# #

Minha primeira vez com uma garota(veridico)

1184 palavras | 1 |3.42
Por

E ai galerinha bonita, tudo bem com vocês?!
Resumindo, como ja disse a vida não é como num filme porno(infelizmente), na vida real as coisas são bem mais dificies e ainda não tive coragem de tentar nada com meu padrasto, na adolescência tudo era inconsequência e pior que ganharia é uma bronca e bom tempo sem celular, hoje em dia tudo é mais complicado, mas pra nao deixar voces sem historias vou contar da primeira vez que fiquei com uma garota.
Sempre me disse bi, mas o maximo que tinha feito ate então era da beijinhos bem morgados em uma garota ou outra, mas tudo mudou a um tempo atrás.
Meu padrasto como ja tinha dito antes é do corpo de bombeiros, mas tambem é formado em engenharia da computacao e faz free-lancer nas horas vagas, pra um homeme negro nascido na comunidade meu padrasto teve uma mudança de vida muito grande, mas assim, mas ainda assim devido a segunda profissao do meu padrasto comecamos a conviver com pessoas de um mundo impensável pra gente, devido ao carisma que ele sempre teve meu padrasto comecou a criar uma amizade com pessoas pra quem ela prestava serviço e muitas dessas pessoas eram milhonarios donas de empresas relativamente grande no pais, a qual convidavamos a gente pra festas, casamentos e reza a lensa que numa fase mais obscura da vida dele, wuando tentava se recuperar do baque apos se separar da minha mãe, até festa da chave(swing), mas acho que era maldade da galera.
Pois bem um introdução gigantesca pra contar que numa dessas festas no auge dos meus 17 anos, eu conheci a filha do dona de uma empreiteira média do meu estado, a menina era gordinha, branca, cabelos prestos cortado curto e raspado apenas de um lado, usava calca larga e um camisa de botão florida, tinha um estilo bem machinho, mas depois descobrir que tinha peito medio e um bunda bem redodinha wue por sinal era linda, mas que se escondia tudo atras das roupas que usava.
Na epoca tinha perdido recentemente minha virgindade com um garoto
Mas focando na que interessa pra nao alongar tanto, eu nem lembro de ter visto ela a principio, era o aniversario de alguem e o cara claramente tava na crise da meia idade, tocava brega funk, swingueira, funk um monte de coroa fingindo que saia dançar, umas danca meio esquisita do tiktok, mas no fim estava realmente divertido, conhecia a,guma pessoas no recinto e realmente tava co seguindo curti e me soltar, eu que amo dançar, estava rebolando a raba com umas três madames, um role altamente aleatorio mas que estava amando.
No meio da festa notei wue essa menina nao parava de encarar, pensei comigo: to passando ridículo, melhor parar. Me enconstei, mas olho dela era claro em mim ainda, estava realmenre começando a me senti mal, pensando que ela tava me julgando por de certa forma ser a “filha do empregado”, e tudo mais, parece paranoia, mas ma aconteceu uma situacao muito chata envolvendo meu padrasto numa festa dessas, o que inclusive por um tempo deu uma morgada na minha noite.
As coisas foram se seguindo assim ate wue ela veio puxar assunto comigo, o lendario papo água, “oi “, “tudo bem”, “quantos anos?” E por ai vai, so comecei a estranhar quando ela perguntou minha orientação sexual, ai tudo comecou a fazer sentido, achei ela linda, por tras do estilo marrenta tinha a cara da patricinha de olhos verdes, mas que tava me derretendo, conversa vai, conversa vem, e comecamos a entrar na pegada de flerte e por ai, vai, ela me chamou pra sair da “agonia” da festa e ir pra o jardim, sabia o que ia acontecer e tava muito nerva na linha de ai se eu nao gostar, se nao for bom, o que vou fazer.
Chegando la ela se aproximou e me deu um beijo, mas direta impossível, eu nao resistir, foi um beijo lento, porem gostoso, sem pressa de ter fim fomos nos beijando por quase meia hora, ela claramente ja me apertava mais forte e a excitação dela tava começando a ficar mais latente, no toque mais pesada, na mão que “sem querer” batia nos meus seios, na minha bunda.
E por incrivel que parece estava me excitando muito essa coisinha, mas nao era tão corajosa quanto ela, meu coracso tava acelerado, nesse momento com medo wue alguem chegasse e nos visse, me soltei um pouco, e disse pra voltarmos antes que a nossa falta fosse muito notada, quando voltei estava leve, dancava como se nao ouvesse amanha porque a sensação era maravilhosa.
Sabia que naquela casa de festa tinha quartos pra acomodar convidados especiais que queriam descansar um pouco e sabia que ela era prima do aniversariante, e depois de respirar muito criar coragem tres vezes, cheguei nela e perguntei sela conhecia um lugar mais reservado wue podiamos ficar juntas, ela me puxou na hora.
Queria tomar um banho, mas o tesao dela era tanto wue nao tava me deixando sair, se abaixou e comecou a tirar minha roupa, eu tava muito nervosa e muito excitada, ela entrou com o dedo dentro da minha calcinha e comecou a me masturbar, eu tava morrendo de medo de alguem entrar no quarto, mas tava tão gostoso que tava nem ai pras consequências.
Eu fui mais alem, deixei ela completamente nua e por de baixo dawuelas ro7pas largas vi uma delicia de mulher, ridicjlamemte gpstosa, joguei e.a na cama e fui direto na buceta dela com a boca, lambendo e sugando, no meio do afars dela, ela me afastou, me deixou nua e comecou a me beijar, no meio disso comecou a chupar meus peitos enquanto me masturbava, gozei nos dedos dela, segurando qualquer som enquanto eolhava bem nos olhos dela, ela desceu e disse que queria sentir o sabor, minha buceta estava extremamente sensível, no começo sentia um certa agonia do pos orgasmo, mas depois foi voltava um sensacao muito boa, ela me chupava extremamente bem, ao ponto de wue nao conseguia ficar parada, comecei a me mexer, me mexer e me mexer e a sentiro orgasmo vindo e gozei novamente, e que orgasmo, ate a cama ficou umida, meu corpo estava mole, mas aquela garota era insaciavel, nao tirva a boca da minha buceta.
Retomei meu controle, e comecei a chupar ela, ela parecia tentar me guiar pra o lugar certo e aos poucos ia certinho tudo, variava entre a lingua e o dedo e ia seguindo as instruções, fui chupando, aos poucos via a reação dela, mudar, ela gemia bem baixinho, segurava mjnha cabeca, quase fazendo um cafune, no fim nao consegui fazer ela gozar, no finalzinho colocou o dedo entre a minha linga e a buceta dela e se masturbou, gozando com grmidinho bem fofinho, nos vestimos e decemos.
Ainda ficamos mais algumas vezes, mas vou deixar pra contar a melhor dessas vezes depois

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,42 de 12 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Anônima sp/sp ID:1wlymeeh

    Também quero gozar com mulher . Me chamem no telegram @J_S_L04/78