# # # #

Filhinha

1881 palavras | 13 |4.70
Por

Meu nome é Eduardo tenho 35 anos sou casado e tenho um casal de filhos Amanda de 16 anos e o Carlos de 12 anos e um shitisu que é nosso mascotinho, eu gosto muito de ler os contos deste site, e resolvi conta uma experiência maravilhosa que tive há mais ou menos 2 anos.

Minha vida é da casa para o trabalho e vice versa sempre no mesmo horário é realmente uma rotina minha esposa é cozinheira em uma escola onde meus filhos estudam o Carlinho é tempo integral já Amanda só pela manhã ficando o resto do dia cuidando da casa.

Mas certo teve um problema na empresa e fomos dispensados mais cedo do trabalho e com a empresa fornece transporte cheguei por volta das 14hs entrei normalmente e fui direto para a cozinha beber água e me direcionei para meu quarto me trocar para tomar um banho, no corredor ouso uns gemidos altos e logo pensei será que tem um homem em casa afinal minha filha tem 14 anos e bem não quero nem pensar fui bem devagar até a porta do seu quarto de onde vinham os barulhos e me espreitei na porta.

Quando eu olho na cama dela vejo ela deitada de bruços com a cara no travesseiro e de pernas abertas toda nua e nosso cãozinho bem no meio delas que lambia freneticamente sua buceta e Amanda gemendo alto e apertando o travesseiro. Fiquei sem reação e só olhava nisso meu pau subiu tão rápido me deu um baita tesão, como o nosso banheiro fica de frente ao quarto dela eu entrei e encostei a porta e me posicionei para melhor visão e pude ver sua bundinha redondinha e branquinha e suas costas branquinha e ela levantando o quadril para facilitar a língua do Tod que não parava por nada de lamber deveria estar uma delicia.

Não resisti e comecei a bater uma ali mesmo e assistindo aquela cena uma coisa que não passava na minha cabeça minha filhinha fazendo sexo e com nosso cachorro. De repente ela levanta e quase gozei vendo minha filha toda nua as coxas grossas a bucetinha com alguns pelinhos os peitos iguais a uma maçã e uma bundinha grandinha fui a loucura quase sai e a agarrei, mas ela deitou na cama de costas e abriu a perna e colocou o Tod para lamber nisso ela apertava suas maçãs uma contra a outra e mordia a boca falando vai Tod me fode! E levantando o quadril até que gozou e grito bem alto e caiu de lado com o Tod querendo mais, nisso ela deitou ele de barriga para cima na sua barriga e passou a mão no pauzinho dele e ficou punhetando com dois dedos até ele gozar e subir a bola na ponta então ela o colocou na cama deu uma pequena chupadinha nele e levantou passou uma tolha na barriga e foi escolher uma roupa. Ai eu fechei a porta devagar e terminei a melhor punheta da minha.

Só que antes de sair dei descarga o que chamou sua atenção e veio até a porta perguntar quem estava ai, respondi que era eu e abri a porta e fui saindo e ela estava com uma camiseta e um shortinho, me perguntando que hora eu tinha chegado respondi que fazia muito tempo ela então ficou sem graça e entrou para o banheiro muito rápido e trancou a porta. Fui para meu quarto e olhei para o Tod que lambia a sua caceta e percebi que ela não ligava o chuveiro era um silencio olhei no canto do quarto dela e vi uma calcinha jogada, peguei e levei pro quarto, tranquei a porta e comecei a cheirar que cheiro bom de buceta nova fiquei com uma inveja do meu cãozinho imaginando quanto tempo e se fartava nesse cheirinho e acabei batendo outra dessa vez com a calcinha dela na minha cara.

Por semanas ela me evitava e nem me olhava mal falava somente o necessário e bem rápido, mas num fim de semana minha esposa resolveu que íamos ao clube pois estava um calor de matar então todos concordaram porem Amanda queria ficar e minha esposa obrigou ela ir. O que me deixou super excitado iria ver sua bundinha outra vez.

Chegamos nos acomodamos e fomos tirando as roupas que estavam por cima da roupa de banho e meu pau estava meio bomba e pela sunga dava para perceber todos se trocaram menos Amanda que se negava a participar e ficou na espreguiçadeira deitada, brincamos muito piscina até cansar e resolvemos comer alguma coisa, chamei Amanda para nos acompanhar e sentamos em uma mesa e eu acabei ficando do seu lado, durante o lanche minha esposa insistiu com Amanda que estava irredutível até que brinquei eu sei o que você tem é saudade do Tod né?

Nessa hora ela ficou sem chão quase engasgou parando de comer e foi ficando vermelha e sem reação ai minha esposa completou ele está bem e nada vai acontecer não podemos trazer animais no clube, falei de um modo sarcástico ele sempre vai estar te esperando até mesmo no quarto e todos riram e ela levantou e foi sentar longe da gente minha esposa madnou a gente deixar ele quieta e ficamos o dia no clube e ela do seu jeito calada.

Em casa a noite quando nos preparávamos para dormir passei pelo quarto da Amanda e vejo ela chorando e entrei e sentei na sua e pergunto o que aconteceu e ela chorando me fala que estava com vergonha de mim, mesmo sabendo perguntei o porque?
Ela pergunta_ Pai no dia que você chegou cedo o que foi que você viu? Então eu a abracei e disse bem baixinho _Vi uma linda mulher sendo feliz nada de mais uma coisa muito normal e bonito de se ver, você não deve ter vergonha seu corpo precisa descarregar energia acumulada isso é necessário para a saúde de qualquer pessoa.
Então perguntei se ela já tinha feito com alguém e ela negou e o Tod a quanto tempo? Ela ficou em silencio pensando e disse desde do começo do ano, mas não é sempre só quando dá muita vontade. E você tem muita vontade sempre? Com que frequência? Perguntei já com outras intensões.

Sim quase todo os dias me respondeu de cabeça baixa. Fui fazendo caricias nos seus cabelos e falei o que eu vi você e o Tod pode continuar fazendo sem problemas só quero não deixei ele ir além você me entendeu? Não vamos contar para a sua mãe será segredo nosso, quando quiser falar sobre isso me procure combinado?

Ela sorriu me agradeceu e a abracei com tanto tesão que acabei dando u selinho nela e fui deitar com o meu pau duro e acabei fundo minha esposa pensando nela.

Os dias se passaram normalmente e chegou as minhas férias e sem fazer nada o dia inteiro comecei a bolar um plano para fuder a bucetinha dela, pois eu estava atrapalhando ela com o Tod ficando em casa

Um dia ela chegou da escola e foi para o quarto foi ai que coloquei meu plano em pratica disse que iria no banco e depois no mercado e que iria demorar falei pode aproveitar bem a tarde e sai fui no banco realmente mas foi rápido e voltei para casa bem de mansinho entrei e fui no quarto dela e vi ela e o Tod no meio dela lambendo já com o pau duro entrei e ela se recompôs com o lençol sentando na cama e tocou o Tod dali.

Falei_ Coitado vai tocar ele nesse estado pode continuar eu adoraria assistir vocês Ela_ Não para eu tenho vergonha. Puxei o lençol e disse do que você é linda e além do mais eu já vi uma vez e você sabe disso, mas seria melhor se fosse uma transa com um homem e não um cachorrinho.

Ela ficou paralisada e sem reação acho que ela entendeu o recado. Fui alisando seus cabelos e chegando bem pertinho e abracei minha filha nua e deixei minha mão sobre seu peitinho que estavam tão duro quanto meu pau fiquei alisando e apalpando e ela relaxando pequi sua mãozinha e coloquei em cima do meu pau e apertei e ela continuou apertando.

Olhei em seus olhos e vi que brilhavam mais que o normal me virei na frente dela e falei eu vou te ensinar a melhor coisa do mundo vou fazer tanto carinho que você merece, deitei ela na cama devagarinho e naveguei pelo seus peitinhos barriguinha e coxas mamei seus peitinhos durinhos e ela gemia gostoso desci até a xaninha já toda melada e chupei todinha ela gritava e urrava se contorcia toda até esticou as perninha e gozou e eu limpei todinho seu mel.

Perguntei gostou e ela só balançou a cabeça ai falei tem muito mais ainda deitei sobre ela deixei meu pau sobre sua bucetinha que me parece pequena de mais perto dele e comecei a beijar seu rosto e lábio morder sua orelha e logo ela esquentou de novo e falei baixinho agora vem o melhor, abri suas pernas me posicionei no meio coloquei a cabeça do pau na entradinha molhadinha e deitei na sua barriguinha e mamei seus peitinhos enquanto empurrava para dentro e ela foi mexendo o quadril e falando que doía muito mas continuei e ela pedia para parar e eu tasquei um beijão daqueles e empurrei a cabeça passou ela gemeu deu um chorinho que a lagrima correu no seu rosto.

Ficamos parado por um tempo meu latejava naquela grutinha quentinha e úmida ai comecei um vai e vem bem devagarinho e senti ela relaxar fale quer parar ela disse que não então fui aumentando a velocidade e ela foi gemendo e gozando deve ter gozado umas cinco vez quando chegou a minha vez tirei da sua bucetinha e gozei tanto que lavou sua barriga e rosto tamanho foi o jato e o tesão.

Ai cai do lado dela os dois ofegantes sem dizer nada ficamos ai na mesma posição parados eu olhava para ela com o rosto e barriga sujos e carinha de alegre e cansada perguntei _Gostou? Melhor que o Tod? Vai querer mais? Ela só balançava a cabeça que sim.
Depois desse dia durante a minha férias toda tarde tinha putaria com a gente andando pelados e fudendo em vários lugares da casa, até roupa da mãe dela e na cama ela se fazendo de mamãe. As vezes o Tod começava o serviço e eu terminava. Fizemos anal na cozinha ela de avental na pia, imitando um vídeo que assistimos na sala.

Hoje a gente espera todo mundo dormir e eu vou na sua cama só enrabar ela, pois na xaninha ela sente muito tesão e acaba gritando e no rabinho ela recebe calada.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,70 de 43 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

13 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder @FlorianoDosSantos ID:8317aphfid

    Belo conto me add

  • Responder Sam Winchester ID:5pmoole88rj

    Excelente

  • Responder nojo ID:41igmhh1d9d

    quanta doença nesse site

    • Rsilva ID:81rs3ybfid

      Porra muita coisa! Será que eles não têm medo da polícia bater na porta ?

  • Responder Bruno ID:1wm1mtd0

    Foi assim que peguei minha enteada novinha disse a ela que n contaria se ela fizesse comigo ela topou na hora e rolou alguma mulher do nordeste mãe solteira me chama no telegran Brunokusanag

  • Responder Papa ppkinha ID:gsuadkkm1

    Adoro calcinhas usada por menininha alguém mais compartilha esse gosto?

    • @Alguem_Incerto ID:xgm12mzm

      Tbm adoro o cheiro inigualável. Muito tesão

    • unknown person ID:8cips3frd2

      é um tesão pqp

    • Papa ppkinha ID:gsuadkkm1

      Muito mesmo person ontem eu consegui uma de uma gatinha de 8 aninhos um cheirinho delicioso.

  • Responder anonimo ID:7xbwhotghm

    da uma desculpa,qualque tipo d trabalho ou outra coisa inventa uma viagem d uns tres dias e fode ela sem do.arruma outros p faze dp,swing e vc ve tudo

  • Responder segurança ID:8cipw16rhi

    Conto legal,. mas com cachorro acho nojento, O cachorro deveria comer ela e fica agarrada na buceta dessa puta, outra po vc chupou buceta com a saliva do cachorro nojento demais, Porco pai e porca filha, ele deveria da uma mordida no grelo dela,

  • Responder Dasilva oto-san sensei ID:1dai5li8ra

    Amo zoo e adorei o conto, bato muitas tanto lendo aqui quanto vendo bons videos zoo.
    Ajudo sempre mulheres a ter um prazer maior com seus dogs e tenho muito prazer junto tambem!
    Parabéns pelo.conto!
    Telegram @Silvajsilva

    • Punheteiro pevertido ID:bf9drkvv9i

      Também adoro punhetar pra zoo tesão demais