# # #

Tio Helder

785 palavras | 8 |4.44
Por

A história que irei relatar aconteceu de verdade comigo, quando eu tinha 14 anos. Era Julho de 2001, viajei para o aniversário de 39 anos do meu pai em Vitória da Conquista na Bahia. A festa estava um sucesso, mas eu já estava com sono e queria ir pra casa dormir, meu pai perguntou se o Helder (sócio dele) poderia me levar e ele disse que sim, já era 2:10 da manhã. Helder, na época, tinha 47 anos, 1.85 cm de altura, mais ou menos, 96kg, branco do corpo gostoso. Eu tinha mais ou menos 1.51cm e 66 kg, pardo com da bunda avantajada. Helder estava hospedado na nossa casa pra dormir em decorrência da festa, ele morava em Cândido Sales. Percebi que Helder estava bastante bêbado, mesmo assim meu pai disse pra ir com ele para casa, porque não tinha mais ninguém pra me deixar. Durante o caminho começamos a conversar:

Helder – Elvis, Elvis! Você está crescendo e ficando cada vez mais bonito, igual a sua mãe rapaz.

Fico sem graça perante ele, e somente dou uma risadinha. Helder sorrir de volta e coloca a mão sobre minha coxa e aperta:

Helder – Saudades de você carinha! Das nossas brincadeiras! Você contou nosso segredo pra alguém?

Eu – Não, não!!! Fico com vergonha Tio.

Helder – Vergonha porquê? Você não gostou?

Eu – É estranho! Mas não fico mais com vontade de vomitar.

Helder – Como eu te expliquei Elvis no começo é assim, mas depois você se acostumou, não foi? Deixa de ser fresco kkkk.

Eu – Uma menina me beijou na escola, mas não foi de língua!

Helder – Você deveria ter metido a língua nela rapaz kkkk e chupado a buceta dele porra kkkk.

Fico sem graça, não gosto desse jeito do Tio Helder de falar:

Helder – O que foi putinho? Não gosta de uma bucetinha? Kkkkk olha Elvis, você tem que parar de ser tão fresco assim porra!

Chegamos em casa, começa a cair uma chuva terrível:

Helder – Você está com raiva? não disse mais nada durante o caminho!

Eu – Não foi nada!

Helder – Você quer brincar um pouco comigo no quarto do seu Papai? Estava com saudades de você!

Eu – …Tá bom!

Fomos até o quarto do meu pai, chegando lá ele sentou na cama e me chamou pra perto dele me abraçando:

Helder – Abre a boca, que vou meter a língua devagar!

Tio Helder começou a me beijar de língua, já não sentia mais aquela ânsia dos outros beijos, estava bem gostoso o molhado. Ficamos um tempo nos beijos, cheiros e abraços, até que o Tio Helder começou a tirar minha roupa me deixando só de cueca, eu estava em êxtase. Ele me colocou deitado na cama e tirou a roupa dele, seu pênis estava ereto, era médio e grosso. Tio Helder então tirou minha cueca e se debruçou sobre meu corpo, me apalpava, se esfregava e me beijava de uma maneira cada vez mais frenética. Tio Helder me virou de bruços e novamente deitou sobre meu corpo, seu pênis ficou tocando e roçando na minha bunda lisa:

Helder – Meu bombom kk o tio vai ser carinhoso certo! E você também tem que ser, é só ficar calmo e tranquilo, normal!

Tio Helder cuspiu bastante na mão e passou entre minhas nádegas, ele começou a forçar devagar o pênis entre minhas nádegas forçando o cu a abrir. Começou a entrar, incomodar e doer. Ele estava indo com calma forçando a entrar, quando entrou foi entrando eu quis gritar alto, mas ele tapou firme minha boca. Depois que entrou ele começou a bombar com vontade, eu estava imobilizado com ele sobre mim, ele gozou dentro depois de mais ou menos 3 min enfiando na mesma posição. Eu e ele estávamos banhados de suor, o pênis dele estava misturado goza com uma leve “sujeira”, mais nada demais, porque eu tinha ido ao banheiro antes da festa e liberado e limpado bem kkkk inconscientemente. Fiquei pasmo com o que tinha acontecido, não sabia porque tinha deixado, o significado do que eu tinha feito e me disponibilizado a fazer, minha cabeça estava um vazio completo, fiquei imóvel em cima da cama. Tio Helder me pegou no colo e me deu um banho, colocou minha roupa, e me colocou pra dormir. No dia seguinte acordei com a bunda dolorida, às 11:55, totalmente atordoado!

Fim!!!

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,44 de 32 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder adoro gordinhos ID:1dvvunbeptwu

    gabriel passa seu email

  • Responder Nelson ID:8cio2sam9k

    Que delícia e que inveja. Sonhei com isso toda minha infância e juventude e nunca consegui

    • Gabriel ID:h0gooc99t5r

      Aí, eu também, mais eu ainda tenho 14 então, tomará!

  • Responder Luiz ID:3v6otnnr6ic

    Eu lembro com todos os detalhes quando perdi meu cabaço com 11 anos para um macho Alfa eu me realizei numa pica acredito que 19 centimetro toda dentro de mim, foi a melhor foda da minha vida, conheço sua cidade e tambem Candido Sales foi em Vitoria da Conquista que perdi meu cabaço tambem meu pai trabalhava em Anagé e a familia morava em Vitoria da Conquista

  • Responder safado20 ID:7qddks65m3

    eu sou de vitória da conquista kkkkkk

    • mlkputo20 ID:1d8bfafvoqam

      passa tele ae, pô

  • Responder maduro ID:1dqjpzz7qzmo

    delícia já tirei um cabaço de um
    novinho ele gritando de dor e tesão e pedindo mais gosei gostoso e ele também ainda bati uma pra ele ele tinha uma boquinha deliciosa

    • Gabriel ID:h0gooc99t5r

      Mora onde, vem tirar o meu!