#

O safado incestuoso

1127 palavras | 6 |2.84
Por

Tenho 19 anos, minha avó viúva mora na casa dos fundos, minha mãe separada ,minha irmã gordinha, tô comendo todas é cú e buceta quase todo dia…

Todo fim de semana vamos na igreja, somos uma família unida, não sou santo, já comi duas coroas da igreja e três novinhas nunca estourei um cabaço, meu pau é grande e grosso, parece uma linguiça calabresa, já li uns contos que falam isso kkkk,minha avó tem 60 anos está viúva a 5 anos, é baixinha e bunduda, seios grandes,minha mãe tem 40 anos separada a 3 anos loira baixinha cintura fina seios médios e bunda grande, já bati várias punhetas pensando nelas, minha irmã gordinha,18 anos seios pequenos, bunda grande e arrebitada, meus colegas falam que ela é esquisita, 19 anos, só ando com o pau duro, outro dia eu fui na casa da avó nos fundos, ela estava deitada no tapete da sala de short e camiseta, fazendo exercício ,ela não me viu, estava com uma perna no chão e a outra no alto, deu pra ver os cabelos da buceta dela, fiquei com o pau duro, cheguei perto, falei : bença vó, ela Deus te abençoe, quer café ? eu ,quero,nos meus pensamentos eu queria buceta, fiquei na mesa,ela trouxe o café numa bandeija, debruçou quase esfregou aqueles peitos enormes na minha cara, não aguentei e esfreguei minha cara naqueles seios, ela : nossaaa, para,eu levantei a camiseta dela segurei e comecei a chupar, ela começou a gemer ai,ai,ai,vamos na sala, ela foi na frente ficou de quatro no tapete pois a cabeça no sofá, abaixou o short e arreganhou o bucetão peludo, quase morri do coração, meti a língua, chupei a buceta dela, ela estava com tanta vontade que gozou na minha boca, peguei a pica grossa e bati na bunda dela, a velha não parava de gemer, comecei enfiar a pica, ela me deu uma bucetada que entrou tudo, meti bastante, toda vez que ela gozava ficava tremendo, rebolando parecia que ia desmaiar, tirei minha pica da buceta e comecei esfregar na bunda dela, derrepente olhei no espelho da penteadeira, minha mãe estava olhando, nem liguei, meti a pica no cuzão dela estava todo melado, ela deu uma bundada entrou tudo, quase estourou a cabeça do meu pau, doeu bastante, meti bastante, esporrei, tirei a pica, a cabeça estava cheia de bosta, limpei com uma toalha, minha vó não parava de gemer, meu pau continuava duro, bati uma punheta e esporrei na cara dela, fui pra casa ela ficou gemendo no tapete, entrei em casa, minha mãe estava na sala assistindo TV, falei : oi mãe, ela toda sorridente oi,fui no banheiro, tomei um banho, no outro dia de manhã minha avó apareceu, pedi bênça, ela Deus te abençoe, minha mãe estava sentada no sofá com as pernas cruzadas, saia preta curta, quando vai na igreja é saia comprida,perto de mim é saia curta, minha vó conversou um pouco com ela e foi embora, sentei no sofá do lado dela,comecei olhar as pernas dela, meu pau ficou duro, coloquei uma almofada em cima dele pra esconder, nem acreditei quando ela colocou a mão por baixo da almofada e apertou meu pau, tirou a almofada e começou a punhetar, dali a pouco começou a chupar, depois levantou a saia baixou a calcinha e sentou na minha pica, entrou gostoso, como gemia, que buceta quente, ela gozou de espirrar, lavou meu saco, eu também esporrei, ela levantou, eu também, coloquei ela de quatro e comecei esfregar na bundona dela, ploft enfiei no cuzão dela, meti pra fuder, quando olhei no espelho grande da parede, vi minha irmã olhando a foda, tirei a pica da bunda dela, até peidou, bati uma punheta e esporrei na cara dela, fui pro banheiro e tomei um banho. Todo sábado minha mãe e minha vó elas vão na igreja fazer faxina, sempre fica eu e minha irmã na casa ,chegou sábado, elas saíram, falaram tchau, minha mãe foi na frente, minha avó foi atrás, eu passei a mão na bundona da minha vó, fiquei na sala assistindo TV, dali a pouco minha irmã levantou, foi no banheiro,fiquei olhando aquela bundona, depois ela perguntou : você já tomou café, eu, já, aí ela falou então vou tomar, eu pensei ela vai tomar no cú e na buceta, dali a pouco ela veio, sentou do meu lado, fiquei com o pau duro, ela estava de short, camiseta sem sutiã, não aguentei e mostrei o pintão pra ela, ela arregalou os olhos,colocou a mão, e falou nossa, você vai me foder, eu tenho medo, é muito grande vai doer, eu nunca dei, eu : vou enfiar devagar, você vai gostar, ela eu tenho medo quando eu tinha 12 anos o tio da Van tentou me comer ele abaixou minha saia e começou a esfregar na minha bucetinha, a sorte que consegui abrir a porta da Van e sai correndo, falei pra mãe e a escola mandou ele embora, várias vezes tentaram me fuder, até o tio Roberto, o primo João, o velho do bar, sempre tive medo, só que duns tempos prá cá minha buceta está inchando e coçando, querendo pica, estou lendo esses contos eróticos, estou com um tesão da porra, nossa, ela começou a chupar minha pica, falei pra ficar de quatro, abaixei o shortinho, vi aquela bunda lizinha, buceta inchada com poucos pelos, meti a língua, ela começou a gemer, ai,ai,ai, comecei a enfiar o pintão grosso,estava tudo melado, não queria entrar, comecei forçar, ploft entrouuuu, ela não parava de gemer, comecei a meter, enfiei tudo, ela até gritou ahhh e gozou, começou a tremer, rebolar,chorar, meti bastante, esporrei gostoso, quando tirei a pica, estava com sangue, estourei o cabaço dela, como pode uma bucetinha engolir um pintão grosso e não rasgar, comecei a bater a pica na bunda dela, olhei aquele cuzinho cor de rosa piscando, encostei o cabeção, comecei a enfiar, entrou a cabeça, ela deu uma bundada igual a vó, estourou o cabresto do meu pau, é aquela pelinha que fica na cabeça da pica, doeu bastante, gozei bastante no fundo do cú dela, quando tirei a pica meu pau estava com sangue, olhei a cabeça estava toda fudida, por causa da bundada, ela olhou e deu risada, fiquei uns três dias com a cabeça da pica doendo, depois passou e começou a putaria de novo : Minha avó, minha mãe, minha irmã ,esporrada quase todo dia. Isto é uma ficção. Kkkk

75581037-018-d3a7

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,84 de 31 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

6 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder anônimo ID:h480lvrv2

    conto bom, li até o final, está escrito que é ficção, pra mim mãe e avó são sagradas, tenho 20 anos, minha namorada tem 25, meus pais são separados, moro com minha mãe, todos os sábados vou visitar meu pai, de vez em quando ele não está, mas minha Vó está,ela é viúva tem 58 anos, loira e bunduda, sempre me abraça forte, sinto aqueles peitos grandes, chego em casa fico batendo punheta, outro dia fui na casa dela meu pai tava trabalhando, me abraçou forte, meu pau tava duro, fomos pra sala, meti o pica grossa na Buceta da velha, depois comi a bundona dela,depois disso ela viciou, estou comendo minha namorada e minha avó direto, minha mãe por enquanto não.

  • Responder Indignado ID:1etqnc2bguo4

    Mentiroso e nojento pegar avó e a mãe. Que isso cara

  • Responder Dani ID:1epl0s2rfpou

    Conto bosta e totalmente mentiroso kkkkkkkkkk
    Cara não deve comer ninguém na vida ,tem um pau minúsculo então vem e cria essas fantasias impossíveis kkkk Conto lixo

  • Responder Carlos ID:gqbg066ii

    QUE BOSTA

  • Responder jovem16 ID:7n7h280b09

    Fraco,

  • Responder Amauri ID:1deeste5ccel

    Foi bom esse conto só a foto q deveria ser pelo menos d calcinha, fica a dica