# # #

Aos dez anos fui seduzida e estrupada pelo senhor negro de 65 anos

848 palavras | 4 |3.88
Por

Aos dez anos fui seduzida e estrupada com senhor negro de 65 anos

Eu era uma menina magrinha, deveria ter 1.20 de altura
tinha dez anos
Mais antes quero relatar que, logo que minha irmã casou, fiquei com meus pais e alguma vezes, vi meu pai transando com minha mãe. Acho que eles faziam de propósito, porque não era muito tarde e deixava a porta um pouco aberto e com a luz acesa. Sempre olhando a minha mãe chupando e meu pai também, e olhava a penetração, fingiam que eu não estava ali, e gozava muito gritando de prazer.
Bem todas as manhãs, meu pai me levava pra escola e eu sempre descia na frente e quase todo dia passava um senhor negro deveria ter uns 65 anos, sorria e olhava com olhar profundo e piscava pra mim. Quando meu descia eles se comprimentavam e conversar sem eu escutar
Aquilo foi me dando muita curiosidade e todos os dias acontecia a mesma coisa, até que num sábado, que não tinha aula, eu resolvi descer no mesmo horário, e não é aquele senhor estava lá, com aquele mesmo sorriso e falou: você veio, pensei que não viesse, vem perto do velho vem minha princesa?
Cheguei perto da grade ele segurou a minha mão, fazendo carinho no meu rosto me puxou e deu um beijo com aquele lábios carnudos engolindo toda a minha boquinha, fiquei parada assustada, tremendo, ele pegou a minha mão e levou até o seu cacete, que já estava toda pra fora, e disse: segura, aperta é todo seu esse brinquedinho…
Nessa hora não sei o que deu, me virei e subir correndo apavorada entrei no meu quarto, fiquei deitada imaginando tudo aquilo, quando passei a mão no meu nariz senti aquele cheiro do cacete do velho, fiquei cheirando achando gostoso, coloquei na minha boca esfregando a minha mão no meu rosto na minha boca e quando passei a mão na minha bucetinha estava toda molhada, melada, aquilo foi me dando uma sensação estranha e comecei esfregando cada vez mais, mais, mais aí senti uma coisa que nunca senti, acho que ” GOZEI”
Nessa semana desci até um pouco mais cedo só pra ver aquele senhor, um pouco mais solta, eu sorria pra ele ia até a grade só pra ele me beijar, achava muito gostoso, eu já estava seduzida por ele
E no sábado meu pai falou que ia fazer uma pequena viagem com sua mãe e se eu poderia ficar na casa de sua irmã, eu disse que não tinha problema
Logo que eles saíram, desci no horário pra encontrar com aquele senhor, e ele já estava lá esperando: abre o portão minha princesa
Não exitei logo abrir o portão, ele me pegou me abraçou me beijando me levou no quarto, aonde meu pai guarda suas ferramentas, fechou a porta, ele estava feito um louco, me beijando, ofegante rasgou minha blusa aparecendo meus dois biquinhos, nessa hora fiquei assustada no que poderia acontecer, ele tirou sua calça e vi aquela cacetao duro, era bem dotado parecia um pouco com o do meu pai, só que a cabeça era bem maior
Ela puxou minha calcinha, mostrando minha PETEKINHA ainda sem nenhum PENTELHINHOS, começou me chupando e disse VOCÊ TEM UM GRELO BEM GRANDE comecei a sentir uma sensação gostosa estava tão gostoso, logo lembrei do meu pai chupando a bocetinha da minha mãe, lembrando o que minha mãe falava: CHUPA, CHUPA, CHUPA TÁ GOSTOSO, ACHO QUE QUE ” GOZEI”
Então ele me segurou forte, não tinha noção o que ia acontecer, encostou aquela cabeçona na entrada da minha bucetinha e disse que vai doer um pouquinho, viu minha princesa, não tem problema? Eu não tem problema…
Quando ele empurrou a cabeça eu gritei PARA! PARA! PARA! TÁ DOENDO! TÁ DOENDO!
Ele segurou mais forte ainda e me PENETROU MAIS FORTE
GRITEI AAAIIIIIIIIII PARA! PARA! PARA! POR FAVOR PARA!
NÃO AGUENTO! NÃO AGUENTO!
Ele ficou parado, eu estava chorando, me contorcendo de dor, ..
Eu quero gozar, eu quero gozar ainda não gozei minha princesa
Ele começou a movimentar aquele cacetao na minha bucetinha, sentindo tanta dor e falou VOU GOZAR, VOU GOZAR, VOU GOZAAAAAAA
NISSO ELE PENETROU QUASE TUDO
QUANDO ELE FOI TIRANDO LENTAMENTE FUI SENTIDO ALIVIADA, ESCORRIA SANGUE COM ESPERMA
Eu tenho quase certeza que meu pai e minha mãe preparam tudo isso, porque quando voltaram tanto meu pai e minha mãe me fizeram muito carinho que meu pai ter ficado de pau duro e ele levou a minha mão até seu cacete
Depois de algumas semanas fui estrupada pelo meu pai com ajuda da minha mãe, essa história conto depois
Logo em seguida moramos nunca mais vi aquele senhor
Casei, ou melhor, juntei nova, contei tudo o que tinha acontecido, além de ele me apoiar, me intcetivou nesse relacionamento, foi o que nós fizemos
meu e-mail [email protected]

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,88 de 33 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Luka ID:46kphpcdv9j

    Toda puta precisa ser estuprada semanalmente. Isso faz bem pra elas

  • Responder José rossi ID:469colep20c

    Que isso esses pais não merecem ter a filha que tem e um absurdo fazer isso para criança ver rle e um estripador

  • Responder ESTUPRADOR ID:4aosp0l2t0i

    Quero Estuprar seu CU com força e muita força pra você chorar no meu Pau putinha.

    • Aninha ID:1dfpcg9hb8jf

      Eu gostaria muito, mas isso já aconteceu na época meu pai ficou sabendo e com raiva fui estrupada por ele no meu cuzinho
      Me manda seu e-mail