# #

Descobrindo prazeres com os pequenos e pequenas

826 palavras | 2 |3.90
Por

Sempre tive muita curiosidade sobre os corpos dos menores. Até que recebi uma oportunidade rara…

Olá, peço desculpas por eventuais erros na escrita. Estou usando celular e a correção fica mais difícil.
Sou de SP e me formei em engenharia industrial.
Sou solteiro por opção mesmo.
Pouco antes da pandemia, recebi um convite para trabalhar em uma indústria alimentícia no interior do MS.
A proposta era muito boa, e acabei aceitando.
Fui de carro.
Ao chegar, fiquei em um hotel até encontrar uma casa pequena e confortável.
Aos finais de semana eu ia para bares e pegava algumas garotas, sem compromisso algum.
Até que um dia minha vizinha veio conversar comigo.
Ela se ofereceu para fazer faxina e lavar minhas roupas.
Eu aceitei.
Fiz amizade com ela. Mulher feia e bem judiada. Com 6 filhos pequenos (3 meses até 10 anos)
Me encantei com os filhos dela.
Não demorou o mais velho, Gabriel (10) passou a frequentar minha casa. Ele vinha sem motivo algum.
Jogávamos vídeo game e assistimos filmes.
Um dia ele pediu para dormir na minha casa e a mãe deixou. Ela era uma mulher que infelizmente não se importa em nada com os filhos.
Na primeira noite, eu mandei o Gabriel ir tomar banho.
Confesso que eu já estava com um puta tesão no menino. Queria ver ele peladinho. Saber como era o pintinho e a bundinha.
Para minha sorte, ele deixou a porta encostada sem trancar.
Na cara de pau eu entrei e abri o box.
Delicia de menino.
Corpo lisinho e sem pêlos. O pintinho mole devia ter uns 6 ou 7 centímetros. Saquinho branquinho. Que delícia.
Dei uma desculpa de mostrar para ele onde estava o shampoo rsrsrsrs.
– nossa Gabriel, você é muito lindo pelado rsrsr
– obrigado tio
– minha vontade é tomar banho com você…
– pode vir tio
Muleque delicado e obediente. Adoro
Tirei minha roupa e entrei já de pau muito duro.
Ele só olhou para meu pau.
– O que foi Gabriel… Nunca viu um pinto duro ?
– foi nada não tio…
– você já viu um pinto duro assim ?
– já tio
– ahhh que delícia, você viu de quem ?
– do meu primo
Depois descobri que o primo de 19 anos já estava brincando com o Gabriel.
No banho eu pedi e ele lavou meu pau.
Sentir aquela mãozinha segurando e lavando eu quase gozei.
Depois eu ensaboei ele inteiro. Lavei o bumbum e o pinto com carinho. Bati uma punhetinha para ele. Me abaixei e chupei. Uma delícia.
Ele fez carinho na minha cabeça.
Perguntei se ele já tinha chupado o primo:
– sim tio eu chupei ele
– Gabriel, chupa o meu…
O menino segurou, olhou e colocou na boca
Ahhh que tesão…
Em poucos minutos eu gozei sem avisar. E ainda segurei a cabeça para ele não sair.
Terminamos o banho e fomos para minha cama.
Eu não tinha preparado nada. Não tinha KV ou óleo para ajudar a lubrificar. Mesmo assim tentei comer o cuzinho dele.
Cheguei a enfiar a cabeça do meu pau e fiquei imóvel, com ele me pedindo para tirar.
Gozei de novo, agora dentro dele.
O menino é um tesão. Beija de língua e chupa bem gostoso.
Dormimos pelados.
Na madrugada eu ainda chupei ele.
Nunca achei que iria gostar tanto de um pintinho.
No dia seguinte, um sábado agimos naturalmente.
Ele passou o dia comigo.
Até que a tarde uma irmã dele (Sofia), um ano mais nova veio ficar com a gente.
A menina vestia uma sainha curta e uma camiseta.
Passei a observar ela. Sempre sentando de pernas abertas. Por várias vezes eu vi a calcinha amarela dela.
Aquilo foi me dando muito tesão.
No início da noite… Umas 19 horas eles estavam com fome.
Chamei a mãe deles e ela trouxe os outros filhos.
Pedi pizza e refrigerantes.
Acreditem, eles nunca tinham comido pizza. Dá até dó.
A mãe deles estava bem feliz.
Quando estavam saindo o Gabriel e a Sofia pediram para ficarem comigo.
A mãe respondeu que não, porque dariam trabalho.
Respondi que não era trabalho algum. Eles me fariam companhia.
Ela deixou apenas a Sofia.
É difícil acreditar que uma mãe deixaria a filha dormir na casa de um praticamente estranho.
Mas ela deixou de boa.
No começo pensei que era na inocência. Mas já era na maldade. Mais para frente vou relatar como a mãe passou a me pedir dinheiro. Inclusive oferecendo fotos e vídeos dos filhos. Depois até cobrando para as crianças transarem comigo
Nesta noite eu pedi na farmácia algumas camisinhas e dois tubos de KY.
Dei banho na Sofia. Ela me disse que o tio já tinha chupado ela, e ela já chupou ele.
Fiz a pequena engolir minha porra.
A bocetinha e o cuzinho virgens.
Bocetinha rosinha, com um sabor único e delicioso

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,90 de 39 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Espírito do Sexo ID:gqbgkafic

    Caralho! Que delícia!
    Quem quiser trocar uma ideia sobre o assunto deixe o telegram.
    Estou pensando em criar um grupo pra gente.

  • Responder William ID:1cr4x4yo4g1x

    Delicia… Continua