#

Didi meu viadinho de 11 anos parte 3

478 palavras | 3 |5.00
Por

Didi me mamou no shooping no dia de seu aniversário.

Didi passou a frequentar minha casa, cada vez mais apaixonado me chamava de namoradinho.
Um dos momentos mais deliciosos que passei com ele foi no seu aniversário 12 o levei a um shooping e o incitei a comprar roupa intima de mulher, ele ficou nervosinho, aqueles jeitinhos de menina assustada me deliciaram.
Tenho vergonha, falou.
Não precisa, vá e escolha, me surpreenda com seu gosto.
Demorou a entrar junto de expositor de babydoll, Didi ficou olhando para trás.
Uma funcionária se aproximou e deve ter dito se podia ajudar.
Didi olhou para a entrada e sua cara ficou vermelha.
Ela o levou a outro expositor, fiquei olhando, Didi virou a cabeça meio aflito e limitei a sorrir.
Demorou um pouco no interior e quando saiu com um saco, sorriu fazendo um arzinho de alívio.
Começamos andando, vendo montras até que abriu o saco e mostrou um babydoll azul, curtinho, aberto na frente prendia junto ao peito com duas fitinhas, a calcinha short da mesma cor era em renda e dua calcinhas fio dental.
Gosta?
Adorei, vai ficar uma menina linda.
Mais calmo olhou sorridente para mim.
Que tal me saí?
Precisa praticar, respondi rindo.
Vem comigo, falei eu puxando-o para o banheiro do shooping, apenas tinha um homem mijando, fiz que ia fazer o mesmo e logo que saiu, arrastei Didi para um dos individuais, fechei a porta, sentei na sanita e falei, vista uma calcinha.
Ele olhou para mim e falou aqui ?
Sim, quero ver você de calcinha.
Se despiu e vestiu a calcinha, rodou e fiquei duro ao ver a fitinha enfiada em seu bumbum.
Lindo de morrer.
Ele sorriu e falou baixinho: Quero agradecer sua prenda.
Se abaixou frente a mim, abriu o zíper de minha calça e tirou meu pau que estava começando a ficar duro.
Quer mamar ?
Sim…
Começou beijando e lambendo minha vara, sua linguinha percorria toda o mastro até à cabeça, meteu na boca e sugou, fazendo-me gemer baixinho.
Mamou com gosto, tentando meter a vara toda, deixei ele mamar até esporrar na sua boquinha, me deixou doido quando começou engolindo a porra sugando a cabeça da vara, estremeci de prazer e segurei sua cabecinha até ele engolir tudo deixando minha vara sem uma gotinha.
Olhou para mim sorrindo.
Gostou ?
Delicia, não esperava que engolisse.
Amo você, respondeu ele com aquela vozinha doce que me deixava doido.
Eu também, respondi.
Nesse dia não comi sua bundinha, tinha uma festinha em casa com seus familiares, depois de guardar as roupinhas em minha casa, ele foi indo.
Amanhã quero você com estas roupinhas, me deixou cheio de tesão.
Me beijou na boca e falou : Sou sua queridinho.
Nessa noite tive de me satisfazer com uma travequinha da área, o tesão não me ia deixar dormir.

⏩ O melhor site de desenhos animados pornô do 🇧🇷, HQs eróticas🔥

Avalie esse conto:
PéssimoRuimMédioBomExcelente
(Média: 5,00 de 8 votos)

Por #
Comente e avalie para incentivar o autor

3 Comentários

Talvez precise aguardar o comentario ser aprovado
Proibido numeros de celular, ofensas e textos repetitivos
  • Responder luiz ID:dlns5khrd

    a melhor coisa do mundo para um viadinho é ter um homem de verdade para satisfazer nossa vontade

  • Responder trovão ID:5v8qyx141

    adoro mamada de viadinho

    • zinho ID:8efflecqra

      Também acho, é uma delicia sentir um belo caralho dentro do cu,