#

A festa na escola

616 palavras | 5 |1.89
Por

Bom gente, esse conto é sobre uma coisa que aconteceu comigo na escola no terceiro ano do ensino médio. Foi numa festa junina na virada do mês.

Bom, me chamo Raquel. Atualmente tenho 20 anos de idade, mas na época em que isso ocorreu eu contava meus 18 aninhos e estava no terceiro ano do ensino médio. Bem, sou alta, tenho 1, 72 m de altura. Na sala eu era mais alta que todas as minhas amigas. Tenho cabelos anelados e uma pele parda bem clarinha, olhos castanhos escuros, maçãs do rosto cheias, lábios fartos, seios médios e um bumbum relativamente grande, meus dentes sempre foram certinhos e sempre recebia elogios dos rapazes quando era mais nova, mas como eu era a menina quietinha da sala, muito tímida, nunca fui além.
Eu até recebia elogios dos homens na rua, assobios e tudo mais, que na época me deixavam bastante sem graça, mas hoje já estou acostumada. Eu me lembro até hoje, era dia 30 de junho e ia ter uma festa aquela noite, por volta das 20 hrs e só ia acabar lá pelas 2 hrs da manhã. Eu me lembro que fui com uma blusa bem apertadinha e uma sainha curtinha. No fundo eu gostava de me exibir e quando eu recebia uma cantada de algum garoto eu até me fazia de brava e tal, mas no fundo eu gostava e me deixava molhada saber que um homem estava excitado pela minha beleza. Eu só sei que fiquei quietinha no meu canto, sem falar nada com ninguém. Aí tinha umas meninas lá que eu não gostava, em especial a Sabrina, eu odiava aquela megera e ela também me odiava, porque eu era afim do Diego, um gatinho da minha escola pelo qual ela também nutria um certo interesse e vivia de olho no meu boy.
Sei que elas ficaram rindo num canto e do nada ficou boazinha comigo, me ofereceu umas cervejas e começou a me provocar perguntando porque eu não bebia mais, começou a dizer que eu tinha medo do papai e da mamãezinha. Então eu resolvi mostrar para ela quem é que estava no comando, tomei dezoito latinhas de cerveja. Até que chegou num ponto que fiquei de barriga cheia e me deu gases, eu segurei enquanto pude. Até que tive que correr para o banheiro, só sei que passei muito mal e eu estava peidando muito.
Aí na hora que voltei me deu um sono e eu estava zonza, desde então não me lembro de mais nada. Só sei que acordei no dia seguinte com a minha sainha levantada por completo e sem a minha calcinha. Eu resolvi perguntar a dona Dercí, a zeladora da escola e não havia indícios de que eu havia sido violada, mas ela me disse que me viu em dado momento da festa deitada no chão e com as partes íntimas expostas, que muita gente riu, tirou fotos, gravaram vídeos. Eu ouvindo aquilo, fiquei roxa de ódio, não me conformava com tamanha humilhação.
No dia seguinte na escola, todos me encaravam de um jeito estranho e algumas pareciam que queriam dar risada da minha cara e seguravam. Até que as amigas da Sabrina me chamaram no final da aula perto do ônibus e eu fui, chegando lá ela me mostrou uma calcinha cor de rosa com bolinhas azuis, me perguntou se eu estava procurando por aquilo, dando um sorriso de deboche. Ela estava manchada, pois no dia eu havia passado mal, e acabei sujando ela. Peguei depressa e virei as costas, com muito desgosto enquanto elas riam pondo a mão na boca. Fui pra casa chorando. Até hoje tenho trauma desse acontecimento. Todos os rapazes do meu colégio viram a minha bunda e a minha buceta. 😶

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 1,89 de 18 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Tarado ID:gqbykba8k

    Pra que sua história ficar boa os caras tinha que arromba sua buceta e encher ela de porra

  • Responder CD ID:xlpkchrd

    Que tenso, complicado essas coisas. Tenho 22, se quiser conversar ou desabafar, só chamar: [email protected] ou telegram: Doomiciano

  • Responder M. Morenno ID:6stwyka6zm

    Sinto muito pelo que aconteceu contigo.
    Teria que ter sido uma noite de muito prazer pra você.

  • Responder observador ID:g3iw167v1

    caraca q situacao… me chama no telegram @observador

  • Responder JFERNANDES ID:fuorj5ym3

    Porque perder tempo escrevendo uma merda dessa.?

    Se não sabe oque escrever, fique calada.