# # #

O amigo do meu filho

1714 palavras | 9 |4.08
Por

Peguei meu filho fazendo troca troca com o amigo dele e não soube o que fazer.

Olá a todos, o meu nome é Francisco Xavier e tenho um filho de nove anos, a pouco tempo atrás eu peguei ele fazendo um troca troca com um amiguinho dele.
Eu estava vindo do trabalho, e sempre veio almoçar em casa, e meu filho Isaac iria trazer um amigo da escola dele nesse dia, eu chegava em casa as 12 e Isaac chegava mais cedo, chegando em casa, eu não vi meu filho, só dava pra ouvir um barulho lá pro banheiro, eu guardei minhas coisas e fui atrás dos meninos, chamar eles pra almoçar.
quando cheguei perto do banheiro ouvir algo estranho, eu fiz silêncio e fiquei ouvindo
– tá doendo tá?
– aí aí ai
– devagar Isaac
– quando era tu, tu ia com tudo
– mais tá doendo porra
Eu abri a porta devagar e me espantei com o que eu vi, meu filho estava penetrando o amiguinho dele, os dois estavam em pé, de costas pra mim, o amigo do Isaac estava com as mãos na parede, e Isaac segurava na cintura dele, e socava seu pinto no cuzinho do seu amigo.
– Mais que porra é essa?
Eu gritei alto e eles olharam pra trás espantados, os dois estavam de pinto duro, eles ficaram mudos, nem consigo imaginar o que eles pensavam, eu perguntei de novo o que eles estavam fazendo.
– nós tava só brincando pai
– tem vergonha garoto, passa pro teu quarto agora, e veste uma roupa, e tu garoto o que tem a dizer
– nada falou o amigo do meu filho
– bora Isac passa pro teu quarto, e você garoto vou já ligar pro teus pais
– não, por favor não, meu pai vai me matar
– quem vai matar vocês sou eu. vocês não tem vergonha na cara não, um bora Isaac pro teu quarto porra
Eu falei gritando e puxei Isaac pelos braços dele, o amigo dele vinha junto
– fica aí seu viado de merda, depois eu venho falar contigo,
Eu levei Isaac pro quarto dele, e amigo dele começou a chorar no banheiro, eu entrei no quarto com Isaac e ele estava bem tranquilo, sabia que eu não iria bater nele.
– tu fica aí filho, veste uma roupa e inventa que tá triste, eu vou lá no banheiro falar com o teu amigo
cheguei no banheiro o garoto estava deitado no chão, chorando e pelado, eu entrei e fechei a porta.
– para de chorar seu merdinha
– por favor não conta nada pro meus pais
falou ele chorando,
– vem fica calmo porra, eu não vou dizer nada
eu peguei na mão dele e levantei ele, ele ainda chorava com medo de mim talvez
– calma garoto para de chorar,
Ele ainda ficou choramingando, tentando parar de chorar,
– vem deixar eu dar um banho em tu e para de chorar porra,
Eu levei ele pra debaixo do chuveiro, e ficou jorrando água nele, passei um sabonete nele, e esfreguei no cabelo dele, passei na barriga dele e no bilau dele, nem parecia o mesmo pinto, a poucos minutos atrás estava durinho e grande, e agora tava muito pequeno, eu esfreguei seus pés e mandei ele virar de costas, esfreguei suas costas, e fui descendo o sabonete pela sua bunda.
– A quanto tempo tu vem dando a bundinha pro Isaac?
– eu não sei só uma três vezes
eu passava o sabonete na bundinha dele, e coloquei meu dedo no meio de suas nádegas, o cuzinho dele era guloso e meu dedo foi penetrando fundo
– tu gosta de dar o teu cuzinho garoto?
– que?
– tu gosta de sentir um pau entrando no teu rabo
falei isso enquanto socava meu dedo no cu dele
– aí tá doendo
– tu tá gostando garoto?
– eu não sei não
eu coloquei dois dedos e ele deu um gritinho
– aii
– cala a boca viadinho de merda, eu sei que tu gosta, deixa eu socar meu pau no teu cu deixa, deixa eu te arrombar todinho, gozar nessa tua bunda
– que
– deixa eu te comer porra
– sai fora
Falou ele e saiu de perto de mim assustado
– vem cá vem, eu só sei que tu gosta
eu coloquei meu pau pra fora do calção e mandei ele vim chupar
– vem seu merdinha, eu sei que tu gosta
– Não eu não quero,
Ele tentou sair do banheiro, mais a porta tava fechada
– deixa eu sair por favor
– escuta aqui garoto ou tu me obedece ou eu conto pro teus pais, que tu anda dando essa tua bundinha pro meu filho
– que? você não pode fazer isso comigo
– claro que eu posso, você tá nas minhas mãos muleque, eu posso fazer o que eu quiser contigo
– por favor deixa eu sair
falou ele chorando, eu tirei toda minha roupa e fui na direção dele, peguei no braço dele e puxei ele pro chão
– tu vai me obedecer agora?
ele só chorava, eu dei uns tapas na bunda dele,
– cala boca seu viado
Ele tava deitado no chão, minha vontade era de estuprar ele, mais eu me controlei.
– olha aqui garoto, hoje eu não vou fazer nada contigo, mais da próxima vez que tu vim aqui, eu vou te arrombar todinho e nem pensa em contar alguma coisa pro Isaac, se vc contar eu falo com teus pais o teu segredinho.
– por favor deixa eu sair
– agora não
– por que
– antes vc tem que fazer um negócio pra mim
– o que?
– vem cá vem
Ele se levantou do chão, estava com o rosto vermelho de chorar, eu tava peladão na frente dele, meu pau duro que nem pedra, eu peguei na mão dele e botei no meu pau
– se você chupar, eu deixo tu sair
– tudo bem, mais é rapidinho viu
– ok garoto eu sei que tu gosta, tu já chupou o pinto do meu filho?
– já
Ele se ajoelhou na minha frente, ainda um pouco triste segurou meu pau e colocou na boca, eu fiquei socando devagar, tirava pra fora e colocava de novo, a boca dele era quente, o corpinho dele era uma delícia, pra um garoto de nove anos ele era um tesão, eu já tava quase gozando, quando Isac chegou na porta do banheiro gritando:
– pai pai
– que foi garoto eu disse pra tu ficar no teu quarto
– É que tem gente aqui
– Diz que eu não estou
– eu já disse que o senhor estava
Eu tive que sair do banheiro, vestir meu calção e meu pau ainda tava duro, eu queria muito gozar, era meu vizinho que tava aqui em casa, queria pedir algo emprestado, só pra me fazer raiva, depois que ele saiu os garotos já estavam no quarto brincando, eu me senti um pouco culpado, aliás eles eram só crianças.
Eu entrei no quarto, e mandei Isaac sair, ele foi pra sala, eu fiquei conversando com o amigo dele
– olha, desculpa se eu te magoei no banheiro
– hum rum
– É que eu fiquei com muita vontade de comer tua bundinha
– hum
– meu pau já tá duro de novo só pelo fato de estar perto de tu
– hum, o senhor vai dizer pro meus pais o que eu fiz com Isaac?
– acho que não
– hum
– pega aqui no meu pau, sente como ele tá duro
– tá
Ele pegou de forma rápida e falou
– nossa
Eu botei meu pau pra fora, ele ficou olhando mais não quis mais pegar, eu peguei na mão dele e botei no meu pau , fiquei batendo uma com a mão dele, eu desejava muito aquele garoto, o Isaac da sala via tudo, eu acho que o amigo dele tinha medo ou vergonha não sei, eu não queria forçar muito, mais eu queria gozar
– Isaac vem aqui
– que foi pai?
– vem aqui logo
Ele entrou no quarto e viu o amigo dele segurando o meu pau, ele não disse nada só ficou olhando
– Eu quero que vocês dois fazem aquilo de novo, agora na minha frente
– pai isso é sério?
– sim, eu fiquei muito excitado com vocês dois e eu preciso gozar
– mais pai, deixa pra outro dia
– não tem ser agora
Eu tirei meu short e fiquei peladão, o amigo do Isaac se levantou e mandei ele ficar pelado, ele foi tirando sua roupa devagar, eu peguei meu celular e comecei a filmar tudo, os dois garotos foram ficando pelados, os dois estavam com vergonha, Isac ficava pegando no pinto dele até que ficou duro, ele mandou o amigo dele se virar de costas, e pressionou seu pinto na bunda do amigo, ele passou um pouco de cuspe, e logo seu pinto entrou de uma vez, os dois começaram a gemer e eu também, eu me masturbava com tesão vendo aqueles dois garotos fudendo na minha frente.
Eu me levantei e mandei eles dois se deitar na cama, eu continuei filmando, o amigo do Isaac se deitou de bruços, eu abri a bundinha dele e vii seu cuzinho todo arrombado, Isaac se deitou por cima do amigo e fodia ele com vontade. confesso que eu acabei gozando vendo os dois meninos transando na minha frente.
Depois de toda aquela putaria eu forcei o amigo do Isaac a dar o cuzinho pra mim ou caso o contrário eu mostrava o vídeo dele dando a bunda pro meu filho, no início ele não queria, mais depois com o tempo ele se acostumou com o meu pau e agora o garoto não sai mais daqui, antes eu já transava com meu filho e agora tenho duas putinhas pra me dar prazer e gozar muito.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 4,08 de 51 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

9 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Chama no tel Mil2mil2000 ID:ona2xs920j

    Bora trocar ideia

    • Pai22 ID:2vpqnlftm4

      Cuida

  • Responder Pai22 ID:2vpqnlftm4

    Vou postar uma outra parte antes do amigo do meu filho

  • Responder Caçador ID:g3jjxse8l

    Né veado,eu,John Deere,Matador de Veados,vai te dizer o que fazer,vai parar com a veadagem imediatamente,ou vai sentir a fúria anti-veado do Deere!

    • Topotudo ID:8cipmr1c8i

      Viado enrustido vc não aguentou minha pica na bunda e quer dar uma de machao

  • Responder Bacellar. ID:h5i27y08k

    Maravilhoso ! Amei!

  • Responder Zulu.rs ID:xlpkbiv1

    Delicia… Tem que meter rola mesmo e se for a força melhor

    • Gaius ID:5h68j0zk

      Tem que ser à força no teu cu, filho da puta. Pegar um cabo de enxada e enfiar até o talo nesse teu cu nojento.

  • Responder Som ID:gsuyuemm1

    Ridículo esse tipo de conto AFff