# #

Massagista Acompanhante

1668 palavras | 4 |4.80
Por

Voltando de uma viagem de trabalho me deu uma vontade de fazer uma massagem masculina, então comecei a pesquisar massagista no bairro saúde em SP

Eu tenho 50 anos e estou fisicamente bem, sou separado e e já tive algumas experiências com outros caras. De cara tive sorte de encontrar um anúncio de um novinho “Massagista 23 anos Dotado”, vi as fotos dele e me animei bastante, ele tinha 1,75, fortinho sem ser bombado, totalmente lisinho, a foto de seu pau me fez ter certeza que era ele mesmo, porém, já eram 22:00 e não sei se ele me atenderia. Mandei uma mensagem pelo WhatsApp e ele rapidamente me respondeu, perguntei se ele poderia me atender e então disse que sim, perguntei o valor e confirmei se tinha local para banho, ele então me mandou um áudio explicando a massagem tântrica, com finalização da forma que eu preferir e que tinha tudo para me atender bem inclusive banho e me pediu para esperar 20 minutos pq precisava arrumar o local…
… fui em direção ao endereço e era uma casa amarelinha bem bonitinha e então lhe disse que já havia chegado e ele então disse que estava no Uber chegando.
Então o vejo chegando e ele me chama para entrarmos na casa, qdo o vi já saquei que iria perder o controle, que garoto bonito e gostoso.
Subimos até um dos quartos da casa e ele me disse para ir tomando um banho enquanto ele arrumava tudo, o quarto tinha uma maçã e um tatame e lá fui eu tomar meu banho, caprichei no banho e como a ducha tinha mangueirinha aproveitei para fazer uma higiene no rabinho, meu pau já estava armado e duraço.
Qdo voltei ao quarto enrolado na toalha ele já estava com uma cueca jocker, um pacotão enorme na frente a atrás a bundinha mais linda que já tinha visto em toda a minha vida, e dei uma medida nele e disse “Meu Deus, hj perco a cabeça”, ele prontamente respondeu “Vamos ver” e morremos de rir…
Então ele me pede para deitar de bruços na maca e eu me deito com as pernas bem abertas e o bumbum bem arrebitado, ele começa a fazer uma super massagem com óleos, puts isso me relaxou muito, ele alongou todo o meu corpo, porém, qdo ele estava ao meu lado sinto seu pauzao tocando na minha mão e pensei “Caraca como ele tirou a cueca”, de qq forma, não perdi tempo com minha mão fui acariciando aquele pauzao e pude sentir que além de grande era bem grosso, eu sentia que seu pau era pesado era uma puta rolona de respeito.
Ele andava ao meu redor sempre massageando uma parte de meu corpo e eu com as mãos sempre tentando achar seu pau e acariciando, punhetando e tocando seu saco, acariciava a cabeça de seu pau e a esta altura seu pau estava enorme e muito duro, passava o dedo na cabecinha e pífia senti-la escorrendo. Ele então começa uma série de manobras nas minhas nadegas e sempre resvalando la s dedos no meu cuzinho, no meu saco e no meu pau, eu já estava com as pernas bem abertas e o num num bem empinado, ele com certeza já sabia o que eu queria, mas cada resvalava que dava em meu rabinho minha bunda se contraía e eu dava aquele gemidinho, então ele começou a passar levemente o dedo cheio de óleo ao redor no meu cuzinho é isso foi me deixando maluco de tesao e involuntariamente minha bunda piscava cada vez mais e eu arrebitava mais a bunda e meus gemidos foram ficando cada vez mais altos. Ele então começa a enfiar um dedo levemente em meu cuzinho e com a outra mão acariciando meu saco e meu pau, que a esta altura estava muito duro. Então ele me pede para virar de barriga para cima, eu me viro e ele abre minhas pernas jogando uma para cada lado de fora da maca e então ele se senta na maca de frente para mim, seu pau era algo de doido, enfim podia ver cara a cara aquele dote colossal, ele começa a fazer uma massagem nas minhas coxas, virilia, saco, cuzinho e pau, já estava achando que iria acabar gozando logo e então ele me pega pelos joelhos e me puxa para a sua direção e sinto seu mastro indo de encontro ao meu pobre 16 cm, meu pau não era nada perto do dele, ele começa a bater com seu pau contra o meu e com uma das mãos ele acariciava meus mamilos, então ele me dá uma leve levantada e encaixa seu pau no meu cuzinho, qdo sinto aquela cabecona encostar no meu cuzinho dou uma gemida louca de puro êxtase, entao sinto ele precionando seu pau contra meu cuzinho e pude sentir que ele o havia deixado pra lá de lubrificado com o óleo a ponto de sentir a cabecinha do pau entrar dentro do meu cuzinho, ele ficou bastante tempo brincando com um entra e sai da cabecinha no cuzinho, bem na portinha e eu piro com isso, fui naturalmente perdendo a cabeça e sentindo aquele tesao incontrolável, então coloco meus calcanhares em suas costas e levo meu corpo de encontro ao dele e com a força levo seu corpo em direção ao meu e sinto aquela rolona me rasgando inteirinho, porém, ele só tinha entrando a metade e ele me chama de safada e diz “quer levar rolada, então é o que vai levar”, puts para que, ele simplesmente enterrou o resto de rola que tinha até o talo e eu dei um urro absurdo, ele ficou um tempo parado até sentir que eu relaxa-se e me acalma-se, então pouco a pouco ele começou a estocar no meu cuzinho, ele tirava a rolona inteirinha e mandava para dentro até o talo, então ele voltava com a cabecona na portinha e ficava no vai e vem bem curtinho e derepente enterrava tudo até o talo, caraca que tesao eu estava sentindo, me entreguei inteiro e o tesao so lamentava cada vez mais, não queria que aquilo acabasse mais. Então ele dá um pulo e fica em pé e me coloca com as pernas no chão e o corpo deitado na maca e com suas pernas ele abre minha pernas e me manda arrebitar o rabo e lá vem ele jogando óleo no cuzinho e embicando seu pau no meu cuzinho, meu Deus, como ele me arregacou, perdi a noção, então após um tempo ele me puxa e deita na maca mandando eu cavalgar sobre ele, fui obediente me agachei sobre seu corpo e então com minha mão direcionou seu pau no meu cuzinho e senti de uma vez na rola. Ele me puxa na sua direção e com uma mão na minha nuca começa a me dar um malho de língua que quase me sufocou e eu correspondi enquanto ele estocava ferozmente no meu cuzinho, eu já não sabia mais o que estava acontecendo, simplesmente me entreguei e fui vivendo aquele êxtase, acho que ficamos fodendo por uns vinte minutos, eu nao tinha mais fôlego e nem pernas para continuar cavalgando naquela rolona, então ele diz que queria gozar na minha boca, ele se levanta pega um lenço umedecido passa pelo pau e em seguida passa uma toalha, e manda manda mamalo. Isso eu sei fazer sem ninguém mandar, sou especialista em chupar pau, e então cai de boca naquele pau sentindo meu cuzinho ardendo e largo, mau rabinho pulsava. Me concentrei na quela rola e por várias vezes eu literalmente a engoli me engasgando é quase vomitando, era muito grande e grossa, então babei muito, chupei com maestria é simultaneamente o punhetava, e então ele começa a urrar e com as mãos na minha cabeça começo a sentir os jatos quentes de gozo na minha boca, eu me impressionei com a quantidade de gozo, não parava e tive que engolir cada gota, então pensei, vou continuar mamando ele, e lá fui eu, segui chupando, sugando e lambendo aquela rola, eu já não tinha mais forças estava quase desistindo qdo sinto aquela rolona gozando mais e mais na minha boca, segui chupando e punhetando e engolindo toda a seiva daquela tora, aquele pau pesado enfim estava se rendendo. Caímos deitados abraçados e pegamos no sono, ele me acordou quase uma hora depois e disse que precisávamos ir embora, então eu disse que precisava tomar um banho e fomos juntos nos banhar e lá pude sentir suas carícias em meu corpo e eu em seu corpo, nos ensaboamos um ao outro e me ajoelhei e chupei mais um pouco aquele pau que por incrível que parece voltou a ficar duro, ele gemia, a água caia sobre nossos corpos e eu o chupava, punhetava e enviava um dedo no seu cuzinho, e ele gemia, derepente ele diz “não para” e começa a gozar ainda mais na minha boca, eu bebi tudo e deixei seu pau limpinho, peguei o sabonete e lavei aquele pau com todo o cuidado e carinho, nos beijamos muito e então nós secamos e fomos no quarto nós trocar. Então pergunto como faço para pagá-lo e ele olha para mim e diz “não precisa, eu nunca senti tanto tesao, vc precisa voltar aqui”, eu prontamente o agradeço com um longo malho de língua e disse que com certeza voltaria. Ufa que espetáculo, ainda nao consigo ir ao banheiro direito e meu rabo ainda arde, assim que me recompor vou voltar lá, temos nos falado todo dia e em breve vem mais. Valeu.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,80 de 20 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Osvaldinho ID:1e8gb6n6lbn6

    Muito bom. Fiquei com p cuzinho piscando.

  • Responder Carlos ID:1dai702oi9

    Parabéns pelo conto, espetacular gosei várias vezes em homenagem a vocês!

    • Betosp ID:1ctnhebcyu64

      Puts nem me fala, sai de lá realizado, foi a segunda melhor experiência que tive com outro homem, uma delícia, vou mandar o conto da minha melhor experiência com um massagista na Pompeia, essas vc vão pirar.

  • Responder Manga6565 ID:g62k82oic

    Tesão de conto esperando o próximo