# # #

Primeira namorada e o irmão dela

1566 palavras | 5 |4.44
Por

Quando eu tinha 16 anos me apaixonei pela Camila, mesmo. Por mais que eu já tivesse ficado com outras meninas, a Camila foi a primeira que meu coração quase “parou” quando vi ela.

Ela era 1 ano mais velha que eu, bem branquinha, meio alta para menina daquela idade, magrinha, bem acinturada, com um bundão branquinho, e peitos pequenos/médios, daqueles “pontudos”, (>)(>), uma delícia.

Muito divertida, inteligente, logo começamos estudar juntos pois ela se aproximou muito de mim por causa da proximidade das nossas mães, a mãe dela veio transferida para trabalhar no mesmo hospital que minha mãe trabalhava.

Um dia resolvemos sair juntos, papo vai e papo vem, rolou, nos beijamos, e começamos a namorar, a minha primeira namorada de ir em casa, os pais conhecerem e tal.

Ela tem um irmão mais novo, o Mateus. Na época com 15 anos, quase 16, ele nos acompanhava em muitas coisas, era gente boa, divertido também, engraçado que nem a Camila, mas bem mais tímido. Quando tinha outras pessoas na volta ele fiava bem fechado. Só ficava de boa quando estava entre os conhecidos.

Claro que no relacionamento, com 6/7 meses de namoro, as coisas começaram a esquentar, realmente não era minha intensão, queria que fosse tudo no tempo dela, mas não tem como, o sangue esquenta, começa as mãos bobas.

Logo já estava tocando ela, e sendo tocado, mãos rolando por todo os lados, ela já me masturbava enquanto me beijava, já deitava na cama sem camiseta, com seios de fora para ficar nos abraçando.

Logo também comecei abocanhar os seios dela, chupar a buceta, até que recebi minha primeira chupada.

Depois daquilo, todos os dias ela perguntava se eu queria que ela me chupasse… Claro que eu queria.

Um dia, estava em pé com ela, escorado na porta do roupeiro, nós 2 completamente nus.
Ela agarrou meu pau enquanto eu dava um beijão de língua nela. Colocou meu pau no meio das pernas e começou roçar. Eu tentei ajustar para penetrar e ela disse que ainda não.

Se abaixou e mamou meu pau, deixando bem lubrificado.

Levantou, encaixou de novo e colocou na portinha da buceta.

Eu já estava enlouquecido, mas cada vez que eu tentava entrar ela saia, estava brincando comigo.

Quando ela Perguntou se eu queria comer ela…
Perguntou de novo, e de novo… 3 vezes ela repetiu: “Quer me comer?”

Eu disse: Claro que sim, quero muito!

Totalmente anti clímax ela respondeu:

Então deixa o Mateus te chupar também!!

Ai eu deixo tu me comer.

Porraaaa… broxei na hora!

“Comé que é Camila? ta maluca?”

Ela riu e disse: “Eu sabia que tu reagiria assim” haha

Eu, achei que era um teste até… Disse pra ela parar de brincadeira.

Mas não! Era sério. Minha namorada queria que o irmão dela me chupasse.

Porra, é algum tipo de fetich que tu tem? Perguntei.

Ela respondeu: “não, vou te contar um segredo… Nós somos namorados, podemos confiar um no outro, tu sabe como eu romantizo nosso relacionamento, passar a vida juntos, etc.
O Mateus não gosta de meninas, ele gosta de meninos… Mas tem muita dificuldade com isso, pela idade é só zoação, ou cara mais velho que eu tenho medo que machuquem ele.

Então ele me pediu se poderia ser contigo… Olha, já tentei algumas coisas, já nos beijamos, já deixei ele me comer uma vez, já masturbei ele, já chupei ele, mas nada resolve… Chegamos a conclusão que ele quer ROLA mesmo! Ai disse que quando tivesse um namorado, ele poderia aproveitar também”

Quando ela me dizia isso, eu fui dando uns passos para trás, incrédulo com o que eu ouvia.

Terminando de falar ela veio em minha direção, gostosa, com cara de safada, se abaixou na minha frente e abocanhou meu pau MOLE e disse:

“E tu tem esse pauzão tão gostoso que eu amo, quero que ele experimente também!”

Mamou até eu gozar toda a cara, cabelo e peitos dela.

Deitei nu e exausto na cama e ela disse:

“Hoje a mãe está de plantão no hospital e o pai vai jogar Tênis no clube, só voltar depois da meia noite… Pode ser hoje se tu quiser…”

E completou (safada)

“Eu to loca pra dar pra ti”

Eu fiquei maluco com tudo isso… Foi pro banho e fui pra casa. Isso era duas da tarde daquela sexta feira (dia que saia da aula com ela e ia pra casa dela namorar)

Daquela semana em diante podia ser, sair da aula e ir pra casa comer ela. Não parava de pensar nisso.

Chegando a noite, ela me disse que havia pedido pizza e já tinha comunicado o irmão dela, que estaria em casa também. SSIIIMM… tinha dito que ele poderia me chupar.

Claro que eu cheguei lá e estava um climão, esperar pizza ainda, olhando tv.

A camila ficava alisando meu pau e fazendo jogo sujo, a cada 10 minutos ela dizia que tava louca pra me dar.

Eu tava loco pra comer ela, então que se foda.

Comemos a pizza e fui para o banho, ela ficou organizando a cozinha e o Mateus foi para o banho também.

Chegando no quarto da camila, ela estava lá, tirando toda a roupa, ficando completamente nua, linda como sempre. Nisso entra o Mateus, completamente nu também.

Na hora olhei para o pau dele, meia bomba, cabeçudo e encorpado.

Tirei a toalha que eu estava enrolado, revelando meu pau durasso, que nem um míssil apontando pra cima!

O Mateus chegou se babar me olhando.

A Camila se escorou no roupeiro de novo, e eu cheguei de frente encaixando já, e falei no ouvido que queria comer ela.

Ela fez com a mão chamando o Mateus que chegou junto, se abaixou e abocanhou meu pau.

Estremeci na hora, A camila colocou a lingua dentro da minha boca, me sugando, e falando que me amava, que queria dar pra mim.

Meu pau cada vez mais duro na boca do mateus. Até que a camila puxou o mateus pra cima, deu um beijão de língua nele e outro em mim e disse: “Meus 2 homens”

Me deitou na cama dela e acavalou na minha cara, virada para meu pau, baixou e no 69 começou me chupar, logo chegou o mateus me chupando também. Os 2 se beijavam e me chupavam.

Ela levantou um pouco, deixando o espaço para o Mateus subir em mim, e acavalar em cima do meu pau. Eu percebi mas estava tudo tão bom que só suspirava, não falava.

Logo, após umas 3 ou 4 tentativas ele penetrou, atolou meu pau até o talo.

Até aquele instante ele não tinha aberto a boca pra nada… Ali ele soltou um suspiro e disse que meu pau era gostoso.

A Camila deitou para frente de novo e abocanhou o pau do Mateus que estava durasso enquanto cavalgava meu pau.

Nisso eu disse “Que cu quente, que delícia”

Ele enlouqueceu em cima de mim, bateu bateu bateu e gozou, encheu a boca da camila de porra.

Ela só arrumava os cabelos e engolia tudo.

Ficamos assim um temp, eu encaixado dentro dele, não tinha gozado ainda, mas ele havia perdido as forças.

Dei um tapa na bunda da camila e disse que era vez dela.

Ela fez nós 3 irmos juntos para o banho pois ela não queria pau sujo na buceta dela.

Já no banho finalmente consegui encaixar, estava comendo minha namorada finalmente…
Ela safada chamou o irmão dela e abriu o cuzinho pra ele.

Ele que de “viadinho” não tem nada, me teu sem dó no Cu dela, que pelo o que percebi, já era bem arregaçado. Confirmando com o que ela disse para o Mateus: “Gostoso como sempre!”

No meu ouvido, extremamente cheia de tesão ela disse: “Minha bucetinha estava reservada só pra ti, mas meu cu eu dou pra ele todas as semanas há mais de ano”.

Mateus metia sem dó, e eu também. Ficamos um bom tempo engatados.

Comi o mateus mais uma vez aquela noite.

Dormimos os 3 no mesmo quarto, depois que tudo se aquietou, e o meu sogro foi dormir, dormimos os 3 na mesma cama, pelados, com a Camila no meio.

No outro dia pela manhã, acordei com a Camila me olhando, passando a mão no meu cabelo, e o Mateus atrás de mim, roçando o pau na portinha do meu cu.

Percebendo que me acordei, a camila me puxou para o seio dela e disse: “Deixa ele gozar na tua bunda, só roçando, sem penetrar”.

Nisso eu relaxei, mamando aquele seio gostoso, enquanto era bulinado pelo Mateuzinho.

Relaxei de mais, meu cu dilatou, e entrou a cabeça do pau do mateus, estremeci de prazer, só a cabecinha. Mas não queria, comecei apertar para sair, nisso o Mateus gozou, uma parte dentro de mim, uma parte na minha bunda, uma parte nas minhas costas.

Quando fui ficar indignado a Camila me disse: Agora é tua vez de comer meu cuzinho…

Ela sabia como me domar, depois daquilo, foram 4 anos incríveis.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,44 de 43 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

5 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Zuza ID:bemljno2d2

    Você teve uma experiência inesquecível pode acreditar

  • Responder Endrick ID:bf9xqgfv99

    Já tive uma experiência como essa, e não fiquei estarrecido, pq sou bissexual, embora minha namorada ainda desconhecia esse fato. O irmão dela tinha 15a, e estava em transição qdo o conheci. Pra se ter idéia, pesquisem por Sayuri Mattar, uma trans lindinha e gostosa demais da conta. Até o corte de cabelo, o olhar, e os trejeitos, lembram a Sayuri. Lembro do dia que minha namorada, sugeriu uma brincadeira a três. Eu não achava que seria com o Nando, pensei na prima dela, que eram como unha e carne, e tbm pq a safada vivia jogando indiretas, dizendo que ela tinha que dividir o pão com quem tem fome, e que ela estava precisando muito de um “paozão” como o meu. Minha namorada ria, e dizia apenas “quem sabe um dia”, eu só olhava, e não dizia nada. Sou privilegiado nesse quesito, pois minha rola mede 17cm, mas sei que tem maiores pq já vi né. Eu não tinha dito nada sobre minha sexualidade pra ela, mas amei a idéia dela. Na cama, minha namorada era um furacão, sabia muito da arte de dar e receber prazer, e não tinha tempo ruim, fosse onde fosse, se pintasse um clima, no mínimo rolava um boquete. Ela preparou td, e qdo saí da faculdade e fui direto pra casa dela. Qdo entrei e bati o olho na criança, usando uma lingerie super sexi, foi tesão a primeira vista. Por alguns segundos pensei em “trocar” de namorada. Foi uma tarde deliciosa, fudemos e gozamos muito, e me espantei com a performance do Nando, e de sua virilidade tbm, e ele tinha um pauzão de respeito pela idade. Só não dei brecha naquele dia, segurei a onda legal. E depois, vez ou outra rolava uma brincadeira a três. Um dia voltamos de uma festa, os três já meio alegrinhos, tomamos banho, fomos pro quarto…e aconteceu. Sei que acordei de conchinha engatado na minha namorada…e o Nando engatado em mim. Enfim, me libertei, e vivemos um delicioso romance a três durante seis anos, então a Bia engravidou, resolvemos morar juntos, o Nando ficou na casa dos pais, mas costumava nos visitar.

  • Responder Sabx ID:g3iuhy2v0

    Também broxei na viadagem. Podia ter sido um conto onde o namorado descobri que a namoradinha da pro irmão dela que alem de mais velho é marginal de reformatório, essa viadagem para mim pelo menos não tem graça.

    • Fds ID:8cipya6ud1

      Kkkkkk sai daqui gay incubado

    • RRIncesto ID:41ih1ybx6i9

      Kkkkkkkk ja dizia que o conto era bissexual e com o irmão, esperava o que?