# # #

Meu namorado e minha filha 04

1060 palavras | 8 |4.43
Por

Oi pessoal, resolvi voltar a escrever esse conto. Espero que gostem!! Vou continuar da parte em que a mãe finalmente descobre a verdade sobre o namora

Eu não sabia oque fazer, estava sentada na mesa da cozinha com as mãos na cabeça, Richard estava sentado na minha frente com Clara no seu colo.
“Você tirou a virgindade dela Richard, tem noção disso? Você é um adulto”
“Ro…. Eu sinto muito deve ser difícil pra você mas eu não tive escolha desde que eu olhei para ela me apaixonei”
” Você não tem vergonha na cara? Admitir que só se aproximou de mim por isso? Eu te amo! Faço tudo por você”
Nesse dia nos discutimos bastante cheguei em um certo momento a pegar as chaves de casa para ir para um delegacia denunciá-lo mas não consegui. Fui fraca, Richard tinha um poder sobre mim enorme, tanto psicologicamente quanto financeiramente.
Meu maior erro foi esse, não ter ido até a policia e destruído o mesmo. Pois depois da minha descoberta minha vida virou um inferno!
Eles não escondiam mais, Richard não fazia a mínima questão de me ter como mulher. E quando fazia era sempre de forma sádica, me humilhando de certa forma com suas atitudes e o pior é que eu implorava por esses momentos, para ter o seu corpo forte sobre o meu.

Era um fim de tarde, eu estava descansando na minha cama quando Richard sai do banho e se deita ao meu lado apenas de bermuda. Continuo vendo televisão e um tempo depois Clara entra no quarto.
“Vem meu amor, deita aqui comigo” ele diz para ela que caminha até a cama
Ela vestia um vestidinho amarelo que ia até um pouco abaixo da polpa se sua bunda
Quando ela chega ao seu lado na cama ele a ergue pelos braços e a coloca em cima de si mesmo. Em seguida leva suas mãos a sua bunda por baixo da roupa
” Voce esta tao cheirosa minha gostosinha” ele fecha os olhos e leva o rosto para seu pescoço distribuindo beijos molhados
Ela começa a gemer timidamente e eu congelo na cama, aquilo era demais, sentia vontade de bater neles, de gritar mas não conseguia fazer nada disso
Ele logo tirou sua bermuda e ela como uma cachorrinha foi logo para o meio de suas pernas.
“Caralho, só você minha putinha só você consegue me chupar assim” ele diz gemendo alto “Olha pra mim, faz olhando pra mim”
E ela obedece, percebo que ela já está mais do que acostumada devido a habilidade.
Mas nada me choca mais do que vem a seguir
“Estou quase lá amor” ele diz com a voz ofegante
E então minha filha se transforma em uma vagabunda diante dos meus olhos
“Da leitinho pra mim papai.”
” Quero engolir seu leite”
E ele corresponde com a voz alta
“Tá vindo gostosa. Minha piranha, bebe tudo não deixa cair” ele segura seus cabelos embolando em sua mão e começa a fazer movimentos pra cima enfiando seu pau na garganta da minha filha, ela engasga algumas vezes mas não parece se incomodar muito, ele ainda menos.
Então da um gemido alta e segura ainda mais sua cabeça, percebo que ele gozou na boca da minha filha.
Penso que já acabou mas me engano, eles voltam a se beijar e em pouco tempo ela já está deitada com ele entre as pernas dela.
E então antes que ele comece a penetracao ela fala algo em seu ouvido. Ele olha pra mim enquanto enfia lentamente o pau na buceta de Clara.
“Ro…. Vai pra sala por favor, ela prefere ficar sozinha comigo” ele diz aumentando seus movimentos
Chego a espantar com a audácia deles.
Quando me levanto da cama ele diz
“Pega minha carteira, vai no shopping comprar alguma coisa pra voce”
E é oque eu faço
Quando retorno assim que abro a porta da sala levo um susto, esta estava de quatro no sofá e ele investia rapidamente contra ela. O choque do seu corpo imenso no dela fazia um barulho semelhante a tapas.
Eles estavam de costas para a porta mas sei que me ouviram entrar
“Pede mais, vai” ele da um tapa na sua bundinha e ela solta um gritinho
“Me dá mais paizinho, vai mais forte.”
“Pede meu pau”
“Me dá seu pau por favor”
“De quem é essa bucetinha gostosa?”
“É sua ”
“Quem pode comer essa bucetinha?”
“Só o papai”
Ele geme alto e empurra ainda mais forte nela
“Vou gozar, papai vai fazer um bebezinho na minha filhinha ”
A ideia chega a me arrepiar
“Goza papai”
E ele goza assim, com eles trocando safadezas e juras de amor.
E quando acabam ele apenas me pergunta como foi no shopping

A rotina em casa passa a ser assim, Clara se torna a esposa de Richard e eu me torno apenas um acessório na casa.
Nas pouquíssimas vezes que ele me procura como mulher é quando Clara não está em casa, pois está na escola ou na casa de alguma amiguinha.
E sempre sou eu que tomo a iniciativa, mendigando por algo que deveria ser meu por direito.
E é nesses momentos que Richard me mostra que sua bondade existe apenas com Clara.
Como no dia que ele me comeu no sofá da sala e enquanto enfiava seu pau em mim me ameaçava
“Vai deixar eu fuder a Clara para sempre?”
Apenas assentiu com a cabeça sentindo o prazer percorrer meu corpo
“Depois que eu comi a bucetinha da Clara a sua não tem nenhuma graça, mas te faço esse favor. Te como quando meu amor não estiver.”
E eu implorava pra ele me comer mais, enquanto seu corpo se chocava com o meu, sempre gozava fortemente olhando para o seu rosto.
E então ele metia forte e no fim gozava na minha cara apenas para me humilhar mais. Mas depois me levava ao banheiro e agradecia por eu aceitar sua relação com a Clara me prometendo nunca me desamparar

E eu vivi assim até a Clara completar 18 anos e eles se casarem de fato. Mas até hoje recebo uma pensão generosa do Richard e nunca mais me apaixonei por homem nenhum.

*Foi isso pessoal!!
Tô pensando em escrever a série dos contos do padrasto desde o início. O que acham?”

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,43 de 60 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Solteiro ID:19fkfe8r34h9

    Só uma.pergunta ele não comia o cuzinho dela não?

  • Responder Fabio Safado ID:y8i2749c

    Eu já tive real com mãe e uma filha a guria tinha nove anos eu sei que foi um prazer muito muito bom muito bom pois o consentimento da mãe querendo ver sua filha sendo fodida é maravilhoso durou três anos a nossa foda a menina se apaixonou por mim eu sei que é real pois eu tenho outra experiência porém essa durou muito tempo se você é de São Paulo e tá afim de realizar essa loucura gostosa você é mamãe e quer me chama no tele safadinhotarado2018 tem um e-mail também que é o Hotmail que é o mesmo me chame Mas você que quer real nada fictício Estou aguardando vocês

  • Responder Eve ID:1ck8pu4ylcu9

    Faz a versão dele e dá clara por favor.

  • Responder Fã do Fã ID:eke1v4lbhz

    Esses tipos de contos são os melhores, fazer tudo na frente do pai ou mãe sem eles desconfiarem.

    • O sortudo ID:1e8uh9kndgfj

      Entra na brincadeira com eles

  • Responder Luk ID:1d0u21p827ks

    Muito bom .. tem algum contato no telegran? Queria conversar c vc .. tenho algumas ideias pra apimentar mais ainda os contos..

  • Responder Paraense ID:3vi1x67h49c

    Pode continuar….

  • Responder Hanck ID:fgqr5kn8k

    Muito bom, continua