# #

As novinhas do colégio – parte 11

1852 palavras | 0 |3.43
Por

Outro dia estava pensando na Thais e na mãe dela a Larissa, se elas queriam mesmo entrar com o processo então resolvi mandar mensagem para a Larissa.

Eu: Boa tarde Larissa, tudo bem? Sobre o processo, ainda tem interesse em entrar com a ação?… depois de alguns minutos ela respondeu.
Lari: Oi Dr. Tudo bem sim e você? Então eu penso nisso sim, pode vir aqui em casa para conversarmos?
Eu: Posso sim.

Combinamos o dia e a hora e lá eu fui.

Chegando lá, chamei no portão e ela foi me atender, ela estava de camisola branca, bem soltinha, mas marcando os biquinhos dos peitos dela, quando vi aquela morena deliciosa só de camisola, na hora eu entendi, ela queria qualquer outra coisa, menos falar de processo.

Mal entrei na casa ela já parou na minha frente e me grudou num beijo intenso e quente, assim que terminamos de se beijar eu disse.
Eu: pelo jeito não é do processo que quer conversar.
Lari: não mesmo Dr. Eu não paro de pensar na trepada que tivemos, quero seu pau dentro de mim…
Eu: se quer me dar gostoso, para de me chamar de doutor!! Não precisa disso…. falei isso sorrindo para ela.
Lari: então vai ser meu gato…. ela acabou de falar isso já passou a mão na camisola e tirou, e que morena deliciosa, aquelas coxas grossas, sua bunda grande e aquela buceta marrom com o grelo grande, eu já cai de boca naqueles peitos grandes chupando os biquinhos marrom escuro e ela gemendo.

Lari: Ai meu gostoso!! Que saudade eu tava de você!!
Eu: então aproveita…
Lari: vou aproveita meu gostoso….e já foi me empurrando para o sofá, agarrou meu pau, que já estava duro como uma pedra e começou a chupar como se fosse uma puta profissional, ela chupava tão intenso e tão prazeroso que eu tremia inteiro de prazer a cada lambida.
Eu: Isso sua safada deliciosa!! Chupa assim chupa…
Lari: Que delícia de pau, quero todinho pra mim…

Depois de alguns minutos me enlouquecendo de prazer com suas chupadas, lambendo a cabeça e engolindo ele quase inteiro, ela se levanta do chão e me puxa do sofá.

Lari: Vamos para o quarto meu pauzudo gostoso!!
Chegamos no quarto ela deitou na cama e abrindo bem as pernas deu uma passada de mão na buceta toda molhada e disse.
Lari: Chupa minha buceta…quero sentir sua língua dentro dela.
Eu: Com prazer minha gata gostosa…

Abri mais ainda a buceta dela com os dedos e cai de boca naquele grelo grande que ela tem, ela se contorcia toda de prazer, gemendo forte a cada chupada e lambida.
Eu: Que delícia de buceta…vou sugar todo seu mel…
Ela não falava mais nada, só se contorcia de tesão e gemia intensamente, e sua buceta parecia um rio, de tanto líquido que saia, ela estava muito encharcada, e eu bebendo todo aquele mel da buceta.

Lari: Aiiiii meu gostoso, assim não aguento mais!! Fode minha buceta com seu pau gostoso!!…. disse ela em meio aos gemidos enquanto eu enfiava a língua dentro da sua buceta, ao ouvir isso eu parei e disse.
Eu: humm minha gostosa, vou te foder bem gostoso…. me ajeitei e dei umas pinceladas bem na entrada da sua buceta que escorria de tão melada, então encaixei a cabeça do meu pau na entrada da buceta e enfiei de uma vez, meu pau deslizou inteiro sem dificuldade, ela estava muito molhada!!.

Comecei a bombar forte e rápido e ela gemia sem parar, alto e intenso, estava por cima dela bombando quando então eu puxo as duas pernas para fechar, colocando elas apoiadas em meu ombro, ficando mais apertada aquela bucetona deliciosa!!
Lari: Assim meu gostoso!! Afunda esse pau todo!!
Eu socava sem dó, afundando o pau máximo que conseguia, ela gritava de tesão…

Depois de alguns minutos bombando forte, ela gemendo alto diz.
Lari: quero montar em você meu gato!!
Eu: vem então minha gostosa…

Sai de cima dela e assim que ela se levantou da cama eu deitei e ela já veio montando por cima e foi dizendo.
Lari: vou te deixar maluco…. e começou a se esfregar em mim, ela estava com a buceta bem encaixada em cima do meu pau, rebolando em cima dele.
Eu: você é uma safada deliciosa, vou te foder bem gostoso!!
Ela rebolava, até que empinou bem a bunda e meu pau deslizou para baixo dela encaixando na entrada da buceta e ela já foi sentando nele bem devagar.
Lari: entrou todo….

Ela rebolava, quicava, subia e descia como uma puta profissional, ela fazia de um jeito tão intenso a rebolada que eu estava ficando louco de prazer já.
Eu: que delícia de buceta!! Rebola assim sua safada!!
Lari: sua puta!! Sou sua puta sempre que quiser.
Eu: então rebola minha puta gostosa!!

Depois de alguns minutos rebolando forte eu sinto que estou perto de gozar e digo.
Eu: rebola mais que eu vou gozar sua gostosa!!!
Lari: Goza seu gostoso!! Enche minha buceta… e ela aumenta o ritmo das reboladas e eu gemendo de prazer sinto então meu corpo todo tremer e digo
Eu: To gozandoooo… meu pau lateja e jatos e mais jatos de porra saem dele, eu gozo muito forte, meu corpo treme de prazer e antes que os jatos de goza parem sinto ela se contorcer de prazer e ela diz.
Lari: Vou gozar!! Vou gozar!! Assssimmm… e sinto ainda sua buceta se contrair toda e ela joga seu corpo para frente de tanto prazer…

Ela exausta deita ao meu lado, com o corpo mole, e a buceta escorrendo de porra.
Lari: Ai meu gostoso!! Foi bom demais!! Assim quero você sempre.
Eu: sempre que quiser eu te fodo gostoso minha safada….
Lari: minha puta!! Sou sua putinha sempre que quiser me comer.
Eu: e eu quero comer sempre essa sua buceta deliciosa…. e ela me deu um beijo.
Eu: agora preciso ir… ela me segurou com um olhar de “fica mais” e eu dei outro beijo nela. Então ela começou a rir e disse.
Lari: Você gozou muito forte, eu senti, quem sabe minha filha não ganha uma irmã!!
Eu: você não toma remédio né
Lari: Não mesmo, você gostaria que eu tomasse? Porque eu não gostaria….
Eu: Se você não quer, não sou eu quem vai te obrigar, somos bem grandes para saber os riscos….e chegando mais perto de seu ouvido eu disse.
Eu: Eu não vou parar de encher sua buceta de goza…
Lari: Seria um sonho….
Eu: Então logo eu meto um filho em você….se beijamos.

Me arrumei e fui embora.

Passados alguns dias recebo uma mensagem da Letícia.

Lê: Oi meu gato, estou louca de saudade de você, tô com tanto tesão!! Vem me ver?
Eu: claro minha gatinha, só me dizer onde mora.

Combinamos e fui encontrar ela na casa dela. Claro que eu sempre dava um jeito de sair para encontrar as minhas gatas deliciosas….

Ela estava no portão da casa dela com uma pequena camisola azul, e percebi que estava sem sutiã também, os biquinhos do peito estavam saltados. Assim que entrei na casa ela já veio logo me beijando.
Le: Que saudade eu tava de você!! Ela falava e beijava
Eu: Também estava com saudades sua minha gata ruiva!!…sim!! ela é ruiva, e que ruiva deliciosa!!
Se beijávamos intensamente e ela já foi logo descendo a mão para desabotoar minha calça, assim que o zíper abriu, ela já tirou meu pau para fora que já pulsava de tanto tesão.
Le: Que saudade desse pau gostoso…ela se ajoelhou ali mesmo e começou a chupar forte e puxando a pele do meu pau lambia a cabeça toda vermelha de tesão.
Eu: Chupa gostoso minha safada deliciosa…
Ela mamava no meu pau com intensidade, sugando cada centímetro, foi então que peguei no cabelo dela e puxei para trás e disse.
Eu: Minha vez agora… ela levantou e eu tirei a camisola dela, revelando aquele corpo delicioso que ela tem, os bicos dos peitos já estavam pontudos de tesão e aquela bucetinha branquinha tinha alguns cabelinhos ruivos nascendo…
Ela deitou no sofá e mal encostei a língua em sua buceta senti que ela estava toda molhada, já fui logo engolindo seu grelinho enquanto ela gemia alto.
Le: Aiii seu safado!! Continua assim…
Eu chupava seu grelo e alternava com algumas lambidas na buceta toda, até que enfiei a língua dentro da buceta e com os dedo ia dedilhando seu grelinho. Ela enlouqueceu.
Le: Assimmm!! Isso!! Não para!! Ai que tesão!!!…
Continuei por mais alguns minutos e ela disse, gemendo.
Le: Fode minha buceta!! Quero seu pau gostoso!!

Me ajeitei e dei umas pinceladas na entrada da buceta e ela disse.
Le: Soca tudo de uma vez!! Me fode forte!!
Afundei meu pau inteiro de uma vez e ela gritou de tesão, comecei a bombar forte e rápido e ela gritava a cada socada.
Eu: Vou deixar essa bucetinha ruiva toda melada de goza….
Le: Enche ela todinha!! Quero sentir seu pau gozando em mim…

Eu socava forte e ela gemia mais forte ainda até que depois de alguns minutos eu disse.
Eu: Fica de quatro minha safada…
Le: Então vem…ela me levou para o quarto dela e já foi se ajeitando na cama, e que visão perfeita, aquela raba branca toda empinada e aquela buceta encharcada já fui longo encaixando atras dela…
Enfiei devagar até entrar inteiro, e comecei a bombar forte, mas não muito rápido, queria fazer ela tremer e gemer a cada bombada.

Depois de alguns minutos socando forte ela diz.
Le: Mais forte que eu vou gozar!!!
Eu aumento o ritmo das bombadas e sentindo que estou perto digo.
Eu: Vou gozar minha gostosa…
Continuo socando forte e rápido até que sinto meu corpo todo tremer e começo a gemer de prazer, meu pau começa a pulsar fazendo o primeiro jato de goza sair então quando a segunda esguichada vai bem no fundo daquela delicia de buceta sinto ela se contrair toda e então a ela diz.
Le: To gozandooooo!!! Sinto seu corpo tremer todo e se contorcer e sua buceta se contrai e relaxa algumas vezes, enquanto meu pau termina de encher ela todinha.

Deito ao lado dela e ela exausta diz.
Le: Nunca gozei tão forte!! Senti você gozando em mim e senti minha barriga se contrair e relaxar várias vezes…
Eu: E eu gozei muito!! Foi bem forte para mim também.

Trocamos mais alguns beijos e tive que voltar ao trabalho, deixando aquela gata ruiva peladinha, exausta e com a buceta cheia sobre a cama.

Continua.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,43 de 7 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos