# # #

Importunado eu sou

1073 palavras | 1 |3.50
Por

Bom, primeiro conto aqui vai, 1,82 de altura pardo tipo físico normal, com exceção do meu bumbum que é avantajado e sofro muito por isso aff, desde criança já fui abusado pela minha catequista aos 8 anos desde então sofro com essa tara nos meus dias atuais, sendo importunado sexualmente até mesmo por crianças que não aguentam ver minha bunda que já querem dar um jeito de passar a mão ou encostar adultos tbm sejam homens ou mulheres, esse conto me serve como desabafo pois nunca tenho coragem de contar a ninguém com medo da desaprovação deles ( não que eu ligue pra isso) pois isso me sufoca a cada dia. Então… eu tenho uma prima chamada Jane ela tem tendências asiáticas e um corpo bem desenvolvido pra idade já com uma raba bem arrebitada e é pernas levemente grossoas que só tem 9 anos, ela sempre foi uma taradinha por mim, desde quando ela me via me masturbando sem que eu percebesse, ela sempre mira em min especialmente quando estou de short, quando ela começa olhar meu pau logo fica duro e fico exibindo ele por baixo do short pra ela que fica toda excitada, aquilo me tira do sério, me faz perder noção do perigo e acabo me masturbando e gozando pra ela ver, até que um dia quis fazer algo mais criativo, eu tava numa cadeira de embalo na beira da mesa que facilmente entrava por baixo dela minhas perna ficavam por baixo da mesa e por baixo da cadeira, tendo o quadril pra baixo embaixo da mesa até que a minha priminha pega outra cadeira( de plastico) e senta no meu lado, e começa ficar me olhando com aquela cara de putinha depravada com um short de malha, sua pernas ficavam muito mais grossas sentada na cadeira, então eu decido logo encostar os dedos e ela não fez nada dando total confiança, então eu começo a apalpar aquelas coxas macias infantis e ela revirando os olhos de prazer, e aquilo me dava um tesao do krl, era muito macia as pernas dela, ainda mais quando passei a a fazer uma siririca pra ela por cima da calcinha, fiquei impressionado nunca tinha sentido uma buceta tão inchada e gorda, então ela viu que meu tava duro, ela decide mudar de posição, colocando as pernas sobre as minhas coxas e começando a fazer uma punheta com aqueles pezinhos macis,a aquilo me levou ao delírio, já que não podia fazer com as mãos pois meus outros parentes podiam perceber a nossa sacanagem, então era tudo no sigilo pra ngm perceber, mas logo depois eles foram embora e ficamos mais avontade, então ela tava me punhetando com os pés durante quase 1 hora que foi a melhor que eu já tive, mas tinha logo que acabar pois alguém poderia nos ver, então eu bati uma punheta com ela ainda com os pés em cima das minhas pernas, e deixei os pezinhos dela coberto de porra todo gozado, ela riu com o canto da boca e disse que era quente e gemi um pouco auto, ela parece que ficou impressionada com meu gemido ela deve ter sentido um maior prazer em ser a putinha do seu primo, mas já ouvi aqui nesses contos desse site que quando a puta ouve o gemido do seu macho ela se sente satisfeita com isso, se sente bem, então acho que foi isso que ela sentiu rsrsr. Essa foi só uma de muitas vezes que ela abusou de min ou eu abusei dela sla… tem vezes que ela se aproxima de min perto da mesa quando estou sentando apenas pra apertar meu pau ainda mole até ficar bem duro isso enquanto meus outros parentes estão por perto, mas ela faz isso sem que ngm perceba … eu não faço nada apenas fico mexendo no cllr enquanto ela fica me punhetando por baixo do short, são raras as vezes que ela me faz um boquete e quando faz é só rapidinho igual da vez que houve um acidente perto de casa e todo mundo foi lá ver deixando só eu e ela na sala ela tava “distraída” enquanto eu sacava meu pau de 18 cm e grosso pra ela ver e quando via ela crecia os olhos e vinha abocanhava a cabeça do meu pau ela gosta de chupar a cabecinha rs fazia barulhos igual quando se chupa um picolé, mas não durava 20 segundos sempre vinha aguem atrapalhar nossa diversão, mas nunca fomos pegos por ngm apesar de eu achar que alguém já tenha desconfiado, não só essa prima com que me divirto tenho outra que é morena que tem 13 anos cabelo liso e uns 1,45 de autura com um quadril largo e bunda grande pra idade, já percebi que ela gosta de ser inportunada gosta de ser encoxada, pois já vi isso acontecendo muitas vezes ela sempre me pega vendo isso acontecer mas como eu gosto dessas coisas nem ligo, ela vive andando com calça moletom ou licra que faz com que sua bunda chame a atenção por onde passe, desde já muito nova ela tinha essas características e por isso chama atenção de todos os tarados da rua da casa dela, mas só eu que tenho sorte de ter uma prima dessas kkk… agente quando brincamos sempre dou um jeito de ficar atrás dela pra bolinar de tudo quanto é jeito passando a mão ou encoxando mas tem que ser discreto pois as vezes ela é escandalosa, quando ela ver que tô chegando perto ela vai meio que abrindo as pernas, pq sabe que eu vou apalpa-la começo devagar segurando seu quadril e encho a mão inteira na raba dela enorme e fico puxando a calcinha dela sobre a calça dela eu sei que ela gosta pois não dá um piu sequer, então aproveito, então essa foi só algumas aventuras dentre muitas uma mais louca que a outra, talvez isso não seja comun né um homem como eu sofrer importunação sexual de crianças, mas tbm quem manda ter uma bunda grande dessas não facilita né kkk então se não acredita nessa história vai é te fuder…

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,50 de 6 votos)

Por # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

1 comentário

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos