#

Gratidão de mãe parte 4

10864 palavras | 7 |4.33
Por

Pra leitores exigentes em detalhes e enredos.

Leiam as 3 partes anteriores pra entenderem tudo dessa história!

É importante saberem que minha namorada ainda não sabia do incesto.

“O NATAL”

Aos 18 anos eu já me sentia realizado, Não tinha do que reclamar em todos os sentidos, Já tinha feito de quase todos os jeitos e O melhor de tudo, a mulher mais top da cidade Era minha mãe! Eu e minha mãe paramos de fazer sexo pois Mamãe sentia muito remorso após o ato, era 1 Semana de chororô!

Nós afastamos intimamente e ficou meio que difícil até de falar sobre sexo dentro de casa, justamente agora que era só eu e ela dentro de casa!

Eu pra não ficar louco comecei a namorar a Cimeirinha que era uma pintura de mulher, cabelos pretos curtos e corpo com tudo novinho e em pé, só que não conseguia matar o tesão por mamãe, a diferença dela pra qualquer outra mulher da cidade era enorme e além de tudo era minha mãe!!! Só o fato de ser minha mãe turbinada meu tesão em 1000 vezes!

Pra vocês me entenderem é assim:

Pras outras darem o cuzinho, deixar gozar na boca era um sacrifício, pra mamãe era uma ordem!

Simples assim.

Acho que muitas mulheres amam serem rejeitadas ou deixadas de lado pois pelo fato de eu ser muito fã da minha mãe eu nunca fui tarado na minha namorada.

Cimeirinha sempre se esforçava mas ela sabia que tinha algo errado e tinha medo de me perder e por isso de vez em quando fazia uma gracinha pra mim na cama, mas tinha os 2 tabus (Anal, gozada na boca).

Minha mãe também percebia essa situação e tentava ajudar, na verdade nós tentávamos sermos normais mas o incesto marca pra sempre, principalmente pro filho.

Saber e lembrar que já fudeu sua mãe é inesquecível!!!!

Cimeirinha fazia de tudo pra me segurar e até chorava as vezes, apesar de poder comer a buceta dela no dia e hora que eu quisesse não era suficiente pra mim,

Eu sentia muito mais tesão na minha mãe e na Lucinha só pelo fato de ser casada, cunhada, prima…

Ou seja, eu amo o proibido!

Decidi terminar o namoro com a Cimeirinha e convidei ela a ir lá em casa pra falar com jeitinho, estava sentado em uma cadeira de fio na porta de casa esperando ela chegar e coloquei uma cadeira vazia ao meu lado pra ela, por volta de 19Hrs mamãe chega com outra cadeira e se senta a minha direita e começamos a conversar…

Mamãe: Oi filho!?

Eu: Oi

Mamãe: Posso ficar aqui?

Eu: Pode sim, até a Cimeirinha chegar pode.

Mamãe: Ué? Porque?

Eu: Vamos conversar, é isso.

Mamãe: Pára de panaquice hein moleke!

Eu: Mãe, respeita o meu espaço!

Mamãe: Quer levar um murrão é?

Eu: Não, só preciso de 5 minutos sozinho com ela.

Mamãe: Tô te lendo mocinho, vai dispensar a menina!

Eu: Bem por aí mesmo!

Mamãe: Te conheço muito bem!

Eu: Ok, então vai.

Mamãe: Filho porquê? Faz isso não!?

Eu: Ela não merece isso mãe!

Mamãe: Então dê o que ela merece!

Eu: O problema é que ela não está no nível que eu desejo mãe!

Mamãe: Não entendi

Eu: É horrível meter nela pensando em outra!

Mamãe: Outra?…. Eu?????

Eu: Penso em você e penso na Lucinha, mas amo só você!

Mamãe: Ai filho, que porra!

Tá vendo a culpa é minha, que vergonha meu Deus!

Eu: Não mãe, a culpa é nossa, tesão e fantasia não escolhe parentesco.

Mamãe: As vezes paro e penso nas loucuras que já fiz! Que loucura!!!

Eu: Eu te amo mãe, te amo!

Mamãe: Você não acha isso errado?

Eu: Você não acha isso gostoso?

Mamãe: Mas filho… Só de pensar na lista de coisas erradas eu piro!

Eu: Meu pau tá muito duro só de pensar mãe!

Mamãe: Meu Deus, acho que nem uma puta de cabaré já foi tão possuída por alguém meu filho.

Eu: É exatamente por isso que vou terminar mãe!

Mamãe: Nããão, por favor não faça isso!

Eu: Mãe, não vou conseguir, vai chegar um momento que irei até broxar, quero evitar esse momento!

Mamãe: Tente mais um pouco, vou pensar….

Nesse momento minha namorada chega com uma mini-saia jeans e senta bem no meu colo.

Cimeirinha: Oi amoooor!!! Oi minha sogra!

Eu: Uaaau, que diabo é isso garota?

Cimeirinha: Diabo não amor, sua capetinha!

Mamãe: Tá vendo filho, topíssima minha nora!

Nisso mamãe pega sua cadeira vem bem no meu ouvido e cochicha…

Mamãe: Espera eu pensar ok!?

Mamãe entra pra dentro de casa e me deixa a sós com minha namorada, nisso já era 20:15Hrs…

Cimeirinha: O que sua mãe disse?

Eu: Nada, coisa nossa mesmo!

Cimeirinha: Amor tô sentindo seu pauzão duro!

Eu: É? Tá duro mesmo! Quer sentir?

(Era por causa de minha mãe)

Cimeirinha: Quero, tô louca pra te dar!

Eu: Tudo?

Cimeirinha: A buceta amor, a buceta!!!

Eu: Só?

Cimeirinha: Ela tá linda amor, depilei e até fiz uma tatuagem de rena pra você!

Eu: Vamos pro quarto!

Cimeirinha: Demorô!

Ao entrarmos em casa tive pensamentos sórdidos e acelerei meu coração!

Eu: Vem amor, vou te fuder de saia mesmo, vem!

Cimeirinha: Hummm, que foi?

Eu: Você me ama?

Cimeirinha: Você sabe que sim.

Eu: Certeza?

Cimeirinha: Sim, muita certeza. O que você quer?

Eu: Seu rabo!

Cimeirinha: Mas ele já é seu, eu inteirinha estou aqui.

Eu: Eu quero comer o seu cú!

Cimeirinha: Ai amor, sério? Eu tenho vontade de te agradar mas não consigo, dói porra!

Eu: Imaginei mesmo, deixa pra lá.

Cimeirinha: Não amor péra, eu vim assim quase pelada pois quero sentir sua rôla bem gostosa, vamos começar e vamos ver o que acontece ok!?

Eu: Assim que se fala!

Cimeirinha: Amor tranca a porta tranca!

Nós já estávamos com os corpos colados e eu roçava minha pica nela todinha, mas eu sabia que minha mãe estava de antenas ligadas e resolvi atiçar, fui na sala liguei a tv, desliguei a luz da sala, desliguei a luz do meu quarto e liguei a luz do meu banheiro.

Meu quarto ficou com a claridade da luz que vinha do banheiro e da tv da sala, ou seja, meia luz, penumbra!

Pedi licença a Cimeirinha pra ir verificar se minha mãe já estava dormindo (Desculpa esfarrapada é claro) e no escuro da sala mandei uma mensagem de texto pra mamãe assim:

“Vem ver seu filho fuder sua nora vem, hoje vou fuder ela bem gostoso só pra você ver!”

Mandei o SMS e voltei pro quarto.

Eu: Vem gostosa vem!

Cimeirinha: _Amor a porta…

Eu: Cala boca, hoje vai ser do meu jeito ou então pode ir embora!

Cimeirinha: Nossa amor, e sua mãe? Tá louco?

Eu: Já verifiquei.

Cimeirinha: Então tá, que se dane!

Eu: Ajoelha vagabunda, vou machucar sua garganta, você precisa de rôla mais que água!

Cimeirinha: Hummm preciso mesmo me dá!

Minha namorada estava bronzeada (exigência minha) e sem a parte superior da roupa, ela ajoelhou-se em minha frente e começou mamãe e mamar e mamar…

Babava, lambia, eu forçava minha rôla na boca dela e falava alto…

Eu: Toma vadia toma, sua mamadeira de pica! Aproveita bem sua rapariga puta!

Cimeirinha: Hummm, glup glup, hummm Caralho, puta que pariu amor que delícia você….

Enquanto Cimeirinha estava ocupada com a boca cheia, eu procurava notar a presença da minha mãe espiando na sala e apesar de eu não ver nada eu sabia que ela estava lá vendo e ouvindo tudo, muito provavelmente com os dedos na buceta!

Só de saber isso meu pau brilhava com a baba da Cimeirinha e de tesão por mamãe estar vendo!

Tudo era calculado por mim, a posição era a mais perfeita possível pra ficar bem a mostra pra quem espiava da sala, eu fazia questão de falar ordenando como se me exibísse!

Eu: Mama putinha mama!

Cimeirinha: Amor vem me comer logo, desse jeito vou ficar louca e você vai acabar gozando! Minha buceta tá em chamas, me acaba vai!

Eu: Fica de quatro com a buceta escancarada pra lá (porta)

Cimeirinha: Por quê?

Eu: Cala boca e obedece! Tô sem paciência!

Cimeirinha: Ok ok!

Eu: Toma vagabunda!

Afundei minha rôla na buceta depilada dela de uma só vez e com força, ela não esperava e deu um grito seco!

Cimeirinha: Ai.

Eu: Gostou?

(Tlap…Tlap…Tlap…Tlap….)

Com voz super trêmula Ci responde…

Cimeirinha: Hummm muito bom mas vai devagar, sua mãe vai ouvir, tá fazendo muito barulho, até os vizinhos estão escutando.

Eu: E daí? Acha que minha mãe nunca deu a buceta é?

Cimeirinha: Credo amor, você tá muito louco hoje!

Eu: Estou, hoje quero te fuder com amor!

(Tlap…Tlap…Tlap…Tlap…)

Cimeirinha: Nossa que bom ouvir isso, é a primeira vez!

Eu: Tá vendo? podemos dar certo, só depende de nós!

Cimeirinha: É? Vai amor fala pra mim meu papel fala…

Eu: Pega o Ky gel na gaveta de cuecas pega!

Sem precisar sair da posição, Cimeirinha só esticou o braço direito, abriu a gaveta e pegou o gel lubrificante e disse…

Cimeirinha: Amor vai devagar e… Por favor me entenda se eu não conseguir ok Amor!?

Eu: Calma garota, calma…

Desacelerei os movimentos e lambuzei meu dedo médio da mão direita.

Eu: Feche os olhos e relaxa o cuzinho tá!?

Cimeirinha: Ok amor, vai…

Cimeirinha respirou fundo pois pensava que eu ia meter a rôla no cuzinho virgem dela mas resolvi fazer minha parte também e dar prazer à ela, antes começar peguei o celular e digitei um SMS bem rápido e enviei pra minha mãe;

“Tá gostando da visão meu verdadeiro Amor? Saudades da senhora!”

Cimeirinha: Aí amor que demora, que suspense é esse?

Eu: Relaxa e curte!

Virei a palma da mão pra cima e encostei a ponta do dedo no cuzinho dela, até então ela ainda não sabia que meteria meu dedo mas como não tirei meu pau da buceta logo ela percebeu…

Cimeirinha: Ui… Que isso amor?

Eu: Calma e sinta…

Cimeirinha: Devagar… Devagar….

Eu: Toma minha pirainha particular

Introduzí meu dedo inteirinho no cú dela e comecei um vai e vem bem lentamente quase parando alternando com minha pica na buceta dela,

Ela começou a gemer de um jeito totalmente diferente de antes…

Mordia os lábios e expremia o “Hummm” ainda de olhos fechados!

Era nítido e notório que ela estava gostando!

Cimeirinha: Nossa!(Com voz super trêmula)

Eu: Quer que eu tire?

Cimeirinha: Não. Continua…

Sentí algo estranho ao redor e ao virar a cabeça pra trás ví mamãe parada na porta de camiseta e calcinha com uma mão dentro da calcinha e chupando os dedos da outra!

“Tive que rezar um pai nosso e uma ave Maria pra não gozar”

Aos poucos senti Cimeirinha movimentar os quadris como se pudesse meu dedo com o cú, não perdi tempo e indaguei…

Eu: Quer dois? Aguenta?

Cimeirinha: Quero, tenho que aguentar, isso tá muito bom por enquanto!

Se Cimeirinha abrisse os olhos iria ver mamãe quase doida na porta mas ela não abria nada, nem um pouquinho sequer,

E com os olhos fixos nos olhos de mamãe que já mordia até a camiseta, introduzí o dedo indicador dizendo…

Eu: Toma dois toma… Dois é bom amor… Você aguenta!

Cimeirinha: uuuuuu… Que top cara… Isso com sua pica na minha buceta é mágico sabia!?

Olhando diretamente no rosto de mamãe li em seus lábios a frase: “Goza pra mamãe goza!”

Não resisti nem três minutos e anunciei meu gozo

Eu: Chega, não aguento mais… vou gozar…

Sai de cima dela e fiquei em pé de frente pra ela e mamãe atrás dela na porta,

Cimeirinha não abriu os olhos e estava entregue pra uma gozada na cara mas resolvi gozar e lambuzar os seus lindos peitos com muita porra, assim que gozei mamãe jogou beijinhos e se retirou na ponta dos pés, Cimeirinha abriu os olhos e exclamou;

Cimeirinha: Nossa amor… Que tanto de porra! Uaaau!!! Nunca vi desse tanto, que deu em você?

Eu: Algo especial, gostou?

Cimeirinha: Amei nossa primeira experiência atrás, quero mais viu!? Acho que aguento você!

Eu: Todas aguentam, basta querer!

Cimeirinha: Se você quisesse eu teria deixado você gozar na minha boca sabia!?

Eu: Eu sei.

Cimeirinha: Ué! Não fez porque então? Se você tanto me pede!

Eu: Não vou fazer nada de uma vez, você merece ter querer.

Cimeirinha: Hum que lindo amor!!!

Mas dessa vez eu estava querendo seu bobo!

Eu: Não seja por isso, experimente, só assim você saberá se é bom ou ruim!

Cimeirinha: Hum? Como? Se você já gozou?

Eu: Meu pau está super lambuzado e suas têtas estão ensopadas e só você pegar um poucos com os dedos e pôr na cabeça do meu pau, chupa e saberá pelo menos o gosto!

Cimeirinha: Hum… Jura amor!!??

Eu: Você quem perguntou!

Cimeirinha: Tá ok então, vamos lá se não nunca vou saber o gosto dessa porra de porra, Rsss…

Cimeirinha encheu dois dedos de porra e passou na cabeça da minha pica que já estava dura pelo tesão de ser a primeira vez, ela levou o dedo indicador a boca e triscou a língua como se experimentasse o gosto e disse…

Cimeirinha: Viscoso e… Aparentemente não é tão ruim não, vou conseguir também

Eu: Espere…

Cimeirinha: Que foi?

Eu: Fique aqui que vou desligar a luz do banheiro, talvez seja melhor pra você

Cimeirinha: Tá, vai lá.

Quando voltei sentei na cama e ela se ajoelhou em cima de um travesseiro, apoiei meu corpo pra trás nos cotovelos e tentei só ver sentir o tesão do momento,

Cimeirinha pegou meu pau abriu a boca e pôs toda a cabeça na boca e sugou, sugou, sugou até acabar tudo, depois na penumbra eu a vi pegar mais porra e lambuzar meu pau de novo e chupar!

Nesse momento quem gemia era eu.

Eu: Caralho menina, que gostoso!

Cimeirinha: Por você amor, por você! (Glup… Glup… Glup…)

Eu: Hoje tô feliz com você!

Cimeirinha: Com nós amor, feliz com nós! (Glup…Glup…Glup…)

Eu: Que chupada maravilhosa!

Cimeirinha: Hoje você é meu sorvete sabor de pica dura Rsss…

Eu: Safada Rsss… Vem, vamos sair daqui você passou no teste.

Nós levantamos e fomos tomar banho, não consegui comer ela lá pois minha gozada tinha sido muito intensa e não havia mais forças pra gozar de novo naquele momento.

Nos beijamos muito embaixo do chuveiro quente e começamos a conversar de corpos bem colados…

Eu: Ci… Tenho que ser honesto com você, eu estava pensando em acabar hoje nossa história.

Cimeirinha: Eu acho que no fundo eu pressenti isso… Qual o problema comigo? Fala pra mim!

Eu: Não é você, sou eu!

Cimeirinha: Poxa amor, gosto tanto de você, queria te realizar mas sempre te sinto distante…

Eu: Sou um sádico, sórdido, depravado, covarde….

Cimeirinha: Pára com isso, o que você gosta todos gostam!

Eu: Não, engano seu, sou diferente e acho que você não me entenderia.

Cimeirinha: Me dê a chance de tentar! Sou fiel e vou fazer o máximo pra dar certo!

Eu: Olha, você é linda! Todos meus colegas te desejam, sua buceta, sua boca, seu cabelo, sua bunda, tudo é top e qualquer um estaria super satisfeito com você assim mas como te disse eu que sou diferente, tenho fantasias diferentes e tenho medo e vergonha de te contar.

Cimeirinha: Amor… Eu te amo e vou te realizar sim, sou adulta, tenho 6 anos a mais que você, sou muito mulher pra satisfazer um homem, porque não o meu?

Eu: Tem certeza Ci?

Cimeirinha: Você quer? Você deixa?

Eu: Quero, quero sim, vou te amar também, você merece!

Cimeirinha: Obaaaa….

Nós atracamos em beijos, punhetas e dedadas na buceta!

Depois dessa noite nós nos tornamos namorados de verdade, eu estava realmente tentando e conseguindo gostar dela mas meu pecado morava comigo na mesma casa, no quarto ao lado!

Não vou mentir pra vocês que estão lendo minha história, meu incesto com minha mãe era de fases pequenas, recaídas pois mamãe sentia remorso depois que o tesão era alimentado e pra evitar novas recaídas nós evitavamos ao máximo, por isso mamãe fazia questão de investir no meu namoro com Cimeirinha.

Mas era impossível olhar pra mamãe e não querer comêla, sendo filho ou não!

Delicia de mulher de 40 anos, nível panicat, sempre bronzeada, cabelos longos, lisos e super hiper bem cuidados, minha mãe de shortinho barra a Globeleza podem acreditar!

Fiquei mais confiante e experiente depois da minha noite com minha namorada, percebi que nem tudo estava perdido, se eu tivesse sabedoria poderia ser o senhor do jogo, ainda não havia metido a pica no cú da Cimeirinha mas já estava bem satisfeito por meter meus dedos enquanto comia sua buceta e além do mais, passei a gozar na sua boca!

Cimeirinha sempre me dizia:

“Quando quiser me contar o próximo passo estou aqui, te amo tá!”

Essa frase me fazia efeito e me dava autoconfiança e sozinho comigo mesmo pensei:

“Minha mãe sempre judia de mim e depois quando ela não aguenta mais eu sempre estou lá pra satisfazer os seus desejos, mas quer saber… Vou mudar isso! Vou comer minha namorada e vou inverter esse jogo, mamãe que me aguarde!”

Passei a provocar mamãe e fingir estar satisfeito só com minha namorada, levaria tempo mas sentia que ia dar certo, era meu az na manga.

Na manhã seguinte já dei o pontapé inicial….

Eu: Bom dia dona Márcia!

Mamãe: Noooossa, bom dia filho

Eu: Você ainda não me contou o que achou do meu show pra você!

Mamãe: Quer me matar moleke? Tá louco? Isso é judiação filho!

Eu: De qual parte gostou mais?

Mamãe: Aí filho… Tudo… Deixa isso pra lá… Eu passei a noite mordendo a fronha… Você foi cruel comigo.

Eu: Tem 1 ano e sete meses desde a última vez né dona Márcia!?

Mamãe: Nossa filho tenho muita saudade de você, te cheirar, te sentir, sentar… Tudo! Queria muito não ser sua mãe, mas sou!

Eu: Te amo tanto mãe… que como ela por você, amo ela por te amar, porque você pediu, mas não tenho coragem de te pedir pra ficar com outro, não tenho forças pra isso!

Mamãe: Aí bebê… Também não querooo… Você é meu veneno e um dia morro disso!

Eu: Tá certo! Te amo tá?

Mamãe: Também!

Após dar início ao meu plano comecei a fingir não querer tanto comer minha mãe outra vez, passei a deixar a porta do quarto aberta escancarada na hora do banho e fazia questão de na hora de sair do banheiro me punhetar e deixar meu pau bem duro, algumas vezes pedia uma toalha e quando mamãe chegava eu apenas agradecia com um “Obrigado mãe, é só isso tá!”, outras vezes esperava ela se sentar no sofá da sala e eu saia do banheiro e parava na porta do quarto com a rôla estufando a tolha bem escancarado mesmo! Fechava a porta do quarto como se não quisesse ser visto trocando de roupa e com o passar mamãe não aguentou…

“Uééé… Que foi? Pra quê fechar a porta?”

Eu: Uai mãe, num é o certo?

Mamãe: É…. É o certo sim…. Tá certo….

Em uma Quarta-Feira fui na locadora e procurei algum filme pornô pra deixar de propósito em cima do vídeo cassete e olhando a estante de amostra vi um perfeito, até assustei na hora, era o destino conspirando a meu favor, encontrei um filme de incesto internacional legendado com uma atriz extremamente parecida com mamãe (Mamãe é mais bonita), Janet Mason ruiva de 40 Anos e em um filme de incesto onde ela dá a buceta bem gostoso pro filho, na história do filme o filho está acidentado com os braços imóveis engessados e ela dá banho, veste roupa, põe comida na boca até que uma vez ao acordá-lo ela vê seu pau duro e pra ajudar o filho faz punheta pra ele… no outro dia chupa… No outro não aguenta e cavalga deixando o filho gozar dentro!

Filme topíssimo nota 10!

Aluguei a fita VHS e levei pra casa, deixei em cima do vídeo cassete na sala, saí de casa e fui namorar com a Cimeirinha pela cidade, as 23:40Hrs sinto meu celular vibrar e quando olho era uma mensagem de mamãe!

Troca de mensagens:

Mamãe: Que filme é esse!!!!!!

Eu: Filme? Ah sim o filme que aluguei né!

Mamãe: Caramba filho onde conseguiu isso?

Eu: Na locadora mãe, onde mais? Por que? é ruim?

Mamãe: Não, pelo contrário, é ótimo, ótimo, vou comprar essa fita!

Eu: Caracas, então você gostou hein, já até assistiu pelo visto.

Mamãe: Filho… Somos nós aqui… Você viu essa mulher?… Sou eu!!!

Eu: Vi não mãe, ainda vou ver (Mentira).

Mamãe: Quer ver com a mamãe hoje?

Eu: Tá bom, pode ser, quero ver sim ok, só vou no bosque com a Ci viu, tô louco por uma boca!

Mamãe: Boca??? Ah tá, entendi seu safadinho!!! Tô aguardando…

Eu: Ok

Dei uma desculpinha pra Cimeirinha e voltei pra casa as 00:50Hrs sem ter feito nada sexual (Propositalmente) pra quando estiver assistindo o filme meu pau “babar”, quando entrei e cheguei na sala quase tive um infarto, mamãe estava de shortinho de dormir quase transparente e com tecido fininho e molinho e sem calcinha, dava pra ver sua buceta rachando o tecido, que bucetão gostoso! Que testão! Que capuzão de Fusca! Mamãe usava camisetão folgada e sem sutiã, top sem quantia!

Deitada de ladinho no sofá de três lugares, que visão aquela!!!!!!!!!!!

Entrei bem discreto e fui pro meu quarto trocar de roupa.

Eu: Oi mãe, vou me trocar e já volto tá!

Mamãe: Tá, vem logo que tá tarde! (Se fazendo de difícil)

Pensei comigo:

“Hoje não dona Márcia, hoje não… Vou te ensinar!”

Voltei pra sala e sentei numa ponta do sofá e mamãe na outra e com a casa totalmente trancada e todas as luzes apagadas demos play, só a tv de 29 polegadas iluminava o ambiente, o filme rolava e era muitíssimo bem elaborado, digno de produção internacional mesmo, no filme o filho chegava em casa do colégio e flagrava a mãe (Janet Mason) limpando o chão da casa com mini saia e de 4, o moleque ficou hipnotizado com aquele cuzão arrebitado e escorregou no chão molhado, caindo e quebrando os 2 braços, depois que eles voltaram do hospital já com os braços engessados e imóveis foram conversar e foi então que tudo começou…

Diálogo do filme:

Janet: Desculpe filho, não te avisei do piso molhado

Filho da Janet: Não precisa se desculpar mãe, não devia ter te espiado!

Janet: O que??? A culpa é minha filho, estava quase pelada.

Filho da Janet: Você é bonita com ou sem roupa mãe!

Janet: Que lindo filho, pode deixar que a mamãe vai cuidar de você direitinho

O resto do enredo do filme já contei pra vocês.

Com o desenrolar do filme percebia mamãe inquieta, era nítido o tesão em seus olhos mas eu me segurava como se estivesse tranquilo e calmo (Mentira)

Mamãe: Uau filho, que filme é esse?!!

Eu: Também tô gostando!

Mamãe: Isso foi calculado foi?

Eu: Não uai, como pode ter sido calculado se eu não vi? Tô vendo agora.

Mamãe: Parece até que somos nós, ela é muito semelhante a mim!

Eu: Realmente mãe, mas você é brasileira né, o corpo é outro nível!

No filme essa atriz Janet Mason não faz anal, só dá a buceta mas mesmo assim a atriz e a história é um show.

Mamãe: Nossa bebê, tô babando!

Eu: Mãe, pode se tocar! Não vou olhar, e se eu olhar vai ser daqui ok?!

Mamãe: E você?

Eu: Mãe… Acabei de gozar gostoso na boca da sua nora! (Mentira)

Mamãe: Nossa que inveja filho!

Eu: Vai lá mãe, não tem graça assistir um filme desse nível e não bater uma, capricha aí! Quer que eu saia?

Mamãe: Nããão, desde quando você é tão compreensível?

Eu: É que resolvi aceitar seus conselhos e apostar na Cí.

Mamãe: Não estou aguentando mas estou com vergonha de você

Eu: Por que?

Mamãe: Neném… Faz mais de ano desde a última vez lembra?

Eu: Se não é pra eu sair, o que você quer que eu faça?

Mamãe: Fique de cueca e se toque também, assim posso te ver também!

Eu: Ok, mas eu aqui e você aí.

Mamãe: Noooossaaaa, que deu em você?

Me levantei, tirei meu short e fiquei de cueca com a rôla bem dura estufando o tecido, por eu não ter gozado e pelo tesão do momento minha pica estava babando e molhou a cueca, mamãe mordia os lábios e seus olhos brilhavam!!!

Me sentei no sofá e comecei a alisar minha pica por cima da cueca,

Mamãe não sabia se assistia o boquete da Janet Mason ou me olhava ao seu lado, eu estava quase infartando mas mantive a pose.

Mamãe: Nossa que delícia de boquete, deu até água na boca!

Eu: Nem sei qual é melhor

Mamãe: Pra mulher é sempre na buceta o melhor, pra mim é né, principalmente sentar em cima!

Eu: Pro homem brasileiro eu acho que o maior tesão é comer o cuzinho!

Mamãe: Sério? Pra você é?

Eu: Você sabe a resposta!

Mamãe: Seu pau tá lindo bebê

Eu: Tá?

Mamãe: Tá, e tá tirando minha atenção

Eu: Olha o filme ó, ela vai exatamente sentar nele agora, se veja lá!

Mamãe: Nossa filho, que saudade de sentar numa pica hummm…(Já com voz trêmula)

Eu também estava quase gozando de tesão, meu pau já estava todo fora da cueca e molhado, brilhando, cabeça babada!

A cena realmente se parecia muito com nós!

Mamãe: Será que ela vai dar o cuzinho pra ele?!

Eu: Não mãe, essa atriz não faz anal!

Mamãe: Sério? Ah não queria tanto ver o bundão dela engolindo!

Eu: Mãe… Não é toda mulher que aguenta vara no rabo e gosta não!

Mamãe: Eu aguento…. Tudo! Aguento o seu!!!!

Eu: Mãe você não conta…

Mamãe: Como assim?

Eu: Você é acima da média… Em tudo!

Mamãe (Gemendo): Hummm filho…. Tudo o que????

Eu: Seus cabelos…

Mamãe (Gemendo): Que mais???

Eu: Sua boca…

Mamãe estava com o dedo médio de uma mão num vai e vem frenético e com a outra ela acariciava os lindos melões bronzeados!!!

Mamãe(Gemendo): Fala mais…

Eu: Seus peitos são mais lindos!

Mamãe(Sussurrando): É?… Fala….

Eu: Sua buceta é quente e única!

Mamãe(Sussurrando): Quente?… Hummm… Única é?… Por quê hein?

Eu: É a buceta tatuada mais cobiçada da família, e você é a milf mais top de Goiás! Minha mãe, única!!!!

Mamãe(Quase morrendo): Nossa Márcio, eu….

Eu: Seu rabo é de uma Deusa, seu cuzinho rosado é a coisa mais gostosa e macía que eu já vi e provei!

Só pra registrar

À essa altura que se dane o filme

Mamãe(Quase morrendo): É?… Tá com saudade de provar de novo tá?

Eu: E tem o melhor mãe!

Mamãe: Melhor???? O que????

Eu: Gozar na sua boca!

Me levantei, tirei a cueca, meu pau gozava involuntariamente, cada pulsada sopitava pequenas quantidades de porra, meu pau pedia pra gozar…

Mamãe já com os olhos de peixe morto(característica de tesão) estava entregue, eu poderia fazer o que eu quisesse com ela, gozar na sua boca, comer sua buceta tatuada ou arrombar seu cuzinho que devia estar piscando,

Fiquei em pé à sua frente, mamãe olhava sem piscar pro meu cacete duro e brilhoso(mordiscando os lábios), com a ponta do dedo indicador tirei a porra que estava na boquinha da pica e levei o dedo até a boca de mamãe que abriu os lábios como se chupasse leite condensado(Que língua!!!)

Mamãe (Entregue): Vem neném…O que você….

“Eu a interrompi”

Eu: Feche os olhos!

Mamãe (Com voz doce e baixa): É?… Tá bom!

Ela de olhos fechados, sentada no sofá com os 2 pés apoiados no assento e de buceta escancarada, Segurei sua cabeça pelos cabelos com a mão esquerda, cheguei bem próximo do seu ouvido e mordisquei sua orelha e disse sussurrando bem baixinho: “Sinta isso”

Ela respirou bem fundo já se contorcendo

Com a mão direita enfiei 3 dedos 1 só vez na sua buceta quente e molhada, levei meus dedos molhados e passei nos seus lábios como se fosse baton e à beijei bem gostoso!

Mamãe: Apaga meu… (Interrompi de novo)

Fui na sua orelha e mordisquei de novo e sussurrei:

“Faz um biquinho, chupe só com os lábios o melzinho da ponta da rôla, mas não abocanhe meu pau tá!?”

Mamãe(Trêmula): Umrrum…

Coloquei meu saco nós lábios dela e fui descendo bem devagar… Bem devagar mesmo até chegar na cabeça da pica e posicionei a boquinha da rôla nós lábios dela dizendo:

“Não use as mãos… Não abra a boca… Só os lábios ok”

Mamãe: Hummmm….

Depois que mamãe sugou tudo,

Mamãe entre-abriu a boca automáticamente esperando rôla,

Segurei seu queixo, beijei seus lábios molhados e

Ao pé do ouvido disse antes de sair pro meu quarto:

“Preciso guardar minha pica pra sua nora, Boa moita dona Márcia!”

Mamãe: Ã???… Oi???…

Fui pro meu quarto e tranquei a porta, fui direto pro chuveiro, bastou 4 punhetadas pra gozar “1 litro” de porra, bati mais 3 punhetas nessa noite, mamãe não disse nada afinal ela devia muito no cartório, era muuuuito difícil pra mim conseguir resistir em comê-la, pra vocês terem idéia basta ir no Google e digitar “Janet Mason” e irão me entender, minha mãe é o meio termo entre ela e Luma de Oliveira(Prefiro mamãe), não sei como mamãe se virou, más depois desse dia eu tive uma certeza, mamãe estava doida pra dar “facinha facinha”,

Resgatei em mamãe o instinto de cadela no cio, mulher puta, calorosa e provocante.

Eu por meu lado estava “me sentindo”, quase matava a Cimeirinha de tanto meter nela,

Algumas vezes ela pedía arrêgo e era aí que eu à fazia chupar até ela engolir a última gota!

Eu não podia negar… “Cimeirinha me amava”

Os dias eram regados a muita punheta pois eu não resistia esperar ver a Cimeirinha pra descontar, eu estava matando mamãe e mamãe estava me matando

Chegava em casa e sempre topava mamãe de calcinha e camiseta, limpando a casa de shortinho sem calcinha, ela fazia questão de usar mini-saia e pagar calcinha, dormia de só de blusão sem calcinha no carpete da sala, isso tudo pra me provocar mas eu tinha um escape pra suportar a mais terrível das tentações:

“Eu tinha a Cimeirinha”

Certa tarde resolvi surpreender,

Comprei um grande pedaço de bolo de chocolate branco daqueles caros!

Levei pra casa, esperei entardecer e antes de sair pra fuder minha namorada,

Coloquei o grande pedaço de bolo num pratinho e bati 2 punhetas

E gozei bastante em cima do bolo, levei à geladeira e saí de casa

Já no centro da cidade e acompanhado, mandei um SMS escrito:

“Mãe, pra não cairmos em tentação comprei um bolo pra você, espero que saboreie! A cobertura é especial, Saudades da minha musa!”

Depois de mandar o SMS me deu um tesão louco e levei a Cí pra um canto da rua

E metí a pica nela atrás de um carro ali mesmo, a ponto dela dizer:

“Tô até com medo do dia que você enfiar essa pica no meu cú!”

Meu celular vibrava de 1 em 1 minuto, Cimeirinha desconfiou de mim

E tomou satisfações…

Cimeirinha: O que é isso amor? Quem é?

Eu: Mamãe amor, mamãe.

Cimeirinha: Sua mãe? MMM… Sei não viu, posso ver?

Eu(Gelado): Pode, toma!

Cimeirinha abriu os SMS’s e lêu todos e pra minha alegria não dava pra saber de nada

Todas as mensagens eram:

“Noooossa que saudade… que delícia… vou comer tudinho…Onde aprendeu isso…Amei…”

Cimeirinha mesmo assim ainda indagou:

“Onde aprendeu o que???”

Eu: Péra amor, é que eu comprei um bolo com cobertura pra minha mãe de surpresa!

Cimeirinha: Caramba, ela gostou mesmo, depois me dá um desses ok!?

Eu: Você que manda meu amor!

Até aí eu estava aliviado mas quando guardei o celular no bolso senti ele vibrar outra vez…

Eu: iii… Deve ser minha mãe de novo!

Cimeirinha: Porra!!! Que bolo é esse hein!!!

SMS: “Estava morrendo de saudade de sentir esse gosto,

Quer algo em troca?”

Meu coração acelerou, perdi a graça e engoli saliva.

Cimeirinha: Não vai responder?

Eu: Vou, vou sim amor, falo pessoalmente né!?

Mandei um SMS: “Vai ter mais”

Voltei pra casa e fui direto pro quarto,

Mamãe estava certamente doida por rôla

Escuto um toc toc na porta, era ela:

“É você bebê? Tá sozinho?”

Eu: Tô mãe, sou eu sim.

Mamãe: Você não me resp…

(Interrompi)

Eu: Tô exausto mãe, sua nora acaba comigo!

Mamãe: Obrigado bebê, Te amo!

Eu: Eu também dona Márcia, eu também!!!

No outro dia de manhã bem cedo,

Gozei dentro de uma taça

E coloquei em primeiro plano na geladeira

Colei um pedacinho de papel com durex escrito:

“TEM CORAGEM DE TOMAR?”

E voltei pro meu quarto e fiquei aguardando,

Não demorou muito e meu celular vibrou…

SMS’S

Mamãe: Onde você aprendeu isso moleke?

Eu: Rsss… Alí

Mamãe: Não aguento mais filho!

Eu: Bebeu ou não?

Mamãe: Vou aí.

De repente a porta do meu quarto se abre

Mamãe só de calcinha e camiseta entra e…

Mamãe: Acha que eu arrego? Olha pra mim.

Disse isso e bebeu a porra todinha da taça,

Ainda lambeu com a língua!!!

Mamãe: Não aguento mais essa vida, preciso de pica!

Eu: É? Onde?

Mamãe: Onde você quiser! Não aguento mais esse tesão!

Eu: Mãe, não podemos lembra?

Mamãe: Que se foda o mundo, que se foda você, que se foda aquela vadia que está te tirando de mim, sugando suas forças, até sua porra está rala, você percebeu? Vai me deixar sozinha? Eu não era sua musa?

Eu: É mãe, você é.

Mamãe: Se você não me comer eu serei obrigada a dar pra alguém!

Eu: No natal.

Mamãe: Ã?…

Eu: Depois de amanhã, no Natal!

Mamãe: Por que?

Eu: Deita na cama de bruços.

Mamãe deideitou-se

Tirei a cueca e me deitei em cima dela

Segurei firme em seus punhos, mordisquei em sua orelha

E fiquei cutucando sua buceta por cima da calcinha…

“Tá gostando? Tá né? Saudades né sua vadia!… Você vai ser arrombada como sempre quis, e ainda vai me ajudar com sua norinha vagabunda!”

Mamãe fungava com respiração bem forte e unhava o lençol

Mamãe (Trêmula): Você quer me matar? Mete logo essa pica e acaba com isso vai!

Eu aumentei a intensidade dos movimentos e mamãe começou a gemer muito(Eu também)

Segurei seu queixo e beijei enquanto estocava ela…

Tplap…Tplap… Tplap…Tplap…

Eu: Que cuzão gostoso… Que bunda maravilhosa… Incomparável!

Mamãe (Gemendo): É?….Fala mais….

Eu: Serei seu presente!

Quando disse isso, não aguentei mais…

Senti que ia gozar e rapidamente puxei a calcinha de lado

E soquei a rôla já pulsando pra gozar na buceta dela que urrou feito vaca

“Uuuuuu….uuuuuu….aaaaaa…..mmmmm…..uuuu…..

Fiquei bastante ofegante em cima dela

E não tirei a rôla da buceta

Ela só gemia e eu sentia seu corpo trêmulo

Fiquei uns 10 minutos beijando seu rosto

Até que fui descendo e beijando seu corpo

Mordisquei a bunda bronzeada e vi a borboleta pulsando

Como se a buceta tivesse vida,

Beijei até chegar nos calcanhares

E antes de sair

Só tive forças de dizer:

“No Natal…”

Foi um golpe duro pra mim sair dali sem comer aquela Deusa

Mas faltavam só 2 dias pro Natal, ia valer a pena…

24 de Dezembro via SMS

“Mãe se bronzeie com a melhor marquinha possível”

“Cí se bronzeie com a melhor marquinha possível”

Resposta da Ci:

“Não precisa pedir amor, eu sei que do que você gosta”

25 de Dezembro 17Hrs

Eu: Mãe, use lingerie preta

Mamãe: Mas garoto, e a sua namorada?

Eu: Tem pica pra vocês duas, minha rainha!

Mamãe: ???

20 Horas…

Mamãe saiu do seu quarto e chegou na sala onde eu a esperava

Que espetáculo de mulher, que coisa mais linda do mundo

Era muita areia pra mim, minha sorte era ser o seu filho

Mamãe vestia uma saia curta colada ao corpo preta

E corpete estilo Paula Fernandes rosa clarinho

Botinhas cano curto!

Reparei nela todinha, pêlos do corpo loirinhos

Nós abraçamos e senti seu perfume,

Me afoguei em seu pescoço

Me ajoelhei em sua frente, subi sua saia

E beijei e mordisquei por cima da calcinha

Seu capô de Fusca!

Mamãe acarinhava meu cabelo e dizia bem baixinho

“Aiiii….Aiiii…mmmmm……”

Me levantei peguei em suas mão e saimos

Eu: Hoje eu dirijo!

Mamãe: Tá

Saimos de casa no nosso Vectra automático preto

E eu pedi pra mamãe subir a saia um pouco

“Quero ver um pedacinho da sua calcinha”

Repousei minha mão direita em sua coxa sedosa

Dentro do carro orientei mamãe.

Orientação:

“Mãe… Hoje haja o que houver você é e sempre foi somente minha mãe ok!?”

Mamãe: Me conta o que vamos fazer, até agora estou voando!

Eu: Hoje vamos nos amar, e muito, muito, muito!

Mamãe: Não entendi nada, olha lá hein!

Deixei mamãe em um showzinho que tava rolando um shop

E fui buscar Cimeirinha, parei o carro e tive outro vislumbre

Cimeirinha estava tirando! Shortinho noturno brilhoso preto

E vida sem sutiã branca, os seios apontavam no tecido

A blusa deixava à mostra sua barriguinha chapada

Desci do carro e a beijei, cheirei seu cabelo

Acariciei sua cintura,

À encostei no carro e sarrei meu corpo no dela

De corpos colados abri o zíper do shortinho dela

E vi a calcinha branca bem baixa

Dava pra ver o contorno da marquinha de sol

Disse pra ela:

“Você tá deslumbrante meu amor”

Cimeirinha: Nossa amor, nunca ouvi você falar assim!!!

Eu: Hoje é tudo especial!

Cimeirinha: Hummm… Que fofo, tô preparada!

Eu: Entra no carro mas não fecha o zíper ok

Cimeirinha: Que você quer fazer?

Eu: Por enquanto nada, só te ver mesmo

Cimeirinha: Amo suas pedidas, suas idéias!

Eu: Se você não estivesse tão maquiadinha e perfeita te pediria um boquete aqui no carro mesmo!

Cimeirinha: Relaxa amor, hoje vai ter muito boquete

Eu: Tá

Saimos com o carro e repousei minha em sua coxa

Seu short aberto estava muito provocante!

Diálogo dentro do carro…

Eu: Ci…

Cimeirinha: Oi

Eu: Você me ama?

Ela pôs a mão em cima da minha e respondeu

Cimeirinha: Sim, muito!

Eu: Acho que aprendi a te amar

Cimeirinha: Poxa cara, não acredito, esperei tanto pra ouvir isso

Eu: Hoje eu quero te conhecer de verdade, saber de tudo sobre você!

Cimeirinha: O que você quiser saber!

Eu: Tem vontade de ser minha mulher?

Cimeirinha: sim, você sabe, eu já te disse!

Fomos pra o shopp e encontramos mamãe,

Assistimos o showzinho, dei cerveja pra elas

As duas estavam soltinhas depois de 4 doses de whisky

Elas não bebiam e pouca bebida já as alegraram

Entre uma música e outra eu alternava em abraçar uma

E depois a outra

Meu pau estava duro e ambas perceberam

As chamei pra sair dali e ir passear pela city

Pegamos o carro e saimos à esmo

Mamãe estava no banco de trás no meio

Começamos a conversar bem descontraídos

Eu: Tenho muita sorte viu

Elas: Por que?

Eu: Estou com 2 presentaços de Natal

Cimeirinha que até então levava tudo na brincadeira:

Viu minha sogra? Seu filho tá de olho você também,

Quer tudo pra ele! Rsss…

Eu: Também né, olha que espetáculo estou vendo pelo retrovisor

Mamãe (Alegre): Eu também… Lindo!

Cimeirinha: Nosso lindo!

Eu: E vocês são minhas lindas!

Cimeirinha: Ah amor, vamos chorar!

Eu: Puxa a saia e deixa eu te ver mãe

Cimeirinha: Olha só!!!!

Mamãe: Tá bom bebê mais cuidado com o trânsito

Eu: Que capô lindo mãe!

Cimeirinha (Alegre): Credo amor… Tarado…

“Mamãe pelo retrovisor me encarava”

Eu: Então vamos pra algum lugar pra conversarmos?

Cimeirinha: Hoje é natal amor, nada está aberto

Mamãe: Só tem aquele show que saímos

Eu: Que tal uma presidencial?

Elas: Presidencial????

Eu: Sim… Motel

Elas tiram bastante e levaram na boa

Eu: Vamos!? Vamos passar a noite toda até amanhã meio dia

Cimeirinha: Continue…

Eu: Conversando… Comendo… Bebendo…

Mamãe: E o que mais?

Eu: Lá a gente descobre

Cimeirinha: Sua mãe virou voyeur agora?

Eu: A suíte presidencial é enorme e luxuosa, tem piscina e ninguém precisa ver ou fazer nada que não queira.

Mamãe: Eu topo!

Cimeirinha: Então tá né, vamos Rsss!!!

Chegamos no motel e aluguei a suíte presidencial

Com 3 ambientes, era super Chick

Mamãe e Cimeirinha ficaram de boca aberta

Nenhuma delas tinham visto aquilo (Nem eu)

Mamãe: Filho do céu, isso aqui é de outro mundo!!!

Cimeirinha: Tem absolutamente tudo aqui!

Mamãe: Como você pagou?

Eu: Hoje é natal e meu décimo terceiro é inteirinho pra vocês

Elas gritaram: “Urruuuuuu”

Tirei minha roupa inclusive a cueca e pulei na piscina quente

A água estava tão quente que fumaçava

Elas arregalaram os olhos surpresas

Meu pau estava durissimo e elas viram

Havia um frigobar à beira da piscina

Depois do primeiro mergulho subi os degraus da piscina e peguei uma champanhe e três taças com um balde com gelo

Elas me olhavam boque-abertas

Eu: E aí meninas… Vão vir não? Tirem as roupas e vem! Vamos beber isso e conversar, que tal?

Mamãe: Não trouxemos bikini meu filho

Cimeirinha: Você tá falando sério?

Eu: Olha meninas, podemos ir embora também, só quis agradar

Cimeirinha: Como você fica pelado de pau duro na frente da sua mãe?

Mamãe: Pára né Meirinha, tenho sua idade só de pau duro Rsss…

Cimeirinha: Então tá, vamos ter nosso Natal louco!

Elas tiraram as roupas e ficaram só com as calcinhas

A visão era a melhor do mundo

Uma milf e uma ninfeta ali na minha frente

Mamãe de preto e Cí de branco, contraste maravilhoso

Eu: Uaaau que gostosas, dêem uma voltinha pra mim

Elas deram uma voltinha sorrindo e desceram os degraus da piscina e entraram de vez

No centro da piscina tinha uma pequena mesa suspensa que servia pra pôr a bebida

Fomos pra mesa e começamos a beber a champanhe

Sorriamos bastante e elas estavam bem mais “altas” que eu

Com as músicas que passavam

Eu beijava Cimeirinha e algumas vezes abraçava mamãe que sentia minha rôla nela e brincava..

“Ui… Ainda bem que ainda tem a calcinha né”

Eu: Que pena né!

Cimeirinha: Cuidado amor, você vai acabar comendo sua mãe Rsss…

Eu: Vem cá vem minha indiazinha, deixa eu te abraçar por trás deixa

Me posicionei atrás de Cimeirinha agarrei seus 2 seios e comecei a beijar sua boca

Minha pica roçava na sua bunda e ela estava no meio termo entre vergonha e tesão

Como por instinto abocanhei seu seio direito e ela já dava sinais de gemido

Cimeirinha: Aí amoooor… Sua mãe tá aquiiii….

Eu: Pra minha mãe não me ver te comendo hoje só se ela sair daqui a pé, o combinado foi amanhecer nós juntos!

Cimeirinha: Aiiii…. aiiiii….

Eu: Tira a calcinha tira, estamos na água!

Cimeirinha: Sérioooo?

Eu: Mãe… Tira a sua também, vocês estão lindas marcadas de sol!

Mamãe: Posso Cí? Vamos?

Cimeirinha: Então tá!

Mamãe: Por que você não tira então neném?

Eu: Seria um prazer… Posso amor?

Cimeirinha: …..Pode….

Descí minha mão pela barriga da Cí e cheguei ao cóis da calcinha que abaixei já alisando sua buceta lisa e fui atiçando na conversa…

Eu: Hummm amor, tá lisinha! Amo você assim lisinha! Vamos ver você mãe… Sua vez vem cá!

Mamãe veio eu a abracei por trás, meu pau já se alojou entre suas pernas e ativei as duas…

Eu: Olha Cí… Olha esses peitos da mamãe… Uma vez miss sempre miss… Olha!!!

Cimeirinha: São lindos demais!

Eu: Mãe do céu… Que corpo hein!

Mamãe: Só está precisando ser usado né Rsss

Eu: Pode ser hoje… Só depende de nós!

Cimeirinha: Amoooor… Quer comer nós duas é?

Eu: Cí… Olha isso… Não dá pra resistir né!

Cimeirinha: E eu? Como fico nessa história?

Eu: Fica bem… Cumpre seu propósito!

Cimeirinha: Qual?

Eu: Ser feliz comigo!

Mamãe: E eu?

Eu: Você pode nos ensinar tudo de bom sobre sexo!

Cimeirinha: Você era tão tímido, mudou demais!

Eu: Você já ficou com algum cara junto com alguma amiga?

Cimeirinha: Hummm???

Eu: Já né? Quero ouvir de você!

Cimeirinha: 1 vez sim mas…

Eu: Cí… 1 não, 2.

Cimeirinha (Muda): É….

Eu: Você e a Jôsi num foi?… Pro Caio não é?…

Cimeirinha: Sim mas….

Eu: Você e sua irmã, pro Vicente não foi!?…

Cimeirinha: Como você sabe disso?

Eu: Por que não pra mim?

Cimeirinha: Por que você eu amo e esses 2 idiotas não!

Eu: Pra um idiota sim, pro seu amor não?

Mamãe riu e comentou:

“iiii… Te pegou!”

Cimeirinha: Mas amor… Minha irmã tá casada e a Jô não sei, foi coisa de momento, aconteceu…

Eu: Não estou falando da sua irmã… Olhe ao seu redor…

Cimeirinha: Você quer isso?… Por você eu….

(Interrompi)

Eu: Fiquem aqui… Tenho um presente pra vocês, vou ali pegar…

Mamãe: Presente? É chantagem Rsss…

Fui no outro ambiente e peguei os presentes no bolso da calça,

Depois que saí da piscina as duas tiveram um breve diálogo,

Ao voltar percebi que conversavam e disfarces à distância pra não interromper…

(mamãe me contou depois)

Cimeirinha: Ele quer me comer na sua frente, topa ver?

Mamãe: Acho que ele quer muito mais que isso e você sabe disso!

Cimeirinha: Sei… Acho que sei… Você vai deixar?

Mamãe: E você vai deixar?

Cimeirinha: Deixar rolar né!?

Mamãe: Tem 2 anos que não dou então… Por que não? Hoje é natal, e está sendo tudo muito especial até aqui, como você disse, deixa rolar!

Cimeirinha: Mas e eu?… Quer dizer, e Nós?… Quer dizer, e entre nós duas?

Mamãe: Caso você não saiba, ele ia terminar com você aquela noite que você foi quase pelada lá em casa, e eu quem não permite, disse que valia a pena investir em você, então…..

Cimeirinha: Sério sogrinha? Você é a mulher mais linda que eu já vi pessoalmente!

Mamãe: Você também é perfeita minha filha, meu filho parece estar te amando, Você o ama… Então eu também te amo!

Cimeirinha: Ele tem razão, se fiz já fiz isso por 2 idiotas, por que não pra ele!?

Elas se aproximaram uma da outra e se deram um longo selinho,

Logo após se olharam nos olhos e finalizaram com:

Cimeirinha: Por ele!

Mamãe pôs o dedo nos lábios da Cí e disse:

“Por nós minha filha, Por nós!”

Cheguei fazendo barulho pra me anunciar

E fiquei no segundo degrau da piscina (eram 5)

Do joelho pra baixo submersos, o que deu um belo contraste pois

Meu pau estava duro e chamou muito a atenção delas,

Elas vieram sorrindo com as taças na mão e ficaram à minha frente

No quinto degrau na altura da minha barriga…

Cimeirinha: Nossa amor… Que trenzão!!! Olha sogrinha que lindo! Rsss.

Mamãe: Acho que esse é o nosso presente! Divide comigo? Rsss.

Cimeirinha: Divido sim uai… Foi você que fez!

Era nítido a descontração, a cumplicidade entre elas!!!

O peso tinha ido embora, meu plano estava um sucesso,

Por dentro em meus pensamentos eu estava delirante, conquistei as duas sozinho,

Parece que até ouvia o Galvão Bueno gritando Gooooooooollllllll!!!!!!!

Eu também ri e chamei…

Eu: Vem cá mãe, sobe aqui vem e fica de costas aqui pra mim!

Mamãe subiu e ficou junta a mim, se virou e colei meu corpo ao dela

Meu pau duríssimo forçou sua bunda maravilhosa!

Abri a mão e revelei uma corrente de ouro feita sob medida

Linda linda linda, com um pingente escrito: “Minha Rainha”

Mamãe quando viu não acreditou e desmoronou com os olhos marejados

Mamãe: Noooossa filhoooo que lindaaaaa!!!!! Pra miiiiiimmm?

Cimeirinha: Uaaaaau sogrinha

Mamãe se virou me abraçou agradecendo e chorando de alegria

Mamãe: Obrigado neném! Amei! Nunca ganhei uma dessas!!!

Segurei em seu queixo e lhe dei um beijo só de lábios mas meio demorado,

Cimeirinha olhava paralisada, era o primeiro impacto, a primeira vez que ela

Me via beijando outra mulher e com o detalhe,

“Minha mãe”

Ao beijar minha mãe só completei com um “Te amo”

Eu: Desce lá e assista mãe, vem amor, sua vez!

Cimeirinha: Pra mim também amor? Sério? Não acredito!

Mamãe: Você merece Cí!

Cimeirinha veio e ficou de costas pra mim já quase chorando,

Eu a abracei por trás e mordisquei seu pescoço

Revelei outra corrente de ouro também sob medida

Com um pingente escrito “Minha Dona”

Mamãe: Noooossaaaa!!!!! Urruuuuu!!!!!

Cimeirinha (Chorando): Não acredito, você me mata amor!

Segurei seu queixo e tasquei um beijo de língua bem demorado e ao final completei…

“Também te amo Elcimeire”!!!

De lábios quase colados Cimeirinha me disse…

Cimeirinha: Aí amor que lindooooo… Mas você nós pegou de surpresaaaa…

Não trouxemos nada pra presente!

Eu: Meus presentes são vocês, minha rainha e minha dona!

Cimeirinha (Voz doce): Aproveita seus presentes amor!

Ao ouvir isso comecei a beijar Cimeirinha que estava à esquerda,

Não tinha mais volta, elas estavam entregues

Segurei os cabelos da Cí pela nuca e quando à beijava,

Apalpei seus seios com a mão direita…

Enquanto nós beijávamos Cimeirinha sussurrou:

“Sua mãe vai ficar só olhando?”

Descolei meus lábios só por um momento pra dizer:

“Vem mãe!”

Cimeirinha sorriu e também confirmou:

“Vem sogrinha”

Mamãe subiu até nós e ficou à minha direita

Virei meu rosto e comecei a beijá-la igualmente

Pelo tempo sem rôla mamãe já estava trêmula

E logo já reviráva os olhos (característica dela)

Mamãe: Que saudade de sentir um homem!

Eu: Então mata ela mata!

Mamãe se ajoelhou um degrau abaixo e abocanhou minha pica já gemendo:

“Hummmm… Hummmmm…..Hummmm….”

(Glup….Glup….Glup….Glup….)

Cimeirinha me beijava mas sempre olhava pra baixo

Curiosa com a situação, parecia estar sentindo tesão ao ver

Segurei a cabeça de mamãe com a mão direita e disse…

Eu: Olha Cí… Olha que delícia de presente!

Cimeirinha: Nossa! Ela é profissional!, Consegue engolir tudo!

Mamãe parou de mamar e disse…

Mamãe: Quer aprender?

Cimeirinha: Quero!

Mamãe se levantou e me puxou pelo braço…

Mamãe: Vamos pra cama!

Nós enxugamos e eu deitei primeiro aguardando elas,

O tempo todo elas se olhavam como se conversassem pelos olhos

Quando terminaram colaram seus corpos e mamãe disse…

“Olha filho…. Seus presentes!”

Se beijaram de língua ao pé da cama na minha frente,

Que visão incrível, uma ruiva e uma morena

Ambas bronzeadas, minha mãe e minha namorada!

Que Natal! Que Natal!

Regulei as luzes, selecionei Elton Jhon pra ouvir

E logo que começou “Sacrifice” mamãe elogiou

E tomou a iniciativa…

Mamãe: Vem norinha, vem aprender a engolir 19cm de rôla dura!

Cimeirinha: Só se for agora!

Subiram na cama cada uma de um lado

Cí pegou minha rôla e começou a lamber feito picolé

Mamãe logo dividiu com ela, as duas lambiam de cima em baixo

Sempre se olhavam e sorriam

Pareciam estar se divertindo juntas

Mamãe sempre tomava a iniciativa como professora

Engoliu tudo num vai e vem com a boca

(Glup…Glup…Glup….)

Cí me olhou e veio me beijar, subiu em mim pra me beijar

E ficou de quatro com o rabo de frente pra mamãe

Ela me beijava com volúpia, passava a língua nos meus lábios

O tesão era demais!

De lábios colados sussurrei pra Cí…

Eu: Quer ver uma coisa?

Cimeirinha: O que você vai fazer?

Cí saiu de cima de mim e foi ao encontro da minha pica

Mamãe matava a saudade de carne dura!

Cí comentou…

Cimeirinha: Rsss… Sua mãe é bem gulosa!

Eu: Olha isso!

Segurei os cabelos de mamãe e fodí sua boca

Forcei até a garganta e ela babou na pica

Mamãe tirou o pau da boca e dava pra ver sua boca lambuzada

Olhou pra cí e chamou…

Mamãe: Vem Cí… Sua vez!

Cimeirinha: Será que consigo? Sou mais do tipo romântica Rsss…

Eu: Amor faz do seu jeito!

Mamãe subiu em mim e ficou de quatro em posição de 69

Com a buceta escancarada na minha cara!

Fiquei apalpando aquela raba bronzeada top

Enquanto isso sentia a doce chupada da minha Cí

Sem dizer nada mamãe levantou o corpo sentando e

Atolando a buceta todinha no meu rosto

Fiquei até sem ar!

Metí a língua sem dó e ela começou a rebolar

Percebi que Cimeirinha parou de mamar

Certamente pra assistir, no final ela que estava sendo voyeur!

Tive um super privilégio quando senti Cimeirinha segurar minha pica

E atolar na sua buceta cavalgando de frente pra mamãe que rebolava na minha boca

Escutei barulhos e percebi que se beijavam

Elas tinham total química, cúmplices gostosas, safadas…

As duas gemiam e descontavam o tesão em beijos molhados de língua

Vozes trêmulas, mamãe cavalgava na minha boca como se fosse um pau!

Cí disse sorrindo…

Cimeirinha: Aí sogrinha… Tô com vontade de pedir uma coisa mas tô com vergonha…Rsss…

Mamãe: O quê norinha? É pra mim? Pede uai!

Cimeirinha: Posso… Posso experimentar seus seios? São tão lindos! Nunca vi uns tão perfeitos!

Mamãe: Aaaaaa lógico que sim menina, Isso é o de menos agora!

Cimeirinha: Rsss… Hummm que tops, nem sei por qual começo!

Cimeirinha diminuiu bem o rítmo da cavalgada e caiu de boca nos melões bronzeados de mamãe!!!

Mamãe saiu de cima de mim e ficou meio de lado

Oferecendo uma melhor posição pra Cí mamar

Minha visão era a melhor possível!!!

Cimeirinha mamava… Lambia… Mordia… Esfregava…

Mamãe estava amando!!!

Cimeirinha: Nossa que lindos! São muito gostosos! Que inveja sogrinha!

Mamãe: Você chupa muito bem!!!

Cimeirinha: Amoooor…

Eu: Fala gatinha!

Cimeirinha: Tem uma borboleta solta aqui Rsss…

Eu: Tô vendo aqui, linda né!!!

Cimeirinha: Come ela come!

Cimeirinha saiu de cima, me levantei e

Fiquei em pé na beira da cama,

Mamãe estava de joelhos bem na beirinha com corpo levantado

Pra Cimeirinha continuar mamando!

Me posicionei atrás dela, lavei seu tórax com meus braços pra mantê-la assim

Meu pau achou sua buceta sozinho, deslizou até topar a base!

Buceta super molhada! Quente!

Minha rôla partiu aquela borboleta ao meio!

Mamãe não se continha com nós dois a possuindo!!!

Mamãe: Aiiii…. Aiiiii…. Ainnnn… Que gostosooooo…

Cravei meu pau no fundo, apertei seu corpo contra o meu

Enchi minhas mãos com seus melões e mordiscando sua orelha

Me declarei metendo bem lentamente….

Eu: Te amo mãe…(Plaf…Plaf…Plaf…), Te amo demais…(Plaf…Plaf…Plaf…), Demais….

Mamãe(Gemendo): Aiiin…. Aiiiii…Aiiiii….Me comeeee….

(Plaf…Plaf…Plaf…Plaf…)

Mamãe(Louca): Mete fundo mete… Soca forte soca… Me come meu filho vai aaaaaa…..

(Plaf…Plaf…Plaf…)

Cimeirinha (Gemendo): Aaaa…mmmmm….mmmmm… Tô gozando amor… Você tá comendo ela mas parece que tô sentindo em mim… mmmm…. Quero mais!

Eu: Vem cá amor, abaixa aqui vai!

Cimeirinha se abaixou, tirei de dentro da buceta da mamãe e ofereci pra ela chupar

Ela sorriu, olhou pra cima e disse…

Cimeirinha: Rssss…. Nunca fiz isso cachorro!

Eu: Vou comer seu cú, pode?

Cimeirinha: Pode! Você me ajuda sogrinha?

Mamãe: Claro que sim, vamos inaugurar seu lindo bumbum!

Cimeirinha: Lindo o meu? Ah tá! Sei…

Cimeirinha chupou gostoso e eu segurei a testa da buceta da minha mãe com minha mão esquerda e a beijei!

Mamãe: Deixa eu preparar ela!

Mamãe pegou o gel, mandou ela se deitar de bruços, sentei à sua frente e deixei ela lambendo enquanto mamãe lambuzava seu bumbum e a preparava com os dedos…

Cimeirinha: Amor vai devagar ok? Mas não pára enquanto não entrar, isso não pode passar de hoje!

Eu: Amor… Depois que entra é uma beleza, você vai ver! Logo logo você que vai pedir pra meter!

Mamãe: Fica de quatro Cí!

Cimeirinha ficou de quatro com as pernas bem abertas e arrebitou ao Máximo seu bumbum!

Mamãe sentou-se bem a sua frente pra assistir

Mamãe: Devagar filho… Devagar, ela nunca deu!

Cimeirinha: Vai amor, arromba meu cú, vamos acabar logo com isso!

Posicionei meu pau e avisei!

Eu: Lá vai tá!?

Fui enfiando bem devagar, quando entrou toda cabeça Cimeirinha respirou fundo,

Mordeu os lábios, segurou forte nas pernas de mamãe e pediu mais…

Cimeirinha: Vai amor… Põe o resto põe! Empurra tudo!… Me deixa atoladinha vai!

Enfiei até topar na base! Fiquei uns segundos e comecei o vai e vem!

Cimeirinha começou a sofrer e gemer!

“Aiiiiiii… Hummmm…. Aiiiii…. Aaaaaaa….”

Mas em pouco tempo o pau já entrava e saía com certa liberdade pois tenho pau médio

19cm ideais pra ela!

Mamãe revirava os olhos e mordia os lábios assistindo aquilo!

Era muito tesão pra todo mundo!

Os gemidos da Cí pareciam ser muito mais de prazer que sofrimento!

“Aaaaaa…uuuuuu….aaaaaa….aí……aiiiii…..”

Cimeirinha (Bem trêmula): Tá gostando safado? Tá gostando do seu presente tá? Aaaa….

Eu: Tô amando… Aproveite cada centímetro da minha rôla no seu cú…

Falei isso e comecei a tirar a rôla até quase sair e empurrava tudo pra dentro até topar!

Cimeirinha(Desafiando): Me dá mais dá! Tem mais tem!? Cadê? Me arromba! Aaaaaaaa.,..

Mamãe: Vai filho! Come ela vai… Faz essa puta te respeitar vai!

Ouvindo isso entendi o recado e segurei ela pelos cabelos feito uma égua

E aumentei as bombadas, já não era amor… Era sexo mesmo!

(Plaf…Plaf…Plaf…Plaf…Plaf…Plaf…)

Cimeirinha(Quase gritando): AAAAAA!!!!! AAAAAIIIIII!!!!!

(Plaf…Plaf…Plaf…Plaf…Plaf…)

Cimeirinha gemia e quase chorava, desacelerei os movimentos e voltei a quase tirar e enterrar tudo de novo!

Mamãe: iiisso filho!!! Não tira… deixa um buraco na bunda dela!

Cimeirinha entregou os pontos, parecia estar pedindo trégua pois

Agarrou as pernas da minha mãe e encostou a face na testa da buceta dela

E só gemia trêmula!

Cimeirinha: Aí…aí…aí…Aaaa…

Mamãe: Vem filho, tira do cú dela e vem me comer no papai & mamãe vem, deita aí e relaxa norinha!

Cimeirinha: Aí Márcia… Aí… Não aguento mais, seu filho me arrombou! Preciso de um tempo!

Me deitei em cima da mamãe e já metí sem dó na buceta dela, já comecei com força, por baixo segurava sua bunda com força…

Mamãe: Ui… Issooo… Que deu em você menino? Já era pra ter gozado à muito tempo!

Eu: Eu não sou besta, o Noel (Farmacêutico) meu vendeu injeção 12Hrs!

Mamãe: Oqueeee? Quem te ensinou isso?

(Tplap…tlap…tlap…tlap…)

Eu: Não se faça de boba, foi o papai e me custou 300 a dose!

Cimeirinha: Porra amor… Você usa isso no dia de comer meu cú?

Eu: KKKKK

Cimeirinha: Usa no cú da sua mãe Rsss…

Mamãe: Vem filho… Deixa eu mostrar como é que se faz, mamãe vai ficar de quatro pra você!

Cimeirinha: Vai dar o cú pra ele? Não acredito!

Mamãe: Castiga o bumbum da mamãe vai!

Enterrei minha rôla no rabão dela e ela agradeceu…

Mamãe: iiiissoooo… Assimmm… Come seu presente de Natal vai!

Cimeirinha: Uaaau! Que corpo!

Eu: Você quer pica mãe? Toma pica no seu cú!

(Paf… Paf… Paf… Paf… Paf…)

Mamãe: Aaaaaa…. Aaaaaa…. Aaaaaa…. Deixa a mamãe cavalgar vai!

Me deitei ao lado da Cí, mamãe subiu em cima e sentou com o cú

Remedia o quadril e subia e descía, minha pica sumiu no seu rabo!

Mamãe: Iiiissoooo… Iiiissoooo…

Eu: Aaaa… Não aguento mais, vou gozar, vou gozar….

Mamãe: Quer gozar na boca da mamãe quer? Vem vem… Dá leite pra mim dá!

Mamãe inverteu o corpo e pôs meu pau na boca!

Gozei demais, fiquei mole!

Mamãe encheu a boca de porra e cuspiu fora, depois voltou a chupar até meu pau amolecer na sua boca!

Cimeirinha assistia admirada, mamãe era demais pra ela!

Deitamos exaustos na cama!

Cimeirinha: Nossa sogra! Que show! Você acabou com ele e nem sentiu o golpe!

Mamãe: Presente é presente! Rsss…

Cimeirinha: Rsss…

Cí veio e me beijou!

Cimeirinha: E aí gostou amor? Tá satisfeito?

Eu: Ainda temos até amanhã

Cimeirinha: Meu cú tá ardendo, se quiser mais cú vai ter que ser o da sua mãe! Rsss…

Mamãe: Eu dou, mamãe aguenta… Tudo! Tenho 26 anos de rõla! Rsss…

Cimeirinha: Rssss… Doida!

Comi elas mais 2 vezes até 12:00Hrs do outro dia!

Inclusive com uma passagem muito marcante que irei contar!

Continua…

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,33 de 6 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

7 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Jj ID:xgnqdn1z

    Man essa tá sendo a melhor série de conta q já li agradeço pela 4 parte e espero q vá até a 10 kkkk

    • RicardoMansur ID:8efkdj720i

      Melhor de todas! Bem detalhada e nada surreal!

    • Leitor_cnn ID:dlny4fvn8

      Infelizmente o autor original demora em média 1 ano pra continuar a história, mais hj irei postar a 5 parte dela

    • ALICE ID:3v6ose2tk0i

      Conto muito bom adoro incesto https://t.me/sadepasolinni

  • Responder Wallace Viccenso ID:8cipwbft0d

    Posta a continuação por favor

  • Responder F.L ID:8mn7qosem0

    Muito bom.

    • F.L ID:8mn7qosem0

      Muito bom.