# # #

Sera que Ele é um viadinho??

832 palavras | 4 |4.17

De inimigo a possivel deposito de poha Oque sera que ele quer

Bom, tudo isso vem acontecendo há mais ou menos 2 a 3 meses. Davi e eu, Paulo, começamos a nos aproximar, e isso foi de repente. Nós nunca conversávamos um com o outro, inclusive em alguns momentos eu briguei com ele por ser um menino um pouco inconveniente e incomodar pessoas que eu gosto. Ele é vizinho e colega de um primo, e eu frequento a casa do meu primo algumas vezes na semana, nada (mercado), só quando tem trabalho, etc.

Davi aparenta ter no máximo 11 anos, e mais vdlho, porém com humor de 13, Davi do nada parecia querer estar em minha presença, e quando eu chegava, ele sempre me cumprimentava. No começo, eu nem ligava, só o olhava, pois como mencionei, não gostava dele, e assim começou:

Davi: Oi, Paulo. Eu o olhava de cima a baixo sem falar nada. Isso se repetiu por alguns dias e semanas. Nem sempre Davi estava lá, é claro, mas quando estava, tentava trocar um “oi” comigo. E assim, fui “amolecendo”, afinal, sou educado.

Porem converso que eu tenho desejo errado
E essa aproximação de davi a mim
Me fez começa a repara em seu corpo
um menino de 11 anos, bem fortinho, moreno olhos Tão inocente
sorriso facil
Com uma boquinho carnuda
Que ja me leva a pensa muitas besteiras

Semanas se passam
Davi: E aí, Paulo? Eu: E aí, mano.

isso durou algumas semanas. Quando Davi deu o sinal mais estranho, antes disso estávamos normais, “oi, oi, tudo bem? tudo bem!” Eu até sentei ao lado dele e trocamos umas palavras. Ele estava vendo as músicas que eu ouvia e tal. E assim, cheguei na casa do meu primo e ele estava lá. Ele me cumprimentou e fui tomar banho para voltar para minha casa.

Ao sair do banheiro, ele me pergunta: Davi: Já vai embora, Paulo? Eu ainda não era muito fã dele, simplesmente respondo: Já! Por quê? É meu fã, é??

Ele fica constrangido e se cala, e eu volto para minha casa sem nem lembrar de nada. Dias se passaram, e a cena se repete. Dessa vez, um sinal bem mais estranho. Era sábado, cheguei na casa, tomei meu banho, passei um perfume, e Davi, na cara de pau, fala: “Tá cheiroso, Paulo. Eu sorrio e vou me deitar um pouco no “quarto de visita”.

E aí vem o terceiro sinal, bem incomum, eu diria. Acredite se quiser, ele veio atrás de mim, se deitou ao meu lado enquanto estava jogando no celular, e veio querer jogar comigo uma partida para cada um, e tal. Eu meio que aceitei, mas fiquei mais observando ele jogar. Passei ali mesmo, lembrando de tudo que eu podia. Essa breve parte contada é um resumo de mais ou menos 1 mês, sempre temos um contato.

E eu ali pensando: porque ele ta se aproximando de mim assim. não, não pode ser! Eu tenho uma mente muito suja, e pensamentos assim, analisando. A dúvida aperta demais! E assim foi passando o tempo.
Ele ficou la deitado cmg e nn tentou nada
Tava de olho no jogo, e eu tentando imagina oque ele queria

E o que me levou a escrever esse relato foi o que aconteceu há 2 dias atrás. Eu e Davi ficamos só por um tempo. Mas ele fez questão de ficar em minha companhia. Eu estava a alguns metros da casa do meu primo, em um serviço. E basicamente eu tinha que pegar algumas coisas e levar para a casa do meu primo, e Davi insistiu em me ajudar, insistiu muito mesmo. Mas eu disse que não precisava, pois eu estava de bike.

E mesmo assim, ele veio atrás de mim. Em minha cabeça, ele sabia que essa era a oportunidade de ele e eu ficarmos “sozinhos”. Pois na casa do meu primo só estava uma pessoa mais velha lá, e ele sabia disso. Mas isso não aconteceu. Pois começou a chover e ficamos presos embaixo de um telhado (sozinhos).
E começamos a brincar muito. Ele propôs uma brincadeira de correr na chuva, eu aceitei e brincamos muito. E assim foi passando o tempo, estava chovendo muito mesmo. E eu falo “chega” e digo que vou mostrar algumas músicas a ele e tal. Sento em minha bike. E Davi não demora muito para se aproximar de mim, e eu não sei por que ele fez isso. Ele colocou a sua mão em minha perna. Muito perto mesmo do meu “negócio”,
Muito perto mesmo.
E ali ele fica. A chuva passa, ele não faz nada, e voltamos para casa. No caso, ele foi para casa dele meio “bravo” e eu para a do meu primo, e logo vou embora. Eu só quero entender o que ele quer. Será que sou só eu que sou muito mente suja?
Ou esse menino é um viadinho doido pra me mama!?

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,17 de 18 votos)

# # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Pau grosso SP ID:469csta88rd

    Todo menino é doido para mamar, só não sabe ainda. T3ll3 Lobowolf55

  • Responder Tarado por sexo ID:1dqc5v6st7dp

    Eu queria uma atitude, perdeu uma bela oportunidade de se divertir. Me chamem no tele: @Nick22

  • Responder putinho19y de Curitiba ID:7xbywvk98k

    fode ele que ele tá querendo

  • Responder @euhein ID:8kqtgkbt0b

    Só vai descobrir se testar.