# # # #

No trabalho do papai 4

1172 palavras | 7 |4.95
Por

Leia os relatos anteriores e saiba como tudo começou.

Olá, demorei mas voltei! Por favor não me julguem pela demora, esses últimos anos foram uma loucura na minha vida e na vida do Samuel, tenho muitas novidades que quero contar à vocês, pra que não fique uma lacuna no relato vou continuar de onde paramos.

Eu havia gozado como um cavalo dentro do Samuel, nunca na minha vida senti tamanho prazer, foi quase arrebatador.

– agora é minha vez. – disse o Heitor.

– não quero forçar muito, foi a primeira vez dele, deve tá doendo muito. – falei pro Heitor.

– que nada, doutor, esse campeão aguenta, ele é menino grande já, não é Samu? – disse Adriano colocando o pau na boca do meu filho.

Samuel quis mostrar que era forte, que já era um “menino grande”, a manipulação do Adriano estava funcionando com o meu filho que respondeu apenas um “uhumm” afirmando tudo aquilo que o Adriano disse sobre ele.

Não consegui impedir o Heitor de meter no meu filho, na verdade era aquilo mesmo que eu queria ver, meu filho, meu garotinho sendo devorado por machos como se fosse uma puta barata de esquina. Heitor meteu até gozar e logo depois o Adriano. Eu estava deitado com o Samuel sobre mim, estávamos abraçados, eu beijava a testa e dava carinho pro meu filho enquanto Adriano metia no cuzinho dele, Samuel estava mole, sem forças até pra gemer, meu pau estava duro como pedra entre a bunda do Samuel e o púbis do Adriano e eu podia sentir cada investida do Adriano dentro do meu filho.

Quando terminamos, os policiais foram se limpar no banheiro enquanto eu cuidava do meu filho, apesar de dolorido e quase sem forças ele parecia feliz, e realmente ele foi um menino grande aguentando três paus no seu debute anal.

Mais tarde no mesmo dia:

– Caralho doutor, teu filho é um talento natural, aguentou muito bem… – disse Adriano por áudio no whatsapp – como ele tá?

– ele tá dormindo agora, teve um pouco de febre depois de tudo, mas já mediquei ele e já está melhor. Aquilo que o seu amigo fez não foi legal, eu queria ter sido o primeiro a penetrar meu filho…

– eu te entendo, doutor, mas o Heitor quando viu o cu rosinha do moleque não se segurou, mas o senhor foi o primeiro que gozou dentro, isso já é alguma coisa.

– que sensação gostosa, eu nunca gozei tão forte como hoje.

– essas delícias proibidas que são as coisas boas da vida, o senhor ainda vai curtir muita coisa boa com o seu moleque, conheço uma galera que curte, e eu quero retribuir o favor deixando o senhor foder os meus filhos.

– Adriano, para de me chamar de senhor kkkk depois do que rolou hoje já temos bastante intimidade pra nos tratar pelos nomes, não acha? Kkkk

– kkkk verdade, é o respeito, conheci o sen… você como meu médico, mas podemos mudar isso.

– ei, você sabia que o Samuel estudava com o seu filho mais novo quando ele morava com a vó dele?

– com o Lucas?! Sabia não kkkk quero só ver quando a gente juntar eles numa surruba kkkk

– kkkkk só pensa nisso, safado.

– kkkk tem coisa melhor?

– Adriano, como você começou à comer seus filhos? Fiquei curioso.

– aaaah faz uns 3 anos já, e foi assim que descobri que o Heitor também curtia uns menininhos….

3 anos atrás, chegou lá na delegacia um cara detido acusado de tentar estuprar o filho da vizinha, nessa época eu estava de trabalho interno e cuidava das papeladas, arquivava e documentava provas de crimes… essas coisas, e com esse cara vinheram uns pen drivers e HD’s de computador cheio de vídeos pornô com meninos, tinha de tudo que era tipo, todas as idades, menino com menino, menino com homem, menino e animais… e lá na hora de avaliar o conteúdo dos pen drivers e dos HD’s nenhum dos 5 policiais que estavam na sala conseguiram ficar de pau mole, e o Heitor estava nesse meio, todos tentando disfarçar esconder, mas no final os pen drivers acabaram “sumindo” kkkkk a gente copiou o conteúdo dos HD’s e ficamos com esses vídeos, criamos um grupo no whatsapp só pra esse assunto, viramos quase que uma irmandade de pedos, sempre que chegava na delegacia mais apreenções desse tipo de material nós fazíamos a festa…

– Caralho, e vocês ainda tem esse grupo?

– temos sim, até comentei com o Heitor pra te colocar, isso se você quiser.

– quero sim!

– então é pra já!

O nome do grupo era “futebol dos amigos”, a foto do perfil era de meninos jogando bola. Adriano havia dito 5 policiais e eu levei um susto quando vi 46 participantes nesse grupo.

– Adriano, tem certeza que é esse grupo mesmo? Tem 46 participantes!

– é esse mesmo, todos os dias limpamos o chat e apagamos todas as mídias, você também deve fazer isso.

– claro, claro.

– e só um pequeno spoiler, não somos os únicos pais que comem os filhos nesse grupo kkkkk você vai adorar.

Adriano tinha razão, eu adorei aquele grupo, e com o passar do tempo fui conhecendo a galera, tinha avô que comia neto, tio e sobrinho, primo com priminho, pai e filhos, professor e aluno… os caras eram muito organizados nesse grupo, postavam tudo oq faziam e no fim do dia apagavam, e estavam planejando uma reunião numa chácara com o pessoal do grupo, eu estava doido pra ir do imaginando nas putarias que iria rolar lá.

_____________________________________________________

Vou adiantar um pouco a história pra os dias atuais, mas se vocês quiserem saber sobre esse dia da reunião na chácara eu posso fazer um relato especial.

Uns meses atrás recebi uma mensagem da mãe do Samuel, ela estava voltando pro Brasil, ela e o marido, disse que iria me ajudar na criação do nosso filho e seria mais presente na vida dele.

Ela sempre foi uma mãe atenciosa, mesmo de longe, ela ligava sempre pro Samuel e eles conversavam bastante, mandava presentes em datas especiais, fazia o possível nas possibilidades que a distância permitia.

Mas no fundo eu não gostei da novidade, eu e Samuel tínhamos um novo modo de vida, uma nova dinâmica na nossa relação, éramos amantes, cúmplices, participavamos de festinhas com o pessoal do grupo… e tudo isso poderia acabar com o retorno da mãe dele em nossas vidas.

Bom, já falei demais por hoje, se a galera aceitar bem esse novo relato posto mais uma parte e conto como o Samuel ficou “amigo” do padrasto português Vicente.

Até outro dia, comente sua opinião que vou ler todos os comentários.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,95 de 37 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Passivo Magrinho ID:81rdrldv9i

    Conta mano, queremos saber tudo, conta da chácara, conta do padrasto dele, conta dos relatos que ele te trás do bairro de vcs, que ele é a putinha do bairro de vcs, e ele conta esses relatos pra vc que é o pai e vc bate punheta com os relatos que a sua putinha de 7 anos te trás

  • Responder Sandra ID:dlns5khrd

    Doutor por favor conta logo como foi essa festinha na Chacara com todos os 46 participantes, conta tudo que se passou nesses 2 anos

  • Responder @dan1598 ID:gsutsaqra

    Conto sensacional demais, tl @dan1598

  • Responder TaradoRoludo ID:g620dfwm4

    Fiquei muito feliz quando vi seu novo conto! Esperei tanto por isso. Por favor, conte como foi na chácara. Quero gozar muito lendo esse conto. Pode exagerar na escrita sem problemas.

  • Responder Prof tarado ID:1wm1mpm3

    Que delícia. Também fiquei doido pra saber da festinha. Conta logo. Essa fase de descobertas e iniciações é a mais gostosa.

  • Responder Rafael SP ID:gqazosbd3

    Conta tudo mano, quero saber da primeira festinha e das outras histórias tbm. 😋

  • Responder Capxv ID:469cwbuid9k

    Perfeito demais, por favor só não demora mais dois anos rsrs pode relatar da maneira que conseguir e preferir 😁