# #

Prof me ajudou a passar de ano

1588 palavras | 8 |4.30

Sofrendo pra conseguir nota e nao ficar de ano, meu prof de quimica resolveu que umas atividades extracurriculares era o que eu precisava

Alguns anos atrás, nao vou dizer quantos exatamente rs, eu estava no primeiro ano do ensino médio. 15 aninhos, corpinho florescendo com um belo par de seios e uma bundinha bonita, ainda nao muito grande, mas já dava de levar uns tapinhas.
Vida ia bem, uma aluna regular, não era uma genia, mas também não me saia mal, com exceção de uma matéria: química. Nunca entendi, e nunca vou entender.
Na época eu morava em uma cidade menor, então muitos professores eram os mesmos nos decorrer dos anos, então meu prof de química já sabia dessa minha dificuldade e sempre tentava me ajudar como podia. No ensino fundamental era o suficiente umas dicas a mais, mas quando chegou no primeiro ano do médio, minhas notas foram a merda.
Prof gil (nome falso), nos seus 40, era um prof que tentava ser gente boa pq sabe que a materia dele é dificil, mas tambem era de pegar no pé se notasse preguiça. Então não foi uma surpresa quando ele me pediu pra ficar depois da aula (ele dava o último período) pra falar da ultima prova onde eu tinha tirado um belo 3.
-notei que voce ta conversando demais na aula – ele ja começou dizendo pra mim
-ah prof, eu já sei que nao vou entender mesmo
-mas nao pode ser assim, se nao prestar atenção, vai ficar de ano, o que é uma pena, pq eu sei que nas outras matérias voce ta bem
-mas o senhor sabe que eu nao entendo esses assuntos, nao entra na cabeça
Essa hora ele empurrou a cadeira que ele tava sentado pra trás e bateu na perna dele
-senta aqui, vamos conversar direito
Até estranhei um pouco, pq nao era mais criança, mas prof gil me conhecia a tempos, entao pensei que com pra ele nao fazia diferença. A verdade que na época, apesar de ja ter tido uns namorico, nao tinham ido pra lugar nenhum. Minha familia da igreja, eu era ate coroinha, os namoricos que eu tive ate entao tinham sido na porta de casa com meninos de familia da igreja tambem. Ingenuidade habitava em mim, apesar de eu já ter conhecimento de algumas coisas na teoria, só nao tinha posto em pratica.
Sentei na perna dele, e ele botou um branço nos meus ombros e a outra mao no meu joelho.
-me parte o coração ver voce assim pq eu sei que voce se esforça e eu tambem sei que o curso que voce quer nao tem nada haver com quimica. entao eu tava pensando, de por fora, te dar uns trabalhos pra voce subir a nota pra ficar na média
-isso seria otimo, prof, mas pode fazer pesquisando?
-nem precisa, vou dizer direitinho o que voce vai precisar fazer – ele começou a fazer carinho na minha perna, subindo um pouco a barra da minha saia – mas tem que ficar só entre nós dois pq depois ficam me acusando de favoritismo e vai dá ruim
-tudo bem, eu nao conto pra ninguem – na hora na tava sentindo uns arrepios da mao dele na minha coxa
-entao se eu pedir um beijo, voce me da? pra agradecer o favor?
dei um beijo no rosto dele, mas ele riu – no rosto nao, na boca
-ah, na boca eu tenho vergonha – nisso a mao dele ja tava toda debaixo da minha saia, fazendo carinho na minha xaninha por cima da calcinha. eu ja sabia pra onde aquilo ia, mas tava mesmo morrendo de vergonha
Ele nao quis nem saber. Com o braço no meu ombro virou minha cabeça e me beijou. Nunca ninguem tinha me beijado com tanta lingua
-entao estamos combinados? – ele me perguntou depois, e eu só fiz que sim com a cabeça – pois vamos. te levo pra casa no meu carro
Eu sabia muito bem pq ele queria me levar, mas só peguei minha mochila e segui ele.
Já no estacionamento, tudo escuro pq minha escola era a tarde e a gente era liberado quase sete da noite, e as arvores ao redor deixava o anoitecer ainda mais escuro. Ainda tinha bastante carro e moto pq tinha umas turmas da noite, mas na tinham entrado pro prédio e tava só nós dois ali.
Chegamos no carro e ele me empurrou no capô e veio por trás de mim me dando uma sarrada. Me deu um arrepio ate de medo pq o que eu senti ali na minha bunda parecia uma tora gigante, certeza que nao ia caber. Mas eu ia fazer o que né, tava na chuva, bora se molhar.
Depois de mais umas sarradas, ele me manda entrar no carro. Ele entra tambem e dirige ate um campo baldio que tinha ali por perto, que no fds a galera ate usava pra jogar fora. Mal estacionou o carro, ligou aquela luzinha de dentro e mandou eu tirar a blusa e o sutiã e pular pro banco de trás, enquanto ele saia e dava a volta pra entrar pela porta. Obedeci e quando ele abriu a porta, estava lá eu de peitos de fora.
Ele deu uma chupada forte em cada um, e tirou minha calcinha
-tarefa numero um, abre as pernas e segura a saia na sua cintura
Obedeci e ele tirou uma foto com o celular. Depois, tirou o cinto e abriu a calça, tirando a tora pra fora. Novamente uma certeza enorme que nao ia caber. Ele mandou eu chupar e eu nao queria muito nao, mas ele me agarrou pelo cabelo e esfregou minha cara no pau dele. Mandou eu abrir a boca e enfiou dentro, me fazendo engasgar. Levou umas tentativas, mas comecei a chupar certinho, pelos gemidos dele. Tinha umas veias grossas que eu gostei de ficar passando a língua. Flash na minha cara mostrando que ele tava tirando mais foto, e uma mao sempre apertando algum seio meu. Ate que ele mandou eu me deitar pq agora era a hora dele se divertir com o brinquedinho novo dele.
Nao sei o que me deu, um arrepio no corpo inteiro nessa hora. Ele caiu de boca nos meus peitos de novo chupando e mordendo. Depois foi descendo ate minha barriga, e entao ate a minha xaninha.
Deu uma lambida na abertura toda antes de começar a chupar meu grelinho e enfiar um dedo. Eu ja tava gemendo como uma puta. Depois ele enfiou dois dedos e eu tava me contorcendo no banco. Acabei gozando pela primeira vez na boca dele e nao importava o quanto eu tentei empurrar ele nao largou. Ficou me chupando por muito tempo. Quando ele parou ele explicou que era pra me deixar bem molhada pro evento principal e me mandou ficar de quatro.
Obedeci e logo ele veio pra cima de mim, pincelando minha xaninha com o pau. Eu ja tava implorando pra ele meter, mas meter devagar pq era muito grande. Ele deu um tapa na minha bunda e disse que quem mandava ali era ele. E enfiou tudo de uma vez. Eu lembro de ter dado um grito e de um branco. Nao sei se desmaiei mesmo ou nao, mas se desmaiei foi muito pouco pq quando dei por mim de novo, ele tava metendo sem parar, metendo rapido e metendo forte, apertando meus peitos e mordendo meus ombros, minha nuca.
Depois de um tempo ele tirou e mandou eu deitar de costas e começou a meter de novo, agora chupando meus peitos. Eu ja nao tinha mais forças. Era uma mistura de dor e prazer. Ele ficava falando como eu era apertada, como ele queria meter em mim todo dia, ate que ele gozou. Tirou de dentro de mim e mandou eu ficar parada, pegou o celular, tirou mais fotos e ai mandou eu bater uma siririca. Eu nao queria, mas ele ja tinha me dado uma palmada por desobedecer, então comecei, usando a porra dele como lubrificante. Pelo flash percebi que ele tava filmando, e ai ele me mandou limpar minha xaninha com os dedos e lamber meus dedos.
Depois ele deixou eu me vestir e tambem se arrumou e me levou pra casa, mas parou uma esquina antes.
-lembra, nao fala pra ninguém ou nao vai ter nota
-ta bom
Me beijou de novo e meteu a mao por baixo da saia e por dentro da calcinha, brincando com a minha xaninha de novo.
-pra garantir sua nota, vai ter que liberar tudo que eu quiser desse corpinho. vai anotar meu numero e antes de você dormir quero receber umas nudes
-mas prof eu divido quarto com a minha irma
ele parou e pensou
-tira no banheiro. mas se voce conseguir uma foto sua e da sua irmã de roupa intima ou de biquíni te compro um presente
Minha irma era um ano mais nova que eu, mas já tava ganhando corpinho tambem
-e arruma uma desculpa pra sair de casa sabado e ficar fora o dia todo, quero te levar pro motel pra te comer direito
-ta bom
Ele me deu mais um beijo e sai do carro. E foi assim que dei pro meu prof por meses. Acabei ate tirando umas fotos da minha irma pelada pra ele, mas comer mesmo ele nao comeu ela. Ela era boa em quimica se safou rs

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,30 de 23 votos)

# #
Comente e avalie para incentivar o autor

8 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Dona Maricota ID:19p3wwt0j

    Vai estudar menina e deixa de putaria com teu professor!

  • Responder Mestre2021 ID:1wlykvah

    Excelente conto aluninha

  • Responder Anonimo ID:gqb0tai8l

    Muito bom o conto. continua!
    @jomar63

  • Responder Casado muito safado ID:8eez7a6yhk

    Conto delicioso vc deve ter sido uma excelente aluna pra ele espero q vcs ainda se vejam
    Meu telegram @Leotererj se alguém quiser trocar uma ideia ou algo mais

  • Responder Zé neto ID:6stwya65qk

    Continua, chantageia a irmãzinha.

  • Responder [email protected] ID:g3jq4qd9b

    Bem q eu podia ter usado essa tatica, era pessima em quimica, mas era mais facil pegar cola com outros alunos

  • Responder Zuza Sartori ID:7btepa60m3

    Eu não dava notas, pq não sou professor, mas peguei ninas e ninos na escola que trabalhei, e várias(os) em troca de uma cópia. Isso mesmo, uma cópia bastava, mas não era um cópia qq. Todos os professores, tinham que enviar as provas de suas respectivas matérias, com três dias de antecedência. Eu era o responsável pela impressão das mesmas, e vez ou outra, aparecia algum desesperado(a) precisando de nota em alguma matéria. Não vou exagerar dizendo que “peguei todas”, pq não rolou. Mas nos dois anos que trabalhei lá, tive várias experiências. Porém entre todas(os) que peguei, virgens mesmo foram só três, duas ninas(13 e 14a) e um nino(13a). Peguei mais novos que isso tbm(11a), que sabiam mais de sexo do que outra coisa. Até uma gravidinha de 16a, que já era repetente, e pra não bombar no último ano do Fundamental I, foi direta na proposta. Me dava gostoso em troca das cópias das provas de Ciências e Matemática. Sabendo da dificuldade dela nas matérias, não dei cópias integrais, só parte delas pra não correr riscos dela gabaritar. E deu certo, pq ela tirou a pontuação que precisava. E o melhor, foi que a safada mentiu pra mãe, passou a noite comigo, e fez o serviço completo, me deu até o cusinho. Enfim, acabei fazendo um acordo e vazei de lá, pq caí na besteira de pegar uma garota que era “xonadinha” por mim. A danada impregnou, e ia acabar me ferrando. Ajeitei td com antecedência, na calada, e mudei até de cidade. Fiquei só com o contato de um boy, danadinho demais e que tinha até um fã clube fabuloso na escola. Ele pegava várias, mas gostava mesmo de cavalgar na minha rola. Nunca comentei com ninguém, e pra ele isso era primordial por ser filho de militar. Vez ou outra ligava pra saber da garota, mas não deu nada não, a guria acabou arrumando um namorado, e ficou td bem. Ainda peguei o boyzinho algumas vezes, mas depois perdemos contato, e já era.
    Costumo dizer que “afinei a rola” durante o tempo que trabalhei lá, pq meti a rola mesmo, tanto em ninos qto em ninas.

  • Responder Safado ID:on92nn3k09

    Faz parte 2 pfvr, e em vez de xaninha fala bucetinha e bem melhor