# # #

Me comem dopado e demorei pra descobrir

1045 palavras | 16 |4.78
Por

Meu Nome é Eduardo, e desde pequeno eu tomo um anti-depressivo, ele é um pouco pesado e me dá muito sono e fazia com que eu dormisse pesado então eu tomava antes de dormir e vem me ajudando, eu dividia o quarto com o filho da minha madrasta, nome dele é André ele é 4 anos mais velho, ele sempre foi um pouco estranho e a gente brigava muito pois tudo era como ele queria, pois meu pai fazia tudo que a mãe dele falava.
Quando eu tinha 10 anos eu acordei com dor na bunda e eu comentei com minha madrasta e ela me deu uma pomada para hemorróida, foi o que ela pensou que eu estava começando a ter e eu usei por um tempo, mas depois passou. Mas mesmo depois que parei de usar, às vezes ainda acordava com a bunda melada.
Quando eu tinha 12 anos, eu cheguei em casa depois de jogar bola, tomei banho e deitei, eu tinha esquecido de tomar meu remédio e fiquei com preguiça de levantar e pegar, e dormi sem tomar.
Nessa noite eu acordo com meu shorts abaixado, e o André em cima de mim e sinto ele metendo em mim, e nessa hora percebi que ele estava me comendo e fiquei sem reação, e só sinto ele parando e indo mais devagar e em uns tempinho saindo, levantando meu shorts e indo pra cama dele. Depois disso eu passei a mão pra sentir e só senti tudo melado, e eu não sabia o que pensar.
No dia seguinte eu não tive coragem de contar pra ninguém e nem se eu falasse meu pai só ia fazer o que minha madrasta mandasse e ela não ia acreditar, e ia acabar sobrando pra mim como sempre.
Chegando a noite de novo eu não tomei meu remédio de novo, dessa vez de propósito, queria saber o que ele fazia, então deitei na cama e fiquei desse jeito acho que horas, parecia que eu ia ter um ataque, quando eu escuto ele vindo na minha direção, sinto ele abaixando meu shorts e ele fica mexendo na minha bunda, apalpando e apertando, ai sinto ele me ajeitando de lado e ele deita na cama atrás de mim, e sinto o pau dele bem quente encostando na minha bunda, nessa hora eu não conseguia pensar em nada a não ser em prestar atenção em tudo que estava acontecendo, e sinto ele esfregando o pau em mim e ele passando entre minha bunda e nesse momento com uma mão ele puxa minha bunda pro lado abrindo ela e com a outra mão sinto ele ajeitando e colocando no lugar certo e ele começa a enfiar lentamente dentro de mim, e eu prendo a respiração pra não fazer nenhum barulho e ele enfia o pau inteiro em mim, com a maior facilidade e eu sinto só uma leve dor de desconforto com ele fazendo isso e fica indo devagar e indo mais rapido aos poucos, quando ele já ta meio rapido ele para e me empurra me deixando de barriga pra baixo e sinto ele sentando na minha coxa, e sinto o peso do pau dele na minha bunda, ai ele ajeita e volta a enfiar o pau dele em mim, e fica indo pra frente e pra trás metendo em mim e vai indo rapido e forte que começa a fazer um pouco de barulho quando eu escuto ele ofegante e indo em um ritimo diferente, um pouco mais lento mas forte, e sinto ele pulsando sem parar, até que ele termina e sai de cima de mim, arruma meu shorts de volta no lugar e volta pra cama dele.
Nessa noite eu mal consegui dormir, só conseguia pensar no que aconteceu, e não conseguia acreditar na facilidade de tudo que ele fez, foi aí que me toquei que ele deve me comer a muito tempo e que deve ter começado quando eu estava sentindo muita dor na bunda.
No dia seguinte eu não conseguia pensar em outra coisa e parecia que eu ia ter uma crise de novo, então voltei a tomar meu remédio que já tinha ficado sem tomar muito tempo, e sempre que eu acordava com a bunda melada, sabia que ele me comeu de novo.
Toda vez que eu acordava e eu ia no banheiro eu sentia minha bunda grudando eu ficava pensando em tudo, e por algum motivo eu ficava duro pensando sobre que comecei a bater pensando sobre, mas nunca tive coragem de falar nada ou fazer nada sobre.
Com 13 anos que eu já peguei o costume de às vezes não tomar o meu remédio e sentia ele me comer, e por mais estranho que pareça eu estava gostando de sentir ele me usando, e me comendo, e teve um dia que não tomei remédio e fui deitar e como sempre depois de um tempo ele veio, e abaixou meu shorts e subiu em cima de mim, meu coração estava batendo tão rápido e eu tentando ficar quieto, mas acho que ele já estava acostumado que ele enfia o pau dele inteiro em mim com tudo no seco e eu me remexi e deu uma gemida e ele percebe que eu estou acordado e fica meio espantado mas volta a meter, e eu começo a gemer com ele me comendo e não demora muito pra ele começar a ir com tudo e gozar, depois que terminou ele volta pra cama dele.
No dia seguinte como sempre agindo como se nada aconteceu e passando uns dias acho que ele percebeu que eu não falei nada pra ninguém então ele pegou confiança ao ponto de quando eu deitasse ele nem esperava eu dormir, era só eu estar deitado que ele vinha pra cima de mim e eu deixava, ao ponto de sentir ele me movendo e eu ficando como ele queria pra ele me comer.
E agora ele me come toda oportunidade que ele tem, é só ficarmos sozinhos que ele vem e eu sempre deixava.

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,78 de 50 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

16 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder José Carlos ID:jsj363bdgcg

    Delícia de fêmea…o guri fez tudo certo.

  • Responder @Femperv ID:g62l2jk0j

    Tesão. Continua?

  • Responder Anonimo ID:h9aks9d99

    Conte Mais!!!

  • Responder rj interior ID:8efjj53v9j

    delícia
    @Mrverly

  • Responder VIC ID:6stx4h020c

    Muito bom!!

  • Responder Skype ric.silva2014 ID:xlpkbk0k

    Delicia de conto, algum novinho de Brasília que queira ter essa experiência é só chamar no skype

    • Fabinho ID:8d5i4inxia

      Tenho 15 anos e vc

  • Responder Carlinhos ID:7btei96xib

    Eu tinha 12a qdo fui passar férias na casa da minha tia, e a minha prima me embebedou com suco de laranja…misturado com vodka e licor Cointreau. Ela me embriagou a pedido do namorado dela. Ela sabia que ele era um pervertido, e mesmo assim fez o que ele pediu. Fiquei bebaço e fui dormir. Acordei com a dor que senti, qdo ele enfiou a rola no meu cusinho. A dor foi terrível, e mesmo eu chorando muito, ele continuou, e só parou depois de gozar. Eu até que tentei sair, mas ele era maior que eu e mais forte tbm. Me segurou firme e foi até o fim. Qdo acabou, saiu de cima de mim e foi tomar banho. Saiu do banho, se vestiu falou pra ela cuidar de mim e foi embora. Ela me levou pro banheiro, ligou o chuveiro, me deu banho e me levou de volta pro quarto dela. Mandou eu esperar que ela já voltava. Entrou no banheiro, tomou banho tbm, e veio pro quarto. Ela ficou pelada na minha frente, e sem se preocupar. Ainda estava meio alterado da bebida, e dolorido tbm. Perguntei pq ele fez aquilo, e foi então que ela me falou que eles gostavam de fazer sexo com meninos novinhos. Falei que só ele fez, ela sorriu, e veio se deitar comigo. Me abraçou, e falou que ia cuidar de mim. Foi minha primeira vez literalmente. Fui comido pelo namorado dela, e depois comi ela, que aliás me ensinou muita coisa naquele dia. Enfim, fiquei três semanas na casa da minha tia, comia minha prima quase todos os dias…mas o namorado dela me comia tbm. Se já estava destinado a ser bissexual eu não sei, o que.sei é que desde então sempre me relacionei tanto com meninas qto com meninos. Mas nunca peguei ninguém do jeito que fui pego.

    • Claudinei ID:6stwykeoid

      Eu tambem fui dopado e estuprado tinha 11 anos na epoca. Meu pai tinha um ferro velho as margens da rodovia via dutra. Meu pai dava emprego pra qualquer um mendingos noias. Qualquer tipo. Certo dia meus pais sairam pra fazer compras e eu fiquei sozinho . Havia dois mendingos e dois noias que estavam morando no ferro velho. Entao eles me chamaram pra ir la. Eu muito inocente fui. Chegando la eles etvam bebendo. E tinha uns tubinhos com um po branco. Que eles enfiavam no nariz . Entao eles falaram pra mim fazer igual eu nao queria. Mas me obrigaram a fazer . Enfiaram um canudinho no nariz e fa pra sugar o po branco. E assim eu fiz . Quando o po entro u no nariz quaze morri . Entao fiz varias vezez fiquei estranho . Disse pra eles que meu rosto estava to adormecido. Ja tava bem loquinho . Entao um deles falou pra um dos mendingos. Que era um negao de uns 50 anos.assim ai tilzao faz muitos que nao da uma foda. O vudinho e todo seu . Entao ele tirou o pintao da bermuda . Um pinto enorme . Os outros me seguraam e ele tentou me penetrar mas eu nao aguentei de dor. Entao um dos noias disse vamos anestesiar o cusinho dela. Me colocaram passaram manteiga no meu cusinho arreganharam e despejaram dois tubinhos do po branco. E ficaram enfiado o dedo no meu cusinho. E rapidinho ficou todo adormecido. E eu nao senti mais nada. So via aqueles pintos enormes entrando e saindo do meu cusinho. Me machucaram todinho . No outro dia estava sangrando. Mas gracas a isso me tornei o maior vuadinho da miha cidade. E hoje sou uma cdzinha linda putinha e dou pra quaquer macho. A maioria no pelo . Adoro porra no cu. Tesao.

  • Responder Noel ID:6stx4h020c

    Queria um irmão desse

  • Responder putinho cwb ID:3ynzgfs4m99

    que tesão 🤤

    • Sleepsex ID:gsudr920c

      Adorei o conto!! Essa é a minha praia… A essa altura ele já deve saber que você é um putinho submisso a ele. Já devia te dar uma prensa contigo acordado, fazendo você chupar o pau dele ou ele te comendo de frango assado… Esperemos a continuação!!

  • Responder Incestuoso19 ID:dloelf7zj

    Você deveria agradecer ele

  • Responder @kjarttan ID:1v7f4kv4

    Adorei seu conto, espero que tenha continuação rsrs

  • Responder Asmodeuss ID:81rittwt0j

    Comtinuaaáaaa conta maaaiisss

  • Responder Anonimo ID:dloelf7zj

    Que legal! Não tem nada melhor do que ser iniciado por irmão, mesmo sendo só de consideração. Espero que você esteja agradando ele bastante.