# #

Educação Sexual

3039 palavras | 2 |3.94
Por

Quando completei 7 anos, papai me disse que era hora para eu aprender sobre sexo. Então ele me deu um par de livros ilustrados para olhar. Um deles se chamava “MOSTRE-ME”. Isto foi meio chato. Tinha fotos de todos os tipos de pessoas sem roupa, adultos nus e pequenas crianças, como a minha idade e ainda menores. A outra foto livro chamava-se “CHUPE PAU DO PAPAI”. Era realmente, realmente desagradável!

Ambos os livros mostravam coisas de homem, sabe… o coisas entre as pernas. Eles eram realmente grandes, e eles tinham coisas penduradas abaixo deles com cabelos ao redor eles também. Eu nunca tinha visto a coisa de um homem de verdade antes, apenas coisinhas de criancinha.

O livro “BOQUETE”, o verdadeiro nojento. Tinha fotos de uma garotinha, mais ou menos da minha idade, com ela coisa do papai na boca dela, eles chamavam de “chupando Pau.” Eu não conseguia pensar no porquê, sua garotinha iria colocar a coisa de seu pai em sua boca, porque é disso que ele faz xixi. As fotos eram realmente desagradáveis.

Papai me disse para ir para o meu quarto, tirar todas as minhas roupas, incluindo minhas calcinhas e ler e olhar para o livros de imagens. Perguntei-lhe por que eu tinha que tirar minhas roupas fora, ele apenas disse: “Apenas faça o que eu digo e você verá.”

Eu fiz o que papai me disse para fazer. Quando eu olhei para o livro nojento, me fez sentir meio estranha la em baixo. Esse livro foi tão chato. A garotinha realmente colocar a coisa do pai dela na boca dela. Uma foto mostrou algumas coisas espirrando para fora de seu pinto na boca da garota.

No começo eu pensei que ele estava fazendo xixi na boca dela, mas este material era branco e parecia grosso. Chamaram-no, “Gozo e esperma.” Ele disse que seu pai estava atirando em seu esperma na boca de sua garotinha e ela foi engolindo seu esperma. Sua coisa, eles chamavam de “Pau”, era muito grande e preso para fora. Ela também chupou as coisas peludas que pendiam abaixo de seu pênis. Eles chamaram eles suas “bolas”.

Havia também fotos do papai entre os pernas de meninas e parecia que ele estava lambendo ou beijando sua perereca. E chamou sua perereca de “Buceta”. A última página de fotos mostrava o papai deitado topo da menina com o pau na buceta dela. Elas chamou isso de “Sexo”. Parecia que seu pau estava muito grande para a buceta das meninas. Aposto que deve ter doído.

Eu sabia que era desagradável olhar as fotos da garotinha chupando o pau do papai, mas isso me fez me dar uma coceira entre minhas pernas, você sabe, como eles estavam escrito minha buceta.

Eu estava sentado lá na cama sem lençol, gostando de ver as fotos quando papai entrou meu quarto. Fechei o livro desagradável “Boquete”, e rápidamente puxei o lençol para me cobrir. Eu gritei para o papai, “Papai, eu não tenho nenhuma roupa.”

Meu pai não tinha me visto sem sentido de roupas desde que eu era bem mais nova.

Papai disse: “Está tudo bem filha! Parte de aprender sobre sexo é ver um ao outro pelados.” Ele se aproximou e puxou o lençol para longe de mim. Eu coloquei minhas mãos para baixo cobrir minha buceta, mas ele os puxou e me disse para abrir minhas pernas.

Eu fiz o que ele disse, mas me fez sentir muito engraçada quando eu vi que papai estava olhando direto para minha buceta aberta. Ele disse: “Eu não quero que você fique envergonhada, sentado ai sozinha.” Então ele tirou sua calção.

Papai também não tinha nada por baixo do calção. Seu pinto, quero dizer, Pau, era muito grande e abaixo tinha pendurado umas bolas peludas. Ele meio que se contorceu e começou para ficar maior enquanto eu olhava para ele.

Papai tirou toda a roupa. Papai tinha tudo tipos de cabelo por todo o corpo. Quando ele se virou para sentar perto de mim, eu até vi a bunda dele. Também tinha cabelo. O pau do papai meio que deitou na perna dele. E quando mais olhava para ele, mais parecia crescer.

Papai me perguntou o que eu achava do pau dele. eu não saber o que dizer. Ele me perguntou: “Você acha que papai tem um pau grande?”

Eu apenas acenei com a cabeça que sim.

Então papai disse: “Filha, eu quero que você saiba que o pau do papai pertence a você agora. Você pode olhar para ele qualquer tempo que você quiser e até brincar com ele, como o como a garotinha do livro brincava com o pai dela.Vc gostaria disso?

Eu meio que dei de ombros e olhei para meus pés, um pouco envergonhda com o pensamento de vender o pau do meu pai e fazendo o que a garotinha no livro fez com o pau de seu pai.

Então papai estendeu a mão e pegou minha mão e colocou topo de seu pau. Eu apenas deixei-o ficar lá. Do que ele disse, “Vá em frente, segure-o.”

Eu lentamente e casualmente abri minha mão e envolvi meu dedos ao redor de seu pênis. Era muito grande para pegar com minhas mãos em toda a volta. Assim que fiz isso, ele ficou duro e papai pegou na minha mão. Papai disse: “Está tudo bem, vá em frente, papai só está ficando duro assim porque sua filhinha tão bonita e gostosa está tocando seu pau.”

Eu sorri e coloquei meus dedos ao redor de seu pau novamente. A essa altura, ele estava se destacando, ficando muito grande e duro. Começou a pulsar na minha mão enquanto continuou a crescer. Papai me disse para mover minha mão para cima e para baixo, como se fosse puxá-lo. Eu fiz isso e achei engraçado, porque a pele se mexeu com a minha mão e o dentro era bem duro. Ele me disse para tocar, o que ele chamou de “cabeça do pau” com a outra mão. foi suave e esponjoso, não duro como o resto de seu pênis.

Papai começou a gemer. No começo eu pensei que estava sofrendo ele, mas ele me disse: “Não querida, é tão bom ter minha garotinha me masturbando.” Então ele me disse que eu era melhor parar por um minuto ou eu ia fazê-lo gozar. Eu soltei seu pau e ele se levantou.

Puxa, seu pau ficou quase para cima e balançou como latejava. Deve ter cerca de 15 ou 16 cm. Tinha veias onduladas correndo por todo o comprimento ele e sua cabeça de pênis em forma de cogumelo eram de um roza profundo e tinha uma gota de material transparente saindo do buraco a ponta.

Papai me perguntou: “Você quer que papai te ensine a chupar o pau dele?” Mais uma vez eu não sabia o que dizer, meio com medo do papai. Além disso, eu me perguntava como seria, você sabe, fazendo as coisas desagradáveis ​​como no livro. Então eu relutantemente disse: “Acho que sim.”

“Essa é minha garotinha. Você sabe que a maioria das garotinhas não aprenda a chupar pau até os 15 ou 16 anos de idade. Com você tendo apenas 7 anos e aprendendo a chupar pau vai fazer você especial.” Quando papai disse que eu ia ser especial, me fez sentir quase crescido como se eu tivesse 12 anos ou algo assim.

Papai deitou na cama com os cotovelos apoiados para que ele pudesse olhar para mim. Ele me disse para mim subir na cama e deitar entre nas pernas dele. Do que ele me disse para usar as minhas mãos em torno de seu pau e começar a bombeá-lo para cima e para baixo, como eu fiz antes. Um liquido transparente começou a vazar da ponta da cabeça do pau, escorrendo nos meus dedos. Isso deixou o pau meio escorregadio. Então ele me disse para lamber a ponta da cabeça do seu pau com minha língua.

Eu olhei para ele e disse que tinha xixi ou algo assim saindo dele e iria ficar na minha língua e talvez na minha boca. Ele disse que não era xixi, era “Pré-sêmen”, uma espécie de babinha, e as meninas crescidas gostavam de lamber e chupar isso dos paus dos homens.

Eu relutantemente coloquei minha língua para fora e a toquei no topo do pau do papai. Isso fez papai gemer: “Ah, sim amor! Lamba o pau duro do papai com a língua.” Eu continuei a lambê-lo, por insistência do papai e Eu acidentalmente lambi uma gota da “babinha”.

Eca! Ficou bem salgado! Eu queria cuspir da minha língua, mas eu sabia que papai ficaria magoado se eu fizesse isso. Eu Eu puxei o pau com a mão um pouco mais e um pouco mais de liquido saiu. Ele insistil, e eu lambi novamente, desta vez não foi assim ruim, mas ainda estava bem salgado. Então eu lambi a cabeça do pau todo, e enquanto eu continuava a mexer no pau do papai, muito mais coisas começaram a vazar.

Papai disse: “Amor, faça um boquete, chupe o pau do papai.”

Lembrei-me do livro “Boquete” era como eles chamavam quando a garotinha colocou a boca sobre o pau do papai o livro. Então, eu abri minha boca e coloquei a cabeça do pau do papai. A cabeça de pau do papai era realmente grande e tive que esticar bem a boca.

Papai gemeu quando meus lábios o tocaram lá embaixo. EU olhou para ele e viu que ele estava olhando para mim. Ele tinha um sorriso no rosto e seus olhos pareciam sonhadores. EU abaixei minha boca e tive toda a cabeça do seu pau na minha boca. Era tão grande, encheu minha boca e eu pude apenas respiração pelo nariz.

Então comecei a mover minha boca para cima e para baixo, enquanto chupando a ponta e ouvi papai gemer novamente. EU gostei muito de ouvir meu pai gemer assim e eu tipo do jeito que ele sentiu na minha boca, então eu comecei a mover minha boca para cima e para baixo, mais rápido.

Então eu comecei a contorcer minha língua ao redor e ao redor e papai começou a gemer bem alto. Eu sabia que papai estava gostando do que estava fazendo, então continuei a mover minha boca para cima e para baixo até o final do seu pau.

Para minha total surpresa, senti a mão do papai agarrar a minha nuca, ele estava agarrando meu cabelo e empurrando quadris para frente e para trás, empurrando-se em direção ao meu rosto. Seu pau começou a deslizar dentro e fora da minha boca, realmente duro e profundo. Cada vez mais rápido! eu continuei puxando ele com uma mão enquanto seu pau se movia dentro e fora do meu boca. Algumas vezes ele bateu no fundo da minha boca e me fez engasgar, mas eu não me afastei. Teve hora que a ponta de seu pau foi até o fundo da minha garganta! Quase que ele me fez engasgar.

Papai realmente deve ter gostado do que eu estava fazendo, porque ele estava gemendo muito alto agora e empurrando com força contra meu rosto. Ele estava se esfregando no meu rosto quando de repente seu corpo começou a tremer e seu pau começou pulsar forte na minha boca. Eu o ouvi gritar: “Oh DEUS, eu estou gozando !! Egole o gozo do papai, chupa tudo!”

Senti algo esguichar na minha boca! Eu sabia, de o que papai tinha me dito que ele estava “gozando”. Ele era atirando seu jato de esperma na minha boca. eu fiz o que a filha fez no livro e eu comecei a engolir sua porra. Estava quente e pegajoso com um gosto amargo salgado. Eu realmente não gostei. Isto era mais salgado e amargo do que a babinha! Era realmente nojento. Mas eu sabia que papai ficaria bravo comigo se eu não engolisse como ele me disse para fazer.

Papai continuou a atirar o esperma na minha boca pelo que pareceu uma eternidade. Havia um muito leite e tentei engolir o máximo que pude, mas podia sentir um pouco dele escorrendo pelos cantos da minha boca.

Eu continuei chupando o pau do papai até que começou a ficar menor. Sua mão ainda estava no meu cabelo me segurando contra ele, então finalmente ele levantou meu rosto do seu pau. Parecia engraçado, era tudo mole e enrugado e ficava cada vez menor enquanto eu observava.

“OH MEU DEUS!” ele engasgou, “Sua putinha safada. Você é um grande boqueteira. Você engoliu tuda a porra do papai? Deixe-me ver!”

Eu abri minha boca para que ele pudesse ver um pouco de sua porra que ainda estava preso na minha língua, então fechei minha boca e engolido.

“O leito do papai tem um gosto bom?” ele perguntou.

Eu balancei a cabeça e disse: “Sim”. (É claro que realmente tinha um gosto horrível, mas eu sabia que papai queria que eu gostasse da sua porra, então eu menti) eu sorri e disse: “Você gostou do jeito que eu fiz, papai?”

Ele finalmente soltou meu cabelo e disse: “Sim amor, agora chupa as bolas do papai até meu pau ficar duro de novo, então eu posso lamber sua buceta e posso gozar na sua boca denovo.” Eu realmente não sabia o que papai queria dizer, mas lamber minha buceta me soou desagradável.

Eu fiz como me foi dito. Eu rolei em cima do papai e começou a lamber e chupar as bolas do papai. O cabelo de suas bolas ficava preso na minha garganta, fazendo eu quero tossir.

Eu levantei uma das bolas do papai, a grande. Fora de curiosidade, eu queria ver o bumbum dele. tinha cabelo tudo ao redor e estava todo roxo e enrugado.

Papai viu que eu estava olhando para a bunda dele e disse: “Sua garotinha safada. Você gosta de olhar para a bunda do seu papai! Por que você não lambe?”

“O que!?” Eu disse, totalmente espantada com o que ele sugeriu.

Papai disse: “Você me ouviu, eu disse para lamber minha bunda.” Ele disse como se ele quisesse escutar isso e eu sabia que ele ficaria bravo se eu não fizesse. Então eu fechei meus olhos, mostrei minha língua e lambi suavemente.

Papai me disse para lamber de novo, então eu fiz. Enquanto eu lambia pela segunda vez que ele empurrou minha cabeça para baixo e minha língua entrou na bunda dele. Eu me afastei. não tinha gosto como eu pensei que seria. Achei que teria gosto cocô, seja qual for o gosto de cocô. Tinha um gosto amargo, então eu limpei minha língua com força no lençol.

Papai riu e disse: “Você realmente é uma putinha safada, lambendo o cu do seu pai.”

A essa altura, o pau do papai estava ereto denovo. Ele me disse para rastejar em cima de sua barriga, com meus pés em direção a sua cabeça. Eu sabia que isso era muito desagradável, porque eu sabia q meu papai poderia olhar direto para minha bunda e buceta e o pau do papai estava apontando direto para o minha cara. Eu sabia o que papai queria, então peguei seu pau com as duas mãos e puxei na minha boca e começou a chupar a cabeça novamente.

Papai começou a gemer de novo e então ele agarrou minha cintura e abriu minha bunda. Então eu senti algo quente e molhado lá embaixo. UAU! Papai estava me lambendo com sua língua. Eu soltei seu pau da minha boca e me virei para ver o que ele estava fazendo, mas ele me empurrou firmemente para voltar para o seu pau, então eu comecei a chupar novamente.

Então a língua do papai começou a lamber toda a minha boceta. Ele até enfiou a língua na minha bunda e começou me lamber lá e chupar. Parecia realmente estranho, mas muito bom também. Então eu o senti empurrar sua língua dentro da minha buceta e ele me chupou bem forte. Parecia que eu ia fazer xixi na boca dele, mas meio diferente, bem diferente, eu comecei a ficar preocupada, eu pensei que meu pai não queria que eu fizesse xixi naquele momento.

De repente, minha buceta começou a formigar e eu senti que ia mesmo fazer xixi desta vez, não pude evitar. Mas em vez disso eu senti algo muito, muito Gostoso! Meu corpo começou a tremer todo, ao mesmo tempo, papai gozou na minha boca novamente. Desta vez minha boca estava aberta porque eu estava gemendo.

Um monte de esperma do papai jorrou na minha boca, eu não conseguia engolir, estava paralizada e em choque com os sentimentos intensos que eu estava recebendo da língua do papai.

Finalmente quando minha buceta parou de formigar, e pelo corpo acalmei um pouco, voltei a chupar o pau do papai denovo, eu queria agradecê-lo pelo que ele fez para mim. Eu chupei e chupei até que começou a ficar menor.

Papai me disse depois, que o que tínhamos acabado de fazer o que era chamado de “69”, sexo oral. Ele me disse o que eu tinha experimentado quando ele lambeu minha buceta, foi um orgasmo, assim como uma menina grande faria. Ele disse que era assim que ele senti quando o fiz gozar com a boca.

***

FIM

Meu terceiro conto, traduzi de um site gringo. Espero que gostem.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 3,94 de 16 votos)

Por # #
Comente e avalie para incentivar o autor

2 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder 027popo ID:xlp1mp8k

    Quero leitinho também 🤤

  • Responder Yuri ID:g3ja3lfi9

    novinha tem fome e papai tem leite perfeito