# # # #

Experiência no Banheiro

1007 palavras | 4 |4.30
Por

Conto real de quando resolvi bater uma punheta no banheiro da rodoviária.

Olá, hoje vou contar uma coisa inusitada que aconteceu comigo e que vem me atormentando de uma forma ruim, ou talvez boa? Enfim sou um novinho de 19 anos e que bate muita punheta, mas venho ficando reprimido por conta do emprego.

Bem, este conto aconteceu comigo na segunda feira de ontem. Eu tinha que pegar o ônibus até a cidade grande para o trabalho, só que acabei chegando cedo demais na rodoviaria, e resolvi aproveitar para usar o banheiro pois estava muito apertado.
Entretanto, quando cheguei ao banheiro ele estava fechado, e todos os homens estavam em fila esperando o banheiro dos deficientes ou a senhora da limpeza terminar de limpar o banheiro dos homens.
Como eu não estava com muita pressa, resolvi esperar e mexer no celular, enquanto vasculava a internet acabei por entrar em um site de procura de serviços. Até ai tudo bem, porém logo percebi que não apenas serviços comuns eram ofertados ali, algumas pessoas da cidade onde eu trabalhava, usavam aquele site para encontrar amantes temporários para um bom troca a troca, sexo ou boquete.
Isso tudo me deixou um pouco curioso, e essa curiosidade logo me corrompeu deixando o meu pau levemente duro, eu era virgem, jovem de 19 anos, magro e baixo de pele clara e um pau de 16 centímetros bem cabeçudo e rosa, eu nunca experimentei alguma relação sexual. Para piorar a minha situação, com o meu novo emprego ficou mais difícil me masturbar e agora eu carregava uma generosa carga de leite entre as pernas.
O que só deixava a situação mais excitante e estranha, era o fato de que estar em público escondendo uma ereção e cogitando bater uma em um banheiro público me deixava cada vez mais pervertido. Com a demora para a abertura do banheiro eu comecei a amolecer e desistir da ideia, e logo estava andando pela rodoviária em circulos, entretanto, logo estava eu em frente ao banheiro novamente e ele estava aberto com diversos homens entrando nele, e eu fui junto.
Ao entrar percebi que todas as cabines estavam ocupadas e isso me incomodou então pensei em sair, mas logo uma se abriu e eu entrei rapidamente na última cabine, com o meu pau já pulsando a vontade de mijar havia desaparecido, as veias saltavam e meu pau agora com a cabeça exposta babava o liquido a muito armazenado no meu saco.
Comecei com um movimento lento, e logo estava a alguns minutos por ali, então um som veio da cabine ao lado, ao me virar eu percebi que a parede desta cabine continha uma pequeno buraco que permitia uma visão levemente ruim do outro lado.
Curioso mais uma vez eu fiquei mais duro ainda de observar o cara ao lado e ver o seu pau, eu nunca tinha visto o pau de mais ninguem exceto o meu pai, sem conseguir controlar esse desejo eu me abaixei e olhei, este hojem estava com a calça muito próxima ao pau e mal dava para ver sua cabeça gorda. Meio decepcionado voltei a minha punheta.
Em breve, outro cara entrou ao lado e eu cogitei olhar, porém antes que eu me aproximasse percebi que o buraco ficou escuro e algo me observava do outro lado. Agora o cara da cabine do meio estava me vendo completamente duro ao outro lado, apesar de ficar assustado ou envergonhado eu não conseguia controlar o tesao e o desejo que corrompiam a minha mente adolescente e comecei a me exibir e masturbar o meu pau para aquele homem.
Logo ele posicionou o pé para dentro da minha cabine, por um momento imaginei que ele quissese que eu o chupasse e isso me excitou mais ainda, e eu por impulso toquei o sapato dele com o meu, não sabia o que aquilo significa, mas sentir o seu sapato e o meu se tocando e apertando me deixou mais excitado, ficamos nisso por um tempo e eu me masturbando ate que, por fim eu cedi ao meu desejo mais impuro.
Me abaixei rapidamente e coloquei o meu pau por baixo da cabine, era uma posição super desconfortável entretando eu nem ligava para aquilo no momento, logo ele começou a massagear o meu pau com suas mãos grossas e aquilo me fez delirar, eu nunca havia me sentindo tão bem, e ninguém alem de mim havia tocado o meu pau até aquele momento. A sensação era tão boa que estava sendo muito difícil controlar o meu gozo, eu tentei e tentei ao maximo segurar, mas logo gozei no chão mordendo meu labio para nao gemer.
Fiquei segundo ainda sentindo suas maos tocarem minha pika dura e suja, me levantei e comecei a me arrepender do que havia feito, o chão estava sujo, minha calça também e não havia papel higiênico, nervoso esperei que o homem ao lado saísse para me retirar e logo que sai haviam 2 homens olhando para mim assustados. Nervoso apenas corri dali, entretanto assim que sai da rodoviária um sorrido malicioso surgiu em meu rosto como se a perversão que tivesse tomado conta do meu corpo assumisse novamente.
Nunca me senti assim tão bem e dominado, tenho medo de ter sido possuído por algum demonio do sexo, só sei que não consigo mais esquecer aquele momento e que sinto cada vez mais vontade de fazer aquilo novamente, mas ao mesmo tempo tenho medo de ser reconhecido ou de algo ruim me acontecer, não é certo fazer isso, mas é tão bom.
Inclusive ainda não entendi como funciona essa questão dos sapatos eu apenas toquei o dele e senti um prazer tao grande, acredito que seja uma forma de comunicar que a pessoa quer fazer aquilo, alguém poderia me explicar?

Eu deveria fazer isso novamente? Não sei o que fazer…

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,30 de 20 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Porteironoturno ID:1crhuw298z0k

    Se vc gosto da aventura faça de novo o que te empede , quando fazer manda contando tudo no meu email vou adorar ler , já fiquei exitado lendo esse seu relato ….
    [email protected]

    • MoonMoth ID:y56q2ymk7ys

      Vlw hehe eu sempre mando minhas experiências aqui no site msm

  • Responder Anon ID:8h66port7lu

    Acho q você deveria fazer isso de novo, pqp fiquei todo molhado lendo isso

    • MoonMoth ID:y56q2ymk7ys

      Tô pensando em ir lá hoje kkkk