# # #

1° lição com minha prima

2073 palavras | 8 |4.31
Por

Este conto se passa na casa de minha Nonna na Itália com minha prima, e como fui introduzido nesta vida de sexo.

Olá me chamo Ycaro, tenho 26 anos nasci na Itália e vim pra cá para o Brasil com dias, sou moreno claro olhos mel, 1’83 sou bem atlético e gosto de manter a forma. Pois bem, este conto se passa no ano de 2004, eu morava com meus avós desde os 2 anos por conta de um caso clínico da minha mãe, ela sofre de um bipolaridade por conta da morte do pai e do irmão um pouco antes de eu nascer, após meu nascimento meu pai não conseguia cuidar de mim e dela, então meus avós paternos me criaram lá na casa deles.
Eu já estava em 8 anos em 2004 e era bem bonito e sempre recebia elogios das pessoas, por minha aparência angelical e por ser muito novo era difícil ajudar muito então nas atividades, como meu nonno era herdou uma vinicola enorme então ele precisava de ajuda, meu tio Inácio mudou de Portugal para Italia pra ajudar, ele tinha 3 filhos Alan de 20 anos que estudava pra ser advogado, Estevan 15 anos ambos ficaram em Portugal por conta dos estudos, mas minha tia trouxe Laura de 13 anos, pois era a sua companheira. Laura era branca dos olhos verdes seus peitos eram pequenos mas já marcavam, mas em compensação suas pernas eram de uma modelo de tão lindas e carnudas ainda mais por que na época se usava muito vestido então aquelas maravilhas ficavam de fora sempre.
Minha nonna e eu ficávamos em casa para preparar o almoço e minha tia e prima ficava no galpão fazendo cestos e cuidando dos vinhos e meu nonno e tios iam com mais alguns pra vinícola. Laura e eu falávamos muito pouco eu por não entendermos o idioma um do outro mas o pouco tempo que tiramos para conversar perguntava se tinha saudades da casa dela, mas ela sempre dizia que não. Um mês depois estávamos nos entendendo melhor já que o português dela e o italiano meu tava ficando fluente e ela me ensinava muito bem professora nata ela com apenas 13 anos já sabia muitas coisas.
Um dia meu nonno teve problemas na caminhonete e minha tia precisava de ir ajudar minha nonna fez a comida e mandou pela minha tia já que os homens não pode vir almoçar e Laura passou a manhã toda me ensinando determinado tempo ela me perguntou.
Laura- Ycaro, vc já beijou alguém?
Eu- Beijar? Como é isso? (Na época eu era muito inocente mesmo)
Laura- Sério priminho que não sabes? Hj a aula será está.
Ela se animou e correu para olhar aonde minha nonna estava, logo voltou encostando a a porta.
Laura- A nonna está no galpão então não podemos fazer barulho tu entendés?
Eu- Tá bom.
Laura se coloca sentada sobre as pernas e eu o fiz o mesmo, e ela começou a explicar algumas coisas e eu atento a cada coisa, na minha cabeça era algo diferente e cada vez ficava mais interessante saber. Então ela mandou eu fechar os olhos e me beijou e eu me assustando cai pra trás e limpei a boca.
Eu- credo La, que isso?
Laura- Oras isso é beijo, o que achou que era?
Eu- Não sabia, mas vejo alguns fazendo mas não sabia que era beijo.
Laura- Você beija na boca quando você gosta de alguém.
Eu- seus pais se gosta muito então kkk
Ela riu e ficou vermelhinha.
Laura- você gosta de mim?
Eu- gosto mto
Laura-então me beija
Eu meio sem jeito me aproximei e encostei meus lábios no dela e ela abriu e chupou os meus e depois ela segurou minha cabeça e afastou um pouco e disse:
Laura- faz tudo que eu fizer ok?
Balancei a cabeça e ela voltou a beija. Alguma coisa estava fazendo meu corpo ficar quente e muito agitado então eu coloquei minhas mãos como ela tava fazendo com meu rosto e me repetir tudo que ela fazia.
Alguns minutos percebi que tava duro e ela olhou pra baixo no meu short e riu, eu fiquei con vergonha pois não ficava assim na frente de ninguém só quando acordava e as vezes no banho.
Laura- calma primo não fica con vergonha é normal isso.
Eu- sério ?
Laura- pode tirar as mãos não fica com vergonha.
Puxando a minha mão esquerda para suas coxas e automaticamente a outra tbm foi. Se levantou pude ver uma parte de sua calcinha ao virar de costa e ela correndo para a porta saiu depois voltou e disse que a minha nonna tava descendo que deveríamos parar mas logo voltaríamos de novo para não falar nada. Minha nonna entrou na casa e nos viu Laura ensinando e eu prestando atenção.
Nonna- Laurita eu vou até vinícola levar água para o pessoal tem um bolo no forno assando com pães eu não demoro muito mas daqui uns 30 minutos coloca ele no lado pra esfriar você consegue
Laura- consigo sim
Laura abriu um sorriso muito lindo, pois ela amava mexer no forno era legal de mais até pra mim, pois nós sentimos grandes quando tinha que mexer. Minha nonna me advertiu para obedecer a Laura e ajudar ela com o forno de longe e saiu com o tratorzinho que fazia um barulho imenso.
Minutos depois Laura pediu para eu verificar de minha nonna já tinha ido, ao julgar pelo barulho longe disso sim
Então ela e eu voltamos a nós beijar e desta vez ela tava segurando meu ombro e lembrei de um filme que vi e agarrei a cintura dela, agora eu sabia que os atores estavam beijando quis fazer igual. Logo o calor subiu de novo tava eu duro e Laura logo percebeu e disse:
Laura: Ycaro vou te ensinar uma coisa nova mas não pode contar pra ninguém se não vamos apanhar feio ok?
Balancei a cabeça no sim já que o beijo tbm tinha que ser segredo.
Ela pegou o cordão do meu short e soltou e ele desceu um pouco e logo ela abriu o botão (na Itália era um shortinho que o botão era no canto direito não havia zíper já que os lados cruzavam entre um lado pro outro) logo estava de cueca e short descia lentamente pelas minhas pernas eu tentei esconder minha cueca mas Laura impediu.
Laura- abaixa a cueca e eu vou fazer uma coisa pra você
Eu com vergonha abaixei um pouco e depois parei olhando para os lados como se tivesse uma plateia enorme me olhando.
Laura- tira logo tá difícil aí?
Eu puxei de uma vez a cueca pra baixo fazendo meu pinto balança um pouco na época tinha 10cm e Laura ficou boquiaberta. Ela levantou e correu até a porta e me pediu para fechar os olhos, eu obedeci, um tempo depois senti Laura encostar a mão no meu pinto que tava duro demais e mais do que o normal e abri os olhos ela tava de joelhos e com o cabelo que antes solto estava amarrado não sabia com que, Laura se aproximou e colocou a ponta na boca e eu contrai os pés era quente e úmido a boca dela e depois ela colocou o resto e inicia um vai e vem chupando o meu pau inteiro. Eu fiquei assustada e maravilhado pq era bom e estranho ao mesmo tempo.
Ela parou e olhou nos meus olhos se levantou e me beijou e depois andou até a janela e se inclinou para olhar e eu vi dia bundinha branquinha nua sem calcinha e uma pequena parte da sua bucetinha rosa logo ela se endireita e percebi que ela usou a calcinha para amarrar o cabelo.
Laura- vamos fazer assim eu vou te ensinar uma coisa depois eu faço mais que eu estava fazendo ok?
Eu já não me opunha a nada queria saber mais sobre o ela tava ensinando. Então ela pega uma almofada grande que minha nonna tinha e joga no chão e senta abre as pernas mostrando aquela bucetinha rosinha linda toda molhada brilhando e por mais engraçado que seja eu fui me chegando perto e me deu vontade de tocar coloquei o dedo e saiu meio úmido e com uma meleca. Então ela mandou eu lamber o líquido e eu meio que cheguei perto mas cheirava a xixi e eu fiquei um pouco com nojo.
Laura- se fizer não vou ensinar mais nada pra você.
Ela fechou a cara e eu sabia que era o fim de não fizesse então chegou bem perto de novo mas desta vez tentei não respirar e ela continuava com a cara fechada então toquei de novo e parecia sair mais líquido e ela gemeu baixinho e então eu fui com a língua e comecei a lamber na região do clitóris na época não sabia e ela segurou minha cabeça e pressionando contra sua bucetinha que agora exalava um cheiro mais erótico que me deixava mais a vontade para chupar e lamber. Depois um tempo ela colocou os pés no meu ombro me pretendendo e fazendo eu ficar lambendo até que sentir ela tremer e me puxar minha cabeça mais perto da sua bucetinha e algo viscoso saiu em minha boca e eu engoli e olhei e vi aquela bucetinha tava toda vermelha. Ela tremendo me pediu pra me sentar que ia fazer o estava fazendo e foi meio que tonta.
Eu- Você tá bem ?
Laura- tô bem bem até demais, vc e melhor que meu namoradinho.
Eu- namoradinho e o que ?
Ela olhou e riu.
Laura – vc e muito novo ou bobinho kkkk
Eu fiquei bravo porque ela riu de mim e fiquei emburrado mas ele logo me desarmou pegando meu pinto chupando me fazendo me entregar ao delírio.
Laura- vou fazer isso até você também fica feliz.
E voltou a chupar neste momento eu já estava com meu corpo entregue e ela chupando e senti alguma coisa como se ela sugasse minha força do nada ela parou e correu… Coloquei minhas roupas e fui atrás então percebi que ela tinha ido tirar o bolo e pão do forno já estava no ponto exatos bem dourados.
Ela voltou e disse
Laura- eu não mandei vc colocar a roupa tira
Corri e tirei tudo ficando desta vez nu completamente e Laura voltou a me chupar e logo eu tava encostando na pilastra da varanda da minha nonna com Luana chegando meu pau de 10cm que tava duro como nunca. Depois ela para e fica fazendo um movimento com a mão de cima pra baixo no meu pau sinto uma coisa diferente e me tremendo todo vou sentando no chão e olho pra Laura que tá com cara de quem concluiu o serviço e ela a baixa e fica mostrando a bucetinha que agora reparo que tem alguns pelos nascendo na parte de cima, ela me pega a mão e me ajuda a ficar de pé com um pouco de dificuldade.
Laura – você ainda e novo mais logo vai sair um leitinho daqui
Ela apontou para meu pinto qua agora já começou a ficar mole e baixar e arrumamos tudo e secamos o chão e colocamos a almofada da minha nonna no sol pq tá todo molhado, um tempo depois ouso o barulho do tratorzinho se aproximando e quando olhamos na janela minha prima soltou o cabelo e colocou a calcinha e eu fui para minhas atividades do dia e ela sentada na varanda fingindo me observa quando minha tia e nonna chegou e viu que tava tudo bem conosco
Nonna- as coisas que estava no forno vcs tiraram ?
Eu- no ponto nonna Laura tava até com água na pouca quando ela veio olhar
Minha prima olhou pra mim fazendo piada com nossa lição do dia.

Vou continuar se caso vcs gostarem pois tem muito mais lições com minha prima

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,31 de 26 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônimo ID:8ldl3wvxi9

    Conto muito exitante e bastante inusitado

  • Responder Mikaela ID:1e21ngyezzcr

    YG muito lindo o relato, porque agora não faz o mesmo mas sob o ponto de vista da Laura, mas eu sendo ela, toparia? acho teus relatos muito fofos kkk

    • YG ID:5nojd24vg4y

      Olá Mikaela, muito obrigado pelas as palavras, este mês tem um aniversário no qual tenho certeza que ela irá, vou pedir pra ela mesmo fazer, pois a pontos que ela irá explicar melhor.

  • Responder Grisalho ID:8d5ex5orzk

    Adorei a história

    • YG ID:5nojd24vg4y

      Muito obrigado, desculpa a demora pra responder

  • Responder Leitor anônimo ID:1e6jytm1ekjj

    Continua, gostei

    • YG ID:5nojd24vg4y

      Dei continuidade

    • Muito bom! ID:1cz7g9fdvg4r

      Muito bom!