# # # #

O homem na mata e os meninos

2706 palavras | 1 |4.44
Por

Irei começar uma série de contos sem continuidade, com apenas uma parte, vou trazer histórias de pedofilia junto com um pouco de fantasia. Espero que gostem. Não esqueçam de falar o que acharam pra eu saber.

Rui e tomeu era dois meninos, Rui de 9 anos de idade e tomeu de 7, moravam em uma aldeia com sua família, Rui e tomeu eram irmãos, eram branquinhos e loirinhos, mas mesmo sendo bem branquinhos tinham a pele bem coradinha por conta do sol, os cabelos deles iam até os olhos, parecendo duas meninas. Rui sempre foi o menino mas virado, subia em árvores, pescava e tudo mais, era o orgulho do pai, já tomeu era mais delicado, sempre se machucando e chorão, o pai sempre brigava com ele, falando que a mãe que deixou ele assim.

Rui e tomeu sempre andavam pelo floresta que tinha ao fundo da aldeia, apanhando frutas, pegando animais, mesmo sem os pais deixarem eles iam escondidos.

Um dia eles acabaram caminhando demais, e chegaram a um lugar diferente, encontraram uma cabana grande, tinha peixes pendurados e alguns sapatos em uma corda.
-Vamos embora Rui, to com medo-DISSE TOMEU
-Para de medo, quero saber quem mora aqui-DISSE RUI
tomeu segurou no braço do irmão e foram andando, ao chegar do outro lado da cabana, eles viram em uma cadeira em uma varanda, um homem sentado dormindo nessa cadeira, mas não era um homem comum, eles nunca tinham visto uma pessoa ou homem daquele tipo, era um homem com simplesmente 2 metros de altura, extremamente músculo, grandes braços e pernas, era negro, o que eles também nunca tinham visto, em sua aldeia eram só pessoas brancas, os meninos ficaram totalmente perplexo como aquele homem que perto deles era gigante, mas o que realmente chamou a atenção dos meninos e principalmente de tomeu foi que o homem estava sem roupa, inteiramente pelado, todo cheio de pelos, e no meio das pernas desse homem repousava um membro preto, grande, grosso, simplesmente enorme, quase 21 centímetros, e um saco que parecia ovos de avestruz de tão grande e inchado, esse órgão desse homem estava todo melado com um líquido branco. Rui olhou com desconfiança, já tomeu com seus olhos brilhando encarava aquela rola enorme diante deles ali no meio das pernas do homem que dormia. Obviamente os meninos não sabiam que um homem poderia ter uma rola desse tamanho, eles só tinham visto em sua curta vida a piroquinha somente um do outro,e nem do próprio pai eles viram, ou seja, era novidade eles verem uma piroca.

Rui dessa vez puxou tomeu pra ir embora, mas tomou foi se aproximando do homem
-vamos embora-DISSE RUI SUSSURRANDO pra tomeu.
Mas tomeu já estava bem próximo do homem, tomeu levou com calma a mão até a pirocona do homem, passou no saco, sentiu que era bem corudo, a pele que cobria a cabeça da rola deixava a mostra apenas a entrada da cabeça da rola, que estava toda melada de esperma, tomeu passou o dedo, fechou os olhos cheirou o dedo e levou o dedo melado a boquinha e chupou, ele olhou pro irmão que olhava curioso e disse apenas expressando com os lábios:
-é gostoso demais-

Rui se aproximou passou o dedo e também provou, eles se olharam e sorriram um pro outro ao descobrir aquela fonte gostosa.
De repente aquele membro no meio das pernas do homem que até então estava mole e parado, da uma pulsada, se mechendo, e depois outra pulsada, Rui e tomeu se olham ainda sorrindo, a rola começa a crescer, a pele que cobria a cabeça da rola estica revelando a cabeçona marrom da rola, a rola que já era grande fica enorme e fica em pé, apontando pros meninos, eles dão a volta pra irem embora e quando estão de já indo embora, elas ouvem:
-Oi, tudo bem? Quem são vocês?-FALA O HOMEM com uma voz grossa que arrepiou o corpinho dos meninos, que olharam pro homem, rui respondeu:
-Eu sou rui e esse é meu irmão tomeu, agente mora em uma aldeia lá pra frente, desculpa agente entrar aqui, agente já tá indo embora-
-Tudo bem, vocês podem ficar e me fazer um pouco de companhia?? Estou sozinho a dias-DISSE O HOMEM
-ta bom agente fica, só não podemos demorar muito-DISSE TOMEU antes do irmão negar
O homem então se levanta mostrando o seu real tamanho, quase tocando o teto, seu mastro enorme no meio das pernas igualmente grande, os meninos ficaram como formigas perto do tamanho do homem, e obviamente eles nao conseguiam tirar os olhos da rola do novo amigo.
-vem entrem aqui pra dentro, vocês querem beber alguma coisa?? Eu tenho leite fresco aqui com pão-Disse o homem
Os meninos entraram e balançaram a cabeça que sim.
O homem entra em um quarto, os meninos ouvem um gemido e homem volta com dois copos cheio de “leite “, ao beberem eles percebem que tem o mesmo gosto do líquido que tava na rola do homem que eles tinham experimentado.
-Esse leite é bom, parece com o que agente….-FALOU TOMEU e se calou ao ser cutucado por rui
-parece com o que? Pode falar-DISSE O HOMEM
-parece com o negócio que tava aí-DISSE TOMEU apontando Para a rola do homem
-ha sim, é daqui mesmo que eu tiro o leite, eu faço com leite com minha rola, dá onde eu venho as crianças so tomavam meu leite feito daqui,o nome é esperma, tu gostou? Quer mais? Se quiser eu deixo tu tirar de mim?-DISSE O HOMEM
Tomeu já tinha tomado todo o esperma do seu copo, mas disse sim pro homem sem pensar duas vezes, Rui ficou meio com vergonha.
-pode vim garotinho, tem que chupar com a boquinha aqui oh-FALOU O HOMEM balançando a rola pros meninos
Tomeu foi em direção ao homem e mesmo sem muito geito ele caiu de boca na cabeça da rola do homem, ele tentava abocanhar o máximo que podia, vez ou outra engasgado com aquela pirocona, o homem ofegante gemia baixinho enquanto sentia uma boquinha apertada tentava chupar sua rola, o menino parecia que realmente queria tomar o leite do homem, tomeu chupava com vontade.
-pode vim também-DISSE O HOMEM PRA RUI
Rui se aproximou, tomeu tirou da boca e empurrou pro irmão a rola do homem, rui com com cuidado chupou a rola do homem, enquanto isso o homem pegou a mão do tomeu e colocou no seu saco, tomeu sorriu pro homem
-tu tá gostando demais né menino, tu vai ser meu agora viu-DISSE O HOMEM PRA TOMEU
O garoto só sorria pro homem, tomeu estava encantando por aquele homem, era tudo novo pra ele, e o homem iria se aproveitar disso.
Do nada o homem solta um berro que assustou Rui que tirou a rola da boca, então feito uma torneira O homem começa a gozar, ele agarra a cabeça de tomeu e mete a rola na boquinha do menino,.a boquinha de tomeu enche de esperma daquele macho, a boquinha cheia começa a derramar pelos cantos da boquinha, era tanto esperma que tava espirrando pra tudo quanto era lado, pegou na cara de Rui que lambia Os lábios melados, o homem segurava a cabeça de tomeu, o menino já engasgava com a rola na boca, O homem solta o menino deixando ele cair sentado no chão, tomeu estava totalmente enxarcado de esperma, foi praticamente um banho do esperma daquele homem gigante, ofegante o homem respira deitado na cadeira, o menino respirando fundo também descansa .

Depois disso eles passam o resto da tarde conversando com o homem, já apresentados, se ouvia as gargalhadas dos meninos ao ouvir as histórias do homem. Tomeu já tinha sido conquistado por aquele homem, o menino sentia sua piroquinha dentro da roupa, o menino não tirava os olhos da rola e do corpo do homem, o homem também não tirava o olho do menino, como o menino tava só vestido da parte de baixo, o homem também tava apaixonado pelo corpinho Branco do menino, Os peitinhos rosinha estavam dando água na boca do homem.
-agente precisa ir embora-DISSE RUI

Tomeu não queria ir embora, ele não queria deixar sua nova paixão, o que gerou uma pequena discussão entre eles dois, no fim rui decidiu ir embora e deixar tomeu com o homem..
-Tu não quer levar leite pros meninos da tua aldeia?-PERGUNTOU O HOMEM PRA RUI
Rui disse sim, e ali mesmo o homem se masturbou, na hora de gozar apontou pra um Balde e encheu de esperma, encheu até metade do balde, era um esperma bem branquinho, bem grosso e extremamente saboroso.
-Nao esqueça que só criança pode tomar esse leite.
(Uma observação, a espécie desse homem vem de uma tribo onde os homens produzem leite Para as crianças, lá eles alimentam as crianças, lá as crianças vão nas casas dos homens e tomavam diretore da rola, eles eram os  ajaculadores da tribo)
Rui foi embora, na aldeia o leite foi distribuído Para as crianças da aldeia, em todo canto se via crianças tomando o esperma que Rui levou pra eles, os pais mal sabiam que era esperma de uma rola preta que os filhos estavam bebendo, o pai de tomeu ficou extremamente com raiva por rui ter deixado o irmão com um homem desconhecido, e no dia seguinte iria buscar ele, a noite ele passou pensando porque o filho queria ficar com esse homem estanho.
Voltamos pra casa do homem, a noite estava linda, a lua iluminava a casa, o homem estava na varanda com tomeu, sentado na cadeira tomeu estava abraçado no peitoral grande do seu negao, e o homem beijava com tanto prazer a boquinha do menino, Os corpos se esfregando sem roupa, enquanto o menino era beijado por seu macho ele se esfregava no corpo do seu homem, aquele menino de 7 aninhos sabia que era viadinho, sabia que aquele homem queria seu corpinho, o cuzinho de tomeu piscava no dedo do homem. Ainda na mesma posição o homem vira o menino, colocando o cuzinho dele bem em sua cara e a boquinha do menino em sua rola, as mãos enormes do homem dao tapas e socos na bundinha do menino deixando vermelha as nádegas do menino, a boca do homem era enorme e sua língua era comprida, o homem com as mãos abre bem o cuzinho do menino, deixando bem arreganhado na cara dele, o cuzinho vermelhinho pulsa, pisca e morde, o menino tava com tesao, a bocona do homem quase engole toda a bundinha de tomeu, a língua enorme do homem quase entrou toda dentro do cuzinho de tomeu, a língua dele fodia o cuzinho do menino, metia, lambia ao redor do cuzinho, lambia as preguinhas, chupava o buraquinho chega estralava as chupadas, o cu do menino todo tempo piscando e mordendo a língua do macho.
Novamente sentado no colo do homem,  o homem precisaria ser um pouco bruto caso quisesse meter na sua criança, prendendo o menino com apenas um braço, com a outra mão o homem enfiou de vez o dedo do meio no cuzinho do menino, o dedo foi até o fundo do cuzinho, bem no meio, entrou abrindo tudo, e o menino deu um grito tão alto que ecoou na floresta a dentro
-Assim dói, assim dói, tá doendo, tá doendo -DIZIA TOMEU agoniado
-shii, calma, calma, vai passar, vai passar, tem que acostumar pra poder tu aguentar a rola do teu macho-DISSE O HOMEM
Depois ele meteu mais outro dedo, no fim já havia metido os 4 dedos no cuzinho do menino, o cu já tava afolgado.
O homem então coloca a cabeça da rola, a cabeça entra, o homem sente o cuzinho abrindo na marra, ele sente a rola procurando espaço dentro do cu do seu menino, a cabeçona se aloja dentro cuzinho, o menino berra novamente, o menino sente o cuzinho se rasgando, sente que a rola tá abrindo ele no meio, por isso grita e chora
-Isso grita meu menino, depois acostuma, tu sabe que tem que satisfazer teu macho ne? Pra isso tu ficou comigo pra eu comer esse cuzinho e deixar ele bem aberto ne-DISSE O HOMEM
A cada segundo o homem metia mais a rolona dentro do menino, e de fato a rola entrou quase toda, mas teve uma hora que não tinha mais espaço dentro do cuzinho, o cuzinho já tava esticado ao máximo, as pregas estavam estouradas, o menino sem forças e mole jogado sobre seu macho, depois foi só  aproveitar, o homem mesmo pegou O menino e fazia ele sentar na pica, o menino parecia um boneco mole no colo daquele macho. E como bom ejaculador ele encheu o cuzinho do seu menino de esperma, o homem gritava em alto e bom som enquanto enchia o cuzinho da sua fêmea de esperma grosso,o menino acabou se mijando naquela situação toda, e no fim ambos estavam melados de esperma, suor, sangue do cuzinho do menino.
O homem se levanta e olha o cu do menino, o cu tava bem aberto, as pregas estavam rasgadas, o cu agora cabia uma mão inteira dentro
-Agora tá do geito que eu gosto-DISSE O HOMEM
Ele então leva o menino pra dentro do quarto e ambos dormem abraçados.

De manhã cedo o homem já acorda o menino metendo rola na boquinha dele
-Acorda pra tomar teu leite meu AMOR-DISSE O HOMEM
E então encheu a boquinha do menino dele de esperma, e pela manhã o esperma dele  é bem grosso, chega gruda na boquinha de tomeu.

O pai de tomeu chegou junto com um tio de tomeu e rui, ele não quis levar a esposa, ele mesmo ia resolver.

Ao chegar eles já viram tomeu abaixando no mato pegando umas flores e a primeira coisa que viram foi o cuzinho estufado e todo arrombado do menino, o tio de tomeu disse:
-Caralho mano, olha como tá o cu do teu filho, todo rasgado-
Pra conversar o homem colocou tomeu no seu colo
-o que tu quer com meu filho?-perguntou o pai de tomeu
-ele é minha namorada agora, vou ficar com ele aqui-DISSE O HOMEM
-namorada? Meu filho é homem-DISSE O PAI DELE
Então o tio do menino se intrometeu e falou:
-mano, é melhor deixar ele aqui, todo mundo sabe que esse teu filho ia dar esse cu cedo ou tarde, agora tá aí, o cuzao todo aberto e sem prega, ele gosta e ele nem queri ir contigo, deixa ele ai com o homem –

Por fim deixaram o menino com o homem e falaram que iam ficar vindo visitar o filho e o esposo do seu filho.

No caminho iam conversando
-porra mano, deixar meu filho lá pra tá levando rola no cu, tu viu o tamanho da piroca daquele macho?-DISSE O PAI
-Eu vi a rola e o estrago no menino, o cuzinho tava grandão mano, todo estufado e aberto, mas teu filho gosta né, eu sempre pensei que ele uma hora ia dar a bundinha dele, o geito dele não negava-DISSE O TIO

-eu sei, mas vê teu filho com o cu todo esfolado é estranho, ele tem só 7 anos-DISSE O PAI

Assim todos continuaram vivendo suas vidas, tomeu tinha todo dia que aguentar o mastro do seu macho no cu dele, cada dia mais o cu ia ficando mais aberto, o homem só chegava e colocava dentro de tão largo que tava.
E esse é o fim da história.

Quem quiser me chamar, trocar conteúdo, só me [email protected]

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,44 de 16 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Aton-Rá ID:40voz014oia

    Muito, muito bom!!!

    *Teu @ não se acha no tlgm