#

Virei corno do meu patrão pra ser promovido

938 palavras | 14 |4.23
Por

Meu nome é Gilmar, tenho 31 anos e sou casado com Rosineide de 21, ela é branquinha, cabelos lisos castanhos, peitinhos durinhos médios, bunda empinadinha, magrinha, com carinha de criança, mas na cama é uma verdadeira puta, fode pra caralho, tem que ter disposição pra apagar aquele fogo.
Tirei ela da roça quando estava com 16 aninhos e trouxe pra morar comigo na cidade, casamos no papel quando ela fez 18.
Trabalhamos na mesma empresa, eu já tenho mais de nove anos de casa, e Rosineide tem só dois.
Nosso patrão vivia de olho comprido pra cima da minha mulher, as vezes até falava umas gracinhas, ela me contava tudo em casa, dizia que ele sempre dava em cima dela, mas a gente faz que não liga porque precisamos muito do emprego e além do mais eu esperava por uma promoção pra virar gerente geral.
Seu Gomes é um coroa de 52 anos, mas muito inteiro ainda, nem aparenta a idade que tem, pratica esportes, não bebe nem fuma, parece um garotão, a esposa dele que tá meio sambada, se discuidou da aparência e parece ser mais velha do que ele apesar de ser mais nova.
Talvez por isso seu Gomes sinta tanta atração pela minha mulher, uma delicinha linda dessa passando na frente dele o dia todo e quando chega em casa tem que encarar um dragão rs.
Num domingo a gente tava de folga e minha mulher veio me contar que nosso patrão fez mais uma investida nela, disse que se ela topasse sair com ele, me dava a promoção que eu tanto queria, e ainda dava um aumento pra ela, mas que ninguém podia saber jamais, tinha que ser um segredo nosso, o safado ainda pediu pra ela não me contar nada, mas Rosineide me conta tudo.
Fiquei com um pouco de raiva na hora mas depois pensei melhor e a ideia ficou martelando minha cabeça, até que não seria tão ruim assim, Rosineide de vez enquanto podia brincar um pouquinho com o coroa e a gente ia melhorar e muito nossas vidas, eu podia até comprar um carro zero com a grana e reformar nossa casa.
Perguntei a minha esposa se ela tinha coragem de trepar com seu Gomes, e pra minha surpresa ela me respondeu na lata que teria sim, que até já tinha sonhado com isso e acordou molhadinha, senti um tesão enorme na hora que ela me revelou isso e comi Rosineide no mesmo instante, gozamos muito imaginando ela trepando com o coroa.
Decidimos então botar o plano pra funcionar.
Mas o patrão não podia nem sonhar que eu sabia, pelo menos no início.
Na sexta feira seu Gomes me pediu pra dobrar meu horário, inventou uma desculpa pra me deixar preso no trampo até as onze da noite enquanto ele se deliciava com minha mulherzinha.
Rosineide saiu as três no horário normal e encontrou com ele no outro quarteirão pra ninguém ver, e foram direto pra um motel.
Minha mulher me contou que ele pediu uma champanhe e os dois beberam na hidro massagem juntos, ela sentou com a bundinha no pau dele ainda mole e começou roçar devagarinho enquanto bebiam, o pau foi endurecendo, e ele segurava os peitinhos dela e dava beijos no pescoço.
A safada confessou que ficou cheia de tesão e começou chupar o pau dele na borda da banheira, disse que o pau era grosso e cabeçudo mas não muito comprido, mas ela gostou do sabor e chupou até as bolas.
Depois seu Gomes abriu as pernas dela já na cama e se deliciou com a bucetinha e o cuzinho da minha esposa, chupou e lambeu com maestria segundo ela mesma me falou, chupou tanto que ela gozou na boca do safado.
Depois finalmente Rosineide se posicionou por cima e sentou no pau grosso, entrou fundo e ela cavalgou no cacete, fodeu muito e se esbaldou de tanto prazer, seu Gomes chupava os peitinhos dela e apertava a bundinha, e ela rebolando e cavalgando no pau.
Gozou duas vezes e ele não gozava.
Rosineide ficou de quatro e seu Gomes cospiu no cuzinho dela e espalhou, pediu pra ela fazer o mesmo no cabeção do pau e meteu tudo no cuzinho.
Minha mulher disse que até chorou de tanta dor mas o prazer foi tanto que fez ela gozar de novo.
Finalmente o patrão também gozou, encheu o rabinho da minha mulherzinha de porra e ficou todo satisfeito.
Na segunda eu fui chamado no escritório e recebi minha promoção, meu salário triplicou.
Rosineide também mudou de setor e recebeu um belo aumento.
Minha mulherzinha passou três meses trepando com nosso patrão sem ele saber que eu sabia de tudo.
Hoje nós já falamos a verdade pra ele, seu Gomes sabe que eu gosto de ser corno e come minha mulher na minha casa e na minha cama sempre que deseja.
Eu adoro ver a carinha de safada da Rosineide me olhando e dizendo que me ama enquanto cavalga na pica do nosso chefe.
Adoro ver ela gozando levando cacete no cuzinho e me chamando de corno, e ainda segurando minha mão.
É bom demais ver ela levando esporrada na cara e nos peitinhos do seu Gomes.
Um prazer indescritível que só quem é corno conhece.
Se alguém aí também curte ser corno como eu, comenta e deixa o contato pra gente trocar experiências.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,23 de 35 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

14 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Rnikit ID:w71g9chm

    Gostaria de ter um patrão assim só para o mesmo meter o pau na minha esposa e ainda ganhar uma promoção

  • Responder Marcos ID:469cst9kb0i

    Queria muito uma oportunidade dessa, mas minha esposa não curte.

    • Pedro Luis ID:830xmr68rc

      Ola Marcos. Minha esposa também não curtia, mas comecei a mostrar pra ela vídeos de ménage masculino, notei que ela ficava excitada mas relutava por questões morais e religiosas. Depois de tantos pedidos meus resolveu experimentar dizendo que seria somente uma vez. Como não tínhamos experiência fomos orientados a ir numa casa de swinger. Lá tinha alguns homens solteiros, pedi que escolhesse um que lhe agradasse mais que eu iria falar com ele. Temerosa escolheu um que me pareceu bem apessoado. Trouxe ele para nossa mesa e começamos a conversar, expliquei o que queríamos e fomos os três para uma cabina fechada, ela não quis as cabinas abertas. Ficamos nus e vi que o pau dele era bastante avantajado, ela olhava fixamente para o pau dele com brilho nos olhos. No inicio ela estava um pouco acanhada mas depois se soltou KKKK. Deu um show de cama no rapaz KKKK. Hoje frequentamos essas casa e temos uns amigos que comem ela enquanto me masturbo. Assim a gente vive feliz.

  • Responder josué ID:41igm2a9hrk

    Maravilha seu conto amigo, é bem isso mesmo temos de pensar que nossas esposas não são nossa propriedade e sim companheiras e então o melhor da vida é aproveitar e vocês se deram bem , é bem verdade só quem é corno da sua espoas sabe o quando é maravilhoso esses momentos

  • Responder KASAL EMOTION ID:on956rpxi9

    DELÍCIA DE CONTO, PARABÉNS.
    ADORARIA TER UM PATRÃO ASSIM, PARA COMER NÓS DOIS.
    BJS

    • Marta ID:g3jt9mxij

      Amei …meu marido tbm ama ver outro me comendo

    • Pedro Luis ID:830xmr68rc

      Olá Marta. E o teu marido chupa você depois que eles gozam?

    • Sergio ID:81rngwmxij

      Eu tbm adoro mas esposa não faz

  • Responder Casal RJ ID:g61whe2m1

    Demais a sua história, curta bastante sua esposinha, a vida de vcs, só dizem respeito a vocês, vivam sem hipocrisia. Felicidades e parabéns.

  • Responder Safadão ID:3nwpelybfia

    Eu já e é muito adrenalina, tem 8 anos que ela da pra outos tem 3 anos que eu fiquei olhando e outra a noite ela disse que tá com vontade de provar outro pau

  • Responder [email protected] ID:1udwna8rb

    Ola somos casal Português, adoravamos fazer uma dessas brincadeiras.
    Temos muito desejos…

  • Responder Marcos/litoral PR ID:on95lyy20d

    Parabens,Muito bom seu conto Gilmar, gostaria de conversar com o casal a respeito de toda essa liberdade sexual..meu e-mail é [email protected]

  • Responder Topotudo ID:8cipmr1c8i

    Como queria que minha esposa topasse,gostaria de ver ela gozando com outro

    • Pedro Luis ID:830xmr68rc

      Ola TopoTudo,. Veja a resposta cima que dei para o Marcos. Você pode seguir também