# # # #

Garotinho do orfanto

1025 palavras | 11 |3.67
Por

Trabalho em um orfanato apenas com meninos de 5 até 9 anos de idade e não me controlei e acabei estuprando um menino de 7 anos em uma noite.

Sou o Luís, trabalho no orfanato Jardim azul a 3 meses, sou vigilante noturno e fico fazendo ronda por todos os corredores e blocos do orfanato, tenho apenas 23 anos de idade e antes de trabalhar no orfanato nunca passou pela minha cabeça fuder uma criança, muito menos estuprar um menino de 7 anos.
Tudo começou quando comecei a trabalhar, toda noite quando eu passava pelo corredore onde ficava o quarto de dois meninos o Lucas de 8 e o Miguel de 7, sempre que passava pelo corredor eu via a porta do quarto deles aberta e via o Miguel apenas de cuequinha, uma cuequinha branca , colada na bunda, ele era moreninho, a princípio achei graça, até o dia que vi o Miguel complemente peladinho, como o corredor é escuro ele não conseguia me ver, então fiquei paralisado olhando aquela bunda infantil andando pelo quarto procurando alguma coisa, ele de repente se inclina pra pegar algo embaixo da cama quando tenho a visão que nunca vi na vida, quando o Miguel se abaixa eu vejo o cuzinho infantil dele se abrindo, complemente apertadinho, no mesmo instante meu pau fica duro como uma pedra, meu pau começou a babar e passou pela minha cabeça eu com a minha boca chupando aquele cuzinho que estava ali diante de mim, então o menino Lucas de 8 anos fecha a porta e eles apagam a luz.
A noite acaba e vou embora, porém durante todo o dia na minha casa eu fiquei com a cena daquele buraquinho infantil na minha cabeça, sempre que eu lembrava eu ficava com o pau durasso, comecei a imaginar o que eu faria com aquele muleque, acabei batendo várias punhetas pensando no Miguel.
Então na noite seguinte vou pro trabalho determinado a olhar novamente o Miguel no quarto dele, pra minha surpresa eu vejo o Miguel sozinho no quarto, novamente apenas de cueca, eu fico tão louco de tesão que entro no quarto e fecho a porta, e digo oi Miguel cade o Lucas?ele responde que Lucas foi adotado e agora ele iria dormir sozinho, eu tava tão cego de tesão que eu falava coisas aleatórias, eu falei pra ele: Miguel ontem eu vi tu peladinho e vi teu cuzinho Abertinho e achei uma delícia e eu fiquei com vontade de chupar teu cuzinho, o Miguel sem geito pelo que eu falei ele ficou calado e não disse nada. Eu olhava pra ele como um louco, minha boca tava salivando de tanto desejo que eu tava sentindo por Miguelzinho, então eu perguntei pra ele tu deixa o tio aqui olhar teu cuzinho de novo, deixa o tio sentir o sabor do teu buraquinho? Eu acho que esse vocabulário era novo pra ele, ele tava muito sem graça e eu tava usando palavras bem pesadas. Ele disse que tinha vergonha e eu falei que não ia contar pra ninguém, então eu falei deita ali de costa na cama que eu tiro tua cueca, ele disse que não queria. Eu precisei ser mais grosso e falei: Escuta aqui seu muleque viadinho da porra se não deixar eu chupar esse teu cuzinho eu vou te encher de porrada, ele começou a chorar baixinho, não me preocupei porque o quarto era um dos mais isolados, eu então tirei minha arma da sintura e falei: deita de costas na porra dessa cama ou eu te mato viado da porra, então ele apavorado correu e deitou de costas na cama dele, eu fui tirei a cuequinha dele e vi pertinho do meu rosto aquele buraquinho na minha frente, senti aquele cheirinho de inocência que toda criança tem, eu falei pra ele ouvir: hoje vou gozar bastante nessa putinha, então cai de boca naquele cuzinho, eu chupava tanto, eu lambia, eu passava o dedo, eu cheirava, Não fazia ideia que o um cuzinho infantil era tão gostoso, eu tava com a boca atolada naquela bundinha, fiquei quase 10 minutos só chupando. Me levantei tirei minha calça e falei:
-Vou comer esse teu cuzinho viu Miguel, vou tirar teu cabacinho seu viado da porra.
Ele começou a chorar mais alto pedindo pra eu não fazer isso com ele. Eu falei:
– pode chorar, é até bom ouvir teu choro enquanto eu rasgo esse furinho.
Subi em cima dele e comecei a empurrar a rola no cuzinho dele, ele se debatia porque era bem apertadinho o buraquinho dele, então eu empurrei de vez e entrou tudo, ele deu um grito e ficou fraco, ele não se mechia, ficou chorando bem baixinho, acho que ele não aguentou a dor de um adulto dentro dele.
Então eu acelerei as socadas, enfiava até as bolas, ele ficava gemendo baixinho, então comecei a urrrar , quando ia gozar virei rápido o rosto dele pra frente e enfiei meu pau na garganta dele e gozei e gozei, chega ele se engasgou com tanto gozo.
Joguei ele em cima da cama e me sentei na outra complemente feliz e satisfeito, apenas com a camisa e sem calça, sorrindo sozinho.
Me limpei, vesti minha calça, guardei minha arma, Miguel já tava consciente novamente de cabeça baixa na cama, apontei mais uma vez a arma na direção dele e falei:olha pra mim puta, ele olhou e eu disse: se tu contar pra alguém eu te mato e mato teus amiguinhos daqui viu. Entendeu Miguel? Ele disse que sim.
Então eu falei: e te acostuma porque eu vou te fuder toda noite viu.
Sair do quarto dele feliz da vida. Várias coisas passaram pela minha cabeça : E seu estuprasse outros meninos? E seu adotasse o Miguelzinho? E seu namorasse o Miguelzinho? Eu só pensava no cuzinho do Miguelzinho.
Continua…..

Quem quiser conversar sobre é só me chamar : @Bielpedgbs

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,67 de 27 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

11 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder rsrs ID:ona04iuzra

    chama tele guton1200

  • Responder Viadinho ID:4adeq532b0d

    Posta a continuação

  • Responder Dark boy ID:8ef6vikm9j

    Não precisava ter traumátizado o menino , era só você ir com calma que você o teria pra sempre com muinto amor e carinho.

    Fica a dica heim !

    • Catboy ID:g630j6tv2

      Verdaade, tenho 22 anos, e smepre usei essa super dica, da pra conseguir tudo assim, so ir com calma…

  • Responder Anon ID:5pbbmhgy20i

    Psicopata

  • Responder Wesley ID:8d5g1dsb09

    Doente

    • Seceol ID:40vom29koi9

      Tesao

    • Anônimo ID:2cq8b7y0v2

      Concordo, isso é coisa de doente mesmo

  • Responder The polícia ID:6stw32aem4

    Olha a cadeia

    • Mulekaodotado ID:g3iuzxtrq

      E oque vc está fazendo aqui? Kkkk um pervao safado tbm lendo os contos seu PUTO

  • Responder Zamasu ID:gsv3mke42

    O conto é legal mas faltam detalhes como descrição física tamanho do pau etc