# # #

Aconteceu sem querer

928 palavras | 8 |4.33
Por

Aquele menino lindo de 14 anos me encantou e não sei como tirar ele da minha cabeça.

Meu nome é Miguel e tenho 25 anos, tenho o corpo normal, não sou gordo, mas também não sou magro.
A história que vou contar está acontecendo comigo agora, e pode parecer surreal, mas é totalmente verdadeira.
Desde o começo do ano trabalho em um restaurante como garçom, sempre aparece alguns clientes que me chamam atenção, e as vezes até rola alguma coisa.
Sou bem desenvolvido sexualmente, sou Gay assumido, mas não do tipo que “dá pinta”, sou mais na minha e até pareço mais macho, sempre saia com quem eu queria, modéstia parte não me considero bonito ou padrãozinho.
A uns dois meses cheguei no trabalho como de costume e tinha uma figura nova no restaurante, um menino que aparentava ter por volta de doze a treze anos, moreninho, magrinho, cabelo curtinho e liso, Leonardo seu nome, parece ser indiozinho, procurei saber quem era o menino que ficava fazendo serviços amenos como cortar pão ou responder as mensagens no whatsapp de clientes.
Quando havia pouco serviço me sentava perto dele para conversar, juro que não tinha nenhuma malícia no menino, até porque achava ele muito novinho, a gente conversava sobre absolutamente tudo, inclusive sobre minha vida sexual, descobri que Leonardo gostava de garotos, mas não tinha muita experiência na área. Nos tornamos muito amigos, tanto que levei ele pra comer algumas vezes quando não estávamos trabalhando, ele tinha 14 anos e tinha mais dois irmãos, um mais velho de 16 e outro mais novo de 12. Leonardo começou a frequentar a minha casa junto com o irmão mais novo, afinal a mãe deles não deixava um sair sem o outro, já o mais velho não gostava muito de sair.
Certo dia Leonardo chegou com seu irmão Max em casa, que foi logo pro computador na sala, Leo e eu ficamos no quarto conversando pois no quarto havia ventilador, e na sala não, não sei o que aconteceu mas nos aproximamos e né deu aquele gay panic porque achei que ele iria me beijar, mas não aconteceu nada, depois disso fiquei estranho com ele, e ele percebeu, tanto que ficou perguntando o que estava acontecendo.
Eu disse que não havia acontecido nada.
No outro dia estava eu trabalhando na Lan house e Leo foi ficar comigo, não tinha mais ninguém e era por volta das quatro da tarde, a gente ficava abraçados e fazendo carinho um no outro, eu cheirava o pescoço dele, um cheiro doce e gostosinho, ele dava risada e dizia que eu tava arrepiando ele inteiro, teve um momento que nosso tesão um pelo outro era claro, e ele me beijou ali, tinha câmeras por todo o lado, mas eu não liguei, me deixei levar pelo que estava sentindo, aquilo mexeu comigo, eu, um homem de 25 anos estava apaixonado por um menino de 14, isso ia contra todos os meus princípios, eu poderia ter quem eu quisesse, e eu só queria o Leonardo.
Antes dele ir embora, me pediu para que eu não mudasse com ele depois daquilo, pq ele gostava da minha amizade, e me fez outro pedido, ele disse que era virgem, eu já sabia disso e ele não queria perder a virgindade ainda. Eu dei risada e falei pra ele ir com calma, porque afinal foi só um beijo.
Ele continuou frequentando a minha casa, enquanto Max ficava jogando no computador, Leonardo e eu estávamos no quarto trancados nos pegando, o primeiro dia após o primeiro beijo foi difícil, a gente se beijando, ele tirou a roupa e pediu pra mim tirar, eu me segurava ao máximo pra não passar do ponto com ele, porque ele disse que não queria, mas quando estávamos ali, ele parecia uma animalzinho querendo meu corpo, me beijava como eu nunca havia sido beijado. Chupava muito meu pescoço, tanto que deixou marcado, todo mundo do restaurante percebeu e ficou me zuando, mal imaginavam que era nosso Caçulinha quem havia feito aquilo.
Me aproximei da mãe dele, é uma mulher desconfiada, mas sempre tentei transparecer confiança, afinal os meninos não saiam da minha casa.
Por mensagem eu disse pro Léo que estava me segurando muito pra não transar com ele, afinal ele me deixava louco, ele me perguntou o porque eu não fazia, então lembrei a ele a promessa que havia feito no dia do primeiro beijo, eu iria respeitar ele, respeitar a vontade dele, então ele m fosse que estava louco pra transar comigo também, e ele não aguentava mais ficar só na pegação, ainda não transamos, mas estamos namorando de aliança e tudo, obviamente ele não usa aliança em casa e nem na escola pra ninguém desconfiar, e eu estou em um dilema do que é certo e errado.
Sei que ele tem apenas 14 anos, mas eu o amo muito e faço absolutamente tudo por ele, namoramos escondidos, e eu não sei o que fazer com esse sentimento, e agora estou a um passo de tirar a virgindade dele, também não sei se faço ou corro. Me ajudem por favor, comentem o que vocês acham e o que fariam no meu lugar. Essa é a minha história real, não é um conto erótico, é mais um desabafo. Obrigado desde já, responderei todos.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 21 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Edmilson Nascimento ID:1cshi8s7t8lt

    De a ele está magia, que é o sexo ,sejam felizes!!!

  • Responder Nelson Lioni ID:8d5iennxii

    Te aconselho a namorar ele bastante,beije muito,chupe muito,acaricie muito prepara ele pra quando rolar o sexo entre vcs fique tudo muito gostoso 😋😋😋

  • Responder Leitor ID:w72dfyzl

    Vai com calma, mas não demora, pois um moleque nessa idade tá doidinho pra dar, se não for com vc, pode pintar um “talárico” e te tirarar da jogada.
    Também cuidado, pois a idade ainda é complicada.

  • Responder Kiyo ID:1cy7itq8b7cf

    Que história mais fofa! Espero que o relacionamento de vocês continue assim, saudável. Sobre a relação sexual entre ambos, é algo que somente VOCÊ pode decidir. Essa situação é uma faca de dois gumes. Ele quer se relacionar contigo, porém, contudo e todavia, ele tem apenas 14 anos. Caso alguém venha descobrir sobre isso, você estaria bastante encrencado. Então pense muito bem na consequência dos seus atos. Enfim, faça o que será melhor pra você(s)!

  • Responder P3rv SP pau grosso ID:8efc7w7d9i

    Mano, se ele quer, vai fundo (emocionalmente e sexualmente rs). Liberte esse garotinho das amarras e faça ele servir ao proposito de ser putinha de macho. Melhor ainda q vc o ama e

  • Responder ninguém ID:1fr6ii3hj

    olha se eu fosse você iria foder muito ele já que ele aparentemente quer então siga seus extintos mas tomo cuidado para ninguém ficar sabendo 😉

  • Responder bbbkds ID:3c78v7bx49d

    mete logo nesse novinho quem dera eu ter um

    • Comedor de novinhos ID:1etsfu938z6k

      Inaugure logo esse cuzinho virgem por enquanto, aplicando um beijo grego. Ele vai chorar mas vai adorar ser enrabado. Já fiz isso com um viadinho bundudo. Para não gritar apliquei uma mordaça ouvindo só seus gemidos abafados. De bruços ele parecia uma mocinha rabuda.