# # # #

Flaguei minha enteada

1097 palavras | 7 |4.56
Por

A sete anos conheci uma menina ela já tinha uma filha na época tinha nove anos.
Resolvemos morar junto.

A Vanessa minha enteada tinha o costume de andar bem a vontade em casa no início sua mãe brigou tentando tirar esse hábito dela já que agora tinha um homem em casa.
Mas eu conversei disse que não queria encomendar e que não me importava.
Afinal eu não tinha maldades com ela.
Então ela continuou ficando bem a vontade em casa andando sem blusa só de shortinho as vezes de calcinha e até saindo completamente nua do banheiro após o banho.

Com isso a medida que ela foi crescendo e desenvolvendo fui acompanhando tudo.
Seu corpinho criando forma os pelinhos crescendo na sua bucetinha.
Hoje ela está um tesão que mexe com os homens na rua.

Ela e mulatinha do tipo falsa magra tem uma bundinha deliciosa inpinadinha redondinha um par de seios médios pontudos e eu tive o prazer de velos crescer.
Ela continua com seu hábito de ficar a vontade em casa mas diferente de antigamente eu ficava admirando e imaginando oq gostaria de fazer com aquela ninfetinha.

Era sexta feira sua mãe saiu cedo pra trabalhar e eu estava de folga em casa.
Logo pela manhã vi Vanessa sair do banho peladinha.
Ela tinha acabado de se depilar e estava toda lisinha.
Meu pau ficou duro na hora que a vi.

Mas fiquei na minha como sempre.
Ela foi até seu quarto e colocou uma calcinha vermelha fio dental e eu me mantive no sofá admirando aquela maravilha desfilando com aqueles peitinhos pontudos durinhos e aquela bundinha gostosa.

Depois do almoço tirei um cochilo e ao me levantar fui ate o quanto de Vanessa.
E tive uma deliciosa surpresa.
Ela estava de bruços na cama com aquela bundinha pro alto ela via um vídeo no celular usando seu fone.
Me aproximei de vagar e vi que era um filme porno e a safadinha estava com a mão dentro da calcinha dedilhando seu grelinho.

Quando ela percebeu minha presença deu um salto ficando de frente pra mim e pude ver seus peitinhos com os biquinhos durinhos apontando na minha direção.

Ela me olhava assustada me sentei na cama e disse que podia ficar calma que eu iria ajudá-la e seria nosso segredinho.
Ela continuava me olhando estática.
Abri um pouco suas perninhas e comecei a alisar sua bucetinha por cima da calcinha que estava ensopada.
Ela começou a ficar ofegante eu puxei sua calcinha pro lado e comecei a brincar com seu grelinho e comecei a mamar seus peitinhos deliciosos.
Passei a língua em todo o contorno e nos biquinhos durinhos e comecei a sugar tentando colocar tudo dentro da boca enquanto meus dedos nassageavam seu grelinho.
Sem dar uma palavra ela ofegava e gemia baixinho.
Olhei pro seu rosto e vi que seus olhos estavam fechados delirando de tesão.
Tentei colocar um dedinho nela mas só foi a ponta e escutei ela dando um pequeno aí.

Tirei toda sua calcinha babada e tive a bela visão daquela bucetinha lisinha.
Abri mas suas pernas entrando no meio e afastei seus lábios e pude ver seu cabacinho ainda intacto.

Comecei a chupar e engolir todo melzinho daquela bucetinha virgem.
Ela começou a se contorcer e gemer mas alto até se tremer toda tendo um delicioso orgasmo.

Deixei sua bucetinha bem sequinha com minha língua.
Ela deitada na cama exalta me coloquei ao seu lado tirei meu pau pra fora fiz ela virar a cabeça e comecei a esfregar a cabecinha na sua boca.
Coloquei dentro dela e comecei a foder sua boquinha.
Ela dava alguns engasgos mas eu continuava fodendo até gozar na sua garganta deixando meu pau dentro da sua boca.
Ela engoliu um pouco pra não se sufocar e uma parte escorreu pra fora.

Continuei chupando ela inteira e disse que queria tirar seu cabacinho e perguntei se ela deixava ela ainda ofegante não disse nada eu insisti e vi um pequeno balanço de cabeça me dando sinal pra seguir em frente.

Me posicionei e fiquei pincelada sua bucetinha e chupando seus peitinhos.
Então perguntei novamente e outra vez ela balança a cabeça dizendo sim.
Comecei a forçar de leve até a cabecinha se alojar na entradinha.
Novamente peço seu aval e dessa vez além de balança a cabeça ela diz um sim baixinho.

Era o que eu precisava.
Puxei ela mas pra ponta da cama e já com a cabecinha na portinha comecei a força ela dava uns gemidinhos e dizia aí aí aí.
Debrucei em cima dela e deixei meu peso se encarregar do serviço.
Senti como se tivesse um estalinho estourando e um ploct.
Ela deu um gritinho.
E meu pau começou a escorregar pra dentro.

Fiquei parado e comecei a beijar sua boca.
Nossas línguas se cruzavam.
Eu apertava seus peitinhos com a mão e tirei um pedacinho e coloquei novamente bem de vagar.
Fiquei nesse vai e vem lento e minha boca foi escorregando pelo seu pescocinho até os peitinhos.
Mamei eles bem gostoso sem parar o vai e vem.
Seus gemidos foram almentando assim como as estocadas.
Virei na cama fazendo ela ficar por cima e segurando sua bundinha comecei a fazer ela quicar começou sem jeito mas logo cavalgava feito uma vadia com as mãos no meu peito ela ia até o tipo e guardava topo dentro dela gemendo feito uma puta.

Coloquei ela de quatro pra ver aquela maravilhosa bundinha.
Enquanto socava gosto eu dava tapinhas nela e fazia movimentos circulares com meu dedo no seu cuzinho.

Ela começou a se contorcer tendo um delicioso orgasmo.
Não me contive e gozei dentro da sua bucetinha.
Tirei meu pau e a mantive na posição pra ficar vendo minha porra saindo de dentro dela e escorrendo pelas suas coxas.

Peguei ela no colo e a levei pra tomar um banho.
E de baixo do chuveiro nós beijamos novamente feito um casal apaixonado.

Corri pra comprar um remédio pra ela não engravidar antes que sua mãe chegasse e guardamos o segredo.

Espero nova oportunidade de ficarmos a sós pra tentar comer seu rabinho também.

Toda vez que a vejo a vontade tenho a imagem na memória ainda recente de como tirei seu cabacinho.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,56 de 41 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tiago ID:h5hm6sc8m

    Muito top curti demais
    Se alguma mulher curtir incesto meu tele é esse @Tigo00

  • Responder Jomar63 ID:gqb0tai8l

    Muito bom! sonho de muitos

  • Responder Pica ID:81rg5npb0d

    Tenta colocar a mãe no meio

  • Responder Nilramos ID:8d5i4j86ia

    Muito bom, bem contado e delicioso, estarei aguardando a continuação

  • Responder Jonas ID:81rngwcm9b

    Que tesão amigo, me mande email, vamos conversar mais sobre ela e minha enteada tmb.
    [email protected]

  • Responder Robson moreno ID:gsu9jbm9k

    Um pouco rápido

  • Responder CARVALHO ID:8kqtk8020j

    conto delicioso, adorei….