# # # #

O Princípio da Inércia – Capítulo 1 – Big Bang

491 palavras | 2 |2.71
Por

Voyeur, Dominação, Exibicionismo, Anal, DP, Cuckold, Dirty Talk, Humilhação, Sexo e Suor

Eu estava em casa tomando café da manhã com a minha esposa, depois de ter colocado nossas duas filhas na Van escolar, quando ouço a campainha tocar.

Era segunda-feira, sete e meia da manhã e eu já imaginava quem era.
Era o senhor Jorge, o pedreiro que um amigo tinha indicado para reformar a piscina da nossa casa.

Fui até a porta, recebi o senhor Jorge, apresentei ele à minha esposa, e em seguida fomos até o quintal para conversar e mostrar a ele a área da piscina. Expliquei o que eu queria e em seguida ele foi lá fora no carro dele pegar as ferramentas para começar o trabalho.

Era um trabalho grande, pois a piscina da nossa casa era de fibra, estava ressecada e rachada em vários lugares e eu queria uma piscina de azulejo.
O senhor Jorge teria um grande trabalho para as próximas semanas. Ele comentou que em alguns dias precisaria de ajuda, mas que ele tinha pessoas que poderia ajudá-lo, eu só teria que pagar o extra nos dias que fosse preciso.

Deixei tudo combinado e entrei para o escritório que tenho em casa.

Sou dono de uma rede de materiais de construção. Chamo de rede porque tinha, na época, o total 4 lojas, uma em cada cidade.
Como moro no interior de São Paulo, muitas cidades são pequenas e bem pertinho umas das outras, então, em vez de fazer uma loja grande, decidi abrir algumas lojas pequenas, e aos poucos tenho conseguido aumentar os meus pontos de venda.

Normalmente na segunda-feira fico em casa analisando os relatórios da semana anterior e planejando a semana. No restante da semana visito as lojas, mas sempre que posso prefiro trabalhar no escritório de casa porque é mais confortável e tenho a companhia da minha esposa, que por sinal faz um almoço delicioso!

Quando tudo começou, Julia e eu estávamos casados há 8 anos.

Ela se formou em Letras alguns meses antes de nos casarmos, mas, como moramos em uma cidade pequena, e ela não queria dar aulas, nunca encontrou trabalho por aqui. Julia engravidou assim que nos casamos, e então decidimos por ela dedicar os primeiros anos para cuidar das meninas.

Eu me formei em administração e fiz mestrado em construção civil, justamente para aprender a gerenciar o meu negócio – que eu já tinha antes de começar a faculdade. Não que eu já tivesse a loja com 18 anos, na verdade, comecei a faculdade com 22 anos, alguns meses depois de eu ter aberto a primeira loja com o Flávio, que na época era meu amigo, mas depois tivemos várias discussões em como tocar o negócio, brigamos, e acabei comprando a parte dele uns anos depois.

Hoje estou com 30 anos, Júlia com 28 e temos duas lindas meninas, uma com seis e outra com sete anos.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 2,71 de 7 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Putão ID:830xyuf0qk

    Inércia mesmo, cadê o conto? Alem disso entenda que introdução é uma coisa meio é outra e fim outra, vc poe elementos da introdução la no meio do texto explicando depois dos eventos, não tem um desenvolvimento ou oque explica o objetivo da sua historia, por essas que alguns lançam os dois capitulos seguidos, mas seu texto ta muito cru, inerte.

  • Responder capitol ID:mujhevv9d

    conto curto cortou o conto sem nenhum desfecho narrativa ruim totalmente sem noçao pessimo