# # # #

Minha irmã, minha namorada 3 A viagem

3839 palavras | 0 |5.00
Por

Um fim de semana memorável cheio de descobertas e prazer

Hoje trago mais um dia com ela minha companheira minha irmã minha namorada.

Esse conto é baseado em fatos verídicos, e um nível de detalhe que deixa uma leitura mais longa porém, prazerosa.
Antes de qualquer coisa para quem não leu meus outros contos irei me apresentar e também minha maninha/namorada
Me chamo André tenho 27 anos 1,80 100kg cabelos pretos e lisos, pele clara e tenho um shape agradável equilibrado e um dote de 17 cm e Rosana 18 anos 1,65,m 63kg barriga sarada peitos e bunda médios, morena clara da cor do pecado, dona de um corpo e uma beleza fora do comum
Durante os primeiros acontecimentos, teve varias coisas que eu não consegui trazer e hoje vamos explorar mais…

Se passou alguns dias desde o último relato e como era de se esperar muita coisa aconteceu. Principalmente nesse dia.
Rosana minha amada maninha começou a fazer cursinho e também estava terminando o 3º ano (ela realmente estava atrasada devido a uns problemas de bronquite na infância que impediu ela de entrar com idade certa) então os dias ficaram mais corridos para ela, e claro que sempre tentei facilitar deixando ela mais tranquila possível, o sexo e maravilhoso mas gosto de pensar a longo prazo, queria ajuda-la a alcançar seus objetivos pessoais, e é claro sempre me colocava à disposição de qualquer ajuda mas, era óbvio que a gente não conseguia se ajudar sem sacanear, sempre rolava alguns apertados no meu pau ou uma mordida no pescoço dela que arrepiava toda e a todo tempo em casa provocando um ao outro de diversas formas isso deixava nosso tesão nas alturas só que combinamos que só rolaria a noite porque nosso sexo havia virado uma droga viciante para ambos então começamos a controlar mais.
Nessa sexta-feira tudo ficou mais intenso mas, a rotina estava normal, Rosana tinha que ir para o colégio bem cedo e depois cursinho eu a deixava la, logo em seguida ia para a empresa para cuidar dos meus afazeres que não era poucos, além de trabalhar na administração sempre gostei de fazer serviços diversos como formatar os PC’s, mexer com a rede interna da empresa, até tomada arranco e troco o famoso faz tudo o que eu não sei procuro aprender rsrsrs enfim, o dia como sabem não passa, ele voa e geralmente as 15h já organizava tudo mas as vezes tinha que ficar mais, o que deixava a Rosana possessa de tesão sabendo que geralmente nesse horário era comum já estar me arrumando para ir embora, aí ficava me mandado foto tomando banho ou só de calcinha ou mandava o dedo melado com aquele mel encostando um dedo no outro e esticando aquela liga e eu faltava ficar doido, mandava ela ir estudar ou fazer outra coisa, porque eu ia morrer do coração com tanta coisa rsrsrs, ela obedecia? E óbvio que não kkkk ficava pior até som da buceta dela melada fazendo barulhinho mexendo e gemendo baixo falando que queria gozar, caros leitores não e fácil kkkk trabalho com roupa social e a barraca tava armada, então mandei uma foto para ela e falei:
Eu- como é que eu vou terminar o que eu preciso fazer desse jeito?
Ela então mandou de volta.
Ela- nossa que delícia, então vou fazer algo até você chegar
Eu- tá ótimo. Descansa um pouco
Ela- realmente já faz 4 dias que estou estudando hoje mereço descanso.
Eu- verdade você merece Jajá eu chego.
Ela- aguardo ansiosa
Nesse momento eu tive uma ideia. Ela estava tão dedicada que merecia uma recompensa então liguei em um hotel fazenda que fica a uns 100 km daqui, que não tem conhecidos devido ser afastado e caro, trabalho para isso curtir de vez em quando. Reservei um chalé dos top com uma pequena sala e cozinha americana lá contava com um parque aquático enorme entre outras, em seguida avisei meu pai que nesse fim de semana ia com Rosana conhecer um lugar novo, e ele só afirmou com a cabeça e disse tomem cuidado e se divirtam. Agradeci e mandei mensagem
Eu- Rosana
Ela- oi
Eu- arruma nossas coisas vamos viajar
Ela- pra fazenda da mamãe?
Eu- não, vamos conhecer um lugar novo
Ela- sério!? Onde!?
Eu- vou dirigir, chegando aí te conto!
Ela+ então tá! Vou organizar tudo então
Chegando em casa ela veio me receber no portão e como sempre ela tava maravilhosa maquiada com uma calça jeans coladinha definindo as linhas de seu corpo com uma camiseta coladinha destacando aqueles seios durissimos e a barriga retinha, meus olhos brilhavam quando a vi e ela também ficou toda animada com minha chegada.Todos os dias pareciam ser os primeiros. Encostei o carro na garagem e ela veio eu estava saindo pegando umas coisas e ela me abraçou pelas costas deu um beijo em minha nuca e falou
Ela- nossa hoje você demorou.
Me virei e abracei.
Ela grudou em mim me deu um abraço bem forte um selinho e disse:
Ela- sem você aqui e muito ruim.
Eu- por mim eu não sairia perto de você
Ela sorriu fechou o olho fez biquinho abracei ela bem forte e dei um beijo daqueles nela que até deixou ela mole. Nesse momento parei de beijar olhei para ela e falei:
Eu temos que ir
Ela é verdade já arrumei as nossas coisas
Eu você colocou roupa de banho?
Ela-coloquei sim, eu só queria saber para onde vamos?
Eu-vamos para o hotel fazenda
Ela arregalou os olhos e falou:
Ela aquele lugar e show mas, e muito caro.
Eu e daí, eu trabalho para isso vai ser seu presente
Ela com um sorriso na boca e lágrimas de alegria no olhar
Ela é sério mesmo?
Eu por que o espanto?

Ela porque você é diferente dos outros que nem se esforçam
Eu eu não sou outras pessoas que você já se relacionou, você me faz feliz todos os dias e ainda se esforça para alcançar seus objetivos, você é guerreira e isso é o mínimo que eu posso fazer por você.
Rosana toda feliz e empolgado me deu um abraço e um beijão saiu correndo para dentro da casa para pegar as coisas.
Organizamos tudo ligamos na fazenda para avisar os nossos pais que já estavam cientes e seguimos para esse hotel fazenda.
Paramos para comprar algumas coisas para deixarmos em nosso quarto, parei no mercado vi de longe, uns 50m, uma placa de sexshop que atiçou minha ideia, então falei para ela ir lá no mercado e comprar as coisas que a gente comer no quarto eu fui na distribuidora para pegar umas bebidas. Que para minha sorte ficava três lojas antes do sex shop, passei na distribuidora comprei as bebidas para o fim de semana, deixei tudo lá e falei que já passava para pegar e fui no rumo do sex shop até achei que estava fechado mas, era a porta que era escura empurrei a porta e entrei rapidamente, olhando várias coisas que poderia incrementar nosso prazer, comprei um masturbador de clitoris vibratório com controlador de intensidade um lubrificante que esquentava e um anel peniano vibratório. O vendedor embalou tudo em uma embalagem discreta, e saindo de lá rapidamente entrei na distribuidora para pegar minhas coisas, quando abaixei para pegar as sacolas senti alguém me abraçando, me assustei virei e me deparei com ela:
Eu quer me matar agora ou depois rsrsrs
Ela eu sei que seu coração é forte.
E deu uma gargalhada daquelas rsrsrs
Eu menos mal né
Ela já comprei as coisas e trouxe o carro para cá
Ela me deu um beijo no rosto peguei minhas coisas e segui para o carro
Tudo certo hora de irmos e pegamos a estrada. No trajeto para o hotel fazenda entre carícias e safadezas tive que segurar os impulsos e pedir para ela sossegar kkkk é muito perigoso dirigir e fazer essas coisas. E é claro que ela fez bico pegou na minha mão beijou e ficou segurando até chegarmos.
É muito diferente você conhecer um lugar pela foto e pessoalmente, e esse lugar era perfeito isso porque já tinha anoitecido um pouco mas parecia uma cidade, tudo iluminado, sem palavras para descrever o tanto que ela ficou feliz, e eu também.
Chegamos lá pegamos a chave do chalé coloquei o carro na garagem descarregamos as coisas e enquanto eu organizava a cozinha ela organizava o quarto e assim que ela terminou sentou no balcão e ficamos conversando até eu terminar.
Finalizando tudo abracei ela dei um beijo em seu pescoço que fez com que ela me beijasse, eu tenho que confessar que nossos beijos sao mágicos não conseguimos soltar e a cada beijo profundo e lento sentia meu pau pulsar até ela soltar minha boca e soltar um sssssshhhhiiiii falou com um tom mais baixo com a voz trêmula
Ela- ai eu tô com tesão
Eu- eu também estou
Aproveitei que ela estava sentada em cima do balcão que ficava em uma altura perfeita para mim peguei um colchonete coloquei lá pra não machucar ela perguntando pra que aquilo e eu só deitei ela em cima tirei a minha camisa e entre beijos na boca subi toda sua camiseta expondo aqueles seios com bico moreno lindo e durinho e sem encostar no bico fui dando pequenos beijos sentindo o cheiro maravilhoso de sua pele que já transpirava dava mordidas pela barriga peito pescoço nuca sempre retornando para seus lábios, ela ainda estava de calça jeans e descendo passando a língua entre o cois da calça e a pele dela, que queria por tudo tirar a calça só que não deixava rsrsrs, passei próximo com o rosto de sua bucetinha e sinto aquele cheiro de lubrificação no jeans que exalou por todo o ambiente, me deixando louco de desejo mas, acabávamos de chegar queria explorar tudo que podíamos, então vagarosamente fui tirando toda sua roupa. Sim deixei minha amada irmã nua em cima da bancada da cozinha. Retornei para sua boca e comecei a beijar e passear com a ponta dos dedos por todas as regiões de seu corpo a deixando toda arrepiada e eu estava abafando seus gemidos com minha boca na sua, que aos poucos fui soltando e deslizando por seu corpo que estava suadinha, dando beijos por todo corpo até os pés, sem encostar em sua buceta ou bico do peito, ela se arrepiava quando chegava perto e implorava pra chupa-la mas estava curtindo aquela situação e ela se descabelando toda e eu ainda falei
Eu- fica quieta aí!
Ela- onde vai? Falou ofegante
Eu- vou buscar um presente!
Ela- caralho, o que eu preciso e você!
Eu- calma
Fui pegar as coisas que comprei no sex shop mais rápido que o flash, não deixei ela ver o brinquedo, e ela ainda do mesmo jeito, tava até pálida cheguei de mansinho a beijei com todo desejo do mundo e vagarosamente desci por todo seu corpo fazendo o mesmo movimento dando beijos e leves mordidas dei uma chupada em seus seios como ser quisesse colocar tudo na boca, ela erguia seu corpo de um jeito espetacular revirava os olhos, engasgou com sua própria saliva e mandou continuar, só que soltei seus seios e desci direto lá para baixo, aquela buceta linda estava inchada com aqueles lábios ressaltando e o clitoris a vista que normalmente fica escondido com o capuz que reveste ele, aproveitei passei a língua de baixo pra cima naquela buceta e nesse instante ela da um grito com gemido forte e fala
Ela chupa essa buceta, chupa por favor
Sem dizer uma palavra continuei chupando passando a língua entre os pequenos e grandes lábios (pra quem não sabe o clitóris se inerva por toda aquela região dos lábios o que vemos e só a ponta dele) chegando devagar no clitóris e encaixei minha boca e comecei a passar a língua com mais leveza sem deixar a língua rígida pois poderia incomodar e conforme a excitação dela aumentava sentia no meu queixo uma quantidade imensa de lubrificação sendo liberada de dentro de sua buceta, arrepiava cada poro do meu corpo e do dela nesse momento puxei o brinquedo do bolso coloquei na boca pra molhar um pouco, ela reclamou porque tinha parado, não respondi liguei o brinquedo e já fui passando lá e é claro ela olhou pra mim e falou
Ela ain amor o que e isso
Eu uma coisa que comprei pra gente brincar
Ela não conseguia dizer uma palavra inteira e foi nesse momento que ela estava entregue não conseguia mover um músculo gemia e meu chamava de cachorro safado gostoso lindo mordia os lábios com toda força ofereci o meu que mordeu com forca, assistindo ela sentindo prazer foi me deixando com tanto de tesão. Desci até na sua buceta e quando vi o colchonete tava muito molhado com toda aquela lubrificação e suor que escorria por seu corpo e buceta, sabia que não demoraria pra ela gozar então aumentei a intensidade do brinquedo e coloquei por cima do capuz do clitóris e fui para seu peito e comecei a sugar bem gostoso, ela delirava e em flashes de lucidez ela falava
Ela- amor eu quero gozar mas quando começo a gozar vem uma vontade de fazer xixi e eu seguro mas tá difícil.
Falou ofegante com os olhos fechados
Eu- pode gozar e fica tranquila
Eu já sabia o que era, o famoso squirting ou esguicho,
então passei a mão por todo seu corpo que deslizava de tão suado, voltei meu foco pra aquela buceta aumentei a intensidade do brinquedo e fiquei bem próximo sentindo aquele cheiro de um pre gozo que escorria com força, penetrei todo meu dedo médio e curvei a ponta do dedo para cima e achei seu ponto G, ela soltou outro sssssshhhhiiiii e começou a mexer o quadril, e então quando elas solta um gemido forte e respirando forte
Ela- uhhhhhh aíi uhhhhhh aí eu quero gozar
Eu- e pra você gozar mesmo
Ela- ssshhhhiiiii aí uhhhhhh mas quero fazer xixi
Eu- isso faz parte goza pra mim vai
E assim fui intensificando até ela começar a falar quase chorando
Ela- uhhhh aí uhhhhhh vou gozar aí vou gozar, amor tô gozando tô gozando aiiiiihhhhh vou gozar caralho seu cachorro
Nesse instante ela se tremia toda suas pernas perderam completamente a coordenação ela se inclinou retirei o dedo e ela começou a gozar dando um jato em mim e vagarosamente ela foi parando de contrair o corpo e sua buceta estava contraindo muito e expulsando aquele mel viscoso que fiz questão de passar na minha boca e fui de encontro a sua boca e falei
Eu- sente sei gostinho, seu mel.
Ela- vem cá
Dei um beijo delicioso
Passei a mão no seu rosto, estiquei as pernas dela e ela tava calada só reclamou que as parte interna da coxa estava doendo que e normal.
Ela estava ofegante deitada de barriga pra cima recobrando um pouco da consciência olhou para mim e falou
Ela- o que você aprontou, estou com vergonha
Eu- não aprontei nada, você só explorou uma coisa natural sua .
Ela- já tinha visto em vídeo mas não sabia que era essa vontade parecida com xixi que sempre segurava
Eu- eu sabia por isso falei pra você relaxar e não precisa segurar mais
Ela- nossa estou saciada
Eu- que bom
Peguei ela nos braços estava toda molinha e ainda queria ir andando, eu não ia deixar. Com ela em meus braços passou os dois braços no meu pescoço colocou na sua cabeça no meu ombro e falou bem baixinho no meu ouvido
Ela- ainda quero mais. Sorriu
Eu-vai ter mais mas, você precisa descansar um pouco
Levei ela para cama deixei ela deitada liguei a hidro tirei toda minha roupa sentei do seu lado e falei
Eu-topa um banho na hidro
Ela-é claro que sim o tempo de encher e o tempo pra recuperar minhas forças.
Eu então tá ótimo, vou pedir um lanche aceita?
Ela- aceito sim . Sorriu
A gente comeu e fomos para a hidro a gente já entrou se pegando, já passei a mão na buceta tava inchada, entrando lá ela já foi sentando em cima de mim nem precisou direcionar o garoto, meu pau já entrou direto ela ainda soltou um gritinho deu uma rebolada e encaixou ficamos um tempo na hidro só dando leves enfiadas terminamos o banho e fomos para cama aí a magia aconteceu
Nem fizemos questão de enxugar deitamos na cama molhados ela começou a sugar toda a água que tava do meu pescoço para baixo sempre pegando os lugares mais sensíveis umbigo coxa virilha, ela percorreu tudo mesmo eu já tava daquele jeito meu pau latejava de tão duro mas ela não colocava na boca só ficava dando beijinho, isso tava me deixando louco e quanto mais eu pedia ela ficava só passando o lábio ou dando beijos, eu coloquei a mão por detrás do cabelo direcionei a boca para o meu pau olhei bem no olho dela e falei coloca tudo na boca.
Ela pegou na base do meu pau e chupou com muita vontade eu chegava a sentir meu pau chegando lá na garganta, uma sensação indescritível eu sentia cada centímetro daquela boca até que ela colocou apenas a cabeça do meu pau na boca dela fez uma sucção e começou a passar a língua na ponta e começou a fazer o movimento de vai e vem com a mão, eu fui para as nuvens sentindo aquele movimento de vai e vem e uma sucção acompanhada de um movimento circular da língua na cabeça do meu pau me deixou completamente refém dela nesse momento, relaxei e deixei ela fazer bastante ficamos alguns minutos fazendo isso eu já estava com uma vontade de gozar gigantesca e parece que ela percebeu, deixou o meu pau bem babado veio até mim me deu aquele beijo com força e desejo extremo, nesse momento eu estiquei meu braço e peguei uma sacola que tava que estava do lado da cama com o lubrificante e o anel entreguei para ela que me olhou com cara de safada já foi colocando o anel vibratório no meu pau e continuou deu mais uma mamada gostosa posicionou o seu corpo em cima de mim pegou meu pau enfiou na buceta tava fervente deu duas estocadas e tirou olhou para mim e falou acho que hoje não quero na buceta, e já foi passando a mão na boca pegando um pouco de saliva esfregou na portinha daquele cu gostoso e foi sentando e fazendo uma expressão de dor e mordendo os lábios ao mesmo tempo ai caralho tava apertado para caramba ela começou a rebolar e sentar até ele entrar tudo voltou quase saindo e desceu fazendo a mesma coisa eu estava louco de tesão aquele cu que mastigava o meu pau principalmente quando ela sentava até engolir ele e ficava rebolando então ela se deitou em cima de mim começou a fazer aquele movimento de entra e sai bem devagar a todo momento ela enfiava até o fim e voltava para o começo então ela tirou, ficou de quatro e falou agora eu quero que você coloque tudinho no meu cu, dei uma lambida generosa passei a língua naquele cu gostoso chupei bastante mesmo pegava o mel da buceta e passava no cu penetrando meu dedo peguei o lubrificante que esquentava passei no cuzinho dela tudo, e passei também no meu pau já de início começou a esquentar mas quando comecei a enfiar e a aumentar, tava muito quente ela começou a empurrar seu corpo para trás engolindo meu pau todo, o calor criado pelo lubrificante havia deixado aquilo apetitoso parecia que tava pegando fogo dentro do cu dela então nesse momento ela inclinou o corpo eu agarrei seus seios acelerei comecei a beijar a nuca aí ela começou
Ela- aí não para vai mete que eu gozar sssssshhhhiiiii aí eu vou gozar aí goza no meu cu que eu tô gozando aí vai tô goooooozando.
Quando ela falou goza no meu cu eu acelerei às estocadas coloquei uma mão em sua buceta e a outra em seu peito enfiei lá no fundo soltei uns quatro jatos , mas ainda estáva muito quente não consegui parar mesmo sentindo como se meu pau tivesse rasgado, o tesão e o fogo que tava lá dentro não consegui parar Rosana estava entregue segurou firme em meus braços que agarravam seu corpo e ficou gemendo enquanto eu dava vários estocados no fundo ela gemendo pedindo mais leite eu não sei por quanto tempo durou essa metida mas quando eu estava quase gozando de novo tirei meu pau e falei vem cá Ela pegou meu pau começou a punheta colocou a cabeça na boca ficou passando a língua e em alguns instantes falei que iria gozar ela acelerou e começou a sugar a cabeça do meu pau fiquei falando
Eu-vai não para chupa gostoso vai continua assim passando a língua na cabeça acelera ai vou gozar ai eu vou gozar vou vou gozar uhhhhhh ahhhhhh sssssshhhhiiiii gozei muito na sua boca que continuou chupando até parar de sair não deixou uma gota para trás e engoliu.
Caímos na cama mais uma vez cansados, relaxamos um pouco depois do ocorrido fomos tomar uma ducha depois disso organizamos a bagunça tanto do quarto quanto da cozinha.
Eu logo após isso como estávamos cansados fomos assistir um filme e conversamos bastante sobre o acontecido o que foi uma experiência nova e teríamos muitas coisas a descobrir ainda.
Transamos algumas vezes durante essa viagem que durou o fim de semana todo, e é claro que curtimos a nossa viagem fizemos alguns passeios conhecemos as piscinas com águas termais entre outros milhares de coisas. Esse fim de semana ficou marcado para ambos

Espero que gostem

Teleg dcptcs1994

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 1 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

Nenhum comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos