# # #

A psicóloga infantil: Aula prática com estagiários

1596 palavras | 11 |3.28
Por

Meus estagiários tem a missão de iniciar sexual Rina os dois vão ser o responsável de estimular sexual a incidente menina

(Primeiro esse é um conto erótico ficcional sem nem um compromisso com a realidade se algo não fizer sentido pq no mundo real não acontece, aqui é todo no campo da fantasia e desejo.
Segundo escrevo por diversão se tiver alguma erro de português é pq eu não quis corria mesmo não quero que os contos criem um trabalho que eu não quero ter)

Hoje Violetta e Bernardo vão ter aula prática de como iniciar o primeiro contato sexual com crianças. Os dois vão está sozinhos na consulta com o paciente que está tendo o primeiro contato sexual, eles devem estimular a curiosidade fazendo ela sentir prazer.

Rina a primeira paciente, decadência japonesa tem 8 anos, a mãe um colega veio até mim procurando ajuda para iniciar a filha, conversando ela concordou em a filha ser o modelo educativo para meus estagiários.
Violetta e Bernardo estão ciente que a menina vai ter seus primeiros contato sexual, vou está na outra sala assistindo a consulta, eles vão ser responsável por ensinar a menina. Os dois criaram o protocolo de abordagem e me enviaram para analisar, estudei e com pequenas modificações aprovei, agora os dois vão colocar em prática.
Infelizmente aulas práticas de iniciação sexual não é permitido nas universidades, estou dando a oportunidade para esses jovens de aprenderem com as próprias crianças.
🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸

-Oi, meu nome é Violetta, mas você pode me chamar só de Vivi. -A jovem está ajoelha na freta da menina se apresentando. Olhando Rina na altura dos olhos.
-Eu sou o Bernardo, mas todo mundo me chama de Be. E qual seu nome?
-Eu sou Rina. – A menina responde com uma pelúcia da Hello Kitty.
-Que nome bonito, nós vamos brincar hoje vai ser muito legal, quer sentar com a gente?
– Sim quero.

Os dois adultos conversam com ela perguntando sobre o seu dia, a escola, seus brinquedos favoritos.
-Eu também amo brincar de princesas. – Violetta fala criando íntimos com a menina. – E você Be do que gosta de brincar?
– Eu gosto de brincar de cócegas. E você Rina gosta também de brincar de cócegas?
– Sim principalmente com a mamãe ela faz cócegas muito gostosas. -A mãe da menina tem estimulando sexualmente a filha em casa, está no começo ainda. As cócegas são não verdade estímulos no seu clítoris.
– Sério como são você pode mostrar? -Violetta pergunta.
– São assim. -A menina acaricia sua pepequinha, imitando a mãe.
– Nossa deve ser muito gostoso a tia Vivi pode fazer cócegas também?
– Sim
Violetta, sobe a saia da menina revelando a sua calcinha, com delicadeza acaricia a pepequinha.
– Assim que você gosta?
– Sim, mas a mamãe faz mais assim.
A menina guia a mão da jovem e mostrando como a mãe a mastubar.
– Aaah entendi, agora a tia tá fazendo certo?
– Sim.
A calcinha da menina aparece um mancha úmida, Violetta faz momento circulares no grelinho.
– Tá gostoso nenê ?
– Sim tia muito minha barriguinha tá com cócegas gostosas.
– O tio Be também que brincar de cócegas ele pode ?
– … sim – Ela respondeu tímida.
– Muito obrigada Rina eu amo brincar de cócegas. -Bernardo agradeço. -Mas eu gosto muito de brincar sem a calcinha fica bem mais gostoso deixa o tio tirar ?
– Deixo.
Puxando a calcinha infantil, a pepequinha dela é exposta, rosinha, lisinha e já babadinha de prazer. Bernardo pressionar o polegar no grelinho, ele pulsa no seu dedo, e ele faz movimentos circulares.
– O tio tá fazendo gostoso.
– Sim. -Ela fala gemendo, seu bucetinha já piscando de necessidade.
– Sabe Rina o tio também tá sentindo cócegas você quer ajudar o tio?
– Quero.
A tarefa deles de hoje é fazer a menina ficar familiarizada com o penis. Bernardo fica apenas de cueca, com o penis já ficando ereto.
– Tá vendo Rina esse é o pinto do homem. -Violetta explicar as diferenças entre o homem e a mulher. – nos meninas temos no pepequinha e os meninos tem isso. Quer sentir.
Violetta pega a mão da menina a levando a acariciar o penis do adulto.
– Assim tá sentindo?
– Sim hahahaha ele é duro
– Sim essa dureza significa que ele tá sentindo cócegas gostosas igual quando a gente se toca lá em baixo.
Ela ficam tocando o penis de Bernardo ensinando o quanto é gostoso sentir a dureza do homem
– O tio tá sentindo muito bem, não é Be?
– Sim tá muito gostoso você é muito boa Rina.
– Verdade? -A menina pergunta animada.
– Sim, mas sabe o que seria mais gostoso?
– O que ?
– Se a gente tirasse a cueca do tio Be
A duas puxam o elástico da cueca, revelando o pau duro para a menina.
Rina fica com os olhos arregalados com a imagem do penis adulto pela primeira vez.
– não é igual dos meninos da creche !
– Não é que o tio Be é adulto e o dos homens adultos são assim, vem vamos dar carinho para o tio Be.
A mãozinha de menina segura o pau do homem e vai fazer os movimentos de punheta.
– Hhm nenê isso mesmo assim. -Bernardo incentiva a menina. Rina olha admirada com sua mão segurando o pau grosso.
– O que é isso? – Rina ver o pré gozo saindo e toca com seus dedos.
– É o leitinho do tio tem o gosto engraçado. -Violetta explicar e lamber a cabecinha do pau. -Vem Rina é legal.
A língua da Rina lamber o cogumelo, ela imita a tia lambendo o penis do homem. Bernardo joga a cabeça para trás gemendo de prazer tendo seu pau sendo dividido por duas garotas. Elas lambem todo seu comprimento, Rina observa Vivi massageando as bolas do Be e imita.
– Devagar nenê as bolas do tio são delicadas tem que ser com a mãozinha assim. -Violetta explicar demonstrando o jeito certo. -Assim isso mesmo. – Violetta elogio a menina.
Vivi vai até a boca de Bernardo o beijando, ele gemer na sua boca.
– Tá gostando tio Be? -Violetta pergunta baixinho para o colega.
– Sim pra caralho. O sonho de todo pedófilo é gozar na boquinha de uma menininha japonesa.
– Então goza na boquinha da japinha gozar. – Ela fala beijando o homem. -Amor o tio Be já vai soltar o leitinho dele. -Violetta alerta a menina.
Bernardo gozar na língua da menina, ela sentir o gosto de porra na boca.
– Não tem gosto de leite! – A menina diz.
– Não mas foi gostoso não foi ?
– Foi sim minha pepequinha ainda tá coçando.
– A gente pode também lamber ela ajudar.
Violetta deita a menina abrindo suas pernas, a jovem chupa a bucetinha dela.
– Haaaam. -Rina geme alto sentindo pela primeira o prazer de uma oral.
– Tá gostoso né a tia Vivi sugando essa pepequinha? -Bernardo pergunta beijando a boquinha da menina.
– Sim tá muito gostoso haaaam. – A menina gemer, Be a beija na bochecha, no pescoço e nos peitos não desenvolvidos dela. -Tio eu vou ahhhaa eu vou fazer xixi.
– É normal amor, não é xixi é só um orgasmo.
– Haaaam.
A menina de desfaz na boca de Violetta, ela da um último chupam e tira sua boca das barras íntimas da menina.
– Que gostinho bom Rina. -Violetta passa a língua em volta dos lábios. -Gostou ?
– Sim … muito. -Ela fala ofegante.
– A gente ainda tem tempo antes da sua mamãe chegar, você deixa o tio Be experimentar seu gostinho também?
– Sim. -ela respondeu com olhinhos brigando de desejo querendo sentir a língua do homem nela novamente.

Bernardo lambe a bucetinha virgem senti, como ela é lisinha e macia, sugar o grelinho dela e senti as perninhas dela o apertando com o prazer.
– é gostoso né sentir a língua de um pedófilo na pepequinha. -Violetta fala acariciando os cabelos lindos da japonesa. Os orientei a falarem de pedofilia de forma positiva para incentivar a prática.
– Sim aaaah
– Fala pro tio como tá gostoso fala
– Haaam tio tá muito gostoso haaaam

Ele mordiscar de leve seu clítoris, fazendo a menina ter seu segundo orgasmo. Mesmo depois do orgasmo Be ainda da lambidas na bucetinha dela.
– Gostou de brincar com a gente? -Bernardo pergunta.
– Sim muito.
– A gente queria saber se amanhã você quer brincar com a gente de novo. Você quer vir ?
– Sim quero sim
🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸🌸

– Vocês foram ótimos, a mãe da menina só tem elogios o trabalho era introduzir os primeiros desejos de curiosidade sexual e vocês fizeram isso com louvor.- Elogio os dois que parecem bastante satisfeitos.
– Muito obrigada a gente tava meio nervosa, estudamos muita a ficha da menina, no meu caso eu me mastubei muito para aliviar e me acostumar. Rina é muito fácil e acessível.
– Eu também me mastubei pensando na menina e na ideia dela sendo iniciada me deu ideias de como começar com ela.
– Ótimo então vamos começar a estudar para amanhã e continuar com a iniciação.

(Continua…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,28 de 25 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Robson moreno ID:1dusm70i7tt9

    Delícia demais né
    [email protected] adoro novinhas vamos conversar sobre isso ?

  • Responder @C1nt140l1v31r4 ID:1dr8pv10ccgp

    Deu até vontade de mudar de profissão.

  • Responder Carlos v. ID:mr84awuk8kc

    Coisa linda fe conto!!!! A historia so melhora!!!! Helena tem doa estagiarios com um guturo brilhante!!!!!!

  • Responder Bruh ID:1ep1fvojb7e3

    Preciso levar minha filha nessa psicóloga rs..sou de Belém
    @Silwaneol

  • Responder Telegram: mel_mah13 ID:7xce1q0hrj

    Bom dms

  • Responder viadinho ID:y3pcnjrnkiy

    Muito boom

  • Responder Lodive0 ID:19g7iwvd5kja

    Escrevi 3 contos novos sem censura meu insta woo2009n

    • teu fa ID:6p1ab85xi9

      vc esta cobrando pra mandar esses contos ou é livre?

  • Responder Vania ID:g6203vmrh

    Quando mais nova tive uma fono, que me ajudou em uma época que estava sendo difícil para mim, mesmo nova ela sempre foi sincera e me mostrou que era normal se sentir atraída pelas minhas colegas da sala
    Sei que e tudo ficção, mais também sei que a arte imita a a vida
    Então só queria compartilhar isso mesmo

    • Lodive0 ID:16mrvlnu8yxd

      Muito obrigada por compartilhar eu uso a vida para fantasia

  • Responder Sorin ID:1dkzbx7jfqjn

    Bela Dupla Violeta e Bernado , parabéns , outra excelente história.