# # #

Sem limites

428 palavras | 4 |2.70
Por

Numa certa noite eu estava indo pra casa quando passei por um grupo d crianças que brincavam na rua, mas uma delas me chamou a atençao…, ela era uma linda menina pequena e fragil que nao devia ter mais que 10 aninhos.

Eu aguardei um pouco ate que a miuda se afastou um pouco das outras crianças, e sem dar nas vistas eu peguei naquela criancinha tao pequena e indefesa e levei-a rapidamente pra um w.c. publico que ficava ali perto e sem perder tempo eu baixei as calças e forcei aquela pequena menina tao inocente a chupar-me o caralho todo.

Com o rosto em lagrimas e muito assustada aquela pequena criancinha chupava-me o caralho um pouco sem jeito, pois aquela devia ser provavelmente a primeira vez que ela fazia algo assim, e eu senti tanto tezao que agarrei a miuda pelos cabelos e arrastando-a pra perto do urinol eu comecei a mijar na cara dela, e logo em seguida eu dei-lhe uma bofetada naquele lindo rostinho d princeza e enfiei todo o meu caralho adulto ate às bolas naquela linda boquinha d criança fazendo a miuda vomitar com o meu caralho enfiado na boquinha.

Eu deixei aquela pequena criancinha inocente num estado lastimavel, mas isso nao me deixou satisfeito pois eu queria violar a pureza daquela pequena menina, e entao eu encostei a miuda à parede e depois d lhe levantar o vestido, eu baixei-lhe aquelas cuequinhas da barbie e após algum esforço eu consegui penetrar o meu caralho todo ate às bolas naquela pequena bucetinha infantil fodendo-a bem fodida por tras enquanto tapava a boquinha dela pra ela nao gritar.

Aquela pequena menina tao fragil e indefesa apenas gemia enquanto era brutalmente violada, mas eu continuei fodendo que nem um animal ate que me esporrei todo no utero infantil daquela pequena criancinha deixando-a com aquela pequena bucetinha bem arrombada e a transbordar esperma.

Depois disso a miuda caiu no chao tao fraca que nem conseguia andar, e entao eu levei-a d volta ao mesmo lugar onde as outras crianças ainda brincavam.

Chegando la eu voltei a sentir um tezao incontrolavel, e depois d me certificar que nao havia ninguem por perto eu voltei a forçar aquela pequena criancinha a chupar-me o caralho todo mesmo na frente das outras crianças ate que me esporrei todo no rostinho infantil daquela pequena menina e fui embora deixando aquela pequena criancinha deitada no meio da rua toda fodida e bem lambuzada com o meu esperma.

Foi uma delicia.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,70 de 27 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Japonês Tuxêra Miavara ID:19p3wwt0j

    Aí tu acordou né seu portuga viado!

  • Responder Luquinhas11 ID:n0uyuerhl

    No meu caso foi real, meu tio fez parecido comigo quando eu tinha 9 anos, mas usou leite condensado

  • Responder Monte Rios ID:xgn79k0i

    Da pra ver que é português… cuequinhas da barbie…

  • Responder Primão Gabriel ID:469ctdip49c

    Que conto do caralho meu irmão! Muito bom brancão, use toda a sua supremacia para abusar de criancinhas. Da uma lida nos meus contos lá depois também, quero saber o que tu acha!