertinho, falando que era pra secar mais rápido. Eu disse que tudo bem e percebi que ele tinha começado a alisar o próprio pau. Depois de alguns minutos assim, ele abriu bem minhas pernas, se sentou bem na frente da minha bucetinha e falou que assim seria mais fácil pra tatuar. Eu falei que tudo bem, sem problemas. Mas assim que ele se sentou na minha frente, aproximou o rosto e começou a mamar na minha bucetinha. Eu perguntei o que era aquilo, tentei escapar e pedi pra ele parar várias vezes, mas ele segurava minhas pernas com força e só tirava a boca do meu grelinho pra me mandar calar a boca, dizendo que ia contar pros meus pais que eu fui tatuar a buceta. Então achei melhor obedecer. Tomaria uma surra se meus pais descobrissem. Logo ele começou a enfiar os dedos em mim, revezando entre a buceta e o meu cuzinho que era virgem. E eu fiquei ali, chorando baixinho enquanto ele mamava e me dedava. Então ele se levantou, tirou minha blusa, tirou as roupas dele e começou a mamar meus peitões e esfregar na cara dele enquanto roçava a cabeça do pau na entrada da minha buceta. O pau dele era enorme. Muito grande mesmo. Ele começou a empurrar enquanto eu implorava pra ele parar porque estava doendo muito. Acho que isso o deixou com mais tesão ainda, porque assim que eu pedi, ele empurrou tudinho com muita força na minha buceta enquanto urrava de tesão e eu chorava sentindo minha buceta arregaçada. Ele metia muito forte e muito rápido, mamando e beliscando meus peitos, falando que eu era uma cadelinha muito safada e que a partir de agora ele ia me encher de leite sempre que quisesse porque sabia o meu segredo. Quando terminou de socar na minha buceta, me mandou ficar de quatro e eu chorando, obedeci. Então ele cuspiu no meu cu e começou a forçar. Comecei a chorar e implorar mais alto, dizendo que não ia aguentar tudo aquilo no meu cuzinho, que era muito grande. Mais uma vez isso o deixou com mais tesao, e numa estocada ele arrombou meu cuzinho. Acho que desmaiei, quando voltei a mim ele estava socando muito forte no meu rabinho e dizia “acorda sua puta, cachorra, quero que você sinta meu pau jorrando leite nesse seu cuzinho apertado”. E enquanto eu chorava e gemia de dor, ele encheu meu cuzinho de porra. Fiquei ali, morrendo de dor, deitada na maca. Então ele se levantou e começou a me tatuar como se nada tivesse acontecido. Quando terminou, falou que era um presente e disse que eu teria que voltar dali uma semana pra ele acompanhar a cicatrização e fuder meu cuzinho de novo. Eu disse que não voltaria e ele me ameaçou de novo. Então voltei várias vezes e em todas fui estuprada por ele. Mas confesso que hoje tenho tesão em lembrar.

Espero que tenham gostado do conto! Beijinhos 😘

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 45 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder ABUSADOR DE NOVINHA ID:g3j282hrj

    CAMILINHA TODINHA DE PELINHOS LOIRINHOS FOI FAZER TATOO SOZINHA E INDEFEZA COM UM NEGAO PAUZUDO..ENTAO VOCE QUERIA SER PENETRADA COM FORCA NA BUCETA.LAMBIDA NA CARA E PESCOÇO.MAMADA NOS PEITOES IGUAL VACCA.E RECEBER LEIITE QUENTE BEM NO FUNDO DO UTERO DE NOVINHA DESCABACADA

  • Responder Junior ID:8cipmr2khm

    Foi tatuar na buceta 15 anos baixinha e gostosinha ate eu nao aguentaria eu meteria a rola mesmo

  • Responder Virilidade 19 ID:46kq0ors6ia

    Ola fotózinhae, lindo conto, gostei do tema.
    Continue relatando, que vc chegou em sua casa e só tomar banho leu o nome do tatuador em sua PPK

  • Responder Porquinho ID:1b85v9h

    1,49 😮 branquinha… Magrinha… 15 anos.. Aiii que cara malvado como foi capaz de…. Ai Camila…. Vou gozar a segunda a pensar no que esse nojento fez com você e que eu adorava ter sido eu 18cm… Meu deussssss… Desculpa querida

  • Responder Jorginho zangi 1075553328 ID:1dgxi4bf4gld

    Sua tatuagem deve ser linda mostra rs, vc deve ser uma delicia, não estupraria vc mas com certeza comeria gostoso essa bucetinha, conta mais, fiquei de pau duro aqui.

  • Responder Ricardo estuprador ID:gqbpkck0c

    Um cuzinho apertado de novinha e muito gostoso @ricardo190515