# # # #

eu sei que ele não me ama mas não posso evitar

1073 palavras | 4 |3.82
Por

Meu pai teve três filhas, uma com cada mulher, casou e separou de todas. Fui criada pela minha mãe a maior parte da vida e não tinha contato com o meu pai, até que minha mãe se casou e me deixou com a minha avó paterna, que é a pessoa com mais condições da família. Quando eu passei a morar com a minha avó também comecei a ver mais meu pai que visitava a minha avó constantemente, ele é caminhoneiro.
Minha avó não gosta da minha mãe e nem das outras mulheres do meu pai, diz que ele é trabalhador e elas que não prestam.
Mas mesmo depois de morar com ela, ele nunca me deu muita bola, era distante comigo. Eu tinha 12 anos e era cheinha e feia.
Quando fiz 15 estava ficando com um professor, e ele me tratava bem e acabei indo morar com ele. Não deu confusão nem nada, a minha avó queria se livrar de mim mesmo. Nesse ano terminei a escola e meu marido me colocou na academia.
Nós ficamos juntos porque eu gostava dele, achava ele educado, bonito e quando viu meu interesse acabou correspondendo. Acontece que com 15 anos meu corpo mudou muito, principalmente depois de ir morar com ele. Eu estava mais feliz, me sentia em casa como nunca me senti antes. Ele cuidava de tudo financeiramente, eu não trabalhava nem estudava mas cuidava da casa e dele.
Ele me colocou na academia e eu não fiquei gostosona do corpão mas fiquei muito magra e com as curvas muito bonitas, ele e todo mundo diziam que eu parecia uma princesa. Eu sou parda bem clarinha, tenho quase 1.60, e um rosto bonito.
Minha mãe é negra e o meu pai é branco, porque o pai dele era branco mas minha avó também é negra.
Depois que me casei parei de ver meu pai, apesar de ainda morar na mesma cidade ele só ia visitar minha avó, nunca foi na minha casa me ver.
Até que ele estava pra vir ver a minha avó e ela me chamou para ir lá, comemorar o aniversário dele que já havia passado mas a poucos dias, ela convidou minhas tias, tios e primos. Foram umas oito pessoas fora minha avó e meu pai.
Ela fez um bolo e eu fui cedo ajudar a fazer o churrasco. Ela tem uma padaria e cozinha divinamente bem. Todos me elogiaram muito, disseram que eu estava muito bonita, uma tia recalcada insinuou que eu ganhei corpo por estar dando muito, ela é a mais bonita da família mas ainda é uma pessoa muito amargurada.
Meu pai chegou, tomou banho e nós comemoramos o aniversário dele. Ah, minhas irmãs são mais novas e ainda moram com as mães em outras cidades, por isso não foram convidadas.
Durante a festa meu pai ficou muito surpreso comigo, não me elogiou mas me olhava muito, o tempo todo.
Depois do almoço, algumas pessoas já foram embora mas outras ficaram, inclusive eu. Então meu pai pegou o carro da minha avó e me chamou para dar uma volta com ele, pai e filha, ele disse, então saímos só nós dois e os outros ficaram arrumando a louça ou só descansando.
Assim que entramos no carro ele me disse que eu estava muito bonita, muito magra, perguntou se eu estava bem, do meu casamento, essas coisas. E tocava em mim o tempo todo, na minha perna, na minha mão.
Eu perguntei para onde nós estávamos indo e ele disse que era só um passeio e perguntou se eu não podia ficar, se já tinha que ir e eu disse que não. Porque eu estava feliz, minha mãe também nunca gostou muito de mim então estava sendo muito bom ter a atenção dele, o carinho.
Nós rodamos bastante até que ele pegou uma rua mais afastada do centro e me levou pra um motel, meu pai é um bronco, bem caminhoneiro, ele é magro, tem 40 anos, é bonito pras mulheres da idade dele porque a minha avó cuida muito dele.
Voltando, ele me levou pra um motel e eu congelei, não conseguia dizer nada, ele pegou um quarto pra gente enquanto estava mais ousado passando a mão em mim.
Perguntou se eu já tinha ido lá e eu disse que não.
Ele saiu do carro e foi até a minha porta me tirar, eu estava tremendo, gelada, minha pressão tinha caído. Não queria fazer sexo com o meu pai, de jeito algum.
Enquanto ele me guiava para dentro do quarto eu perguntava gaguejando o que a gente ia fazer ali, ele disse “você sabe”, e eu disse “mas eu sou casada” e continuava tremendo enquanto ele me guiava até a cama.
Eu estava de vestido então ele tirou a minha roupa bem rápido, eu tenho peitos pequenos e uma bunda média, sou bem depilada, ele elogiou meu corpo e eu comecei a chorar e soluçar.
Então eu pedia pra ele parar, dizendo que tinha que ir para casa, que a gente não podia, mas ele segurou minhas mãos pra cima e beijou meu corpo, meu rosto, meus seios.
Beijou lá em baixo sem dificuldades porque ele é muito mais forte que eu.
Depois disso ele tirou a própria roupa e deitou em cima de mim e me penetrou, com calma, ele gemia muito, parecia que gostava do contraste entre os nossos corpos, o corpo dele grande e forte e o meu pequeno e frágil.
Eu dizia “aí” várias vezes, baixinho enquanto ele me usava.
Eu acho que foi errado, foi contra a minha vontade, mas ele não se importou.
Continuou metendo em mim até ele mesmo se acostumar, o pênis dele não havia entrado todo, acho que talvez só a metade quando ele começou a me foder com muita força, parecia que eu estava perdendo a virgindade de novo. Ele foi muito violento e segurou minhas pernas para o alto enquanto metia.
Até que ele gozou dentro de mim.
Depois me virou de bruços e começou tudo de novo.
Agora eu já estava gemendo e gritando. E ele me usando.
Depois ele me deixou em casa, toda confusa.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,82 de 28 votos)

Por # # # #
Comente e avalie para incentivar o autor

4 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder Dona Maricota ID:19p3wwt0j

    Isso não é um pai, é um monstro!

  • Responder Insulano ID:82ttfmw8

    Fica parecendo que você não gostou, depois gostou. Há uma questão ligando você a ele como homem e mulher.
    Se quiser conversar. Meu telegram é @Wawa.

  • Responder Super A ID:81rd3cg6ic

    Se vc não gostou denuncia ele. Você tem esse direito!. Ele usou você sem nem se importa com nada, nem um mínimo carinho. Chega a ser revoltante uma situação como essa.

  • Responder Dasilva ID:2ql0b708k

    Nossa!!! Muito confuso mesmo essa situação, tudo inesperado e.pelo seu relato ele so se importou com seu corpo, não sei se por ser caminhoneiro ou nao ter diferença pra ele filha ou qualquer outra mulher, so viu vc pra usar, triste isso pq pelo que parece foi apenas vc sendo abusada sem nem ter reagido pela situação e confusão!
    Triste muito triste de fato!
    [email protected]