# # #

O Segurança Mulatão de Ipanema RJ

1629 palavras | 2 |4.00
Por

Como sempre, Eu olho e reparo disfarçadamente seus dotes, ou seus volumes dentro da calça comprida, e um comedor ativo, consegue perceber.

Mais um dia de trabalho na instalação elétrica em Ipanema, alí é normal ter vários seguranças, a maioria são bem educados.

Quando Eu chego dou Bom Dia, na hora do Almoço faço aquele comentário de praxe dizendo:

– Hora de pegar o Grude!

E na hora de ir embora, também costumo dizer:

Está na hora de Partir ou algo simpático, isso faz as pessoas se sentirem bem.

Como sempre, Eu olho e reparo disfarçadamente seus dotes, ou seus volumes dentro da calça comprida, e um comedor ativo, consegue perceber.

Uma dia desses, um dos seguranças estava sumido e apareceu, Eu perguntei:

– O que houve, férias novamente?

Ele respondeu:

Tirei uns dias de folga, para resolver umas coisas.

E Continuou:

– Por acaso nos conhecemos de outro lugar?

Eu acho que já te vi na Baixada Fluminense, você não instalou um sistema para a prefeitura?

Eu Disse:

Nunca instalei nada por lá, mas quem sabe?

Ele então disse:

– É que Eu estava precisando de uma orientação técnica lá em casa (O safado já me sondou com o porteiro) pensei que você fosse de lá.

Eu disse:

Posso marcar um sábado e verificar!

Então combinamos e fui em sua casa no Sábado.

Chegando lá ele já estava me aguardando, me aproximei e ele abriu o portão para mim, nisso começou a chover forte, no corredor não tinha cobertura, então corremos para chegar a porta da casa, ele meteu a chave na porta e me convidou para entrar, pegou uma toalha e me ofereceu, sequei meu cabelo, minha blusa molhada mostrava o bico do meu peito durinho, e sem vergonha tirei minha blusa e passei a me secar, estava de calça jeans e a tirei fora para me secar.

Ele logo fez o mesmo, tirou sua camisa de botão deixando a amostra aquele peito maravilhoso com seus pêlos crespos, tirou o tênis e a calça jeans, meus olhos deparam nas suas partes baixas, ele usava uma cueca branca de tecido mole, seus lindos pêlos desciam corpo abaixo indo até o cós de sua cueca, onde também algo pesado se encontrava ali, na hora me bateu um tesão olhando aquele magnífico homem, me enrolei na toalha pela cintura e sentei em um sofá ao lado da porta embaixo da janela, ele então para me agradar, foi fazer um café, e enquanto a cafeteira trabalhava se sentou ao meu lado e falou.

– Eu sempre prestava atenção em você, quando passava por mim, sua educação comigo, e reparei seu olhar em meu cacete.

E Continuou falando:

– Como você sempre falava comigo, diferente de outras pessoas, resolvi arriscar com aquele papo de você vir aqui em minha casa, que obviamente você percebeu que era uma desculpa.

Eu disse:

– Eu também gostei de você, sempre sorrindo, e sim, seu cacete volumoso me chamou a atenção!

Reparei que suas mãos estavam em seu colo sobre seu pau, já endurecendo, e notei que ele deu uma apertada de leve e lógico que ele percebeu que eu notei, quando ele levantou e foi colocar o café nas xícaras, vi aquela balançada de sua cueca e de volta na minha direção, reparei que seu cacete estava maior.

O café não estava muito bom, sou chato com isso, mas não falei nada, o momento tava legal.

Tomamos o café, ele se levantou, deixou as xícaras na pia e voltou, Eu me levantei, o joguei no sofá, fiz um carinho em seus peitos fortes e cabelos crespos, já que ele era bem mulatão, desci com as mãos e peguei em seu cacetão que já estava apontado querendo sair da cueca Branca, desci com a boca e simulei uma mordida, ou várias mordidinhas, ele colocou suas mãos em meus cabelos carinhosamente.

Quando puxei sua cueca para baixo e joguei longe, seu Cacetão grossão estava tão duro que pulou para cima, bateu em sua barriga e já ficou apontado para cima, bem perto de minha boca.

Eu Abocanhei aquele chocolate já saindo baba e ele começou a gemer.

Fiquei chupando gostoso aquele cacetão de chocolate e passando as mãos carinhosamente em seus peitos, sentindo aqueles cabelos crespos e grossos em minhas mãos.

Ele não tinha Lubrificante, então fui na pia e peguei um azeite, coloquei em uma embalagem de iogurte que estava ali lavada e guardada, voltei e me agachei, ele ficou só olhando, Eu coloquei um pouco no meu dedo e enfiei em meu anel, lubrificando bem, e também coloquei na cabeça de seu caralho.

Ele só me olhava, Eu é que iria conduzir a foda, subi no sofá, me agachei em cima dele, apontei o Cabeção de seu Cacetão em minha Flor e forcei sentindo ela entrando, e sem parar desci até sentir os pentelhos crespos de seu sacão encostando em meu anel, ele só Gemia sem parar.

Comecei a rebolar sem parar, sabia que ele estava a muito tempo sem transar, Eu rebolava e cavalgava com seu Cacetão grossão e delicioso dentro de mim, Gemendo e dizendo:

Goze gostoso meu mulatão, me encha logo com seu leite quente, quero sentir você pulsando forte dentro de mim!

Sabia que ele não iria demorar para gozar, não deu outra, ele começou a Grunhir alto e Eu senti seu pau começar a pulsar e jorrar seu leite acumulado dentro de mim.

Eu o abracei forte, para que seu pau entrasse ainda mais fundo dentro de mim, e despejasse o resto de todo seu leitinho quente.

Ficamos abraçados nessa posição nos curtindo.

Eu me levantei e fui ao banheiro, sentei no vaso e saiu muita porra, imagino quando ele estiver com a produção estimulada, sairá muito mais, me limpei e me lavei, deixando minha flor preparada para o lanche da tarde.

Quando sai do banheiro ele ainda estava lá sentado, pelado com o pau enorme e melado mole para o lado e com cara de feliz.

Ele foi tomar banho e voltou de toalha, enquanto ele preparava o almoço, ficamos conversando, ele disse:

– Você já é bem experiente, seu cuzinho engoliu meu Cacete de uma vez só, descendo até o saco, e que cavalgada gostosa, me fez gozar muito rápido.

Eu disse:

– Você disse que não tinha transado e tocado punheta a bastante tempo, então Eu sabia que a primeira seria rápida, tanto que Eu guardei a minha gozada para depois, não iria dar tempo.

Almoçamos, descansamos um pouco em sua cama vendo TV, após um tempo Eu coloquei minha mão em seu Cacetão e logo ele ficou animadão crescendo em minha mão, então pulei em cima dele, coloquei minha bunda em sua cara, ofereci meu anelzinho para sua língua, enquanto Eu o chupava, me arreganhei e descobri que ele tinha uma lingua também Grande e deliciosa, fizemos no 69 delicioso, Eu quase fiz ele gozar em minha boca, era muito tesão, fiquei de pau duro e como Eu queria gozar, lambuzei seu pau com minha saliva, fui para frente e encaixei a Cabeçona de seu Cacetão em minha flor, quando ele disse:

– Não vai pegar o Azeite?

Eu disse:

Acho que não vai precisar, ainda estou melado com seu leite e azeite, se não der certo vou lá pegar.

Então encaixei a Cabeçona de seu Cacetão e minha flor engoliu a cabeça, tirei e dei uma cuspida e recoloquei.

Dessa vez desci novamente até sentir os pentelhos crespos de seu saco em minha flor.

Comecei a gemer e ele já urrava alto, Eu tenho um cavalgada forte, como Eu estava cheio de tesão, comecei a gemer falando sacanagem:

– Quero gozar gostoso sentindo seu Cacetão grossão pulsando dentro de mim, goze comigo meu mulatão, vou gozar, vou Gozar e meu anel começou a piscar e meu pau a jorrar muito leite, nisso ele não resistiu e seu pau começou a pulsar também dentro de mim, conseguimos gozar juntos, meu anel piscando em seu Cacetão grossão e ele pulsando forte e jorrando seu leite dentro de mim.

Ficamos um tempo curtindo essa posição, sai de cima dele com cuidado, mesmo assim saiu muito leite dele de dentro de mim, fui no banheiro com seu leite escorrendo em minhas pernas, sentei no vaso e vi e sem acreditar no que via, seu leite ainda pingando de meu cuzinho, ele jorrou muito leite novamente.

Voltei para a cama e ele continuava ali sorrindo e mais feliz ainda, com seu pau, pernas e barriga todo gozado.

Eu disse:

– Sai daqui e vai se banhar!

Ele Respondeu Sorrindo:

– Sim Senhora!

Nesse dia nós transamos outras vezes, Eu de quatro no sofá, deitado de bruços etc, a tarde minha flor foi toda dele, acho que consegui Drenar todo seu leite da semana.

Se você é uma pessoa discreta da Zona Norte do RJ, tem um local discreto e quer ser meu novo macho dotado e ativo, veja abaixo minhas características.

Sou um cinquentão passivo, mas macho e não afeminado, podemos nos encontrar em um local público, e conviver como amigos sem ninguém desconfiar do que acontece conosco entre quatro paredes.

O que acontecer entre nós, na nossa intimidade, ficará entre quatro paredes, sem ninguém saber!

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,00 de 11 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tio Nando ID:8d5qf7zb0d

    Ei @HP, me conta dos adolescentes cariocas safados, tipo aquele putinho do ator José Dumont? Kkkkkk
    @liketoni

    • HPassRJ_ZonaNorte ID:83102i1id1

      A Zona Sul é enorme, nunca encontrei atores nas ruas nas vezes que estive lá, sou da Zona Norte do Rio de Janeiro.