# #

Aventura com o coleguinha da fábrica de vassouras em garça

1020 palavras | 2 |4.43
Por

2 garotos de 14 anos descobrindo os prazeres do sexo no troca troca, só que para mim foi mais profundo, descobri que prefiro de ser passivo.

Aconteceu em garça morando com minha mãe, estava com meus 14 anos e trabalhava em uma fabrica de vassouras e junto comigo trabalhava um outro garoto com a mesma idade e um dia estávamos trabalhando no domingo só eu e ele e de repente ele me propôs um troca-troca, eu nunca tinha feito mas resolvi aceitar porem falei que sem penetração, só brincar na portinha ;fomos para o depósito de palha e os 2 abaixamos as calças e fui eu primeiro pra cima dele, encaixei o pinto entre suas nádegas e fiquei ali brincando , depois de algum tempo, ele falou: agora sou eu, e eu sai de cima dele e fiquei deitado de bruços enquanto o garoto encaixava o pinto extremamente duro entre minha nádegas; não era muito grande mais muito duro ; senti seu membro quente e melado escorregando entre minhas nádegas e na portinha do meu cuzinho e comecei a rebolar devagar, foi ótimo, delicia mesmo e de repente o garoto não aguentou de tesão e gozou sobre minhas nádegas, melando meu cuzinho e bunda com muita porra; ficou todo chateado e não sabia como se desculpar por ter gozado em mim, ai eu o tranquilizei e disse que tudo bem, fui até o banheiro e me limpei e aproveitei para bater uma punheta; devo confessar que gostei de sentir seu pau gozando entre minhas nádegas, no fim de semana seguinte, novamente estávamos trabalhando fazendo uma extra, quando ele perguntou se podíamos repetir a brincadeira da semana anterior, eu topei, fomos para o deposito de palha e novamente eu fui primeiro e fiquei brincando com o pinto entre as nádegas dele, logo depois foi a vez dele, acabei de tirar a calça e me deitei de bruços , ele encaixou o cacete trincando de duro entre minhas nádegas , eu senti o calor do seu pau e dei uma reboladinha, ai seu pau todo melado bem na portinha do meu cuzinho virgem fazendo pressão, eu relaxei e pedi para ele por só a cabeça, ele todo entusiasmado perguntou posso por, eu enfatizei sim mas só a cabeça, ele forçou um pouco e eu senti a cabeça do seu pau extremamente duro entrar em mim, gemi devido a grossura e novamente dei uma reboladinha para acomodar melhor, ai o cara não aguentou e gozou, senti os primeiros jatos de porra espirrando no meu cuzinho ai ele tirou e acabou de gozar sobre minhas nádegas, melando toda minha bunda, nossa quanta porra, terminou de gozar e todo sem graça se desculpou por gozar dentro, eu disse a ele que já que tinha começado podia ter terminado tudo dentro e enquanto ele se vestia, fui ao banheiro e novamente me masturbei. domingo seguinte, de novo fazendo um extra, ele todo afoito novamente me perguntou se podíamos repetir a brincadeira, concordei e fomos para o depósito de palha, novamente eu fui primeiro, fiquei uns 10 minutos brincando entre suas nádegas e depois foi minha vez de ser o passivo, tirei totalmente minha calça e me deitei de bruços ele todo afoito veio para cima de mim e encaixou o cacete muito duro e melado entre minhas nádegas, logo em seguida perguntou se podia por a cabeça como da outra vez, eu disse que sim e novamente senti a cabeça do seu pau entrando em mim, me ajeitei sob ele e pedi para por mais um pouco, ele com metade do pinto dentro de mim, novamente não aguentou e gozou, desta vez não tirou e encheu meu cuzinho de esperma morno, gozou um monte gemendo no meu pescoço, eu estava gostando daquilo, terminou o gozo e saiu de dentro de mim com o pau todo melado, imediatamente senti se esperma vazar do meu cuzinho, ele se limpou e enquanto se vestia eu fui ao banheiro e novamente me masturbei, aquilo estava ficando interessante, no domingo seguinte lá estávamos de novo trabalhando em extra rsrsr, assim que começamos a trabalhar ele já veio me perguntando se a gente podia fazer de novo rsrsr, concordei e fomos para o depósito, ai resolvi fazer algo diferente, tiramos as roupas e eu me ajoelhei em sua frente e comecei a pegar em seu pau que estava escandalosamente duro, ele gemeu com minhas caricias e seu pau se agitou em minha mão, tomei coragem e passei a língua na cabeça do seu pau, ele gemeu alto e seu pinto deu um pulo rsrsr, lambi mais um pouco e coloquei a cabeça na boca, umas 3 chupadas e ele gemeu e gozou forte na minha boca, fiquei mamando seu pau até sair todo o esperma que fui engolindo devagar, nossa que gozada enorme, suguei até sair tudo, ele estava com os olhos esgazeados pelo prazer intenso, com certeza nunca tinha sido chupado, tirei a boca do seu pau e totalmente pelado, deitei de bruços chamando ele para me comer, ele veio pra cima de mim todo afoito e encaixou o pinto todo melado da minha saliva e do seu lubrificante no meu cuzinho que piscava de vontade, senti ele forçar um pouco e a cabeça escorregar para dentro, ele ofegante perguntou se podia por mais um pouco, eu disse a ele para por tudo mas devagar, ele foi enfiando o cacete em meu cuzinho muito receptivo até encostar o saco em minhas coxas, eu sentia ele todo dentro do meu cuzinho, doía um pouco mas o prazer era delicioso, como ele havia gozado a pouco em minha boca, pude aproveitar mais a penetração, ele demorou uns 15 minutos metendo em mim, até gozar bem no fundo do meu cuzinho, foi delicioso demais sentir as contrações do seu pinto esporrando um monte de esperma dentro de mim; Depois desse dia, virei sua putinha e ele me comia todo domingo gozando ou na minha boca ou no meu cuzinho.

View post on imgur.com

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,43 de 7 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder ninguém ID:1fr6ii3hj

    delicia de conto

  • Responder Anoooo ID:fuoofsmzj

    Tem 14 não , Cade o @telgran