# # # #

Loirinha mimada e o borracheiro roludo

7496 palavras | 5 |4.77
Por

De joelhos sentada em meus próprio calcanhar no meio das pernas de um negro enorme forçando minha cabeça na rua rola preta e grande enquanto eu me engasgava por não conseguir mais engolir tanta porra…. Foi assim que tomei gosto por negros bem maiores que eu.

Bom.!! Vamos lá! Estou toda molhada só de lembrar!
Meu nome é Amanda e tudo aconteceu quando eu tinha 21 aninhos, meu pai é médico e minha mãe enfermeira, tenho 1,62 peso 62 kilos cabelos loiros, até meus 14 aninhos eu não tinha pensava outra coisa se não estudar e anda de bicicleta, ate o dia que tive minha bundinha estrupada por um negro enquanto me escondia da chuva em uma construção perto de casa, eu gritava e chorava e pedia para ele parar enquanto minha bocetinha molhava suas pernas. Pensei ter superado isso até descobrir que desejei que se repetisse durante anos.
Aos 21fui estudar medicina sozinha na UFRJ, pela primeira vez me senti livre sem meus país por perto! Eu já havia tido alguns namorados e não era mais virgem, mas foram garotos que bobos, ricos e bobos. E sequer chegaram perto de me satisfazem.
Eu fiz novos amigos e amigas e frequentava festas da faculdade. E foi justamente voltando de uma dessas festas em uma madrugada de sábado chuvoso usando um vestido branco soltinho e decotado que me peguei com pneu furado, neu andei por alguns quarteirões e vi uma borracharia… Buzinei varais vezes até que abriram o portão e eu entrei desci do carro e dei de cara com um senhor negro enorme de 1.80 só de short de footebol. Ele olhou pra mim de cime em baixo e sem o menor pudor olhou bem nos fundos dos meus olhos e depois nos meus peitos como se estivesse nua. E disse:

– Boa noite mocinha, senta que eu vou resolver seu problema!!

Eu não sei se senti mais medo ou tesão, senti medo prq me lembrei do que havia acontecido a anos atrás na construção.. mas me peguei sentindo muito… Mas muito tesão… Eu não conseguia tirar os olhos do seu short e ele parecia ter uma muito grande! Ele estava sozinho e eu alí só com o pano de vestido e uma calcinha enfiada no rabo.. ele terminou o conserto enquanto eu assistia sentada

– Pronto menina!! 80 reais
Eu disse
– Passa no crédito por favor
Ele
– Não recebo no cartão apenas dinheiro.
Eu
– Não tenho dinheiro moço
Ele
– Agora vc entra e me paga obedecendo o negão aqui sua safada!! Acha que eu não vi sua cara de piranha olhando meu cacete menina!! Vamos anda que sei oque uma menina branca e rica gosta de verdade.
Eu
– Não moço pelo amor de Deus deixa eu ir embora!!
Ele me pegou pelo pescoço e disse
– Olha aqui menina… Entra que se não vou arrebentar vc… Só quero que chupe minha rola e deixo vc ir…
Acho q gozei nessa hora de tanto tesão misturado com medo que me deu.
Ele me pegou pelos braços e me puxou pra dentro ficando de joelhos e puxando minha calcinha pra baixo!! E a ali mesmo começou me chupar, gozei no primeiro minuto.. ele me virou de costas e beijava e mordia minha bunda e meu cuzinho enquanto com a ponta do dedo mexia no meu clitóris…. Eu gozava chorando de tanto tesão e medo… Eu caí no chão com as pernas moles quando ele parou e sentou pelado em uma poltrona velha com sua rola enorme com um dos braços na poltrona e o outro me chamando com os dedos.. e disse:
– Está toda gozada né menina!! Agora tira esse vestido e senta aqui pra chupar minha rola antes que decida meter em vc!!
Fiquei com medo de me machucar!! Tenho a metade do tamanho dele. E fui rápido obedecer esse negro tarado!!

Sentei no meu calcanhar e segurei aquela rola pesada com as duas mãos e coloquei na boca o máximo que pude… Senti como se eu tivesse entrado em um transe de tanto tesão e medo e abri minha boca o máximo que pude pra por aquela rola na boca e chupei com gosto aquele negro, subia e descia minha boca o máximo que eu podia, chupei por uns 30 minutos até que senti a rola dele inchar e ficar ainda mais grossa até pronto… Ele sentado naquela poltrona velha com uma mão pesada na minha cabeça .. eu eu ali Sentada em meus próprio calcanhar no meio das pernas de um negro enorme forçando minha cabeça na sua rola preta e grande enquanto eu me engasgava por não conseguir mais engolir tanta porra… Ele gozou muito, mas muito mesmo. Eu que nunca tinha seguer chupado uma rola direito agora estava ali me esforçando pra engolir tudo e sem sucesso… Pois me deu um banho de porra por todo rosto, seios e cabelo.. ele se levantou e esfregou aquela rola no meu rosto todo e me batia com aquela rola ainda dura no meu rosto toda gozada enquanto eu ainda me esforçava pra beber o restante da porra dele na minha boca!!!
Ele:
Agora vai menina e não conta pra ninguém e se quiser mais é só aparecer sempre nesse horário!!
Eu ainda de joelhos no chão vi ele ir tomar banho em um banheiro sujo com aquela rola balançando e pingando pelo lugar… Me levantei e vesti meu vestido sem calcinha e entrei no carro todo gozada na cara nas mãos, peito e cabelo!!! E fui embora dali…. Pensando em tudo que tinha acontecido, com a bocetinha ainda molhado de tesão quase voltei pra pedir mais .. mas não tive coragem!! Jamais aguentaria aquela rola dentro de mim… Ou melhor… Achei que não!! Kkk cheguei no meu prédio, guardei o carro e fui direto para o elevador dando de cara com o porteiro que parecia me dizer com os olhos que sabia oque havia acontecido!!
Entrei tomei um banho e antes de dormir me masturbei pensando em tudo oque aconteceu e desejando voltar!!!

Os dias se passaram e muitas coisas se passou pela minha cabeça em relação ao que tinha acontecido. Ter sido mais uma vez abusada  por cara negro e quase o dobro da meu tamanho me dava muito tesão mas muito medo também!! Saio tarde da faculdade e decidi passar na frente da borracharia no final da aula e ele estava la!!! Em pé fumando com o mesmo short que deixada sua rola evidente… Ele não me viu, dei a volta no quarteirão e estacionei  um pouco longe pra poder ver melhor e fiquei molhada que escorria pelas minhas pernas!! Um misto de medo com tesão!!! Aquele cara negro enorme, forte mau encarado!! Não entendia como eu uma moça de 21 anos classe média alta com dezenas de rapaz disputando minha atenção estava assim…. Desejando um homem rude daquele com a boceta toda molhada.. né lembrei do que ele disse depois de ter me molhada toda com sua porra

-Agora vai,não conta e se quiser mais volta nesse horário!!

Eu queria mais…. Gostei do que aconteceu!!! E mesmo tendo sida machucada enquanto mocinha aínda a ponto de ir parar no hospital eu tenho que ser honesta que tmb gostei!! Eu era novinha demais… Mas hoje eu sei oque aconteceu comigo naquela tarde chuvosa!!! Eu havia gozado enquanto era estrupada na bunda por um cara negro e sujo!! E hoje eu entendo o porque eu estava ali dentro do carro a ponto de correr para dentro da borracharia e pedir por favor!!! Me chupe de novo e faça o que quiser comigo!! Preciso ser honesta pra me aceitar,aceitar tudo oque aconteceu e seguir… E foi oque eu fiz…. Liguei oi carro e fui até lá…. Entrei portão a dentro fiquei sentada dentro do carro olhando pra ele sem saber oque falar!
Ele estava sozinho de novo..  olhou bem nos meus olhos minha cara de assustada e entendeu oque eu queria!!
Ele entrou e fechou o portão dizendo:
– Desce menina… Desce entra..
Obedeci…de alguma forma me sentia dominada por ele… Como se tivesse a obrigação de fazer oque ele manda.
Desci do carro e entrei. E então pode ver melhor o local … Um barracão cheio de pneus por todos os lados… Uma mesa velha de escritório e uma poltrona velha no canto!!
Ele :
– Vc gostou da rola desse negão né menina!!!?? Quer mais é isso?
Eu: quero sim…
Ele: deixo vc chupar sua putinha rica, mas precisa ser obediente…
Eu: estou com medo moço…
Ele se aproximou de mim e me deu um beijo demorado lambendo meu rosto e pescoço enquanto apertava minha bundinha e disse :
– Não tenha medo!! Vou tratar vc como a princesa que é e te foder como puta que merece

Fiquei morrendo de tesão!! Pois é exatamente isso que sou…. Princesa puta!!!
Ele sentou na mesma poltrona e disse
– Tira a roupa meu anjo e fica peladinha na frente do Negrão vai menina!!!
Eu tirei minhas roupas e fiquei nuazinha na frente daquela negro tarado..
Ele me comia com os olhos e mandava eu segurar meus peitos, virar e abrir a bunda enquanto ele mexia na rola olhando obsecado pro meu cuzinho rosado. de repente ele se levantou me pegando pelos cabelos e foi me levando pra mesa onde me ergueu e me deitou abrindo minha pernas… Arrumou meus cabelos para trás e fora da mesa… Como se eu fosse um banquete pra rei que ele iria comer…. Chupou meus peitos e desceu até minha bocetinha rosa onde me lambeu enquanto gemia… Eu gozei 3 vezes enquanto ele me chupava…. Foi quando ele se levantou e foi até minha boca me puxando um pouco pra fora da mesa deixando minha cabeça e cabelos caidos no chão, esfregou sua rola na minha cara .. bateu com ela no meu rosto e mandou eu abrir a boca…. Foi colocando àquela rola enorme na minha boca me fazendo sufocar… Ele definitivamente queria por o pau todo na minha garganta!! Jamais achei que conseguiria….. Mas conseguiu.. e foi assim que  ele ficou por um bom tempo….com uma mão ele segurava minha cabeça enquanto fodia minha boca com sua rola enorme deixando minha cara toda babada e com a outra mexia na minha bocetinha me deixando maluca…tirou o pau na minha boca me pegando pelos cabelos de novo e levantou d mesa me levando para a poltrona me colocando de quatro… Começou a lamber meu cuzinho prega a prega enquanto alisava minha bundinha com as suas mãos…. Senti um arrepio muito grande e muito medo…. Nunca ninguém tinha feito aquilo!! Senti medo dele querer por aquela rola enorme na minha bundinha…. Eu não queria isso!!! Não era esse meu plano!!! Eu só queria chupar aquela rola de novo e gozar fazendo isso… Como aquela vez e pedi pra ele parar… Embora metade de mim desejasse….
Eu- Para por favor… Por favor… Não….
Ele: Sua putinha, oque foi!! Vou fodeu vc todinha sua vadiazinha branca..
Eu: pôr favor… Hoje não .. estou com medo de me machucar… Vc é muito grande.
Sentia medo e tesão novamente!!! Meu Deus… Que situação…
Ele: oque vc veio buscar? Quer chupar rola é isso?
Eu: Muito
Ele : Vamos preparar vc pra minha rola meu anjo… Vai até a cozinha e pega um cenoura na geladeira rápido
Não entendi mas foi…
Ele me colocou de quatro na poltrona e chupou meu cuzinho como se quisesse me devorar eu gozei mais uma vezes… Então foi até a gaveta da mesa e pegou um tipo de gel enquanto eu esperava de quatro, foi quando eu entendi oque ele pretendia… Preparar meu cuzinho pra receber aquele rola enorme dele…. E foi enfiando a cenoura devagar enquanto eu gemia.
Eu:Aí moço… Devagar.. aí meu cuzinho… Para por favor… Meu cuzinho está doendo…
Ele: Cala a boca vagabunda…  Vai ficar com essa cenoura na bunda enquanto me chupa pra preparar caminho sua vadiazinha.. agora levanta e fica de joelhos pra vc matar a vontade de chupar esse rola…
Me segurando pelos cabelos ele me levantou, sentou e me empurrou para aquela rola.Mais uma vez me peguei de joelhos entre as pernas daquele negro enorme que eu ainda nem sabia o nome enquanto eu subia e descia minha boca aquela rola preta grande e grossa com 3 dedos na boceta chorando e gozando com metade de uma cenoura enfiada na minha bunda.  sua mão pesada na minha cabeça fazia com que eu colocasse oque podia na boca… Ele tirava a rola da minha boca e batia com ela na minha cara .
Ele: Vc gosta de chupar rola de negão sua vagabunda?
Eu: Gosto Muito
Ele : está gostando da cenoura no cu enquanto me chupa minha princesa? Está doendo?
Eu: Dói mais é gostoso.
Foi quando ele mais uma vez gemeu auto e encheu minha boca de porra.. não consegui engolir tudo… Era muita porra e acabei ficando toda molhada de porra novamente!! Se levantou esfregando a rola na minha cara e me fez chupar até a última gota de porra .. então saiu andando com sua rola balançando e mandou eu ir embora
Eu: me dá uma toalha pra me limpar!!
Ele: Não…. Vá embora assim gozada e só tira essa cenoura do rabo em casa menina!! Vai e volta que vou estar te esperando…
Eu fui…. Toda molhada cheirando a porra sem calcinha com uma cenoura na bunda…. Cheguei no prédio e dei de cara com o porteiro de novo!! Me olhou de cima em baixo me comendo com os olhos como se soubesse oque tinha acontecido…. Entrei em casa, sentei no sofá de pernas aberta e me masturbei com aquela cenoura no cu lembrando de quando tive a bundinha estrupada com 14 anos….. Tirei a cenoura no banho… Depois de tirar toda aquela porra no meu rosto, seios e cabelo… Dormi pensando se deveria volta lá ou não……
No outro dia acordei com meu cuzinho ardendo e com a bocetinha toda molhada… A lembrança dequele negro enorme puxando meu cabelo e me levando até aquela mesa onde ele me lambeu até eu gozar… Dele lambendo meu cuzinho rosa…. A dor dele enfiando aquela cenoura 🥕 no meu cuzinho e gozando garganta a dentro enquanto eu me tocando descontroladamente me deixa maluca e me fez querer voltar lá de novo…

Decide que queria tentar por aquilo tudo dentro de mim…. Mas não antes de chupar muito… Estava gostando de ter minha boca cheia por aquela rola , sentir meu rosto melado daquela porra que parecia um mingau depois de encher minha barriga de tanto leite…

Coloquei um vestidinho branco bem soltinho… O mesmo da primeira vez.. meus peitos ficam soltos e a poupinha da minha bunda aparece dependendo do movimento… Peguei a mesma cenoura e coloquei na bolsa… Esperei dar o horário por volta das 22:30 e fui…. Ele já me esperava sentado sem camisa em uma cadeira de corda do lado de fora como se soubesse que eu ia… Entrei com meu carro… Ele fechou o portão e assim que eu desci ele veio como violência pra cima de mim direto nos meus cabelos… Puxando levantando minha cabeça pra cima e me beijou… Sem soltar me arrastou pra dentro e foi enfiando as mãos procurando minha calcinha pra tirar…. Eu estava sem calcinha… Ele ficou maluco quando percebeu e foi me levando pelos cabelos até a poltrona me chingando:

– Sua loirinha safada chupadora de rola…. Vem cá que hoje faço oque eu quiser com vc….

Me colocou deitada de bunda pra cima no colo dele e começou a bater na minha bundinha branca!! Com uma mão ele segurava meu pescoço por baixo pra firmar minha cabeça e com a outra revesava entre tapas e carinhos na minha boceta….
– Plaff.. Plaff…. Fala que vc é uma putinha chupadora de rola …
Ele apertava meu pescoço com certa força e isso me deixava maluca….
– Sou uma putinha chupadora de rola eu falava enquanto estava prestes a gozar… Ele enfiou o dedo no meu cu!! Dei um grito e ele me deu tapa.

Cala boca vagabunda…. Vou comer seu cuzinho sua loirinha vadia…

Eu: por favor… Nai faz isso .. ainda não estou preparada…
Ele:Vou preparar vc…
Eu: Eu trouxe a cenoura 🥕… Põe em mim….
Ele: Pede por favor…
Eu deitada no seu colo com aquele negro enorme apertando meus pescoço, com o vestidinho pra cima e minha bundinha que nessa altura estava toda vermelha pedi: Põe a cenoura 🥕 em mim…deixa eu chupar vc …. Deixo vc comer minha bocetinha hoje
Ele se transformou…. Me olhava com cara de tarado…
Ele: vá buscar a cenoura sua puta… Trás pra mim e deita no meu colo de novo… E assim eu fiz..ele colocou a cenoura na minha boceta lubrificando e foi enfiando no meu cuzinho devagar…. Eu gozei enquanto ele fazia isso….
Ele: Sua vagabundinha…vai levar muita rola nessa bundinha gostosa sua…
Me tirou de cima com as mãos nos meus cabelos me fez sentar entre suas pernas no meu calcanhar…
Bateu várias vezes com aquela rola na minha cara… E empurrando minha cabeça em direção aquela rola me fez engasgar e disse..
Ele: Agora chupa essa rola e mata sua vontade sua putinha chupadora de rola… Eu fiz…. Mais uma vez subia e descia minha boca naquela rola enquanto ele gemia… Ele esticava a mão e dava tapinhas na cenoura 🥕 enquanto eu sufocava com o pau dele praticamente na minha garganta….
Ele: vou gozar e quero que beba tudo dessa vez… Se concentra e bebe tudo… Ficou em pé… Segurando minha cabeça gemeu alto e senti o pau dele ficar ainda mais grosso e pulsar na minha boca…
Deu um grito gemido e começou a despejar toda aquela porra garganta a baixo…… Ele literalmente encheu meu estômago de porra….
Achei que tinha acabado alli e que como das outras vezes ele mandaria eu ir embora toda suada e gozada…. Mas sem tirar o pau da minha boca ele disse: agora vou comer vc como um rei comi um banquete sua vagabunda….
Me levantou pelos cabelos e foi me levando pra uma pilha de pneus onde me colocou sentada com as perninhas abertas e começou me chupar… Sentia a cenoura 🥕 entrando cada vez mais fundo….. Gozei na boca dele… Ele se levantou e colocou aquela rola enorme na entrada da minha bocetinha… Eu quase morri de medo e tesão…. E pedi para por favor…. Ele me deu um tapa na cara e mandou eu calar a boca e foi enfiando bem devagar aquilo tudo pra não me machucar…. Foi como se alguém estivesse enfiando um braço em mim de tão grande….sentia minha boceta dilatar com a entrada…
Era muito desproporcional… Eu uma menina de um pouco mais de 1,60 com um negro enorme no meio das minhas pernas….
Eu: aiiii….aiiiii…aiiii.. está doendo… Devagar por favor…
Ele: cala a boca e aguenta sua vagabunda…. Foi rola que veio buscar é rola que vai levar….
Eu ainda tinha porra dele na minha boca e pelos cantos e ele estava ali me comendo como um touro negro comi um pônei…
Ele soube fazer…. O gosto da porra na boca, a cenoura 🥕 enfiada no cu e a rola enorme fodendo minha bocetinha rosada parecendo que ia me partir ao meio me dava muito tesão… Sentia a rola dele batendo fundo na minha boceta.. Já não tinha medo só vontade de ser abusada…. E ele meteu muito
Eu: haaaa…. Aiii.. aiiii…. Que gostoso…. Me come
Ele : goza sua vadiazinha…..

E eu tive meu primeiro orgasmo múltiplo
Esguichei e gozei tremendo meu corpinho como se estivesse levando um choque que durou uns 20 segundos… Ele não parava de meter em mim… Eu já está deitada em cima dos pneus com minha bundinha pra cima enquanto ele metia me puxando pra cima de encontro sua rola enorme… A visão da cenoura enfiada no meu cuzinho deixava ele em transe… Eu já tinha gozado muito e ele não parava de me comer
Ele: que bocetinha gostosa menina… Vou meter em vc até esfolar ….
De Repente ele parou e tirou a cenoura 🥕 do meu cuzinho tentou enfiar sua rola….. Doeu muito e eu dei um pulo pra frente.. ele puxou forte meu cabelo e gritou::
Sua loirinha vadia…. Vou comer esse seu cuzinho cobiçado  na marra sua filha da puta….
Nesse momento me veio muita coisa na cabeça e comecei a chorar….. Isso só deu mais tesão nele… E hoje confesso que em mim também…ele lambia meu cu e mandou eu calar a boca e não me mexer…. Fiquei ali…. Chorando debruçada em cima dos pneus com minha bundinha pra cima esperando ele voltar …
Ele: cala a boca putinha chupadora de rola..
Ele passou muito gel no meu cuzinho e foi enfiando os dedos… Meu cuzinho já estava um pouco largo por conta da cenoura  mas eu iria sofrer pra abrigar toda aquela rola dentro do meu cuzinho…
Ele foi até minha cara e mandou eu abrir a boca
Ele: abre a boca e baba no meu pau pra mim por ele no seu rabo vagabunda…
Enfiou aquela rola enorme na minha garganta de novo e quando tirou foi direto por no meu cuzinho
Eu : aaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, para está doendo….. Aiii… Por favor…. Devagar
Sentia como se estivesse me rasgando por trás…ele enfiou toda rola de uma vez e eu perdi os sentidos e desmaiei por alguns segundos… E ele não parava…. Despertei com ele metendo forte na minha bunda segurando meus cabelos….
Eu : aí moço..aiiiii… Aiiii… É muito grande…. Devagar…. é muito grande…..está doendo…. Aiiijj aiiijj meu cuu….
Ele era muito mais alto que eu e me puxava pela cintura comendo meu cu ….
Ele: toma rola preta no rabo sua puta chupadora de rola…
Aiiii…aiiii meu cu…..
Ele então me puxou socando sua rola toda dentro de mim… E foi me levando engatada nele até a poltrona…. Sentou e fiquei engatada sentada na rola dele…. Ele começou a me masturbar enquanto eu sentia sua rola enorme toda dentro de mim…. Estava muito gostoso…e esguichei pela segunda vez…
Eu: haaaaaaaaa delícia…..
Ele se levantou de novo comigo engatada dele e me levou pro chão de bruços. Deitou em cima de mim com a rola toda no meu cu e mandou eu abrir a bundinha
Ele: abre a bundinha sua puta chupadora de rola…
Eu abri e ele meteu muito…. Meteu fundo…. E eu tive mais um orgasmo sem nem mesmo me tocar…..ele então deu um grito gemido e sentindo a rola dele inchar dentro de mim ele gozou muito…foram 5 jatos de porra que foram parar no meu intestino de tanta porra… Ele ficou alie por alguns minutos e tirou aquela mangueira de dentro de mim….. Fiquei ali jogada no chão com o cuzinho escorrendo porra e ainda  sentia a porra dele no meu estômago… Eu dormi ali mesmo no chão de tão exausta por alguns minutos e acordei com ele em cima de mim com a rola no meu cuzinho mais uma vez…. Eu não acreditei que ele iria comer minha bundinha duas vezes seguidas….. E assim ele fez….
Ele: abre esse rabo de novo
Eu obedeci e apesar de doer entrou mais fácil pois estava lubrificado com sua própria porra .. e meteu…. Meteu….. Meteu.. por isso uns 20 minutos e tirou do meu cuzinho e gozou na minha cara escorrendo porra por todo meus rosto….. Então se levantou… E foi ainda pingando porra pro banheiro tomar banho enquanto eu fiquei até com a cara toda esporrada e com meu cuzinho escorrendo porra….
Ele do banheiro me mandou por o vestido e ir embora..
Pedi por favor pra tomar um banho mais ele gritou:
Vai assim sua vadiazinha….
E eu com dificuldade levantei e fui…. Já era 3 horas da manhã….. O banco do carro ficou cheio de porra que escorria da minha bunda…..tinha porra na minha cara secando… Porra seca nós cabelos…..
Parei o carro e fui rápido pro elevador… E mais uma vez dei de cara com o porteiro…. Senhor negro alto barrigudo…. Me olhou com malícia como se me comesse com os olhos e soubesse oque aconteceu……

No elevador percebi que estava escorrendo pelas minhas pernas a porra que ele tinha deixado dentro de mim… Minha bundinha doia muito…. Ainda no elevador antes de chegar no meu andar levantei meu vestido abrindo minha bunda pra olhar pelo espelho passei a mão no meu cuzinho e ele estava muito inchado e ainda escorrendo…minha barriga doiaa… Acho q pelas estocadas na boceta .. Lembrei que o porteiro assistia pelas câmeras da portaria e parei baixando meu vestido Minha bocetinha  molhou na hora … Mas não tinha cabeça pra pensar muito nisso…. Estava toda gozada… Meu vestido sujo…. Minhas pernas escorrida pela porra daquele negro maldito que eu sequer sabia o nome,meu rosto ressecado pela porra derramada nele  e eu mau conseguia andar… Entrei e deitei no sofá um pouco antes de ir pro banho e acabei pegando no sono…estava muito cansada e machucada …. Havia gozado várias vezes…  Estava sem forças E me lembrei que dá última gozada sem se quer ter me tocado enquanto eu ainda estirada no chão daquela borracharia ele comia meu cu pela segunda vez…. Não tive forças pra levantar e acabei dormindo assim mesmo…

Acordei no outro dia as 15 hrs… Havia dormido muito… Meu cuzinho ardia muito…. Muito mesmo…. Eu estava cheirando a porra….. Meu sofá ficou molhado de porra…. Em minhas pernas tinha porra com sangue que havia escorrido no caminho… Meu rosto todo ressecado… Levantei andado com dificuldade até o banheiro já nua… E só então puder ver o estrago que havia feito comigo… Estava acabada…. Virei minha bundinha pro espelho e abri… Meu cuzinho estava muito inchado e ardia muito….. Mas o mais estranho…. Eu havia gostado…. Tomei um banho quente bem demorado.. lavava minha bocetinha e meu cuzinho com cuidado com sabonete íntimo…meus cabelos loiros com os shampoos caros que gosto de usar. Tirei oque pude de dentro de mim….minha bocetinha estava vermelha e inchada.. aquela gorila acabou comigo…

Coloquei um vestido comportado sem calcinha mesmo, minha bocetinha estava muito sensível e ardendo e desci pra ir a farmácia comprar uma pomada pra passar no cu,  minha bundinha  estava vermelha pelos tapas e tinha roxos pelos braços e chupões pelo corpo todo, Andando com as pernas abertas toda assada entrei na farmácia e uma moça que já me observa entrando me atendeu…. Pedi uma pomada que alivia se dor e pra assadura… Ela me olhou com malícia e me trouxe uma dizendo
– Acho q é dessa que precisa… Fiquei vermelha na hora…
Em casa passei a pomadinha no meu cuzinho e percebi que ainda pingava porra do meu cuzinho daquele negro enorme mau encarado… Não sei onde estava com a cabeça!! É claro que ele ia me machucar… Fico muito pequena perto dele… Somos muito desproporcional… Decide que não iria mais lá… Que mudaria o foco… Me dedicaria mais aos meus estudos…e daria bola para o rapaz do 3° andar… Ele é fofo estuda na mesma faculdade que eu…. Passou uma semana de quando tudo aconteceu…. Eu evitava pensar nele… No que passei… Mas a verdade é que não saia da cabeça a ideia de voltar lá…. Me masturbava pensando em tudo… Cheguei a enfiar uma cenoura 🥕 no cu me tocando…
Eu só tinha 21 anos… Tinha feito sexo 3 vezes antes de conhecer aquele gorila mas algo dentro de mim sabia que era isso que eu queria…. Ser absurda por aquele negro enorme… E decidi voltar prometendo pra mim mesmo que era a última vez…. Que iria impor oque eu queria…. Chupar sua rola preta enquanto me tocava… E que também não iria beber sua porra dessa vez… Deixaria sim ele gozar no meu rosto, mas não beberia… A última vez ele me fez beber tudo e embora tenha gostado passei uns dois dias com a sensação de ter porra no meu estômago… Fora meu cocozinho que saiu mole por 3 dias .
Tomei um banho bem tomado, passei meus cremes caros pelo corpo, me perfumei.  Vesti um vestidinho preto soltinho desses que eu adoro e deixam a poupinha da bundinha aparecendo… E fui….o porteiro da noite já tinha chegado e me comeu com os olhos sem disfarçar…. Meu coração parecia que iria sair pela boca sentia muito tesão e muito medo…. Minha boceta molhava o banco do carro e tanto tesão.  .só aí percebi que fui sem calcinha de novo….

Fui decidida pois se pensasse muito não iria… Eram 22:30.. mesmo horário das últimas vezes… Portão estava aberto e entrei… Desci do carro quase caindo de tanto que tremia e pingava… Não vi aquele gorila,

– Ooooiiiii… Moço!!!?

Olhei pra trás ele estava fechando portão com uma garrafa de pinga na mão e estava junto com outro rapaz negro mais novo que ele….. Um pouco mais baixo… Mas muito forte…. Pensei em correr pra dentro do carro e trancar as portas…. Mas quando escutei sua voz  fiquei imóvel…

– A princesa chupadora de rola decidiu voltar foi!?? Sentiu minha falta princesa….

– Quero ir embora…. Abre o portão…

– Cala a boca vadiazinha branca….

Ele veio pra cima de mim e puxou meu cabelo me beijando…. Mandou eu entrar… Disse que o Jorge iria preparar uma caipirinha pra gente….
Saiu me puxando pelos braços….

– Jorge!!! Prepara uma caipirinha pra gente que eu vou ter uma conversa com minha loirinha chupadora de rola.

Então disse descendo meu vestido pelas alças até cair no chão…

– Oque vc quer minha princesa….me diga olhando nos meus olhos…

-Quero chupar seu pinto preto mais uma vez e nunca mais voltar aqui…

Ele me deu um tapa na cara  e disse:

– olha aqui sua vadiazinha vc vem  até aqui sem calcinha com essa boceta pingando toda cheirosa só pra chupar minha rola sua vagabunda….

Tirou sua mangueira preta pra fora me olhando com cara de safado…. Me pegou pelos cabelos e me forçou a ficar de joelhos ali mesmo… No meio daquele barracão cheio de pneus e disse:

– então chupa… Mata vontade sua vadiazinha chupadora de rola…

Em menos de 5 minutos que tinha chegado me peguei peladinha de joelhos no meio daquele barracão com aquela rola enorme na minha cara….
Procurei o rapaz com os olhos e ele estava em pé fazendo uma bebida olhando tudo…

– Vou te ajudar…. Abre a boca loirinha….
Disse puxando meu cabelo

E foi enfiando aquela mangueira na minha boca bem fundo….me fez engasgar e tossir… Sua rola preta estava toda babada já e eu nem tinha começado…. Bateu com aquela mangueira preta no meu rosto e disse

– vai…. Abre a boca

Meteu mais uma vez a rola na minha garganta chegando até a metade dela. E largou meus cabelos dizendo

– E toda sua …. Mata a vontade minha loirinha chupadora de pau Preto…

E assim eu fiz…  De joelhos peladinha em frente aquele negro enorme chupei muito…. Muito mesmo.. lambia aquela rola .. colocava na minha boca e me tocava com 3 dedos dentro da boceta… Meu rostinho estava todo babado… Ele só olhava com as mão na cintura e gemia… Me chingando…. O contraste de uma menina loirinha ajoelhada em frente aquele negro enorme com sua mangueira na boca deixou o rapaz doido..  ele estava com o pau pra fora…. Bem do nosso lado…. Outra rola imensa…. Um pouco menos que a que eu tinha na boca… Só que mais grossa….

– Hoje vc mata a vontade princesa…. Chupa a rola do Jorge….

– não… Não vou…. .

O Jorge me pegou pelos cabelo e tirou minha boca do pau do gorila e socou o dele na minha…. Meu maxilar doeu… Já chupava o gorila fazia uns 20 minutos e agora isso…. Uma outra rola grande e mais grossa…. Me exitei e chupei com gosto revezando entra uma e outra….. Gozei que mijei no chão uma mistura de gozo com xixi….

– Haaaaaaaaaaaaaaa estou gozando gritei com a boca aberta. Foi quando o Jorge enfiando fundo a rola na minha garganta também gozou 5..6… Jatos de porra na minha garganta…. Sua rola grossa pulsava na minha boca despejando porra.. Tirei seu pau da minha boca e o gorila me segurou pelo cabelo gozou em meu rostinho…. Peitos… Cabelos…. Me deu um banho com aquela porra… Escorria pelo meu rosto pingando pelo meu corpo…

– E dela que te falei Jorge…. vc tem sorte de estar aqui Hoje…

Saíram de perto de mim e foram pegar o copo de caipirinha pra beber….

– Me da alguma coisa pra me limpar…

Fica gozada loirinha…. Tem mais pra vc

Eu estava mole de cansada e pelo orgasmo que tive..e fiquei ajoelhada por alguns minutos terminando de engolir a porra do Jorge e tirando dos meus olhos que já ardiam…

Levantei e procurei meu vestido pra ir embora…. Não encontrei..

– Oque vc quer loirinha? Perguntou ainda nú com seu pau de fora…

Meu vestido… Vou embora….

– Bebe isso menina….
– Não.. Não quero…
– Bebe se não te arrebento gritou…
Tomei um susto e tive medo… Peguei o copo e bebi tudinho…

Ele me pegou pelos cabelos me arrastou até aquela poltrona velha… Sentou e me jogou no seu colo de bruços em suas pernas…com meu rabo pra cima…. Alisava minha bundinha esfregava os dedos na minha boceta… As coisas estavam saindo do planejado… O Jorge assistia tudo sentado na mesa com a rola dura de novo…. Então ele segurando meu pescoço começou a bater na minha bundinha de novo enquanto me chingava.Ele me batia com sua mão grande na minha bundinha branca…. Eu parecia um brinquedo no colo dele de tão pequena que sou perto dele…. Minha bundinha já estava ardida e toda vermelha de novo, meu cuzinho piscando como se pedisse algo e minha bocetinha pingando em suas pernas… Eu sabia que ele iria me machucar de novo… Mas de alguma forma eu queria aquilo……

Eu ainda sentia o gosto da porra do Jorge na boca e tinha meu rosto todo melado pela quantidade enorme de porra que o borracheiro derramou no meu rosto.. e chorava com minha bundinha toda vermelha ardente pelos tapas que eu estava levando deitada de bruços no colo dele … De tanto ele  molestar minha boceta e meu cuzinho nos intervalos dos tapas eu pingava nas pernas dele … Ele gostava de me judiar… eu via expressão de tesão e raiva na cara dele .. eu sentia medo….. Mas muito tesão…. Talvez pelo que aconteceu na contrução.

Me pegou colo como se eu fosse um brinquedo… Me deitou na mesma mesa que ele me chupou de última vez…. Me deixou com a cabeça pra fora da mesa com meus cabelos loiros caídos no chão e abriu minhas pernas e chamou:
– Vem Jorge…. Chupa essa menina branca chupadora de rola preta..
Jorge que já estava com sua rola grossa dura segurou meu pezinho 34 e chupou meus dedos… Depois pegou meus dois pezinhos  e apertou contra sua rola preta grossa e o punhetou sua rola com eles por alguns minutos… Senti um tesão enorme com isso…. Então subiu lambendo meus pezinhos até minha bocetinha rosada e começou a lamber bem devagarinho….
O gorila em pé com a rola na minha cara segurou meu pescoço e começou a tentar sua manqueira preta toda na minha boca e colocou..
Ele me sufocava com sua rola entrando e saindo da minha garganta e minha babá escorria pelo meu rosto e cabelo…. Mas o tesão que eu sentia com Jorge lambendo minha bocetinha era imenso…. Tive um orgasmo múltiplo que meu corpinho tremia como se eu tivesse levando um choque… E a rola do gorila bem fundo na minha garganta……me debati e tirei a rola da boca e fechei as pernas…. Minha boceta estava muito sensível por conta do orgasmo,.. Jorge me puxou e saiu me puxando pelos cabelos até a pilha q pneu que eu bem conhecia..,.. me escorou  de costas pra ele com minha bundinha completamente empinada…. Tentei me levantar dizendo:

– Para… Eu não quero…quero ir embora
Mas ele me segurou pelos ombros me baixando e empinando minha bundinha de novo
– Cala a boca sua putinha….
Lambeu meu cuzinho tentando enfiar e língua dentro dele por um bom tempo e dizia que eu tenho um cuzinho doce…

Vou socar muito nessa bundinha gostosa sua bebê…

Eu gemia com um arrepio na espinha sabendo que não irá conseguir impedir

Ele levantou e foi socando a rola na minha boceta,..,

– Aaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.. . Aiii….. Devagar moço é muito grosso… Aii…

– Aguenta sua vagabunda…
.
E foi metendo toda aquela rola preta em mim até que me estocava sem dó….
Eu gemia alto… Haaaaaaa…. Aiiijj….aiiij
Ele me puxava contra sua rola…. E meteu por uns 15 minutos quando percebeu meu corpo tremendo ele socou fundo e disse; goza gostoso menina., Eu estava com as pernas moles…. Foi quando escutei o gorila sentado na poltrona disser;
– trás ela pra mim….
Jorge tirou sua rola e me ergueu me sentando bem em cima da rola do gorila…

– Aiiiiii estou toda ardida…. Aii… é muito grande…
Tentei levantar…  segurando pela cintura disse:
– Agora senta gostoso na minha rola filha da puta…. Mata a vontade de dar pro negão vai…. Me deu um tapinha na cara e segurou minha cintura me subindo e descendo da sua mangueira…
Me transformei nessa hora… E comecei eu mesma a subir e descer daquela rola…. sentei muito gemendo de dor e prazer…… muito mesmo… Ele com os braços no descanso da poltrona já me deixava a vontade… Subia e descia rebolando devagar naquela rola imensa sentindo toda a extensão e cada veia estufada pulsando dentro de mim…

– haaaiiiii….haiiiiii…haaiiii…. Haiiii eu gemia

Gozei que me mijei toda …. Então ele se levantou engatado em mim e começou a socar forte me comendo em pé comigo pindura no seu pescoço….. Eu estava em transe por conta a bebida que fui obrigada a beber e pelo prazer q eu sentia com as estocadas forte na minha boceta… Meteu assim por uns 10 minutos…. Gozei de novo…. Então tirou o pau de dentro de mim e sem por meus pés no chão me deu ao Jorge que estava em pé esperando sua vez….. Foram mais uns 10 minutos de estocadas fortes… Eu já havia gozado tanto que já nem tinha forças pra ficar em pé mais…. então me pôs no chão e eu sentei na hora respirando fundo toda suada descabelada…. O gorila enrolou a mão no meu cabelo e foi me puxando enquanto em gatinhava até a poltrona…. Me levantou me colocando de quatro e o Jorge já estava com aquela gel na mão começou a espalhar ao redor do meu cuzinho que a essa altura piscava e mordia seu dedo….
O Gorila dizia:

Pede rola no cuzinho sua loirinha mimada chupadora de rola ..

Comi meu cuzinho…. Por favor…. Comi meu cuzinho….
Eu já estava com a boceta pingando de novo…. Jorge começou a enfiar sua rola grossa na minha bunda…..

Aaaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Aiiiiiiiiiiiiii…… Devagar….. Para para….

Aguenta sua filha da puta….

Perdi os sentidos e acho que desmaiei por alguns minutos… Mas sentia as estocadas na minha bunda… A dor tinha diminuído… O Gorila esfregava a rola na minha cara e dizia ..

Abre a boca sua filha da puta….

Abri o quanto pude
…..O gorila que eu nem sabia o nome me sufocava com aquela rola grossa na minha boca enquanto eu gemia alto de dor com a rola preta e enorme daquele Jorge estocava fundo na minha bundinha branca….

Ele tirou a rola da minha boca e disse : – minha vez…. E assim ficaram se revesando entre meu cuzinho rosado e minha boquinha que já doida de tanta rola que já tinha chupado… Eu já nem sentia nada… Só dor e prazer e aceitava ser usada como quisessem… Nem que quisesse poderia impedir… Gozei duas vezes sem me tocar enquanto isso tudo acontecia…

Senti a rola no meu cuzinho pulsando entre uma estocada e outra de foi como se uma mangueira estivesse ligada dentro de mim. Senti 6 jatos fortes de porra com ele cravado dentro de mim…..era Jorge gozando no meu cuzinho…. O gorila parecia que mijava no meu rosto de tanta porra….. Jorge tirou sua mangueira do meu cuzinho….. Senti um alívio imenso e deitei na poltrona em posição fetal toda gozada com meu cuzinho ardendo muito e escorrendo porra…. Fique assim por alguns minutos enquanto eles bebiam e riam…. Falando palavrões… Eu apaguei…. Acordei com o Gorila me levando no colo pro banho…
Toma banho sua vadiazinha…. Está fendendo a porra..

Era um banheiro sujo… Escuro com fotos de mulher pelada nas paredes… Chuveiro frio… Sabonete barato…. Bem diferente do que eu estou acostumada… Mas precisava de um banho.

Me enxuguei com uma toalha suja…
– Me dá meu vestido vou embora ..
– Não meu anjo!! Tem rola pra.   Chupar e ainda tem leite pra vc tirar ….

Os dois vieram em minha direção….e me colocaram sentada em meu calcanhar..

– Chupa loirinha mimada chupadora de rola…

Chupei muito…. Muito mesmo…. Queria que gozasse no meu rosto com medo de me comerem de novo…. Colocava o mais fundo que eu conseguia.. mas o gorila me pegou pelos braços e me levou pra pilha de pneus novamente com a bundinha pra cima e socou fundo no meu cuzinho que a essa altura já estava todo largo… E metia muito forte me puxando pra cima pra dar altura.. revesando com Jorge comeram meu rabo por uns 30 minutos…. Eu gemia, gozava chorava pedindo pra parar…. Foi quando senti mais porra no fundo do meu cuzinho e uma rola pulsando … Por instinto acho… soquei 3 dedos na boceta e gozei mais uma vez….. Já não tinha conta quantidade de orgasmos que tive… Tremi meu corpo gozando com uma rola preta no cu ….ele tirou sua mangueira e veio Jorge socando forte sem dó e depois de me comer bastante também gozou dentro do cuzinho que a essa altura estava todo arrebentado e lavando de porra por dentro…..

Se afastaram e quando percebi jogaram meu vestidinho na minha cara..

– Agora pode ir.   Vaiii vai embora que precisamos fechar a borracharia….

Vesti meu vestidinho…. Fui andando escorrendo porra por toda minha perna…. Entrei no carro e fui embora….
Entrei na garagem do meu prédio, estacionei e fui a passos largos pro elevador que pro meu andar estava no 16° … Fiquei ali esperando toda descabelada com o porteiro me olhando com cara de safado…. derrepente ele se aproximou e me deu um papel toalha dizendo

– Suas pernas estão escorrendo Amanda…
E estava mesmo…. Muita porra…. Descia até meus pés…
Agradeci me abaixando e limpando minhas pernas entrei no elevador sem saber onde enfiar cara… De alguma forma ele sabia que tinha acontecido…

Dormi toda gozada no sofá .. e passei semanas tratando meu cuzinho com aquela pomadinha….

E foi assim….. Eu precisava por pra fora….
Mais pra frente conto outras situações que passei tá bom… Beijos obrigada

.

View post on imgur.com

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,77 de 22 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Ghost peituda ID:xgmx4v9i

    Tem mt detalhe desnecessário. Mas deu pra tocar uma nota 4/10

  • Responder Zé Carlos ID:gqau2hb0j

    Eu trabalhava num mercadinho, o dono era um italiano gente boa demais, divorciado, e discretamente ele dava em cima das clientes, sem se importar se eram casadas ou não. Vez ou outra ele se dava bem com algumas dessas mulheres. Eu 22a na época, trabalhava lá a seis anos conhecia 100% dos clientes do bairro, e costumava me dar bem tbm com as garotas. Um belo dia, lá estava eu repondo algumas mercadorias, qdo duas meninas entraram no mercado, se dirigiram para as gôndolas onde ficavam os matinais. Eu conhecia as duas, e sabia que ambas eram frescas demais da conta. Mal respondiam qdo cumprimentadas, eu não ligava pra isso e cumprimentava-as assim mesmo, apenas por educação. Uma delas, a Fabiana veio até mim e perguntou se tinha bolachas de uma marca conhecida, respondi que sim e levei-a até onde estava a tal bolacha. Ela estava escolhendo, qdo a outra se aproximou, pegou um pacote, mostrou pra outra e cochichou algo. Ambas olharam pra mim e riram. Deixei-as lá e voltei para continuar o que estava fazendo. Minutos depois, ambas se aproximaram, olhavam as mercadorias como se quisessem algo, e do nada começaram a rir. Não liguei, então uma se aproximou de mim, e qdo fez menção de falar comigo a outra falou.
    – não Lu, não faz isso…por favor…
    Notei o desespero dela, mas à amiga começou a rir, e disse que já tinha sido zoada por ela, mesmo qdo ela lhe pediu pra não fazer. Ela estava com o pacote de bolacha nas mãos, olhou pra mim e com a maior cara de pau do mundo perguntou.
    – Zé, é verdade que “os negão” tem pau maior que outros caras ?
    Ela falou e desatou a rir, me senti mal na hr, e ri de nervoso. Afinal de contas, ambas eram da parte rica do bairro, filhas de gente de grana, e eu um simples empregado de um mercadinho. Tinha que ter cuidado, pois qq resposta errada, por mais que elas estivessem me provocando, não podia dar mole. Olhei nos olhos dela, e falei que ela devia pensar no que fala e pra quem fala. Ela riu, olhou pra amiga e falou.
    – “ichi”…É viado tbm…

    • Zé Carlos ID:gqau2hb0j

      Respondi na lata.
      -viado é o caralho !
      Dei as costas e saí de perto delas que ficaram rindo. Elas ficaram uns dias sem vir ao mercado, e qdo vieram, pra evitar problemas fui pra copa tomar um cafezinho e fumar um cigarro. Mas não adiantou, a Luísa, a garota do balcão de frios foi me chamar pq estavam me procurando. Ela apontou as duas e falou que era a loirinha que estava me procurando. Fui até elas. Parei, disse uma olá meio seco, olhei pra Fabiana e perguntei.
      -pois não, o que vc quer ?
      Sem um pingo de pudor, a Jú falou na cara larga.
      – o que ela quer mesmo ela tá sem coragem de pedir…kkkkkkk…
      A Fabiana deu um empurrão nela, dei as costas e deixei ambas ali discutindo. Resumindo, fiquei dias com aquilo na cabeça, e pensei.
      “*se essa menina me der mole, vou meter a rola nela…e foda-se*”.
      E um belo dia…aliás belíssimo dia, pq além de ser minha folga, minha mãe fora com minha tia pra Tietê visitar minha avó. Levantei cedo como de costume, peguei meu carro e estava a caminho do lava rápido qdo avistei a Fabiana na calçada. Encostei, abaixei o vidro, e a chamei. Ela olhou, sorriu, nos cumprimentamos, perguntei pra onde estava indo. Ela mostrou a mochila dizendo que estava indo pra escola. Estranhei né, já que ela era de família de posses, e ofereci carona. Ela pensou um pouco, aceitou, mas deu uma boa olhada para os lados antes de entrar no carro. Até aí, a ideia era só dar carona mesmo. Ela mal entrou e tocou no assunto “Jú”. Disse que à amiga era doidinha de pedra e não pensava pra falar. Achei graça, ri do que ela falou, e ela quis saber o motivo do riso. Fui curto e grosso dizendo que a Jú não ia dizer aquilo a toa, e falei em tom de brincadeira que ela podia “abrir o jogo” que eu prometia que ficaria só entre nós. Ela pensou um pouco e perguntou.
      – vc promete mesmo que não vai contar pra ninguém.
      Encostei o carro, olhei pra ela e falei.
      – pode acreditar nisso
      Ela mordeu os lábios, e balbuciou algo, não entendi.
      – o que ?
      Ela falou bem rápido.

    • Zé Carlos ID:gqau2hb0j

      – é verdade que “os negão” tem o…maior que os outros…
      Me espantei com a pergunta, e respondi com outra.
      – que porra é essa menina…quem te disse isso
      Ela pensou pra falar, e disse que ouviu a madrinha dela falando pra uma amiga dela tomar cuidado, pq negão tem o pau maior que os outros. Já estava quase chegando na escola, e eu já estava de pau duro com aquela conversa, resolvi arriscar.
      – mas pra comparar vc tinha que ver né…e já viu algum ?
      Ela abaixou a cabeça, e meio que confessou, dizendo que já tnha ficado com o namorado.
      – como assim, ficado…vc já transou com ele ?
      Ela acenou que sim com a cabeça, perguntei a idade dela, e fiquei pasmo com a resposta. Ela tinha só treze aninhos, e já não era mais cabacinho. Foi então que resolvi arriscar mais.
      -fala sério, é só curiosidade então ?
      Ela disse que sim, falei que depois da aula eu a pegaria, e ela ia descobrir. Ela quis saber pra onde eu a levaria, falei que na minha casa já que estava sozinho. Parei quase na porta a escola, ela olhou pra mim e falou.
      – então “vâmo agora”…
      Aí fudeu mesmo, dei seta e arranquei. No caminho eu olhava pra cara de safada dela, e pensava “*ganhei na loteria sem jogar*”. Meu pensamento era um só, eu ia meter a rola nela. Não ia forçar nada, mas se ela desse mole, ia rolar…ah se ia.
      Parei o carro, desci, abri o portão da garagem, guardei o carro, fechei o portão e subimos. Foi na sala de casa mesmo. Ela sentou no sofá, fiquei parado na frente dela e falei.
      – vc não quer ver, fica a vontade
      Ela olhou o volume, deu um sorrisinho bem safado e falou.
      – nossa…já tá assim ?
      – culpa sua !
      – minha ?
      – sim…bonita e gostosa desse jeito…qq um fica de pau duro
      A coisa pegou mesmo pela resposta dela.
      – qq um não…meu namorado até chupando demora pra ficar durão
      Com jeito ela soltou cinto, abriu o botão e abaixou o ziper. Desceu minha calça junto com a cueca, com um certo cuidado até, e qdo minha rola saltou pra fora, ela exclamou.
      – nossa Zé…é grandão mesmo…rsrs…

    • Zé Carlos ID:gqau2hb0j

      Fiz ela pegar, acariciar e falei que não era tão grande assim, que podia até ser maior que o do namorado dela, mas não era tão grande. Meu pau duro mede 19cm, e ela falou que o do namorado não chegava nem perto. Sentei no sofá, abracei ela, e sussurrei em seu ouvido dizendo que podia brincar a vontade, e matar a curiosidade, que era tudo dela. Não precisei pedir, por iniciativa própria ela expôs a glande e passou a língua. Que delícia !!!
      Eu na sala de casa com a Fabiana, aquela loirinha linda e gostosa, ensaiando um boquete. Enfim…foi demais da conta ver o esforço dela pra abocanhar minha rola e me pagar um boquete daqueles. Arrisquei tirar a blusa do uniforme, e ela facilitou. Vendo isso, parti pra cima, e minutos depois ela estava peladinha na minha frente. Tasque-lhe um beijo na boca, e a safada corrrspondeu com volúpia, e ao mesmo temo, acariciava minha rola. Com jeito fiz ela se deitar no sofá, e comecei explorar aquele corpinho delicioso. Deixei até uma marquinha nos seios dela, que delícia aquele corpo branquinho em contraste com o meu. Caí de boca na xotinha dela, e a garota gemia feito uma puta. Foi demais sentir o sabor do melzinho daquela xotinha deliciosa, e qdo ela gozou então, foi demais. Eu não tinha gozado ainda, e estava louco pra gozar, porém tinha um problema, eu não tinha uma camisinha em casa, mas que ia meter nela, eu ia mesmo. Então só tinha uma alternativa, gozar fora. Me ajeitei sobre ela, pincelei a rola na xotinha dela, que assustada perguntou.
      – o que vai fazer ???
      – vou fazer vc sentir uma rola de verdade nessa bucetinha deliciosa…
      Os nãos foram só charninho, e qdo ela sentiu a cabeça da minha rola dentro dela, ela suspirou e pediu…
      – aahhh…humm…devagar…é muito grande…aahh…
      Meti até onde ela suportou, e pediu pra eu não forçar mais pq estava doendo. Comecei dando umas estocadas bem devagar, e senti os espamos da xotinha dela, qdo me pediu pra não parar que estava gozando de novo. Não consegui segurar, e gozei tbm.