# #

aos 35 anos e 15 de casada consegui realizar meu fetiche

857 palavras | 14 |4.72

Além de realizar meu fetiche dei meu cuzinho pela primeira vez, e adorei !

Sou casada a 15 anos com um homem religioso e muito conservador.
Sempre converso com ele tentando apimentar nosso relacionamento, mais sexo pra ele é papai e mamãe.
Eu já me ofereci pra ele meter no meu rabinho, eu tenho esse fetiche e adoraria se ele metesse aquele pauzao no meu cuzinho, mais ele fala que é pecado.
Por algumas vezes cheguei a meter meu dedo dentro do meu rabinho para tentar satisfazer meus desejos, mais não é isso que eu quero, e sim ser possuída por um homem de verdade.
Um sobrinho dele de 25 anos, passou a morar conosco para facilitar sua ida a faculdade.
Minha casa passou a estar sempre cheia de rapazes novos e bonitos que vinham estudar juntos.
Eu ficava imaginando a potência daqueles rapazes na cama.
Tenho certeza que a maioria deles fariam qualquer coisa pra poder meter num cuzinho virgem.
Isso me deixava doída de tesão, só de pensar no ato.
A alguns dias o sobrinho do meu marido estava tomando banho e fiquei imaginando ele lavando seu pau, quando ele saiu do banheiro enrolado na toalha fui seguindo ele com os olhos e notei que deixará a porta do quarto entre aberta, não resisti e passei dando uma olhada de rabo de olho, consegui ver muito bem aquele monumento de pau que ele estava acabando de guardar na cueca.
Minha mente começou a imaginar aquilo tudo enfiado dentro de mim.
Não via outro jeito de realizar meu fetiche que não fosse traindo meu marido.
Foi quando comecei a me insinuar pra seu sobrinho deixando aparecer que eu o achava um tesão de homem.
Logo ele notou que eu o queria.
Sabia que ia chegar alguns amigos dele pra estudarem juntos e isso poderia atrapalhar meu plano de realizar meu desejo.
Eu já estava cheia de tesão de pensar em conseguir que ele fosse pra cama comigo.
Então resolvi falar abertamente e contar como era meu relacionamento com seu tio e ele entendeu direitinho o que eu queria e já foi se aproximando e beijou minha boca alisando minha bunda.
Meu corpo ficou todo arrepiado, só de pensar que agora eu teria a oportunidade de entregar meu rabinho pra alguém.
Peguei sua mão e fui levando ele pra cama.
Quando chegamos no quarto já fui tirando sua roupa e já que iria trair meu marido queria fazer o serviço completo.
Logo seu pauzao saltou de dentro da cueca revelando o quanto estava excitado pois seu pau estava muito duro.
Já o peguei e comecei a chupar deixando ele ainda com mais tesão.
Depois de um tempo falei.
Vem quero realizar meu fetiche agora, mete esse pau gostoso no cuzinho da titia !
E ele encostou a cabeça bem na entrada.
Minha buceta babava de tesão e meu coração estava acelerado parecendo que ia saltar do meu peito.
Senti muito bem quando ele começou a forçar e meu cuzinho foi se abrindo pra ele.
Quando a cabeça entrou senti um misto de tesão, dor e prazer.
Procurei não me deixar abater pela dor e me abri mais e tentei relaxar.
Seu pau foi invadindo meu rabinho aos poucos e eu sentia minhas pregas estourando.
Logo ele começou a bombar acabando de arrombar meu cuzinho.
Quando ele começou a gozar foi a minha realização.
Sentir meu cuzinho recebendo seu leite foi muito bom.
Quando ele tirou e foi tomar banho a campainha tocou, era um de seus amigos que chegava para estudarem.
Logo me passou pela cabeça um outro fetiche que tenho.
Ter dois homens dentro de mim ao mesmo tempo.
Uma dupla penetração, seria o realização total e completa.
Tomei coragem e falei pra aquele que tinha acabado de estourar meu rabinho.
Tenho outro fetiche ! E olhei em direção do seu amigo.
Ele entendeu tudo sem que eu precisasse entrar em detalhes.
Foi até seu amigo e conversou um pouco com ele e logo a seguir vieram os dois em minha direção.
Seu amigo começou a beijar minha boca e já foi colocando sua mão na minha buceta e começou a brincar com meu grelinho.
Eu estava num ponto que aceitaria tudo que eles fizessem comigo.
Então um deitou na cama já nu e falou.
Vem senta no meu pau !
E eu o fiz, sentei no seu pau e fui descendo o corpo até que ele estivesse todinho dentro da minha buceta, enquanto isso o outro veio por trás de mim e começou a forçar seu pauzao no meu rabinho.
Eu não resisti e comecei a gozar seguidamente.
Quando senti os dois dentro foi uma série de orgasmos que quase desmaiei.
Os dois bombavam com força e eu tinha a sensação que estavam me rasgando ao meio.
Quando começaram a gozar quase ao mesmo tempo me enchendo toda de leite.
Quando terminaram se limparam e me deixaram na cama exausta e toda arrombada, e foram estudar normalmente como se nada tivesse acontecido.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,72 de 36 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

14 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Alexandre ID:xloubc9q

    Que delícia, você fez bem, tem que goza bastante e fazer tudo que tem vontade, queria ser seu marido eu ia amar dividir você com os sobrinhos e com todos os amigos dele, e ia limpar a sua bucetinha com minha língua

  • Responder Done ID:bemljnvt0d

    Adoraria ser seu sobrinho deve ser uma delicia ter uma mulher assim bolo do seu marido tem uma máquina de prazer em casa e não aproveita quem não come direito abre concorrência delicia

  • Responder Leitormenina ID:1e3w8jfpld8c

    dar o cusinho muitoooo é meu desejo….

    • Capixaba ID:16mxkbhl64ek

      Adoraria comer seu cuzinho.

  • Responder Leitormenina ID:1e3w8jfpld8c

    gostaria muitomuito de ter os dois entrando em meu cu…e enchendo me de leitinho….que deliciaaaa..

  • Responder Leitorcasado ID:sc2rxcynkj9

    A mulher tá pedindo pra ele comer o cu dela e ele resusa kkkkkkk pqp

  • Responder Casal cambirela D4 ID:muirlvp8i

    Ela não traiu o marido, seria traição se ela não desse pra ao marido. Ai é ao contrário o marido que não dá prazer a esposa.

    • Leitorcasado ID:sc2rxcynkj9

      Tá pedindo pra ser corno

  • Responder Raquel gostosa ID:6stwykeoib

    Amiga teu marido tem que ser corno mesmo. Voce queria dar o cusinho pra ele . Ele nao quiz. Se fosse comigo eu dava o cu que ele quiz pra todos os amigos dele.

    • Enrico ID:1e1bhtmj7tgo

      Raquel, amei seu comentário. Não quer me passar seu contato, Telegram ou e-mail para a gente ter uma conversa delícia?

  • Responder Indio ID:gipiptp41

    Mais uma vadia sem caráter q não respeita o marido e a família, gosto muito quando esse tipo de.pessoa vira notícia no cidade alerta, se separe a vá viver a vida q quiser, seja vadia,puta, seja o q quiser depois de solteira, mas casada o mínimo q se deve é respeito e empatia, queria ver se fosse ao contrário se ela gostaria de tomar.gaia

    • Sandro ID:1d5vlqxszys1

      Adoro ser feita de capelinha. Delícia de conto.

  • Responder gui ID:81rd3cf5qi

    Não está satisfeita separa. A desonestidade seria a única forma?
    Mais um relato de alguém que coloca seu próprio prazer acima de da família.
    Egoísmo, desonestidade e falta de empatia são a tônica de pessoas sem caráter.

    • Frank ID:n0uyke49d

      Tá de sacanagem né Gui! Separar só pra dar uma trepada. Quem fala isso não tem a menor ideia de como é complicado uma separação, principalmente se o casal tiver patrimônio e filhos. Pra realizar uma fantasia não precisa a própria vida e a família.